Paraná vence duelo de “seis pontos” e assume a 5ª colocação da Série B

06/11/2019 11:190 comments
Paraná vence duelo de “seis pontos” e assume a 5ª colocação da Série B

O Paraná Clube cumpriu sua missão e com gols no segundo tempo derrotou o América Mineiro por 2×0, em pleno Independência, e se manteve vivo na luta pelo acesso. O Tricolor superou um adversário direto e, com 50 pontos, chegou à 5ª colocação. “Não foi um grande jogo. Mas fomos competitivos do início ao fim e o resultado nos mantém muito vivos nessa briga”, comemorou o técnico Matheus Costa.

O treinador escalou o time com três mudanças em relação à ultima partida. Fabrício na zaga, Éder Sciola na lateral e Bruno Rodrigues no ataque foram as novidades. Mas, o time não teve um bom primeiro tempo. Sem conseguir manter a posse e com dificuldades na saída de bola, o Tricolor conviveu com problemas e, em alguns momentos, foi pressionado pelo adversário.

Willian Maranhão, aos 13 minutos, bateu cruzado para a defesa de Thiago Rodrigues. Pouco depois, foi a fez de Júnior Viçosa finalizar para o corte decisivo de Fabrício. O centroavante do Coelho voltou a levar perigo em um cabeceio, aos 33 minutos, por cima do travessão. No intervalo, Matheus Costa ajustou o time e cobrou maior precisão no passe.

A equipe voltou melhor e cresceu de produção após as entradas de Vitinho e Léo Príncipe. Mais consciente nas investidas ofensivas, o Paraná chegou ao gol aos 31 minutos. Bruno Rodrigues fez o lançamento para Guilherme Santos. O cruzamento veio na medida para a finalização de primeira de Fernando Neto: 1×0, para a festa da nação tricolor.

Matheus Costa tratou de fechar a área com a entrada de Eduardo Bauermann e, aos 39 minutos, decidiu o jogo. Mais uma vez a jogada começou com Bruno Rodrigues, só que desta vez Vitinho apareceu pela esquerda e cruzou para Jenison. O artilheiro não perdoou e definiu o placar: 2×0. O Paraná, agora, faz dois jogos seguidos em casa, contra Vitória e São Bento.

 

América-MG 0x2 Paraná Clube

América: Airton; Leandro Silva, Lucas Kal, Ricardo Silva e João Paulo; Zé Ricardo, Juninho, Willian Maranhão (Vitão) e Geovane (França); Diego Ferreira (Rafael Bilu) e Júnior Viçosa. Técnico: Felipe Conceição

Paraná: Thiago Rodrigues; Éder Sciola (Léo Príncipe), Leandro Almeida, Rodolfo e Guilherme Santos; Luiz Otávio, Fernando Neto e Matheus Anjos (Vitinho); João Pedro (Eduardo Bauermann), Jenison e Bruno Rodrigues. Técnico: Matheus Costa

Local: Independência (Belo Horizonte-MG)

Árbitro: Ramon Abatti Abel (SC)

Assistentes: Eli Alves Sviderski (SC) e Gizeli Casaril (SC)

Renda; R$ 12.903,00

Público total: 3.229

Gols: Fernando Neto aos 31’ e Jenison aos 39’ do 2º tempo

Cartões amarelos: Leandro Silva e Ricardo Silva (América). Guilherme Santos (Paraná)

 

Departamento de Comunicação – PRC

Coxa empata com o Sport no Couto Pereira

05/11/2019 09:120 comments
Coxa empata com o Sport no Couto Pereira

Em um jogo bastante disputado, o Coritiba empatou com o Sport, na noite desta segunda-feira (04), pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o Coxa permanece na terceira colocação, com 53 pontos.

O jogo

O time coxa-branca entrou em campo apenas com uma mudança, em relação a última partida. Robson entrou no lugar de Thiago Lopes. Muralha, Diogo Mateus, Nathan Ribeiro, Sabino, William Matheus, Serginho, Matheus Sales, Giovanni, Juan Alano, Robson e Rodrigão completaram a equipe.

A partida começou aberta, com o Sport também buscando o campo de ataque. Aos 10′, a primeira boa chance é do Coritiba: Juan Alano cruzou na área, Rodrigão ajeitou e Giovanni mandou perto. Já o ataque do Sport, quando chegava em cruzamentos na área, era parado pela defesa coxa-branca.

