Aos 62 anos, morre o músico e produtor musical Kid Vinil

20/05/2017 09:580 comments
Aos 62 anos, morre o músico e produtor musical Kid Vinil

O músico e produtor musical Kid Vinil, nome artístico de Antônio Carlos Senefonte, morreu na tarde de hoje (19) em São Paulo. A família ainda não divulgou informações sobre o velório e enterro do cantor. Amigos, artistas, bandas e músicos como Thunderbird, Roger (do Ultraje a Rigor) e Paralamas do Sucesso, lamentaram a morte do músico nas redes sociais.

Kid Vinil nasceu em 10 de março de 1955 na cidade paulista de Cedral e fez sucesso nos anos 80 com o grupo de rock Magazine, com a qual lançou músicas como Tic Tic Nervoso, Sou Boy e Comeu, que foi tema de abertura da novela A Gata Comeu, exibida pela Rede Globo em 1985.

Cantor, radialista, compositor, apresentador, jornalista e produtor musical, Kid Vinil foi vocalista das bandas Verminose, Magazine e Heróis do Brasil.

O cantor estava em coma induzido desde o dia 15 de abril, quando passou mal logo depois de uma apresentação na cidade de Conselheiro Lafaiate (MG).

Belchior morreu de causas naturais e ouvindo música clássica, diz delegada

30/04/2017 21:390 comments
Belchior morreu de causas naturais e ouvindo música clássica, diz delegada

O cantor Belchior morreu de causa naturais, durante o sono e ouvindo música clássica. A informação foi repassada hoje (30) à Agência Brasil pela delegada plantonista da Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA), Raquel Schneider, que também acompanha a investigação da morte do cantor cearense de 70 anos.

O corpo do cantor foi encontrado por sua companheira, Edna Prometeu, na sala de estar da casa em que vivia no município de Santa Cruz do Sul (RS), na manhã deste domingo.

De acordo com a delegada, exames médicos iniciais revelam que a possível causa da morte de Belchior teria sido uma dissecção na aorta, quando há uma divisão na parede da artéria (composta por três camadas), levando o sangue a seguir um falso trajeto entre as camadas. Segundo ela, somente o laudo médico do Instituto Médico Legal (IML) poderá confirmar a hipótese.

Conforme Raquel, a companheira de Belchior informou que o músico estava escutando música clássica em uma sala nos fundos da casa, quando se queixou de sentir frio e de dor nas costas. Belchior teria pedido um cobertor e disse para Edna que permaneceria no sofá da sala.

Hipertensão arterial

Há relatos de que, nos casos de dissecção da aorta, em geral as pessoas relatam uma dor aguda iniciada no tórax e que se irradia em  direção à coluna, de cima para baixo. Apesar de não haver informações sobre a saúde do cantor, a hipertensão arterial é o fator mais comum nos casos de dissecção.

Autor de mais de 20 discos e um dos ícones da MPB, Belchior, natural de Sobral, no Norte do Ceará, é autor de sucessos como A Palo Seco, Medo de Avião, Apenas um Rapaz Latino-Americano e Como Nossos Pais. Suas composições marcaram décadas nas vozes de grandes artistas brasileiros e deixam um legado artístico e cultural para o Brasil e para mundo.

A delegada informou ainda que o corpo de Belchior foi transferido para Cachoeira do Sul (a cerca de 200 km de Porto Alegre), de onde seguiria para a cidade de Venâncio Aires. Só então seria encaminhado para Porto Alegre, de onde partiria para Fortaleza.

A previsão é que o corpo chegue no aeroporto Pinto Martins, na capital cearense, no início da manhã desta segunda-feira (1º). De lá, segue para a cidade natal do artista, onde será velado por cerca de duas horas, no Teatro São João.

Depois disso, haverá uma outra cerimônia, que deverá ocorrer na terça-feira (2), no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, na Praia de Iracema, em Fortaleza, onde o artista deverá ser enterrado.

Dupla lança primeiro trabalho com turnê de shows e participações no interior de SP

04/04/2017 09:300 comments
Dupla lança primeiro trabalho com  turnê de shows e participações no interior de SP

Jaguariaíva – Com seu primeiro CD lançado neste mês de Março, a dupla jaguariaivense Eder e Leo logo iniciou a divulgação do material em várias rádios de toda região. A música “Você e eu”, que conta com a participação do cantor João Victor, indicado ao Grammy Latino 2016 como melhor álbum sertanejo do ano, já está entre as mais executadas nas rádios da região norte e noroeste do estado.

“Fizemos uma ação logo nos primeiros dias de divulgação com o lançamento de um Liryc vídeo no YouTube, que teve uma grande repercussão”, disse Léo. A partir da segunda quinzena de abril a dupla viaja novamente a São Paulo, onde inicia o trabalho de divulgação em rádios e programas de TVs regionais do estado. Tudo sob os cuidados do escritório que os representa, a Show Prime produções.

