Polícia prende em Arapoti rapaz envolvido em roubo de quase 1 milhão

02/06/2018 20:000 comments

Arapoti – A Polícia Civil divulgou na tarde de sábado, 02, ter efetuado a prisão de um homem envolvido com um roubo a uma empresa no Estado de São Paulo. O valor total levado, segundo os investigadores, chega a aproximadamente R$ 800 mil.

Com a participação da Polícia Militar de Arapoti, a Polícia Civil conseguiu surpreender em uma loja no centro da cidade, um rapaz que era foragido de Penitenciária do Estado de São Paulo. Informações que levaram o serviço de investigação até a localização do foragido davam conta de que o rapaz havia participado de um assalto em uma empresa no Estado de São Paulo.

Neste roubo teriam sido subtraídos mais de R$ 300 mil em dinheiro e, em torno, de R$ 500 mil em cheques, totalizando um prejuízo inicial de R$ 800 mil. A empresa teria sido tomada por assaltantes durante a madrugada, os quais acessaram o cofre e subtraíram os valores. Os policiais intensificaram os trabalhos, a fim de localizar o foragido.

No final da tarde, conseguiram surpreendê-lo. Segundo informações, depois do roubo, os criminosos haviam comprados camionetes e outros veículos com o dinheiro do assalto e uma das camionetes estaria no município de Arapoti. Depois de participarem da prisão, os investigadores Angelo e Fabian conseguiram localizar também a camionete S10, a qual de fato havia sido comprada dias depois do assalto.

O veículo foi apreendido e deverá ser encaminhado para juntar-se às demais recuperadas no Estado de São Paulo, a fim de que possam ser reintegradas ao patrimônio da empresa roubada.

Box: Polícia apreendeu três adolescentes envolvidos em assaltos

Arapoti – A Polícia Civil  apreendeu três adolescentes envolvidos em vários assaltos na cidade. Os crimes foram investigados e a autoria esclarecida como sendo dos adolescentes. Depois de realizado os procedimentos policiais pertinentes e encerrada a investigação, o caso foi encaminhado ao Ministério Público, o qual representou pela internação dos menores, considerando principalmente o histórico deles. Um deles foi encaminhado para o Cense de Ponta Grossa-PR e outros dois para Foz do Iguaçu-PR.

Fonte: Polícia Militar