Brasileiro Série B – 2019 – 33ª rodada

Coritiba 0 X 0 Sport
Local: Couto Pereira – Curitiba – PR
Data: 04/11/2019
Horário: 20:00hÁrbitro: Wagner do Nascimento Magalhães – RJ
Assistentes: Michael Correia – RJ e Andrea Izaura Maffra Marcelina de Sa – RJ
Quarto Árbitro: Robson Babinski – PR

Coritiba: Alex Muralha, Diogo Mateus, Nathan Ribeiro, Sabino, William Matheus, Matheus Sales, Serginho (Thiago Lopes), Juan Alano, Giovanni (Igor Paixão), Robson (Igor Jesus) e Rodrigão
Técnico: Jorginho
Banco: Rafael Martins, Rafael Lima, Romércio, Fabiano, Felipe Mattioni, Patrick Brey, Thiago Lopes, Matheus Bueno, Kelvin, Wellissol, Igor Paixão e Igor Jesus

Sport: Luan Polli , Norberto, Rafael T., Adryelson, Sander , Willian Farias, Charles, Leandrinho (Marquinho), Hyuri (Marcinho), Guilherme e Hernane (Elton)
Técnico: Guto Fereira
Banco: Felipe Garcia , Cleberson, Eder, Raul Prata, Bruno Peres, Ronaldo , Marcão, Marcinho, Yago, Marquinho e Elton

GOLS DO JOGO Gols:
Não houve

Cartões DO JOGOCartões:
Amarelos: Robson (Coritiba), Sabino (Coritiba), Norberto (Sport), Giovanni (Coritiba)
Vermelhos: Não houve

Público Pagante e Total
Público Pagante: –
Público Total: 15.793

Público Pagante e Total
Renda: R$ 225.206,50

Furacão vence o CSA e sobe para sexto na classificação

04/11/2019 09:100 comments
Marcelo Cirino, autor do gol do Furacão. Foto: Site Oficial do Athletico

O Athletico conquistou mais uma vitória neste domingo (3) e chegou ao G6 do Brasileirão! No Estádio Joaquim Américo, o Furacão fez 1 a 0 no CSA, com um gol de Marcelo, aos 36’ do segundo tempo, e agora soma 46 pontos.

Em um jogo com 29 finalizações do Rubro-Negro, não faltaram chances, bolas na trave e gols anulados. Mas a justiça no placar veio em uma grande jogada de Márcio Azevedo, que deixou Marcelo na cara do gol.

O próximo compromisso do Athletico no Campeonato Brasileiro está marcado para as 21h30 da próxima quarta-feira (6), novamente no Caldeirão, diante do Cruzeiro.

Marcelo Cirino, autor do gol do Furacão. Foto: Site Oficial do Athletico

O Jogo

Como sempre no Caldeirão, o jogo começou com o Furacão já amassando o adversário no campo de defesa. Logo no primeiro minuto, Márcio Azevedo cobrou escanteio e a bola sobrou para Léo Pereira, que mandou por cima do gol.

Aos 3’, em mais um cruzamento de Márcio Azevedo, Thonny Anderson mandou de primeira, mas a bola bateu na zaga. Outra boa chance aconteceu aos 8’, com Camacho, que fez boa jogada individual, invadiu a área, mas não conseguiu finalizar!

O primeiro gol quase saiu aos 11’. Em cobrança de falta, Nikão soltou uma bomba, o goleiro João Carlos desviou e a bola explodiu no travessão!

Nikão teve mais uma boa chance aos 28’. Depois de um escanteio, ele pegou o rebote da zaga e bateu firme, à direita do gol. E aos 32’, foi Camacho quem arriscou de fora da área, exigindo mais uma boa defesa de João Carlos.

Quem também esteve perto de abrir o placar foi Marco Ruben. Aos 35’, a zaga deu bobeira, o camisa 9 recebeu dentro da área, mas o João Carlos saiu no momento certo evitou o gol!

Segundo tempo

Novamente o Athletico voltou a ameaçar o gol adversário logo no primeiro minuto. Madson cruzou rasteiro e Marco Ruben mandou para fora!

Em seguida, o jogo teve três bolas na trave na sequência. Aos 5’, Jonatan Gómez, chutando de fora pelo CSA. Aos 6’, Nikão, pegando o rebote do chute de Marco Ruben. E aos 8’, Ricardo Bueno, de fora da área, com desvio de Santos.