“Os shows e participações também devem acontecer entre abril e maio no interior paulista numa série de cidades, e que em breve nós iremos revelando”, finalizou Eder. Nesta semana a dupla também lançou no YouTube a canção “Até o Amanhecer” que pode ser conferida no canal oficial de Eder e Leo.

TVs pagas em Brasília e São Paulo não terão programação de 3 emissoras abertas

29/03/2017 09:140 comments
TVs pagas em Brasília e São Paulo não terão programação de 3 emissoras abertas

A partir de hoje (29), a programação das emissoras SBT, Record e Rede TV! não deverá mais ser transmitida pelas operadoras de TV por assinatura em São Paulo e Brasília. Isso porque emissoras e operadoras não chegaram a um acordo sobre o valor a ser pago para a disponibilização dos canais aos clientes.

Por enquanto, a transmissão das três emissoras só pode ser interrompida onde o sinal analógico já foi desligado. A lei que regulamenta o serviço de TV paga no Brasil determina que as operadoras devem oferecer os canais abertos, mas a obrigatoriedade acaba com a digitalização dos canais.

Com o desligamento do sinal analógico, a distribuição dos canais digitais abertos pelas operadoras de TV por assinatura passou a depender de autorização de cada emissora. Portanto, se não houver acordo, outras cidades podem ser afetadas, à medida que o desligamento analógico for feito.

Embate

De um lado, as emissoras reclamam que não são remuneradas de maneira justa pelo conteúdo. Os três canais, que formaram a empresas Simba Content, alegam que o seu conteúdo nunca foi remunerado pelas operadoras de TV a cabo e querem que seja utilizado o mesmo método que vem sendo praticado com outras emissoras internacionais e algumas nacionais.

“Como as operadoras não conseguem chegar a uma proposta que remunere de maneira justa as emissoras, os assinantes podem perder grande parte do conteúdo que faz mais sucesso na TV paga. A Record TV, o SBT e a Rede TV! respondem por boa parte da audiência da TV aberta e fechada. A falta de diálogo das operadoras foi preponderante para que a Simba Content respondesse com essa ação”, diz um comunicado conjunto das emissoras.

As operadoras de TV paga, no entanto, discordam da cobrança. A Associação Brasileira de Televisão por Assinatura (ABTA) informou que a decisão de não permitir a transmissão dos sinais digitais das três emissoras na TV paga em Brasília e São Paulo foi uma iniciativa da Simba, por meio de notificação encaminhada às operadoras. Segundo a entidade, para que esses canais continuem sendo distribuídos na TV por assinatura nessas cidades, é necessário que as partes firmem um acordo, conforme prevê a legislação do setor.

“As operadoras de TV por assinatura sempre estiveram e continuam abertas ao diálogo. No entanto, consultadas pela ABTA, a maior parte delas informa que sequer recebeu uma proposta comercial da Simba até esta data”, diz a entidade, que representa os principais grupos de TV paga do país.

Emissoras

As três emissoras têm divulgado vídeos durante a programação, com seus principais artistas explicando a situação para os telespectadores. Nas redes sociais, as emissoras também têm se manifestado sobre a questão.

Em sua conta no Facebook, o SBT diz que as operadoras de TV pagam para grandes canais estrangeiros e para outras emissoras nacionais, mas ainda não chegaram a um acordo com as três emissoras. “E quanto recebemos pela exibição dos nossos canais? Nada! Absolutamente nada! Queremos somente os mesmos direitos dos outros canais que estão dentro do seu pacote”, diz o SBT.

“Queremos continuar levando conteúdo de qualidade para os nossos telespectadores, entretanto as operadoras não querem utilizar o mesmo método pela exibição de seu sinal, que vem sendo praticado com outras emissoras abertas”, diz a Record no Facebook. Na página da RedeTV, um vídeo gravado pelo apresentador Marcelo Carvalho mostra a posição da emissora. “Nós buscamos receber das operadoras um valor justo por nossa programação, exatamente como os outros canais, nacionais e internacionais, já recebem”, diz. Segundo ele, as operadoras se recusam a pagar o minimamente justo pela programação das três emissoras.

Operadoras

Em Brasília, o sinal das emissoras já foi desligado na segunda-feira (27). Em comunicado divulgado em sua programação, a NET explica que deixou de transmitir os sinais digitais desses canais para atender a uma solicitação das próprias emissoras. A operadora diz que já tem acordo para a distribuição de outros canais abertos, mas que até o momento, a Record, a Rede TV! e o SBT não autorizaram a NET e a Claro TV a manter a distribuição dos seus canais.

“É importante esclarecer que esses canais sempre foram distribuídos gratuitamente. A NET segue negociando para que você volte a receber o sinal aberto na sua TV por Assinatura como sempre recebeu, sem ter que pagar a mais por ele”, diz a operadora, que também representa a Claro TV.

