Furacão goleou Toledo por 8 a 2 na abertura do 2º turno do Paranaense

12/03/2019 09:220 comments
Furacão goleou Toledo por 8 a 2 na abertura do 2º turno do Paranaense

A equipe de Aspirantes do Furacão estreou com tudo na 2ª Taça do Campeonato Paranaense. Na tarde deste domingo (10), o Rubro-Negro recebeu o Toledo, campeão da 1ª Taça. Com um ritmo forte desde o início do jogo, o Athletico fez 8 a 2, com gols de Marquinho (2), Bergson (2), Lucas Halter, Matheus Anjos, Bruno Rodrigues e Vitinho!

Com três pontos e seis gols de saldo, o Furacão está na liderança do grupo. O próximo desafio do Rubro-Negro do Estadual será contra o Maringá. O duelo acontece às 16h de domingo (17), no Estádio Willie Davids.

O começo de partida do Furacão foi arrasador. Logo aos dois minutos, a equipe teve a primeira chance. Khellven cruzou da direita e Bergson mandou de cabeça, mas a bola foi para fora.

Aos quatro minutos, saiu o primeiro gol rubro-negro! Christian lançou para Bergson e zaga afastou. Na entrada da área, Marquinho pegou de primeira, sem chances para o goleiro. 1 a 0!

Quatro minutos depois, outra boa chegada. Após jogada trabalhada na entrada da área, Christian aproveitou e bateu forte. No alto, o goleiro do Toledo conseguiu espalmar para escanteio.

Aos 10 minutos, Vitinho roubou a bola no campo de ataque, carregou e chutou cruzado. A bola acertou a trave esquerda do goleiro. No rebote, Bergson mandou para as redes, mas em posição irregular.

Mas o segundo gol saiu aos 18 minutos. Bergson recebeu na direita, ganhou do marcador e cruzou rasteiro. Bem posicionado, Marquinho concluiu e mandou para o fundo das redes. 2 a 0!

Participando bem das jogadas de ataque, Bergson marcou o dele. Aos 35 minutos, o atacante recebeu na direita, puxou para o meio e bateu forte, da entrada da área. A bola saiu rasteira e morreu no canto do goleiro. 3 a 0 Furacão!

Mesmo com uma boa vantagem, o time athleticano não abriu mão do ataque na segunda etapa e chegou com perigo aos sete minutos. Vitinho ganhou na corrida, pelo lado esquerdo do campo, e bateu forte. O goleiro espalmou para fora. Na cobrança do escanteio, Lucas Halter marcou o quarto do Furacão!

Aos 14 minutos, saiu o quinto gol rubro-negro. Jaderson tabelou com Vitinho e cruzou na medida para Bergson. O atacante pegou de primeira e fez o segundo dele no jogo!

Nove minutos depois, o Toledo diminuiu. O árbitro marcou pênalti de Christian. Pacato foi para a cobrança e mandou no alto, sem chances para Léo.

O time visitante ficou com um jogador a menos aos 25 minutos, após expulsão de José Netto.

Aos 27 minutos, Matheus Anjos fez o sexto gol do Furacão. O meia, que havia acabado de entrar, fez jogada individual pelo meio e bateu cruzado, no ângulo esquerdo do goleiro. 6 a 1!

Com 34 minutos, o Rubro-Negro teve um pênalti a favor. Bruno Rodrigues dominou na esquerda e bateu colocado. A bola foi na mão do defensor do Toledo. Ele mesmo foi para a cobrança e tocou com categoria, para marcar o sétimo!

E ainda tinha mais! Aos 41′, Vitinho tocou de cabeça e fez o oitavo! 8 a 1.

O Toledo ainda conseguiu diminuir e dar números finais ao jogo. Aos 44′, Jhonathan balançou as redes.

