Governo do Estado reforça atenção a comunidades quilombolas

12/11/2019 17:070 comments

Representantes da Superintendência do Diálogo e Interação Social (Sudis), do Governo do Estado, visitaram nesta semana Comunidades Quilombolas no Vale do Ribeira e se reuniram com lideranças. A iniciativa fez parte do projeto Diálogo Paraná Itinerante, de atenção aos povos tradicionais. Foram apresentados os objetivos da nova Superintendência, que foi criada pelo governador Ratinho Junior neste ano.

Governo do Paraná quer dar mais atenção aos quilombolas. Foto: AEN/PR

Participaram do encontro, pela Sudis, os coordenadores Denilton Laurindo (Análise e Tratamento) e Roland Rutyna (Projetos e Políticas Públicas) e Nelson Andrade, assessor de Comunicação. Eles se reuniram com lideranças, entre elas Nilton Morato dos Santos e Antônio Carlos Andrade.

Os representantes Sudis levantaram as demandas das comunidades e constatou-se que precisam de atenção e foco em suas realizações. Há projetos ainda não executados, no papel há anos, o que, segundo os coordenadores, demonstra que faltou vontade política para a realização concreta das demandas.

Segundo Denilton Laurindo, as demandas serão apresentados ao Governo do Estado em um relatório com alternativas a serem aplicadas para dar autonomia a esta população através do programa Paraná Mais Quilombo.

CONSCIÊNCIA NEGRA – No mês da Consciência Negra, a Superintendência do Diálogo e Interação Social inicia uma nova etapa em suas atividades de campo. “Vamos estabelecer diálogo com todas as comunidades Quilombolas do Paraná, buscando o reconhecimento de sua cultura, a titulação de seus territórios e a busca de alternativas de produção, autonomia econômica de forma coletiva e de forma autogestionária”, disse Laurindo.

A Superintendência deverá propor a criação de um Grupo de Trabalho Multidisciplinar para estabelecer, de forma participativa, alternativas inovadoras para autonomia econômica dos povos tradicionais do Paraná.