Aos 10’, Rony balançou as redes, após um rápido contra-ataque do Furacão e o rebote de João Carlos no chute de Nikão. Mas o árbitro marcou impedimento após intervenção do VAR.

O gol para valer sairia aos 37’. Márcio Azevedo fez ótima jogada pela esquerda, cruzou rasteiro e encontrou Marcelo livre na área. 1 a 0 Furacão!

O Athletico ainda acertou mais uma bola na trave, em um chutaço de Bruno Nazário aos 46’, e teve outro gol anulado.

Aos 48’, o goleiro João Carlos foi para área em um escanteio para o CSA, a zaga athleticana afastou e a bola foi lançada para Braian Romero. Ele tocou para o gol vazio, mas o assistente marcou impedimento.

Ficha técnica: Athletico Paranaense 1 x 0 CSA
Campeonato Brasileiro: 30ª rodada
Data: 03/11/2019
Horário: 18h
Local: Estádio Joaquim Américo, em Curitiba (PR)

Athletico Paranaense: Santos; Madson, Thiago Heleno, Léo Pereira e Márcio Azevedo; Camacho; Nikão (Marcelo, aos 29’ do 2º tempo), Bruno Guimarães, Thonny Anderson (Bruno Nazário, aos 15’ do 2º tempo) e Rony; Marco Ruben (Braian Romero, aos 42’ do 2º tempo)
Técnico: Tiago Nunes
Gol: Marcelo, aos 36’ do segundo tempo
Cartões amarelos: Bruno Guimarães, Marco Ruben, Thiago Heleno

CSA: João Carlos; Celsinho, Alan Costa, Luciano Castán e Euller; João Vitor, Dawhan (Jean Kléber, aos 15’ do 2º tempo) e Jonatan Gómez (Alecsandro, aos 35’ do 2º tempo); Apodi (Héctor Bustamante, aos 25’ do 2º tempo), Warley e Ricardo Bueno
Técnico: Argel Fucks
Cartões amarelos: Dawhan, Ricardo Bueno, Luciano Castán

Site Oficial do Athletico

Flamengo goleia Corinthians e mantém vantagem na ponta do Brasileiro

08:130 comments
Flamengo goleia Corinthians e mantém vantagem na ponta do Brasileiro

O Flamengo derrotou o Corinthians por 4 a 1 neste domingo (3) no estádio do Maracanã em jogo válido pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com este resultado o líder da competição mantém a vantagem de 8 pontos em relação ao vice-líder Palmeiras.

O jogo

Mesmo jogando em casa, o Flamengo encontrava dificuldades diante de um Corinthians que se defendia muito bem no primeiro tempo. Assim, o primeiro gol saiu apenas aos 42 minutos de partida, quando o juiz marcou pênalti a favor da equipe carioca.

Bruno Henrique foi para a cobrança, o goleiro Cássio consegue defender parcialmente, mas o atacante aproveita o rebote para abrir o marcador aos 45 minutos.

Um minuto depois o Flamengo amplia para 2 a 0. O meia Gerson recupera a bola após saída do Corinthians e acerta passe milimétrico para Bruno Henrique, que bate de cobertura na saída de Cássio.

3 gols de Bruno Henrique

Com menos de um minuto do segundo tempo o camisa 27 do Flamengo chegou ao seu terceiro gol na partida. Ele recebe na ponta esquerda, avança em velocidade e bate colocado.

Mas o Corinthians não se deu por vencido e conseguiu descontar aos 6 minutos da etapa final. Mateus Vital recebe cruzamento de Pedrinho e marca de cabeça.

Contudo, o dia era do Flamengo. E o rubro-negro carioca ampliou com Vitinho aos 21 minutos. O camisa 11 recebeu na intermediária e acertou um chute muito forte de esquerda.

Com esta vitória o time carioca chega à marca de 17 jogos de invencibilidade nesta edição da competição.

Com gol de Rony e pênalti defendido por Santos, Furacão empata com o Inter

01/11/2019 09:230 comments
Fotos: Bruno Baggio/Site Oficial

No reencontro da final da Copa do Brasil, o Athletico conquistou um ponto no Beira-Rio, em Porto Alegre (RS), ao empatar em 1 a 1 com o Internacional. Depois de sair atrás do marcador, o Furacão buscou a igualdade com Rony.