A Sky diz que discorda da cobrança e critica as três emissoras por querer cobrar pela transmissão do conteúdo. “Apesar de ter uma concessão gratuita, a Record, o SBT e a Rede TV! desejam cobrar dos clientes pelo mesmo conteúdo de programação. Essa foi uma decisão unilateral da Simba, empresa que reúne as emissoras em questão. A SKY discorda da cobrança e segue aberta às negociações, tendo como objetivo sempre preservar os direitos e interesses de seus assinantes”

A Vivo diz que não vai se manifestar sobre o assunto, e a Oi não divulgou sua posição.

Consumidor

A coordenadora da Proteste Associação de Consumidores, Maria Inês Dolci, afirma que os clientes não podem ser prejudicados por esse embate entre as emissoras e as TVs. “Eles vão acabar tendo menos canais, isso é bastante prejudicial”. Ela orienta os consumidores que se sentirem lesados pela retirada dos canais do pacote a pedir um ressarcimento às operadoras e a procurar os órgãos de defesa do consumidor.

Segundo Maria Inês, os clientes que quiserem rescindir o contrato com as operadoras de TV por assinatura não devem pagar multa, se estiverem no prazo de fidelização. Também devem ser ressarcidos se pagaram antecipadamente pelo serviço. “As operadoras de TV são responsáveis por garantir o contrato entre elas e o consumidor”, explica, lembrando que os clientes devem ser informados de forma clara sobre a mudança.

O Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) avalia que as operadoras de TV por assinatura não têm a obrigação de continuar transmitindo os canais abertos, por serem cortesia. “O consumidor que quiser ter acesso a eles precisará ter um televisor preparado para receber o sinal digital por conta própria (sem o sinal da TV por assinatura)”, orienta o Idec.

O número de assinantes de TV por assinatura vem caindo há dois anos. Em 2015, o setor perdeu 3,1% de sua base de clientes e no ano passado a queda foi de 1,91%. Segundo a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), em fevereiro o país tinha 18,6 milhões de clientes de TV paga.

Oscar 2017 é marcado por gafe histórica e críticas a Trump

27/02/2017 09:150 comments
Moonlight venceu como melhor filme

Hollywood foi palco neste domingo (26) da grande festa do cinema internacional, o Oscar 2017. Este ano a premiação foi movimentada, com muitas críticas ao presidente norte-americano Donald Trump e uma gafe histórica: o anúncio equivocado do prêmio de melhor filme para La La Land – Cantando Estações. As informações são da Radio Frande Internationale.

Moonlight venceu como melhor filme

O final dessa festa ninguém vai esquecer porque o erro foi constrangedor. Os atores veteranos Faye Dunaway e Warren Beatty eram os responsáveis por apresentar o prêmio de melhor filme e anunciaram o musical La La Land – Cantando Estações como o vencedor. De fato, o longa era o grande favorito, com 14 indicações.

Porém, quando os produtores de La La Land chegaram ao palco e abriram o envelope, perceberam que o nome impresso era o de Moonlight – Sob a Luz do Luar. A saia justa foi sem igual, sem contar a grande confusão no palco: ninguém sabia o que fazer e o que estava acontecendo.

Depois, vieram as desculpas. O apresentador do Oscar 2017, Jimmy Kimmel, quis saber porque Warren Beatty anunciou La La Land – Cantando Estações no lugar de Moonlight – Sob a Luz do Luar. O ator explicou que estava com o envelope com a informação equivocada, que no qual estava escrito Emma Stone – La La Land. Momentos antes, a atriz havia recebido o prêmio de melhor atriz por sua atuação no musical.

A situação foi muito constrangedora para todos, mas, no final, a estatueta ficou mesmo com Moonlight – Sob a Luz do Luar. O longa, que conta a história de um menino da periferia de Miami, também recebeu o prêmio de melhor roteiro adaptado e melhor ator coadjuvante, para Mahershala Ali, primeiro ator muçulmano a receber o Oscar em 89 anos da premiação.

Na manhã desta segunda-feira (27), o escritório responsável pela entrega das estatuetas pediu desculpas e explicou que, de fato, Faye Dunaway e Warren Beatty receberam o envelope com a informação errada.

Grande vencedor da noite

La La Land – Cantando Estações não ficou com a estatueta de melhor filme, mas foi o filme que mais ganhou troféus, seis estatuetas no total: melhor atriz, música original, trilha sonora, fotografia, design de produção e diretor, para Damien Chazelle, 32 anos, que se tornou o cineasta mais jovem a ganhar o tão concorrido Oscar de melhor diretor.

Já melhor ator acabou sendo uma surpresa, Casey Affleck levou o Oscar por Manchester à Beira-mar. O filme ganhou também a estatueta de roteiro original.

O título de melhor atriz coadjuvante foi para Viola Davis, por Um Limite Entre Nós, que fez o discurso mais emocionante da noite, falando sobre a importância de contar histórias de pessoas comuns. O longa foi dirigido por Denzel Washington, que também atua e foi indicado como melhor ator. A trama se passa na década de 1950 e conta a vida de um homem negro que sonhava em ser jogador de beisebol e se tornou um catador de lixo.

