Atlético perde de virada para o Galo em Minas

11/09/2018 09:340 comments
No encerramento da 24ª rodada do Campeonato Brasileiro, Atlético Mineiro e Atlético Paranaense se enfrentaram na noite desta segunda-feira (10), em Belo Horizonte.
O Furacão saiu na frente no Estádio Independência, mas sofreu a virada. Mesmo pressionando bastante o time da casa e acertando duas vezes a trave, foi derrotado por 3 a 1.
Na quinta-feira (13), o time rubro-negro volta a campo pelo Brasileirão. O adversário será a Chapecoense, em jogo adiado da 20ª rodada. A partida será em Chapecó, às 20h.
O jogo
Mesmo jogando fora de casa, o Furacão começou bem e chegando ao ataque. Aos oito minutos, Veiga chegou pela esquerda e cruzou rasteiro. A bola passou por toda a área e o zagueiro adversário desviou para a linha de fundo, antes da chegada de Nikão.
Mas na cobrança de escanteio, saiu o gol do Atlético Paranaense. Raphael Veiga cobrou da direita, fechado. A bola passou por Thiago Heleno e Iago Maidana marcou contra. 1 a 0 Furacão.
O time da casa foi em busca do empate. Aos 13 minutos, Tomas Andrade recebeu na área e mandou para o gol. Bem colocado, Santos espalmou para escanteio. O goleiro atleticano fez outra boa defesa aos 22 minutos, após cruzamento da esquerda.
O Atlético Mineiro empatou aos 25 minutos. Após tabela pela esquerda, a bola foi cruzada na área. Leonardo Silva subiu bem e tocou de cabeça no canto de Santos. 1 a 1.
A segunda etapa começou com pressão do Furacão. Logo aos três minutos, Marcinho fez jogada individual e tocou para Veiga na área. Ele girou bonito e bateu rasteiro. Victor defendeu no canto direito.
Quatro minutos depois, Nikão carimbou o travessão do Atlético Mineiro. O camisa 11 recebeu na entrada da área e bateu forte. Victor só olhou a bola batendo no travessão, no chão e saindo.
Aos 16 minutos, foram duas chances seguidas do Rubro-Negro. Na primeira, Nikão foi até a linha de fundo e cruzou. Mas a zaga cortou. Logo em seguida, ele roubou a bola e tocou para Lucho. O meia bateu de primeira, por cima do gol.
E em um contra-ataque, o time mineiro chegou ao segundo gol. Aos 22 minutos, Luan arrancou pela direita e tocou na área. Elias dominou e bateu no alto. Sem chances para Santos.
O Furacão seguiu no ataque e assustou novamente aos 28 minutos. Léo Pereira recebeu na direita e bateu forte. Victor espalmou para escanteio.
Na cobrança, a zaga do Atlético Mineiro afastou e a bola sobrou para Pablo. O atacante mandou de primeira, com muita força, mas a bola parou na trave.
Aos 31 minutos, foi a vez de Rony tentar. O atacante que tinha acabado de entrar no jogo recebeu na área e bateu rasteiro. Mais uma vez o goleiro Victor apareceu bem e espalmou para escanteio.
O time da casa voltou a marcar aos 37 minutos. Cazares puxou contra-ataque e tocou para Ricardo Oliveira. Na primeira finalização, Santos defendeu. A bola sobrou de novo para o atacante, que fez o terceiro do Atlético Mineiro.
Nos acréscimos do jogo, Nikão fez falta e recebeu o cartão vermelho direto. O jogador desfalcará a equipe contra a Chapecoense.
Ficha técnica: Atlético Mineiro 3×1 Atlético Paranaense
Campeonato Brasileiro: 24ª rodada
Data: 10/09/2018 [segunda-feira]
Horário: 20h
Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira – SP [FIFA]
Assistentes: Luiz Alberto Andrini Nogueira – SP [categoria AB] e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo – SP [FIFA]
Quarto árbitro: Magno Arantes Lira – MG [categoria AB]
Público: 20.922
Renda: R$ 293.068,00
Atlético Mineiro: Victor; Patric, Leonardo Silva, Iago Maidana e Fábio Santos; Adilson (Zé Welison, aos 33’ do 2º T), Matheus Galdezani (Elias, no intervalo), Tomas Andrade (Terans, aos 12’ do 2º T) e Cazares; Laun e Ricardo Oliveira.
Técnico: Thiago Larghi
Gols: Leonardo Silva, aos 25 do 1º tempo; Elias, aos 22’ do 2º tempo; Ricardo Oliveira, aos 37’ do 2º tempo
Cartões amarelos: Matheus Galdezani, Fábio Santos, Leonardo Silva, Patric
Atlético Paranaense: Santos; Jonathan, Thiago Heleno, Léo Pereira e Márcio Azevedo; Bruno Guimarães (Bergson, aos 33’ do 2º T) e Lucho González (Matheus Rossetto, aos 17’ do 2º T); Nikão, Raphael Veiga e Marcinho (Rony, aos 29’ do 2º T); Pablo.
Técnico: Tiago Nunes
Gol: Iago Maidana (contra), aos 9’ do 1º tempo
Cartões amarelos: Lucho González, Marcinho, Santos, Bergson
Cartão vermelho: Nikão