Prefeitura de Jaguariaíva recebe “castramóvel” para controle de zoonoses no município

08/04/2019 16:230 comments

Jaguariaíva – No último dia 4, o município recebeu o “castramóvel”. O veículo é equipado para realizar a castração de cães e gatos, no intuito de controlar zoonoses e também a população de animais de rua.

O prefeito Juca Sloboda informou que o veículo custou aproximadamente de R$ 98 mil. “O castramóvel era uma necessidade do município e hoje é uma realidade, investimento que trará bons resultados no controle de zoonoses. Já contratamos uma médica veterinária e uma assistente que farão os procedimentos no castramóvel, lembrando que ele não fará atendimento clínico, mas apenas de castração gratuita de cães e gatos”, explica.

Secretária de Saúde Amália Cristina ao lado do prefeito Juca Sloboda. Foto: Divulgação

Como pontuou o prefeito, o castramóvel, por ser um ambiente esterilizado e direcionado à cirurgias de castração, não poderá receber animais doentes ou feridos. Além da operação, os medicamentos pós-operatórios serão fornecidos gratuitamente aos responsáveis pelos animais castrados.

A secretária municipal de Saúde, Amália Cristina, também esteve presente e ressaltou que o objetivo é que a unidade esteja perto da população e em diferentes locais do município, provavelmente ao lado das UBS’s. “A unidade do castramóvel deve ser entregue a população durante a inauguração da UBS do Lagoão, prevista para o final do mês e, posteriormente, deve ficar por uma semana em cada UBS”, projetou.

“O castramóvel deve proporcionar o controle populacional dos animais, mas é preciso conscientizar a população sobre a guarda de seus bichinhos de estimação, eles não podem estar nas ruas, mas em casa, onde estão protegidos de doenças, atropelamentos, confrontos com animais de rua e até de acabarem machucando alguém”, orientou Amália.

O objetivo é realização castração de animais, cujos donos já se cadastraram no CadÚnico, ou seja, famílias de baixa renda. De acordo com os dados levantados pela Vigilância Sanitária, de 4.500 residências visitadas, foram contabilizados 6.350 animais.

A castração de animais de rua só será feita se um morador se responsabilizar pelo cuidado, pois após a operação é necessário o uso de medicamentos e cuidados com a higiene da área.

Assessoria de Comunicação