Além do gol marcado pelo atacante, o outro momento fundamental da partida aconteceu aos 37’ do segundo tempo, quando Santos defendeu um pênalti cobrado por Guerrero.

Com o resultado, o Furacão se manteve no oitavo lugar, agora com 43 pontos. O próximo compromisso do Rubro-Negro será neste domingo (3), contra o CSA, às 18h, no Estádio Joaquim Américo, pela 30ª rodada do Brasileirão.

Fotos: Bruno Baggio/Site Oficial

O Jogo

A partida começou com as equipes se estudando, mas o time da casa abriu o placar aos 10 minutos. Guerrero tocou para Rodrigo Lindoso, que tocou por cima de Santos e fez 1 a 0.

A resposta do Furacão veio com o empate. Aos 21’, Madson deixou o adversário no chão e cruzou para Rony empatar. Foi o 100º gol do Rubro-Negro na temporada!

A equipe athleticana ainda criou mais duas oportunidades na primeira etapa. Aos 27’, Bruno Nazário arriscou de fora da área, mas a bola saiu à esquerda. E aos 42’, foi a vez de Nikão chutar de longe, mas Marcelo Lomba espalmou.

O Rubro-Negro começou o segundo tempo com mais posse de bola e tentando furar a marcação adversária. O Internacional chegou com perigo em dois chutes de D’Alessandro. O primeiro, aos 18’, raspou o travessão, e o segundo, aos 21’, foi para fora em cobrança de falta.

O Furacão respondeu em um contra-ataque perigoso, aos 26’. Marco Ruben tocou para Wellington, O volante acionou Rony que, de frente pro gol, chutou para fora.

Aos 35’, o Inter chegou ao ataque e tentou a finalização com Nico López, mas Márcio Azevedo cortou. Com auxílio do árbitro de vídeo, o árbitro André Luiz de Freitas Castro marcou pênalti para o Inter. Na cobrança, Guerrero bateu e Santos fez a defesa, garantindo o ponto athleticano!

Ficha técnica: Internacional 1×1 Athletico
Campeonato Brasileiro: 29ª rodada
Data: 31/10/2019 [quinta-feira]
Horário: 21h30
Local: Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)

Internacional: Marcelo Lomba; Heitor, Rodrigo Moledo, Victor Cuesta e Zeca; Rodrigo Lindoso e Edenílson; Guilherme Parede (Nico López, aos 31’ do 2º tempo), D’Alessandro e Patrick (Wellington Silva, aos 16’ do 2º tempo); Guerrero
Técnico: Zé Ricardo
Gol: Rodrigo Lindoso, aos 10’ do 1º tempo,
Cartões amarelos: D’Alessandro, aos 30’ do 1º tempo, Heitor, aos 42’ do 2º tempo, Victor Cuesta, aos 48’ do 2º tempo
Cartões vermelhos: —

Athletico Paranaense: Santos; Madson, Thiago Heleno, Léo Pereira e Adriano (Márcio Azevedo, no intervalo); Wellington; Nikão, Bruno Nazário (Camacho, aos 44’ do 2º tempo), Bruno Guimarães e Rony; Marco Ruben (Marcelo, aos 29’ do 2º tempo)
Técnico: Tiago Nunes
Gols: Rony, aos 21’ do 1º tempo
Cartões amarelos: Wellington, aos 30’ do 1º tempo, Márcio Azevedo, aos 36’ do 2º tempo
Cartões vermelhos: —