Ficha técnica: Athletico Paranaense 8×2 Toledo
Campeonato Paranaense 2019: 2ª Taça [Dirceu Kruger] – Primeira rodada
Data: 10/03/2019 [domingo]
Horário: 16h
Local: Estádio Joaquim Américo, em Curitiba

Athletico Paranaense: Léo; Lucas Halter, Paulo André e Eder; Khellven (Bruno Rodrigues, aos 26’ do 2º T), Christian, Erick e Vitinho; Marquinho (Matheus Anjos, aos 19’ do 2º T), Jáderson e Bergson (Poveda, aos 26’ do 2º T)
Técnico: Rafael Guanaes
Gols: Marquinho, aos 4’ e aos 18’ do 1º tempo; Bergson, aos 35’ do 1º tempo e aos 14’ do 2º tempo; Lucas Halter, aos 7’ do 2º tempo; Matheus Anjos, aos 27’ do 2º tempo; Bruno Rodrigues, aos 35’ do 2º tempo; Vitinho, aos 40’ do 2º tempo
Cartão amarelo: Vitinho, aos 11’ do 2º tempo

Toledo: André; Eduardo (Paulo, aos 29’ do 2º T), Matheus, Fandinho e José Netto; Cleiton, Jhonathan, Leonardo (Everton, no intervalo) e Willian (Christian, aos 15’ do 2º T); Pacato e Revson.
Técnico: Agenor Picinin
Gols: Pacato, aos 24’ do 2º tempo; Jhonathan, aos 44′ do 2º tempo
Cartões amarelos: Eduardo, aos 3’ do 1º tempo; Fandinho, aos 21’ do 1º tempo; Cleiton, aos 26′ do 1º tempo
Cartão vermelho: José Netto, aos 25’ do 2º tempo

Santos goleia América de Natal e avança na Copa do Brasil

08/03/2019 09:390 comments
Santos goleia América de Natal e avança na Copa do Brasil

O Santos confirmou presença na terceira fase da Copa do Brasil! Na noite desta quinta-feira (7), o Alvinegro recebeu o América-RN, no Pacaembu, e goleou o rival por 4 a 0, garantindo a permanência na competição mais democrática do país. Os gols do duelo foram marcados por Derlis, Jean Mota, Rodrygo e Aguilar. O Peixe agora encara o Atlético-GO na próxima fase.

O Santos dominou o América-RN durante todo o primeiro tempo. Dessa forma, conseguiu encerrar o período em vantagem. Aos 34 minutos, Rodrygo fez boa jogada pela intermediária, passou por dois marcadores e tocou para Jean Mota, que logo encontrou Soteldo. O venezuelano passou para Pituca, que cruzou para o cabeceio de Sánchez. No rebote, a bola sobrou para Derlis abrir o placar.

O Peixe seguiu dominando na volta do intervalo. Na marca dos 15 minutos, chegou ao segundo gol com Jean Mota, após sobra dentro da área do América-RN. Nove minutos mais tarde, o Alvinegro ampliou com Rodrygo, que saiu de cara com o Ewerton e tocou no canto do goleiro. Para piorar a situação dos visitantes, o zagueiro Alison recebeu o segundo amarelo e acabou sendo expulso por falta em Derlis. Depois disso, a partida ficou ainda mais aberta para o Santos. Tanto que, aos 38, Aguilar aproveitou bem o escanteio e fez o quarto o quarto gol do Peixe.

Verdão supera J. Barranquilla e chega a 40 anos sem perder em estreias da Liberta

07/03/2019 09:250 comments
O jogador Gustavo Scarpa, da SE Palmeiras, comemora seu gol contra a equipe do Junior Barranquilla, durante partida valida pela primeira rodada, da Copa Libertadores, no Estádio Metropolitano.

O Palmeiras visitou o Junior Barranquilla-COL na noite desta quarta-feira (06) e venceu por 2 a 0 em sua partida de estreia pela Libertadores de 2019, com gol de Gustavo Scarpa, aos 11 minutos do primeiro tempo, e de Marcos Rocha, nos acréscimos da etapa derradeira. Com isso, o Alviverde se manteve por 40 anos sem saber o que é perder em estreias de Libertadores: ou seja, desde 1979. Naquela ocasião, a equipe palestrina bateu o Alianza Lima-PER por 4 a 2 na casa do adversário e, desde então, acumula invencibilidade de 14 jogos inaugurais pela competição continental, com 11 vitórias e três empates.

O jogador Gustavo Scarpa, da SE Palmeiras, comemora seu gol contra a equipe do Junior Barranquilla, durante partida valida pela primeira rodada, da Copa Libertadores, no Estádio Metropolitano.

Após este duelo, o Palmeiras também segue invicto em jogos diante do Junior Barranquilla-COL. Agora são quatro duelos travados entre as equipes, com três triunfos palmeirenses e um empate (10GP e 3GC). Vale lembrar que, na Libertadores do ano passado, o Verdão também cruzou com os caminhos do Junior na fase de grupos e levou a melhor nas duas ocasiões: 3 a 0 na Colômbia e 3 a 1 no Brasil.