Noite marcada por críticas a Trump

Foram três horas e meia de cerimônia costuradas inteiramente com alfinetadas – diretas e indiretas – ao presidente Donald Trump. O apresentador Jimmy Kimmel já começou a festa pedindo desculpas aos espectadores do mundo inteiro que, segundo ele “agora nos odeiam”. Ao citar a atriz francesa e uma das indicadas ao Oscar, Isabelle Huppert, frisou: “aqui não discriminamos nenhuma nacionalidade”. Kimmel chegou até a mandar um Twitter ao vivo para Trump, a rede social preferida do bilionário.

O ator Gael García Bernal foi mais direto. “Como mexicano, como latino-americano, como imigrante trabalhador, sou contra qualquer muro que nos separe”, declarou. Já o diretor iraniano Asghar Farhadi, que recebeu o prêmio de melhor filme estrangeiro por O Apartamento, decidiu não comparecer à cerimônia, “em respeito aos imigrantes banidos dos Estados Unidos”, explicou em carta.

O sírio Khaled Khateeb, um dos diretores do documentário vencedor de melhor curta-metragem, Os Capacetes Brancos, foi impedido de comparecer à cerimônia porque teve sua entrada nos Estados Unidos negada pelo serviço de imigração.

Larissa Manoela compra mansão que vale milhões em Orlando

24/02/2017 10:380 comments
Larissa Manoela compra mansão que vale milhões em Orlando

A atriz #Larissa Manoela é uma das artistas infantis mais famosas atualmente. Ela é considerada a queridinha do apresentador Silvio Santos, que é o dono do #SBT, e possui contrato com o canal atualmente. Aos seus 16 anos, a jovem possui uma legião de fãs em suas redes sociais. Com isso, tudo o que ela faz repercute na internet. Dessa vez, o que chamou a atenção foi a compra mais recente da atriz. Ela, que está passeando em Orlando, na Flórida, resolveu fazer uma compra que poucos são capazes de fazer.

A jovem atriz comprou uma mansão com nove cômodos, avaliada em 750 mil dólares, algo em torno de 2,5 milhões de reais. Isso demonstra o quanto a jovem gostou de Orlando, já que ela passou o final de 2016 por lá, curtindo suas férias. Larissa, que há poucos dias estava no Brasil, chegou a curtir um show do cantor de funk Mr. Catra, em São Paulo, ao lado do ex-namorado, em uma boate. Os dois foram flagrados no local e teve até postagem nas redes sociais. Em vários vídeos, eles aparecem cantando e curtindo a noite ao som de vários sucessos do funk.

A atriz, que agora está solteira, há alguns meses, disse que está mais focada na sua carreira e trabalhos. Ela pretende lançar um segundo livro, realizar a gravação de um DVD, iniciar um novo filme, já que recentemente terminou a gravação de seu próprio longa. Entre os diversos trabalhos publicitários que faz, a atriz agora vai virar até boneca, conforme já foi anunciado por ela mesma em suas redes sociais.

A atriz, possui um salário por volta dos 30 mil reais no SBT e, além disso, possui o licenciamento de vários produtos, faz apresentações e shows, e publicidade em geral, dando a ela um retorno que pode ultrapassar os R$ 300 mil por mês. Isso mostra que mesmo ainda na adolescência, já possui uma renda maior que muitos #Famosos que estão no mercado há anos.

Sai lista de filmes que vão disputar o Oscar 2017; La La Land domina indicações

25/01/2017 11:270 comments
Sai lista de filmes que vão disputar o Oscar 2017; La La Land domina indicações

A lista de indicados ao Oscar 2017 foi anunciada na manhã de hoje (24), pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, e é dominada pelo filme La La Land: Cantando Estações, que já brilhou no último Festival de Veneza e faturou sete prêmios no Globo de Ouro.

O musical do cineasta norte-americano Damien Chazelle concorrerá em 14 categorias, incluindo melhor filme, melhor direção, melhor atriz (Emma Stone), melhor ator (Ryan Gosling), melhor edição, melhor roteiro original e melhor canção original (“Audition”, de Justin Hurwitz). O longa ainda igualou o recorde de indicações de Titanic e A Malvada.

Na categoria de melhor filme, La La Land disputará a estatueta com “A Chegada”, de Amy Adams; “Até o Último Homem”, de Mel Gibson; “Manchester à Beira-Mar”, de Kennedy Lonergan; “Moonlight: Sob a Luz do Luar”, de Barry Jenkins; “Estrelas Além do Tempo”, de Theodore Melfi; “A Qualquer Custo”, de David Mackenzie; “Lion: Uma Jornada para Casa”, de Garth Davis; e “Fences”, de Denzel Washington.

Outro destaque é a atriz Meryl Streep, indicada pela 20ª vez, agora por seu papel em “Florence: Quem é Essa Mulher?”. Ela já tem três estatuetas do Oscar.

O Brasil não tem indicado em nenhuma das categorias.

