Cruzeiro perde para o River nos pênaltis e se despede da Libertadores

31/07/2019 10:000 comments

O Cruzeiro se despediu da Conmebol Libertadores ao empatar no tempo normal com River Plate em 0 a 0, mesmo placar da primeira partida na Argentina e perder nos pênaltis por 4 a 2, em partida válida pelas oitavas de final da Conmebol Libertadores.

BELO HORIZONTE / BRASIL (30.07.2019) Cruzeiro x River Plate, segundo jogo das oitavas de final da Copa Conmebol Libertadores 2019, no Mineirão, em Belo Horizonte. Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro

O time celeste teve uma grande chance na etapa inicial ao mandar uma bola na trave com o atacante Pedro Rocha. Na etapa complementar, a Raposa fez uma boa partida, mas insuficiente para abrir o placar contra a equipe argentina.

O time se reapresenta na tarde desta quarta-feira e inicia a preparação para a partida do próximo fim de semana,no domingo, contra o Atlético-MG, no clássico válido pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O Jogo

A primeira boa jogada da partida foi da equipe celeste. Aos três minutos, Marquinhos Gabriel cortou o passe, avançou pela esquerda e cruzou para área, Armani cortou de soco, a bola sobrou para Lucas Romero, mas a zaga afastou o perigo.

O Cruzeiro voltou a atacar aos 15 minutos e com grande perigo. Tabela entre Pedro Rocha e Marquinhos Gabriel, o atacante tocou para Thiago Neves que por pouco não dominou a bola, mesmo assim o meia foi atrás dela e cruzou para área, Pedro Rocha dominou , chutou para o gol e Armani operou um milagre, a bola ainda bateu na trave e no rebote Lucas Romero chutou para fora.

Depois desse lance, o River Plate chegou por duas vezes. Na primeira, aos 17 minutos Borré chutou dentro da área e Fábio fez grande defesa. No lance seguinte, tabela de Fernandéz e Pratto, e o meia chutou a direita da meta defendida por Fábio.

Segundo Tempo

O Cruzeiro foi pela primeira vez com perigo aos 12 minutos. Contra-ataque celeste, Thiago Neves enfiou para Orejuela, o lateral invadiu a área e cruzou, a bola ia no ângulo, mas Armani mandou para escanteio.

Aos 24 minutos, falta na intermediaria esquerda para o Cruzeiro. Egídio foi para a cobrança, e Dedé, de perna direita, completou a esquerda do gol de Armani.

Quatro minutos depois, boa trama do ataque celeste. A bola sobrou para Thiago Neves na entrada dá área, o meia arriscou de esquerda e a bola passou raspando a meta de Armani.

Com 35 minutos, outra boa jogada da Raposa. Fred, que entrou no lugar de Pedro Rocha, enfiou para Marquinhos Gabriel, o meia cortou para a perna esquerda e foi desarmado na hora do chute.

Os 90 minutos acabaram com o placar em 0 a 0, como foi na Argentina, e a disputa fui para as cobranças de pênaltis.

Disputa de pênaltis:

Henrique X
De La Cruz O
Fred O
Montiel  O
David  X
Lucas Martinéz O
Robinho O
Borré O

Cruzeiro 0 (2) X (4) 0 River Plate

Motivo: Oitavas – 2º jogo – Copa Libertadores
Data: 30/07/2019 ( Terça-feira)
Local: Mineirão, em Belo Horizonte – Minas Gerais – Brasil
Público presente: 55.567 pessoas
Renda: R$ 2.464.451,00
Árbitro: Roberto Tobar (CHI)
Cruzeiro: Fábio, Orejuela, Dedé, Léo, Egídio, Lucas Romero , Henrique, Ariel Cabral (Robinho), Marquinhos Gabriel (David), Thiago Neves, Pedro Rocha (Fred)
Técnico: Mano Menezes
River Plate: Armani, Montiel, Lucas Martinez, Rojas, Casco, Ponzio (Palácios), Enzo Pérez, Carrascal e Ignácio Fernández (De La Cruz), Borré, Lucas Pratto (Matias Suárez)
Técnico: Marcelo Gallardo
Cartões amarelos: Enzo Pérez, Carrascal (River Plate); Lucas Romero (Cruzeiro)