O Palmeiras aposta ne experiência para conquista a Libertadores da América pela segunda vez em sua história, pois, ao todo, cinco jogadores de seu atual elenco têm no currículo o troféu. São eles: Edu Dracena, pelo Santos, Marcos Rocha, pelo Atlético Mineiro, Willian, pelo Corinthians, e Borja e Guerra, ambos pelo Atlético Nacional-COL. Além disso, o técnico Luiz Felipe Scolari conquistou o título em 1999, pelo Palmeiras, e em 1995, pelo Grêmio.

Esta é a primeira vez na história em que o Palmeiras disputa quatro edições seguidas da competição continental. O Alviverde já é o time brasileiro que mais vezes disputou a Libertadores em todos os tempos, ao lado de Grêmio e São Paulo (os três com 19 participações – já contando 2019). São, ao todo, 175 jogos pela Libertadores, com 92 vitórias, 33 empates e 50 derrotas (311 gols marcados e 197 sofridos).

O Maior Campeão do Brasil é o clube brasileiro com mais gols na história da Conmebol Libertadores: o time alviverde marcou 311 vezes (já considerando o tento desta noite). Com isso, a equipe palestrina ocupa a décima colocação do ranking geral de clubes, considerando times estrangeiros. Neste quesito, o líder é o River Plate-ARG, com 546 bolas na rede.

Com mais esta vitória fora de casa na Libertadores, aliás, o Palmeiras engordou mais um recorde: segue ainda mais isolado como o time brasileiro com mais triunfos fora de casa no Continental. São 34 triunfos fora de seus domínios, três a mais do que o Cruzeiro, que contabiliza 31 vitórias no certame como visitante.

Vale ressaltar que o Alviverde também é o time brasileiro com mais bolas na rede como visitante na principal competição das Américas, agora com 129 tentos anotados fora de seus domínios ao longo de suas participações.

Primeiro brasileiro finalista do Continental

O Verdão carrega ainda a fama histórica de ter sido o primeiro brasileiro a ter disputado uma final de Libertadores. Foi em 1961, quando enfrentou o Peñarol na grande decisão e ficou com o vice-campeonato. O Alviverde ainda chegou à final em 1968 e 2000, além de 1999, quando foi campeão. O clube ainda alcançou a fase semifinal em 1971, 2001 e 2018.

Artilheiros palmeirenses na Libertadores

Ao longo de sua trajetória na mais importante competição das Américas, o Alviverde já contou com cinco artilheiros: Tupãzinho (1968, com 11 gols), Lopes (em 2001, com nove gols), Marcinho e Washington (ambos em 2006, com cinco gols cada um) e Borja (em 2018, com nove gols).

Flamengo estreia com vitória no Grupo D

06/03/2019 16:260 comments
Diego (L) of Brazil's Flamengo is challenged by Bolivia's San Jose Rodrigo Ramallo during their Copa Libertadores football match at the Jesus Bermudez stadium in Oruro, Bolivia, on March 5, 2019. (Photo by JORGE BERNAL / AFP)

O Flamengo fez sua estreia com uma vitória contra o San José da Bolívia 1-0 na partida de abertura do Grupo D da CONMEBOL Libertadores, jogada nesta terça-feira no Estádio Jesús Bermúdez da cidade andina de Oruro (leste).

Gabriel Barbosa marcou aos 60 minutos depois de completar com velocidade um passe profundo servido pelo colombiano Gustavo Cuéllar.

Diego (L) of Brazil’s Flamengo is challenged by Bolivia’s San Jose Rodrigo Ramallo during their Copa Libertadores football match at the Jesus Bermudez stadium in Oruro, Bolivia, on March 5, 2019. (Photo by JORGE BERNAL / AFP)

Foi uma partida disputada com certo ritmo, com um San José que manteve a iniciativa e decisão, mas com um pragmático Mengão que plantou uma forte linha defensiva, apostando no contra-ataque e preservando sua econômica vitória. O samba brasileiro ganhou a queda-de-braço contra a endiabrada orurenha no último dia do carnaval.