 

Confira abaixo todos os nomeados:

 

Melhor Filme

“A Chegada”

“Até o Último Homem”

“Estrelas Além do Tempo”

“Lion: Uma Jornada para Casa”

“Moonlight: Sob a Luz do Luar”

“Fences”

“A Qualquer Custo”

“La La Land: Cantando Estações”

“Manchester à Beira-Mar”

 

Direção

Denis Villeneuve (“A Chegada”)

Mel Gibson (“Até o Último Homem”)

Damien Chazelle (“La La Land: Cantando Estações”)

Kenneth Lonergan (“Manchester à Beira-Mar”)

Barry Jenkins (“Moonlight”)

 

Atriz

Isabelle Huppert (“Elle”)

Ruth Neggam (“Loving”)

Natalie Portman (“Jackie”)

Emma Stone (“La La Land: Cantando Estações”)

Meryl Streep (“Florence”)

 

Ator

Casey Affleck (“Mancehester à Beira-Mar”)

Andrew Garfield (“Até o Último Homem”)

Ryan Gosling (“La La Land: Cantando Estações”)

Viggo Mortensen (“Capitão Fantástico”)

Denzel Washington (“Fences”)

 

Atriz coadjuvante

Viola Davis (“Fences)

Naomie Harris (“Moonlight: Sob a Luz do Luar”)

Nicole Kidman (“Lion: Uma Jornada para Casa”)

Octavia Spencer (“Estrelas Além do Tempo”)

Michelle Williams (“Manchester à Beira-Mar”)

 

Ator coadjuvante

Mahershala Ali (“Moonlight: Sob a Luz do Luar”)

Jeff Bridges (“A Qualquer Custo”)

Lucas Hedges (“Manchester A Beira-Mar”)

Dev Patel (“Lion: Uma Jornada para Casa”)

Michael Shannon (“Animais Noturnos”)

 

Documentário

“Fogo no Mar”

“I Am Not Your Negro”

“Life, Animated”

“O.J.: Made in America”

“13th”

 

Filme estrangeiro

“Terra de Minas” (Alemanha-Dinamarca)

“A Man Called Ove” (Suécia)

“O Apartamento” (Irã)

“Tana” (Albânia)

“Toni Erdmann” (Alemanha)

 

Animação

“Kubo e As Cordas Mágicas”

“Moana”

“My Life as a Zucchini”

“The Red Turtle”

“Zootopia”

 

Roteiro

“A Qualquer Custo”

“La La Land: Cantando Estações”

“O Lagosta”

“Manchester A Beira-Mar”

“20th Century Woman”

 

Roteiro adaptado

“A Chegada”

“Fences”

“Estrelas Além do Tempo”

“Lion: Uma Jornada para Casa”

“Moonlight: Sob a Luz do Luar”

 

Curta-metragem

“Ennemis Intérieurs”, de Sélim Azzazi

“La Femme et le TGV”, de Timo von Gunten

“Silent Nights”, de Aske Bang

“Sing (Mindenki)”, de Kristof Deák

“Timecode”, de Juanjo Giménez

 

Design de produção

“A Chegada”

“Animais Fantásticos e onde Habitam”

“Ave, César!”

“La La Land: Cantando Estações”

“Passageiros”

 

Maquiagem e cabelo

“A Man Called Ove”

“Star Trek: Sem Fronteiras”

“Esquadrão Suicida”

 

Canção original

“Audition” (“La La Land: Cantando Estações”)

“Can’t Stop the Feelings” (“Trols”)

“City of Stars” (“La La Land: Cantando Estações”)

“The Empty Chair” (“Jim: The James Foley Story”)

“How Far I’ll Go” (“Moana”)

 

Trilha sonora

“Jackie”

“La La Land: Cantando Estações”

“Lion: Uma Jornada Para Casa”

“Moonlight: Sob a Luz do Luar”

“Passageiros”

 

Mixagem de som

“A Chegada”

“Até o Último Homem”

“La La Land: Cantando Estações”

“Rogue One: Uma História Star Wars”

“13 Horas: Os Soldados Secretos de Benghazi”

 

Edição de som

“A Chegada”

“Horizonte Profundo: Desastre no Golfo”

“Até o Último Homem”

“La La Land: Cantando Estações”

“Sully”

 

Efeitos visuais

“Horizonte Profundo: Desastre no Golfo”

“Doutor Estranho”

“Mogli: O Menino Lobo”

“Kubo e as Cordas Mágicas”

“Rogue One: Uma História Star Wars”

 

Montagem

“A Chegada”

“Até o Último Homem”

“A Qualquer Custo”

“La La Land: Cantando Estações”

“Moonlight: Sob a Luz do Luar”

 

Figurino

“Aliados”

“Animais Fantásticos e Onde Habitam”

“Florence: Quem é Essa Mulher?”

