MP vai apurar legalidade do uso de reconhecimento facial pelo Facebook

24/07/2018 09:180 comments
MP vai apurar legalidade do uso de reconhecimento facial pelo Facebook

O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) abriu um inquérito pra apurar se a adoção de tecnologia de reconhecimento facial pelo Facebook está amparada na lei ou se é ilegal. Este tipo de recurso técnico vem sendo utilizado pela plataforma e em diversos outros locais, e agora é oferecido a lojistas pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC).

Antes, o Facebook permitia que as pessoas marcassem a si e outros em fotos. Desde o fim de 2017, passou a utilizar sistemas de reconhecimento facial que identificavam pessoas nas fotos independentemente de qualquer solicitação destas. A empresa justificou que a ferramenta tinha como objetivo aumentar a segurança do usuário ao permitir que ele monitorasse imagens publicadas onde ele aparece.

Mas a Comissão de Proteção de Dados Pessoais do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) quer avaliar se tal prática é permitida por lei. O órgão considera que a face é um dado biométrico sensível.

O promotor responsável pelo inquérito, Frederico Meinberg, destaca entre suas preocupações o fato de as tecnologias de reconhecimento conseguirem atualmente, inclusive, gerar informações sobre as pessoas, como sua orientação sexual.

Além disso, estudos divulgados – como um artigo do Instituto de Tecnologia de Massaschussets (MIT, na sigla em inglês) divulgado em fevereiro – apontam uma precisão maior no caso de rostos brancos e de homens, o que abre espaço para riscos de discriminação na utilização deste tipo de sistema, que opera de maneira automatizada.

Segundo o promotor, tais tecnologias podem promover “novas formas de discriminações possíveis com o uso do reconhecimento facial, veladas ou expressas, tais como: recrutamento de candidatos para vagas de emprego; acesso aos cargos públicos; ingresso em instituições de ensino; filiação a entidades; participação em organizações religiosas etc”.

À Agência Brasil, o Facebook disse que irá cooperar com a apuração. “Nos colocamos à disposição para prestar eventuais esclarecimentos ao Ministério Público. Neste caso específico, ainda não fomos notificados”, informou a assessoria.

Agência Brasil

Globo tem maior audiência de final de Copa desde 2006

17/07/2018 09:320 comments
Globo tem maior audiência de final de Copa desde 2006

Com o bicampeonato mundial da França na Rússia, a Globo alcançou neste domingo (15), a maior audiência numa final de Copa do Mundo desde 2006.

Seguem as audiências da Globo com a final da Copa e a disputa do terceiro lugar, no sábado. Só vale a ressalva dos horários das finais nas Copas anteriores. A de 2014 começou às 16h e a de 2010, às 15h30.

Exibida das 12h às 13h54, a partida entre França x Croácia cravou 41,0 pontos de média e 72% de participação em São Paulo, segundo dados consolidados do Ibope. Com esse índice, aumentou a audiência da Globo em 29 pontos de audiência (242%) e 43 pontos de participação em relação à média da faixa nos quatro domingos anteriores ao início da Copa, e superou a final do mundial em 2010 (27,7) e em 2014 (30,7).

No Rio, o jogo que consagrou a França como campeã do mundo de 2018 marcou 40 pontos e 70% de participação, número que representa 25 pontos de audiência (167%) e 33 pontos de participação acima da média da faixa, considerando os quatro domingos típicos anteriores ao início da Copa. Na capital carioca, a final do mundial da Rússia,  também superou as audiências das finais de 2014 (35 pontos) e 2010 (28 pontos).

TV Foco

Serviço de TV por assinatura registra queda no país

07/07/2018 09:310 comments
Serviço de TV por assinatura registra queda no país

O serviço de TV por assinatura no país registrou uma redução de 787.513 contratos no período entre maio deste mês e o mesmo mês de 2017. Apenas no mês de abril, houve uma  queda de 52.307 contratos em comparação ao mesmo período do ano passado. Os dados foram divulgados nesta sexta-feira (6) pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Ao todo, foram registrados 17.855.020 contratos de TV por Assinatura em todo país, no mês de maio deste ano.

De acordo com a agência reguladora, entre os motivos para a redução do serviço de TV por assinatura está a mudança de perfil dos usuários, que têm optado por provedores de filmes e séries via streaming, que oferecem um custo menor aos clientes.

São Paulo ainda obtém o maior número contratos de TV por Assinatura em operação no país, 37,61% do total (6,7 milhões); seguido por Rio de Janeiro, com 13,56% (2,4 milhões); e Minas Gerais com 8,74% (1,5 milhões). Nos últimos 12 meses, o Piauí apresentou o maior percentual de crescimento, o estado registrou aumento de 5,09% (+4,3 mil) nos contratos em operação da TV por Assinatura; seguido do Maranhão com aumento de 3,02% (+5,3 mil); Tocantins com mais 1,43% (608 contratos); e Pará com mais 1,21% (3.794 contratos). Todos os outros estados apresentaram redução no saldo de contratos de TV por assinatura.