Fonte: Site Oficial Athletico

Coritiba cede empate com Cuiabá após estar por três vezes na frente do placar

30/10/2019 09:390 comments
Foto: Site oficial Coritiba

Brasileiro Série B – 2019 – 24ª rodada

Cuiabá 3 X 3 Coritiba
Local: Arena Pantanal – Cuiabá – MT
Data: 29/10/2019
Horário: 22:30hÁrbitro: Rodrigo Dalonso Ferreira – SC
Assistentes: Alex dos Santos – SC e Gizeli Casaril – SC
Quarto Árbitro: Leonardo Willers Lorenzatto – MTCoritiba: Alex Muralha, Diogo Mateus, Romércio, Sabino, William Matheus, Juan Alano, Serginho (Nathan), Giovanni, Robson (Kelvin), Rafinha (Matheus Bueno) e Rodrigão
Técnico: Jorginho
Banco: Rafael Martins, Rafael Lima, Nathan Ribeiro, Felipe Mattioni, Patrick Brey, Matheus Bueno, Thiago Lopes, Kelvin, Wellissol, Nathan e Igor JesusCuiabá: Matheus Nogueira, Toty (Léo), Ednei, Anderson Conceição, Marino, Paulinho, Lucas Braga, Moisés (Escudero), Jefinho, Jean Patrick e Felipe Marques (Augustín Gutierrez)
Técnico: Marcelo Chamusca
Banco: Paulo Henrique, Alex Ruan, Leandro Souza, Léo, Escudero, Augustín Gutierrez, João Henrique , Gilmar, Hélder Maciel, Danilo, Djavan e Josiel

GOLS DO JOGO Gols:
Serginho (Coritiba) – aos 19 minuto(s) do 1º Tempo
Paulinho (Cuiabá) – aos 23 minuto(s) do 1º Tempo
Rodrigão (Coritiba) – aos 32 minuto(s) do 1º Tempo
Jefinho (Cuiabá) – aos 4 minuto(s) do 2º Tempo
Robson (Coritiba) – aos 20 minuto(s) do 2º Tempo
Escudero (Cuiabá) – aos 38 minuto(s) do 2º Tempo

Série B: Paraná Clube vence o Londrina e cola no G4

29/10/2019 09:070 comments
Série B: Paraná Clube vence o Londrina e cola no G4

Não foi fácil. Mas, desta vez o Paraná Clube “despachou” – e em casa – um time ameaçado pelo rebaixamento. O Tricolor derrotou o Londrina, por 1×0, na noite dessa segunda-feira (28), na Vila Capanema. Com a vitória apertada, o time do técnico Matheus Costa chegou aos 47 pontos, colou no G4 e volta a ter chances reais de acesso, restando seis jogos pela frente.

Com quatro mudanças na equipe – Léo Príncipe, Luiz Otávio, João Pedro e Matheus Anjos –, o Paraná começou o jogo pressionando o Londrina. Logo aos 6 minutos, em cobrança de falta de Matheus Anjos, Fernando Neto desviou de cabeça e César salvou sobre a risca. O Tricolor apostava nas variações pelos lados do campo para minar a defesa londrinense e a estratégia surtia efeito.

O Tricolor contava ainda com um bom desempenho nas bolas paradas e nas tentativas de cabeça de Leandro Almeida. Aos 21 minutos, o zagueiro carimbou o travessão, após cobrança de falta de Matheus Anjos. Logo depois, num cabeceio de Jenison, o Paraná reclamou pênalti, num toque de mão do zagueiro Lucas Costa, ignorado pelo árbitro Wagner Reway (PB).

O time seguiu martelando, mas sem conseguir furar a defesa do Londrina. No intervalo, o Paraná perdeu Judivan e Fernando Neto, lesionados. Pimentinha e Jhemerson entraram no time. Mais uma vez, em bola parada, Leandro Almeida quase marcou. Aos 11 minutos, Léo Príncipe exigiu defesa de César e, no rebote, Jenison bateu fraco para a defesa do goleiro Tubarão.

O Tricolor seguia melhor no jogo e aos 33 minutos foi a vez de Pimentinha, que recebeu presente de Felipe Vieira, bater cruzado, rente à trave direita. Logo depois, o Paraná enfim marcou. E, como era de se esperar, num lance de bola parada. Desta vez, Vitinho – que entrara na vaga de João Pedro – bateu na cabeça de Jenison, que ajeitou para a finalização de Rodolfo: 1×0, aos 36 minutos. Apesar do desespero, o Londrina não teve forças para reagir e segue na parte de baixo da tabela.

Paraná Clube 1×0 Londrina

Paraná: Thiago Rodrigues; Léo Príncipe, Leandro Almeida, Rodolfo e Guilherme Santos; Luiz Otávio, Fernando Neto (Jhemerson) e Matheus Anjos; João Pedro (Vitinho), Jenison e Judivan (Pimentinha). Técnico: Matheus Costa

Londrina: César; Alemão, Dirceu, Lucas Costa e Felipe Vieira; Bertotto (Uelber), Germano e André Moritz (Higor Leite); Matheus Bianqui (Neris), Léo Passos e Matheuzinho. Técnico: Mazola Júnior

Local: Durival Britto (Curitiba-PR)

Árbitro: Wagner Reway (PB)