“Jackie”

“La La Land: Cantando Estações”

 

Fotografia

“A Chegada”

“La La Land: Cantando Estações”

“Lion: Uma Jornada para Casa”

“Moonlight: Sob a Luz do Luar”

“Silêncio”

 

Curta de animação

“Pearl”

“Piper: Descobrindo o Mundo”

“Blind Vaysha”

“Pear Cider and Cigarettes”

“Borrowed Time”

 

Documentário curta-metragem

“Extremis”, de Dan Krauss

“4.1 Miles”, de Daphne Matziaraki

“Joe’s Violin”, de Kahane Cooperman e Raphaela Neihausen

“Watani: My Homeland”, de Marcel Mettelsiefen e Stephen Ellis

“The White Helmets”, de Orlando von Einsiedel e Joanna Natasegara

Jaguariaíva realiza III Campeonato de XBOX 360

21/01/2017 15:370 comments
Divulgação

Visando proporcionar lazer e diversão à juventude jaguariaivense, a Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esporte (SMECE), através do Departamento de Cultura, promoverá no dia 02 de fevereiro o III Campeonato de XBOX 360 nas dependências do Cine Teatro Municipal Valéria Luercy.

Divulgação

As inscrições poderão ser feitas entre os dias 20 de janeiro e 01 de fevereiro no Departamento de Cultura (Espaço Cultural “Maria Timm”), situado na PR-151, Km 213, atrás do Museu Histórico Municipal Conde Francisco Matarazzo. No dia do campeonato os interessados também poderão fazer suas inscrições, no horário das 13h30 às 17h, no Cine Teatro. As fichas de inscrições podem ser retiradas no Cine Teatro, nas Eletro Peças J. Galvão e na loja In Time Skate Shop Urban Culture.

Para a disputa será utilizado o jogo Street Fighter 4, na plataforma XBOX 360. O sorteio dos oponentes e início do campeonato ocorrerá às 17h . E o término, com premiação, está programado para as 22h.

Para maiores informações deve-se entrar em contato com o Departamento de Cultura pelo telefone (43) 3535-4226 ou pelo e-mail cultura@jaguariaiva.pr.gov.br.

“La La Land” bate o recorde do Globo de Ouro com sete prêmios

09/01/2017 17:380 comments
Equipe de 'La la land: Cantando estações' recebe o Globo de Ouro de melhor filme de comédia ou musical (Foto: Paul Drinkwater/Cortesia NBC/Reuters)

“La La Land: Cantando Estações” bateu o recorde de filme que mais venceu prêmios no Globo de Ouro, com sete estatuetas: filme de comédia ou musical, direção (Damien Chazelle), roteiro (Damien Chazelle), atriz (Emma Stone), ator (Ryan Gosling), canção original e trilha.

Equipe de ‘La la land: Cantando estações’ recebe o Globo de Ouro de melhor filme de comédia ou musical (Foto: Paul Drinkwater/Cortesia NBC/Reuters)

O musical sobre um pianista e uma aspirante a atriz que buscam o sucesso em Hollywood superou os clássicos “Um Estranho no Ninho” e “O Expresso da Meia-Noite”, que têm seis prêmios cada.

A última vez em que um filme recebeu mais de três estatuetas havia sido em 2009, com “A Rede Social”.

“La La Land” também reverteu a tendência de que normalmente são os filmes de drama que recebem mais destaque na premiação e seguem com força para o Oscar. “Moonlight: Sob a Luz do Luar”, favorito nesta categoria, ficou com o prêmio, mas não levou nenhuma outra das cinco categorias em que concorria.

O Globo de Ouro, entregue por membros da Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood (HFPA, em Inglês), abriu a temporada de premiações 2017 neste domingo (8), com uma cerimônia repleta de estrelas.

TV

Nas categorias de TV, a Netflix superou a HBO com o prêmio de melhor série de drama para a produção sobre a família real britânica “The Crown”, que desbancou “Game of Thrones” e também ficou com a estatueta de melhor atriz.

Outros destaques foram “Atlanta”, melhor série de comédia e melhor ator de comédia, a minissérie “The Night Manager”, com três prêmios de atuação (para Tom Hiddleston, Hugh Laurie e Olivia Colman), e “The People v. O.J. Simpson: American Crime Story”, que ficou com os prêmios de melhor minissérie ou filme para a TV e melhor atriz de minissérie ou filme para TV (Sarah Paulson).

“Fora Trump”

O comediante Jimmy Fallon foi o anfitrião da cerimônia, realizada no hotel Beverly Hilton, em Bervely Hills, e conhecida por ser mais descontraída do que o Oscar, em grande parte pela champanhe servida em profusão. Nos discursos, a noite foi marcada por críticas e piadas contra Donald Trump, presidente eleito dos Estados Unidos, que foi comparado por Fallon com o sanguinário rei Joffrey da série “Game of Thrones”.

A atriz Meryl Streep, que recebeu o prêmio Cecil B. DeMille, pelo conjunto de sua carreira, fez um discurso duro contra o que chamou de desrespeito, violência e bullying do futuro mandatário, e ressaltou a responsabilidade de Hollywood e a importância da imprensa neste momento.