Agência Brasil

Sandy e Júnior se reúnem e abrem o jogo sobre fim da dupla pela 1ª vez em mais de 10 anos

25/05/2018 12:490 comments
Quadro Linha do Tempo. Serginho Groisman entrevista Sandy e Junior

Após mais de 10 anos, Sandy e Júnior se reúnem pela primeira vez para uma entrevista e abrem o jogo sobre o fim da dupla. Na conversa que vai ao ar em um novo quadro do Altas Horas, o rapaz ainda conta que os dois já recusaram diversos convites para falarem juntos sobre o assunto.

Quadro Linha do Tempo. Serginho Groisman entrevista Sandy e Junior. (Foto: Globo/Ramón Vasconcelos)

As revelações da dupla acontecem no Linha do Tempo, quadro que estreia no Altas Horas neste sábado, dia 26 de maio. “Eles iam no meu programa desde muito novos e, depois de tanto tempo, nos tornamos amigos. Ainda mais com a chegada dos filhos…”, comenta Serginho Groisman. “Já tivemos diversos convites para nos reencontrarmos em um programa, e nunca aceitamos. E essa oportunidade aqui não dava para deixar passar, porque não há lugar melhor para celebrar isso”, revela Junior.

Um dos assuntos mais marcantes dessa conversa envolve o fim da dupla, que foi um choque para muitas pessoas. “Acho que o público tem, ainda, muita curiosidade para saber como foi a tomada de decisão para desfazer a dupla, que foi um exemplo de sucesso desde o início.

Na entrevista, eles vão contar como tudo aconteceu”, adianta o apresentador. “Desde o dia em que decidimos terminar a carreira em dupla, demoramos um mês para comunicar para a galera, para termos certeza de que não era um sentimento passageiro”, conta Sandy.

Embora a separação tenha acontecido em 2007, as músicas dos artistas ainda são lembradas por fãs de várias idades. “Até hoje, tem muita criança que conhece a gente porque os pais falam para ouvir nossas músicas porque acham que é legal”, comenta Junior.

No novo quadro, Serginho abre espaço para uma conversa intimista, em um cenário especial, em que ele e o convidado relembram acontecimentos que vivenciaram em conjunto, em momentos diferentes. “A ideia é contar aqui histórias sobre essas pessoas que muita gente não conhece e por eu ter me tornado muito próximo delas, há uma questão afetiva nessas entrevistas”, explica o apresentador.

Ao todo, serão 11 episódios, exibidos dentro do Altas Horas, com nomes como Caetano Veloso, João Bosco, Walter Casagrande Jr., Ivete Sangalo, Titãs e até Fausto Silva.

TV Foco

Sandy e Júnior se reúnem e abrem o jogo sobre fim da dupla pela 1ª vez em mais de 10 anos

Abertas inscrições para o concurso fotográfico “Sabores dos Campos Gerais”

17/04/2018 09:070 comments
Abertas inscrições para o concurso fotográfico “Sabores dos Campos Gerais”

Arapoti participa do Concurso Fotográfico “Sabores dos Campos Gerais”, que irá escolher as melhores imagens dos ‘Sabores’ que representam a região. Promovido pela Associação dos Municípios dos Campos Gerais (AMCG), o concurso aceitará a inscrição de fotos até o dia 27 de abril, conforme regulamento (www.amcg.com.br/cultura).

O prato selecionado por Arapoti é o Lombo de Festa. Interessados em participar devem fazer a inscrição de seu trabalho na Divisão de Cultura da Secretária Municipal de Educação – sala 30 do Centro de Administração Municipal (Antigo Impacenter). Para mais informações: (43) 3512-3130.

As fotos premiadas no Concurso Fotográfico farão parte do livro ‘Sabores dos Campos Gerais’ que será lançado no dia 29 de junho. Além das fotos, a publicação trará as receitas dos pratos que caracterizam cada um dos 19 municípios e sua história.

O projeto ‘Sabores’ conta com o a parceria da Rede Massa a da CCR RodoNorte.

Assessoria de Comunicação

 

Presidente do Facebook fala no Congresso dos EUA sobre vazamento de dados

10/04/2018 08:470 comments
Mark Zuckerberg, cofundador e CEO do Facebook' MANDEL NGAN / AFP

Responsável por uma plataforma com mais de 2 bilhões de perfis, o presidente do Facebook, Mark Zuckerberg, terá um dia cheio hoje (10). Ele falará em uma audiência conjunta das comissões Judiciária e de Comércio do Senado dos Estados Unidos (EUA). Amanhã (11), Zuckerberg dará depoimento à Comissão de Energia e Comércio da Câmara de Representantes.