Assistentes:  Eduardo Gonçalves da Cruz (MS) e Fábio Pereira (TO)

Renda: R$ 38.975,00

Público pagante: 2.589

Público total: 2.901

Gol: Rodolfo aos 36’ do 2º tempo

Cartões amarelos: Rodolfo e Eduardo Bauermann (Paraná). Matheus Bianqui (Londrina)

 

Departamento de Comunicação – PRC

Athletico goleia o Goiás por 4 a 1 no Caldeirão

27/10/2019 18:460 comments
Athletico goleia o Goiás por 4 a 1 no Caldeirão
O Furacão voltou a soprar forte no Joaquim Américo! Em uma atuação de alta intensidade, o Athletico criou uma chance de gol após a outra ao longo dos 90 minutos e goleou o Goiás por 4 a 1!

Mesmo dominando totalmente a partida, o Rubro-Negro não teve facilidade. Pelo contrário. Saiu atrás no placar, com um gol no último minuto do primeiro tempo. Mas atropelou o adversário na segunda etapa, com gols de Léo Pereira, Rony, Adriano e Marco Ruben.

Com o resultado, o Rubro-Negro chega à oitava posição no Campeonato Brasileiro, com 42 pontos. O próximo desafio do Furacão está marcado para as 21h30 da próxima quinta-feira, contra o Internacional, em Porto Alegre.

O Jogo

Desde o início, o Furacão impôs o seu ritmo habitual, encurralando o adversário em seu campo de defesa. O primeiro bom lance aconteceu logo aos dois minutos, com Adriano lançando para Rony, que por pouco não conseguiu alcançar.

Aos dez, o Athletico esteve muito perto de abrir o placar em cobrança de escanteio. Adriano cruzou com perfeição para Thiago Heleno, mas o goleiro Tadeu conseguiu defender a cabeçada.

O goleiro voltou a salvar o Goiás aos 19’, em cabeçada de Marco Ruben. Aos 20’, Rony conseguiu balançar a rede, mas o assistente anotou impedimento no toque de cabeça de Marco Ruben. E aos 23’, foi Nikão quem chutou de primeira, após cobrança de escanteio, exigindo nova defesa de Tadeu.

Mas a melhor chance rubro-negra aconteceu aos 34’. Nikão avançou pela esquerda, cruzou para trás e Cittadini chegou batendo. O goleiro espalmou nos pés de Marco Ruben, mas Rafael Vaz conseguiu salvar em cima da linha!

O Furacão não parava e aos 37’, Rony bateu cruzado, a bola desviou na zaga e quase sobrou para Marco Ruben, mas o goleiro chegou antes e conseguiu tirar. Aos 43’, Léo Cittadini passou por dois e bateu de esquerda, para mais uma defesa de Tadeu.

Com tantas chances criadas, era incrível que o Athletico não estivesse na frente. E aos 44’, em uma das únicas chances criadas pelo Goiás, Rafael Moura ainda conseguiu colocar o adversário em vantagem.

Furacão arrasador no segundo tempo

Na volta do intervalo, o Rubro-Negro seguiu em ritmo avassalador. Só que agora, os gols finalmente apareceram. Na primeira jogada, Rony quase marcou. Mas aos 2’, Khellven cruzou da direita, Rony bateu e Tadeu defendeu. Desta vez, a bola sobrou para Léo Pereira, que não perdoou: 1 a 1!

A virada saiu logo em seguida. Aos 7’, Rony recebeu lançamento de Marco Ruben, disparou livre de marcação e finalizou com precisão: 2 a 1 para o Furacão!

O Athletico seguia criando uma chance após a outra e conseguiu ampliar a contagem aos 16’. Marco Ruben recebeu pela direita, invadiu a área e rolou para Léo Cittadini, que bateu de primeira. Tadeu fez mais uma grande defesa, mas Adriano pegou o rebote e mandou para rede: 3 a 1! O primeiro gol do lateral-esquerdo com a rubro-negra!

Em vantagem, o Furacão seguiu melhor em campo. Aos 22’, Nikão bateu com perigo da entrada da área. O goleiro Tadeu, o grande nome do Goiás na partida, fez um milagre aos 43’, em uma bomba de Braian Romero, e mais uma grande defesa aos 45’, em mais uma finalização de Rony.