A cerimônia ainda contou com uma homenagem especial às atrizes Carrie Fisher e Debbie Reynolds, mãe e filha, que morreram no fim de dezembro, com apenas um dia de diferença. Elas foram lembradas em um clipe com cenas de seus filmes, ao som da canção “You Made Me Love You”, do musical “Irene”, cantada por Reynolds.

Veja a lista completa de vencedores do Globo de Ouro 2017:

CATEGORIAS DE CINEMA

Filme – drama
“Até o Último Homem”
“A Qualquer Custo”
“Lion: Uma Jornada Para Casa”
“Manchester à Beira-Mar”
“Moonlight” – VENCEDOR

Filme – comédia ou musical
“20th Century Women”
“Deadpool”
“Florence: Quem é Essa Mulher”
“La La Land – Cantando Estações” – VENCEDOR
“Sing Street”

Atriz – drama
Amy Adams (“A Chegada”)
Jessica Chastain (“Miss Sloane”)
Isabelle Huppert (“Elle”) – VENCEDORA
Ruth Negga (“Loving”)
Natalie Portman (“Jackie”)

Ator – drama
Casey Affleck (“Manchester À Beira-Mar”) – VENCEDOR

Joel Edgerton (“Loving”)
Andrew Garfield (“Até o Último Homem”)
Viggo Mortensen (“Capitão Fantástico”)
Denzel Washington (“Fences”)

Atriz – comédia ou musical
Annette Bening (“20th Century Women”)
Lily Collins (“Rules Don’t Apply”)
Hailee Steinfeld (“The Edge of Seventeen”)
Emma Stone (“La La Land – Cantando Estações”) – VENCEDORA
Meryl Streep (“Florence: Quem é essa mulher?”)

Ator – comédia e musical
Colin Farrell (“O Lagosta”)
Ryan Gosling (“La La Land: Cantando Estações”) – VENCEDOR
Hugh Grant (“Florence: Quem é Essa Mulher?”)
Jonah Hill (“Cães de Guerra”)
Ryan Reynolds (“Deadpool”)

Atriz coadjuvante
Viola Davis (“Fences”) – VENCEDORA
Naomie Harris (“Moonlight”)
Nicole Kidman (“Lion – Uma Jornada Para Casa”)
Octavia Spencer (“Hidden Figures”)
Michelle Williams (“Manchester”)

Ator coadjuvante
Mahershala Ali (“Moonlight: Sob a Luz do Luar”)
Jeff Bridges (“A Qualquer Custo”)
Simon Helberg (“Florence: Quem é Essa Mulher?”)
Dev Patel (“Lion: Uma Jornada Para Casa”)
Aaron Taylor-Johnson (“Animais Noturnos”) – VENCEDOR

Diretor
Damien Chazelle (“La La Land – Cantando Estações”) – VENCEDOR
Tom Ford (“Animais Noturnos”)
Mel Gibson (“Até o Último Homem”)
Barry Jenkins (“Moonlight”)
Kenneth Lonergan (“Manchester à Beira-Mar”)

Roteiro
“La La Land – Cantando Estações” – VENCEDOR
“Animais Noturnos”
“Moonlight”
“Manchester à Beira-Mar”
“A Qualquer Custo”

Filme estrangeiro
“Divines” (França)
“Elle” (França) – VENCEDOR
“Neruda” (França)
“O Apartamento” (Irâ/França)
“Toni Erdmann” (Alemanha)

Animação
“Kubo e as Cordas Mágicas”
“Moana”
“My Life as a Zucchini”
“Sing”
“Zootopia” – VENCEDOR

Canção Original
“Can’t Stop This Feeling” (“Trolls”)
“City of Stars” (“La La Land”) – VENCEDOR
“Faith” (“Sing – Quem Canta Seus Males Espanta”)
“Gold” (“Gold”)
“How Far I’ll Go” (“Moana”)

Trilha original
Hans Zimmer, Pharrell Williams, Benjamin Wallfisch (“Estrelas Além do Tempo”)
Nicholas Britell (“Moonlight: Sob a Luz do Luar”)
Justin Hurwitz (“La La Land – Cantando Estações”) – VENCEDOR
Johann Johannsson (“A Chegada”)
Dustin O’Halloran, Hauschka (“Lion”)

CATEGORIAS DE TELEVISÃO

Série de drama
“Stranger Things”
“The Crown” – VENCEDOR
“Game of Thrones”
“Westworld”
“This Is Us”

Série de comédia ou musical
“Atlanta” – VENCEDOR
“Blackish”
‘Mozart in the Jungle”
“Transparent”
“Veep”

Minissérie ou filme feito para a TV
“American Crime”
“The Dresser”
“The Night Manager”
“The Night Of”
“The People v. O.J. Simpson: American Crime Story” – VENCEDORA

Atriz de série dramática
Caitriona Balfe (“Outlander”)
Claire Foy (“The Crown”) – VENCEDORA
Kerry Russell (“The Americans”)
Winona Ryder (“Stranger Things”)
Evan Rachel Wood (“Westworld”)

