Athletico atropela Boca Juniors na Arena e assume liderança do grupo na Libertadores

03/04/2019 09:170 comments

Um verdadeiro Furacão passou por cima do Boca Juniors na noite desta terça-feira (2), no Caldeirão. Com um hat-trick de Marco Ruben, o Athletico venceu o time argentino por 3 a 0 e chegou aos seis pontos no Grupo G da Conmebol Libertadores, assumindo a liderança.

O próximo jogo pela competição continental será na próxima terça-feira (9), contra o Tolima, também no Estádio Joaquim Américo. Antes disso, o Athletico tem um compromisso no sábado (6), contra o Rio Branco, pela semifinal da 2º Taça do Campeonato Estadual.

A primeira chegada foi do Boca Juniors. Com menos de um minuto, Tévez finalizou e Santos fez a defesa.

A resposta veio logo no minuto seguinte, com Bruno Guimarães. Ele cobrou falta do lado esquerdo, direto para o gol. O goleiro defendeu.

Aos 14 minutos, uma boa trama do ataque rubro-negro. Jonathan lançou Marco Ruben, que tocou para o meio. Renan Lodi dominou e bateu, travado. Na cobrança de escanteio, o toque na primeira trave quase tomou o rumo do gol.

Dois minutos depois, Ronny fez a finta e tocou no lado para Nikão. Ele ajeitou e bateu por cima.

Benedetto teve chance aos 18’, mas o toque de cabeça saiu ao lado.

Thiago Heleno quase abriu o marcador aos 22 minutos. Em cobrança de escanteio fechada, na primeira trave, o camisa 4 desviou e a bola passou com muito perigo na frente do gol.

Quem apareceu bem foi Santos. Aos 29’, ele fez grande defesa após chute de Reynoso. Na sobra, Thiago Heleno afastou.

A resposta foi rápida, já no minuto seguinte. Rony recebeu no meio campo, adiantou e soltou a bomba. O goleiro fez grande defesa, colocando para escanteio.

Mas quem abriu o placar foi o Furacão! Aos 35 minutos, Rony se antecipou à defesa após uma bola invertida e partiu em velocidade até a área. O toque rasteiro para o meio da área achou Lucho, que desviou sem direção. Só que tinha um artilheiro muito bem colocado dentro da área. Marco Ruben não perdoou e balançou as redes!

Marco Ruben “acaba com o jogo” na segunda etapa

Na segunda etapa, o jogo não diminuiu de ritmo. Aos três minutos, Lodi arrancou e soltou a bomba. Andrada defendeu. A resposta foi rápida. O Boca chegou rápido ao ataque e Tévez rolou para Benedetto. O camisa 9 finalizou colocado e a bola foi por cima.

Aos 15 minutos, o Athletico conseguiu um grande contra-ataque. Lucho ligou Marco, que tocou para Rony. O camisa 7 partiu para cima do zagueiro, fez a finta e sofreu a falta, mas continuou em pé e conseguiu a finalização, travado com o goleiro. A boa chance terminou em escanteio.

Tévez arriscou de longe, aos 20’, e Santos fez a defesa com segurança.

O jogo aberto favoreceu o Furacão. Aos 23’, em mais um bom contra-ataque, o Rubro-Negro chegou ao segundo gol. O primeiro lance foi um carrinho do Lucho no meio-campo, que roubou a bola. Em seguida, Guimarães partiu em velocidade, fez o drible e bateu cruzado. A bola passou pelo goleirão e encontrou Marco Ruben, que só empurrou para o fundo do gol!

E nada parava Marco Ruben nesta noite! Nikão cobrou escanteio, a bola desviou no meio da área e Rony mandou no travessão. Na sobra, MARCO RUBEN mandou de cabeça para marcar o terceiro dele e do Furacão no jogo, aos 35′!

Quase saiu o quarto gol aos 42’. Nikão mandou a bomba de falta e o goleiro deu rebote. Marcelo bateu de primeira na sobra, mas mandou por cima.

Ficha técnica: Athletico Paranaense 3×0 Boca Juniors
Conmebol Libertadores: Grupo G – Terceira rodada
Data: 02/04/2019 [quinta-feira]
Horário: 21h30
Local: Estádio Joaquim Américo, em Curitiba

Athletico Paranaense: Santos; Jonathan, Thiago Heleno, Léo Pereira e Renan Lodi; Camacho (Léo Cittadini, aos 36’ do 2ºT); Lucho (Wellington, aos 25’ do 2ºT), Bruno Guimarães (Marcelo, aos 32’ do 2ºT), Rony e Nikão; Marco Ruben.
Técnico: Tiago Nunes.
Gols: Marco Ruben, aos 35’ do 1º tempo, aos 22’ do 2º tempo e aos 35’ do 2º tempo.
Cartão amarelo: Marco Ruben

Boca Juniors: Andrada; Buffarini, Lisandro López, Izquierdoz e Más; Marcone, Nández, Villa (Pavón, aos 24’ do 2ºT) e Reynoso; Tévez (Zárate, aos 30’ do 2ºT) e Benedetto.
Técnico: Gustavo Alfaro
Cartão amarelo: Tévez, Marcone, Nández

Athletico.com.br