Mas aos 48’, ele não conseguiu evitar o quarto do Athletico. Rony foi lançado pela esquerda e tocou para Marco Ruben, que tocou para o gol: 4 a 1 no placar do Caldeirão!

Ficha técnica: Athletico Paranaense 4 x 1 Goiás
Campeonato Brasileiro – 28ª rodada
Data:27/10/1978
Horário: 16h
Local: Estádio Joaquim Américo, em Curitiba (PR)

Athletico Paranaense: Santos; Khellven, Thiago Heleno, Léo Pereira e Adriano (Marcio Azevedo, aos 33’ do 2º tempo); Wellington (Camacho, aos 19’ do 2º tempo); Nikão (Braian Romero, aos 28’ do 2º tempo), Bruno Guimarães, Léo Cittadini e Rony; Marco Ruben
Técnico: Tiago Nunes
Gols: Léo Pereira, aos 2’, Rony, aos 7’, Adriano, aos 16’, e Marco Ruben, aos 48’ do 2º tempo
Cartões amarelos: Khellven

Goiás: Tadeu; Yago Rocha, Rafael Vaz, Fábio Sanches e Jefferson; Yago Felipe, Léo Sena (Felipe Trindade, aos 21’ do 2º tempo) e Breno (Marlone, aos 15’ do 2º tempo); Michael, Rafael Moura (Vinícius, aos 45’ do 2º tempo) e Lendro Barcia
Técnico: Ney Franco
Cartões amarelos: Breno
Gol: Rafael Moura, aos 45’ do primeiro tempo

Corinthians e Santos não saem do zero em Itaquera

13:430 comments
Foto: CBF

Clássico sem gols em São Paulo. Na tarde deste sábado (26), Corinthians e Santos empataram em 0 a 0 na Arena, em duelo válido pela 28ª rodada do Brasileirão. O resultado impede que o Timão retorne ao G-4. Com 46 pontos, a equipe do técnico Carille aparece em quinto, com 45 pontos. Já o time de Jorge Sampaoli é o terceiro colocado, com 52 somados.

Foto: CBF

Primeiro tempo apagado de Corinthians e Santos na Arena. As duas equipes pouco criaram chances e fizeram muitas faltas, deixando o jogo bastante pegado. A etapa terminou com seis finalizações para o Timão contra 10 do Peixe, mas sem perigo real aos goleiros.

O ritmo da etapa final continuou parecido com o do primeiro tempo. Aos 16, Tailson arriscou uma bomba de longe e obrigou Cássio a fazer grande defesa. O Timão respondeu aos 29, quando Vagner Love também assustou em chute de fora da área. Os minutos finais foram mais animados: Sornoza e Love pararam no goleiro Everson, em dois lances quase que consecutivos. O Peixei teve sua chance com Felipe Jonatan, que recebeu livre na área e chutou por cima.

CBF

Oeste-SP vence o Londrina em confronto direto na Série B

13:410 comments
Créditos: Gustavo Oliveira/ Londrina Esporte Clube

Após quatro rodadas em jejum, o Oeste-SP conquistou na noite desta sexta-feira (25) importante resultado na briga para fugir do rebaixamento na Série B. Fora de casa, no Estádio do Café, o Rubrão bateu o Londrina por 2 a 0, ultrapassando o rival na tabela da Série B. No outro embate válido pela 31ª rodada da competição, Atlético-GO e América-MG empataram em 2 a 2 no Antônio Accioly.

Créditos: Gustavo Oliveira/ Londrina Esporte Clube

Londrina 0 x 2 Oeste-SP 

Primeiro tempo sem gols e equilibrado no Estádio do Café. O Rubrão teve ligeira maior posse de bola em relação ao Tubarão (56%), que por sua vez chutou mais ao gol: cinco tentativas contra três dos donos da casa.

Na volta do intervalo, os visitantes aprontaram pra cima do Oeste-SP logo no início. Na marca dos nove, Bonilha arriscou chute da entrada da área e a bola explodiu na trave. No rebote, Fábio recebeu livre e bateu para abrir o placar para o Rubrão. Animado com o gol, o Oeste-SP partiu para cima e conseguiu ampliar aos 22: Fábio invadiu a área e soltou a bomba, fazendo o segundo e decretando o triunfo dos visitantes.

O resultado coloca o Oeste-SP na 13ª posição, com 37 pontos. Já o Londrina aparece mais atrás, em 15º, com 35 somados.

CBF