Pequenos produtores são reunidos para início do “Feira Verde”

09/03/2019 10:010 comments

Jaguariaíva – O Programa Feira Verde será lançado na próxima quinta-feira, 14 de março, a partir das 9h, na Praça Getúlio Vargas. Nesta sexta-feira, 08, produtores que atenderam ao chamamento público participaram de uma reunião. O encontro serviu para definir a quantidade e o tipo de produtos que cada um entregará para a troca por recicláveis, que ocorre a partir do dia 18 deste mês.

Cada produtor de Jaguariaíva e região poderá entregar até R$ 20 mil reais ao ano em alimentos produzidos em sua propriedade. As frutas, legumes e verduras serão entregues à população, que deverá entregar no caminhão de coleta 4 quilos de lixo reciclável. Eletrônicos, óleo de cozinha, vidros também serão recolhidos. Móveis em situação de descarte também poderão ser trocados, mas seguirão uma tabela de validade de peso para a troca.

Sob a supervisão do Gabinete do Prefeito, o Programa Feira Verde está sob a responsabilidade da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social ( Sedes), com apoio da Secretaria de Agropecuária e Meio Ambiente (Sama).  A secretária municipal de Desenvolvimento Social, Cleia Sloboda, relata que o programa é baseado na experiência de sucesso do município de Ponta Grossa, onde uma equipe foi conhecer o projeto para adaptação à realidade local.

Segundo Cleia Sloboda, o objetivo é colaborar com a limpeza da cidade, promover a preservação ambiental, aumentar a renda de pequenos agricultores e colaborar com a alimentação saudável entre as famílias. “Dentro do Feira Verde vamos disponibilizar uma nutricionista para dar orientações sobre alimentação saudável nas escolas”, conta. Ela acrescenta que além de oferecer os alimentos, é necessário também sensibilizar as famílias para adoção de hábitos saudáveis de alimentação.

Está previsto o funcionamento de 22 pontos de coleta, abrangendo diferentes locais da cidade. Em cada ponto estarão disponíveis os veículos do programa, sendo o caminhão de coleta dos recicláveis, onde a pessoa entrega e pesa seus materiais para, em seguida, o segundo veículo, onde receberá a quantidade de alimentos disponíveis naquele momento, levando em conta o peso dos recicláveis entregues. A ideia é de que em um dia do mês, a troca se dê, também, com móveis e eletrônicos.