Mark Zuckerberg, cofundador e CEO do Facebook’ MANDEL NGAN / AFP

Na pauta, o escândalo do vazamento de dados de mais de 70 milhões de norte-americanos para a empresa britânica de marketing digital e consultoria política Cambridge Analytica (CA). As informações foram repassadas pelo desenvolvedor de um aplicativo de teste de personalidade disponibilizado no Facebook.

Conforme revelou um ex-funcionário da empresa em reportagens publicadas pelos jornais The New York Times (EUA) e The Guardian (Reino Unido) em março, as informações foram usadas pela companhia para criar publicidade personalizada e influenciar eleições em todo o mundo, inclusive a disputa de 2016 que resultou na vitória de Donald Trump.

O presidente da Comissão Judiciária do Senado, Chuck Grassley, afirmou, em comunicado divulgado em seu site pessoal, que as redes sociais revolucionaram a forma de comunicação, usando dados para conectar pessoas em todo o mundo. “Com todos os dados circulando no Facebook e em outras plataformas, usuários merecem saber como sua informação é compartilhada e armazenada”, comentou.

“Esta audiência será uma oportunidade importante de jogar luz em questões críticas de privacidade de dados de consumidores e ajudar os norte-americanos a entender o que ocorre com as suas informações pessoais online”, explicaram os deputados Greg Walden, presidente da Comissão de Energia e Comércio, e Frank Pallone, Jr, em comunicado publicado na página do colegiado.

Facebook na mira

Antes do escândalo envolvendo a Cambridge Analytica, o Facebook já entrara na mira dos congressistas norte-americanos. Uma investigação foi aberta no Parlamento do país para apurar a influência de pessoas e organizações russas nas eleições de 2016, usando contas e anúncios em redes sociais como Facebook e Twitter.

Outras investigações

O vazamento de dados de usuários do Facebook para a Cambridge Analytica levou à abertura de investigação pela Comissão Federal de Comércio dos Estados Unidos (FTC, na sigla em inglês).

O episódio gerou reações também no Brasil. Segundo comunicado do diretor de Tecnologia da empresa, Mark Schroepfer, mais de 440 mil usuários do país estão entre os atingidos pelo vazamento. O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios abriu um inquérito civil para apurar eventuais irregularidades, violações à privacidade e prejuízos aos internautas brasileiros.

Entenda

A Cambridge Analytica e o Facebook foram denunciados em um escândalo de proporções mundiais. A CA passou a ser conhecida por sua atuação na campanha de Donald Trump à Presidência dos EUA e no plebiscito que decidiu pela saída do Reino Unido da Eunião Europeia (Brexit). Ela também atuou em processos eleitorais de outros países.

A atuação da companhia já vinha sendo questionada desde as eleições nos Estados Unidos. Em março, a entrevista de um ex-funcionário revelou o esquema de construção de perfis quase individualizados, a partir de questionários e jogos no Facebook (conhecidos como quiz), e de uso dessas informações sem consentimento para influenciar preferências políticas no pleito norte-americano de 2016.

O canal britânico Channel 4 veiculou uma longa reportagem, em que jornalistas disfarçados de políticos interessados no serviço da consultoria filmaram dois de seus principais diretores com câmeras escondidas. Nessas conversas, eles revelam como usam dados coletados de maneira duvidosa, e inclusive ilegal, para moldar a opinião pública durante campanhas.

O CEO (diretor-geral) da empresa, Alexander Nix, chega a mencionar a possibilidade de uso de outros recursos, como o envio de garotas de programa à residência de um candidato para fomentar escândalos que seriam explorados posteriormente. Com a revelação, Nix foi afastado de sua função pelo conselho da Cambridge Analytica.

Mas não foi somente a empresa que teve a imagem em xeque. O Facebook passou a ser contestado por autoridades dos Estados Unidos e do Reino Unido pela forma como permitiu que esse episódio ocorresse. Esses questionamentos levaram à convocação da direção da companhia para prestar explicações públicas nos dois países e resultaram na queda de preço das ações do Facebook, causando um prejuízo bilionário.

No dia 21 de março, o presidente da empresa, Mark Zuckerberg, criticado pelo silêncio ao longo da semana, divulgou um comunicado em sua página na plataforma. Ele disse que o Facebook já havia identificado o repasse de dados à Cambridge Analytica e determinado que fossem apagados.

Diante das revelações do ex-funcionário, Zuckerberg informou que foi suspensa a conta da firma e contratada uma auditoria independente para inspecionar se as informações tinham sido, de fato, eliminadas.

Além disso, o Facebook anunciou uma série de medidas de restrição a aplicativos do uso de dados de seus usuários. Segundo o comunicado, uma ferramenta será disponibilizada para informar o usuário quais os  aplicativos que estão utilizando seus dados e de que forma.