Ator em série dramática
Rami Malek (“Mr. Robot”)
Bob Odenkirk (“Better Call Saul”)
Matthew Rhys (“The Americans”)
Liev Schreiber (“Ray Donovan”)
Billy Bob Thornton (“Goliath”) – VENCEDOR

Atriz em série de comédia ou musical
Rachel Bloom (“Crazy Ex-Girlfriend”)
Julia Louis Dreyfus (“Veep”)
Sarah Jessica Parker (“Divorce”)
Issa Rae (“Insecure”)
Gina Rodriguez (“Jane the Virgin”)
Tracee Ellis Ross (“Black-ish”) – VENCEDORA

Ator em série de comédia ou musical
Anthony Anderson (“Black-ish”)
Gael Garcia Bernal (“Mozart in the Jungle”)
Donald Glover (“Atlanta”) – VENCEDOR
Nick Nolte (“Graves”)
Jeffrey Tambor (“Transparent”)

Atriz em minissérie ou filme feito para a TV
Felicity Huffman (“American Crime”)
Riley Keough (“The Girlfriend Experience”)
Sarah Paulson (“People v. O.J. Simpson: American Crime Story”) – VENCEDORA
Charlotte Rampling (“London Spy”)
Kerry Washington (“Confirmation”)

Ator em minissérie ou filme feito para a TV
Riz Ahmed (“The Night of”)
Bryan Cranston (“All the Way”
Tom Hiddleston (“The Night Manager”) – VENCEDOR
John Turturro (“The Night of”)
Courtney B. Vance (“The People v. O.J. Simpson: American Crime Story”)

Melhor atriz coadjuvante de TV
Olivia Colman (“The Night Manager”) – VENCEDORA
Lena Headey (“Game of Thrones”)
Chrissy Metz (“This Is Us”)
Mandy Moore (“This Is Us”)
Thandie Newton (“Westworld”)

Melhor ator coadjuvante de TV
Sterling K. Brown, (“The People v. O.J.: American Crime Story”)
Hugh Laurie (“The Night Manager”) – VENCEDOR
John Lithgow (“The Crown”)
Christian Slater (“Mr. Robot”)
John Travolta (“The People v. O.J.: American Crime Story”)

UOL CINEMA

http://cinema.uol.com.br/noticias/redacao/2017/01/08/conheca-os-vencedores-do-globo-de-ouro-2017.htm

Após 105 anos, novas provas recolocam causa do naufrágio do Titanic em discussão

04/01/2017 11:260 comments
Foto: AP

Após 105 anos do naufrágio mais famoso da história, novas provas podem mudar o que foi sempre foi tido como verdadeiro: a causa do acidente. Segundo as evidências apontadas pelo jornalista e especialista no Titanic Senan Malony, um incêndio atingiu o casco da embarcação antes da viagem e pode ter comprometido a resistência.

Foto: AP

O incêndio, que chegou a ser escondido pela tripulação, segundo Malony, tornou o casco até 75% mais fraco, informou o jornalista. A tragédia matou mais de 1.500 pessoas em 15 de abril de 1912, durante sua viagem inaugural de Southampton, na Inglaterra, para Nova York, nos EUA.

A principal prova apresentada pelo especialista, que estuda o Titanic há 30 anos, são fotos tiradas pelo engenheiro eletrotécnico do navio antes que saísse do estaleiro de Belfast. Essas imagens, que foram pouco divulgadas, mostram marcas pretas ao longo do lado direito do casco.

Malony apresenta a teoria em um documentário a ser lançado na Inglaterra chamado Titanic: A Nova Evidência. Na produção, ele afirma que membros da tripulação teriam lutado por dias antes da partida do transatlântico para controlar o fogo, que atingia a temperaturas entre 500 e 1.000 graus Celsius.

Ainda segundo Malony, o oficiais do navio receberam instruções estritas de J. Bruce Ismay, presidente da companhia que construiu o navio, para não mencionar que houve o incêndio. As labaredas de fogo teriam queimado por cerca de três semanas atrás do local perfurado mais tarde pelo iceberg

“O inquérito oficial do Titanic classificou [o naufrágio] como um ato de Deus. Esta não é uma simples história de colisão com um iceberg e naufrágio. É uma junção perfeita de fatores extraordinários: fogo, gelo e negligência criminal”, afirmou Malony.

“Ninguém nunca investigou essas marcas [pretas, como de fogo] antes. Isso muda totalmente a narrativa. Temos especialistas em metalurgia que nos dizem que quando esse nível de temperatura entra em contato com o aço, isso o torna frágil e reduz sua resistência em até 75%. O fogo era conhecido, mas foi minimizado. [O Titanic] Nunca deveria ter sido levado ao mar”, concluiu.

A versão oficial é de que ocorreu um desastre por uma batida com um iceberg, que perfurou parte do navio e fez a água entrar na embarcação.