PR-092 e PR-239 estão no pacote de revitalizações das rodovias do Paraná

08/05/2019 15:540 comments

O governador Carlos Massa Ratinho Junior anunciou nesta terça-feira (7), no Palácio Iguaçu, o programa de Revitalização de Estradas, que prevê obras em 9,8 mil quilômetros de rodovias estaduais, em todas as regiões do Paraná. O Governo do Paraná vai investir R$ 2 bilhões no programa, o maior pacote de obras feito com recursos próprios do Estado.

Para os Campos Gerais, estão previstas a revitalização de 1,9 mil quilômetros de estradas, entre elas a recuperação das rodovias PR-092 no trecho que parte de Jaguariaíva até o norte pioneiro e a PR-239 entre Arapoti e Ventania.

As obras de restauração e conservação serão feitas ao longo de três anos, com início imediato, e compreendem grande parte da malha viária estadual, que é de 12 mil quilômetros. “É um investimento robusto que atende a necessidade da malha estadual. Primeiro por uma questão de segurança, infelizmente muitas pessoas perderam suas vidas nessas rodovias mal cuidadas”, disse o governador. “Também há a questão logística. Precisamos de uma infraestrutura adequada para fazer com que a produção paranaense seja exportada para o mundo inteiro”, afirmou na solenidade, com a presença de prefeitos de todas as regiões do Paraná.

Ratinho Junior ressaltou que as medidas de ajuste adotadas pelo governo ajudam a criar um caixa para investimentos em setores importantes para a população. “Herdamos essas rodovias sem nenhum tipo de manutenção, então tivemos que fazer um caixa, diminuir custo e cortar privilégios para que comece a sobrar dinheiro para obras de infraestrutura”, afirmou.

O presidente da Associação dos Municípios do Paraná (AMP) e prefeito de Pérola (Noroeste), Darlan Scalco, afirmou que todas as cidades paranaenses serão beneficiadas com as melhorias. “Muitas vidas serão salvas. Além disso, o desenvolvimento do Paraná passa por essas estradas”, disse.

IMEDIATAS – O secretário de Estado da Infraestrutura e Logística, Sandro Alex, explicou que os projetos já vêm de anos, mas estavam judicializados e precisaram ser revistos para readequar com os valores atuais. “Avaliamos todos os trechos. Temos rodovias em situação precária em várias regiões do Estado que precisam de uma intervenção imediata”, disse.

A Secretaria de Infraestrutura trabalha desde o início do ano junto com os órgãos de fiscalização e controle, como o Tribunal de Contas do Estado, Ministério Público Estadual, Ministério Público Federal e Tribunal de Justiça, para a liberação das obras. “Precisávamos fazer o reequilíbrio dos contratos, que estavam defasados, pedir autorização aos órgãos de fiscalização para então fazer o aporte de recursos”, explicou Alex. “Faremos uma grande fiscalização das obras, junto com esses órgãos, para verificar cada centavo aplicado nas rodovias”.

OBRAS – As obras foram divididas em 33 lotes, conforme as superintendências regionais do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), e compreendem todas as regiões do Estado. Na regional Leste serão revitalizados 488 quilômetros de rodovias; nos Campos Gerais serão 1,9 mil quilômetros; no Norte, 1,9 mil quilômetros; no Noroeste, 3,2 mil e no Oeste 2,3 mil.

“O programa abrange praticamente toda a malha viária do Estado, com exceção dos trechos consorciados e que pertencem ao governo federal”, explicou o diretor-geral do DER, João Alfredo Zampieri.

Em parte dos lotes serão feitos serviços corretivos, com execução de reparos superficiais e remendos profundos localizados, além da melhoria da drenagem do pavimento. Nas rodovias que funcionam como corredor de escoamento estão previstas obras mais profundas. São serviços de segurança ao usuário e proteção do pavimento, com correções localizadas ao longo dos trechos rodoviários, e aplicação de produtos asfálticos polimerizados, que garantem mais durabilidade à pavimentação.

Além disso, todo o trecho da faixa de domínio da malha rodoviária estadual passará por conservação frequente, tanto os trechos pavimentados como os não pavimentados. Isso inclui a limpeza das sarjetas, meios-fios e bueiros; limpeza e recomposição da sinalização vertical e controle da vegetação com roçada manual, capina e remoção de resíduos.

PRESENÇAS – Participaram da solenidade o vice-governador Darci Piana; o chefe da Casa Civil, Guto Silva; os secretários de Estado da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara; do Desenvolvimento Sustentável e Turismo, Márcio Nunes; e da Saúde, Beto Preto; os presidentes da Cohapar, Jorge Lange; e do Tecpar, Fábio Cammarota; os deputados estaduais Hussein Bakri, Tiago Amaral, Marcel Micheletto, Emerson Bacil, Delegado Fernando, Luiz Fernando Guerra, Anibelli Neto, Paulo Litro, Doutor Batista, Artagão Junior, Coronel Lee, Luiz Claudio Romanelli, Goura, Wilmar Reichembach, Estacho, Jonas Guimarães, Alexandre Curi, Tercílio Turini, Ricardo Arruda, Élio Rush, Cristina Silvestri, Do Carmo, Plauto Miró, Homero Marchese e Nelson Luersen e prefeitos de diversos municípios do Paraná.