No momento, o Flamengo soma três pontos, enquanto o San José está sem unidades, aguardando o duelo de quinta-feira entre o Liga de Quito e o Peñarol do Uruguai.

O plantel brasileiro receberá o Liga de Quito em 13 de março pela segunda rodada desta chave, enquanto que, um dia depois, o San José visitará o Peñarol em Montevidéu.

Furacão é superado pelo Tolima na estreia da Libertadores 2019

16:230 comments
Furacão é superado pelo Tolima na estreia da Libertadores 2019

O Athletico Paranaense estreou, nesta terça-feira (5), na Conmebol Libertadores 2019. Pela primeira rodada da fase de grupos, o Furacão foi até Ibagué, na Colômbia, para enfrentar o Tolima.

No Estádio Manuel Murillo Toro, os donos da casa levaram a melhor e venceram por 1 a 0. O próximo desafio rubro-negro na competição será em Curitiba, diante do Jorge Wilstermann, da Bolívia, na próxima semana.

Mesmo fora de casa, foi o Furacão quem começou no ataque. Logo aos dois minutos, chegou bem pelo lado esquerdo. Nikão recebeu no meio e lançou para a ultrapassagem de Renan Lodi. O lateral cruzou na área, mas o goleiro conseguiu afastar.

Aos 11 minutos, o técnico Tiago Nunes teve que fazer a primeira alteração na equipe. Madson roubou a bola no campo de defesa, mas sentiu e precisou deixar o campo. José Ivaldo entrou na equipe.

Aos 17 minutos, Léo Pereira lançou para Rony, que ganhou em velocidade e tocou para o meio da área. Marco Ruben finalizou de primeira e a bola passou com muito perigo, à direita do goleiro Montero.

O time da casa respondeu dois minutos depois. Luis González recebeu dentro da pequena área e finalizou. A bola bateu em Santos e foi para a linha de fundo.

E o Tolima abriu o placar aos 29 minutos. Após cobrança da direita, a bola foi desviada de cabeça e Santos fez a defesa parcial. No rebote, Banguero completou para as redes.

O Rubro-Negro ainda chegou com perigo em jogadas de velocidade, principalmente com o atacante Rony, mas não conseguiu marcar na primeira etapa.

Assim como foi no início do jogo, o Furacão voltou para o segundo tempo no ataque e quase marcou aos dois minutos. Rony cruzou rasteiro e o goleiro cortou com o pé. Mas a bola bateu no zagueiro e acertou a trave.

Renan Lodi chegou bem aos 11 minutos. O lateral avançou pela esquerda e bateu cruzado. O goleiro colocou para escanteio. O time da casa explorou as jogadas pelo alto e chegou duas vezes com perigo ao ataque athleticano.

O Furacão teve dois gols anulados. Aos 20 minutos, Tomás Andrade recebeu na direita, cruzou rasteiro na área e Thiago Heleno completou para o gol. Mas foi marcado impedimento do meia argentino. Cinco minutos depois, Marcelo marcou, mas também em posição irregular.

O Athletico seguiu pressionando e quase marcou com Nikão, em chute forte de fora da área, que ficou nas mãos do goleiro colombiano. Aos 44 minutos, Rony bateu forte e exigiu nova defesa de Alvaro Monteiro.

Ficha técnica: Tolima 1×0 Athletico Paranaense
Conmebol Libertadores: Fase de grupos – 1ª rodada
Data: 05/03/2019 [terça-feira]
Horário: 21h30
Local: Estádio Manuel Murillo Toro, em Ibagué [Colômbia]

Tolima: Alvaro Montero; Juan Arboleda, Julian Quiñones, Johnny Mostasilla e Davonis Banguero; Rafael Carrascal (Yeison Gordillo, aos 14’ do 2º T), Larry Vásquez e Carlos Robles; Luis González (Balanta, aos 33’ do 2º T) e Omar Albornoz (Alex Castro, aos 40’ do 2º T); Marco Pérez.
Técnico: Alberto Gamero
Gol: Davonis Banguero, aos 29’ do 1º tempo
Cartões amarelos: Carlos Robles, aos 42’ do 1º tempo; Juan Arboleda, aos 22’ do 2º tempo

Athletico Paranaense: Santos; Madson (José Ivaldo, aos 11’ do 1º T), Thiago Heleno, Léo Pereira e Renan Lodi; Camacho (Marcelo, aos 20’ do 2º T); Nikão (Braian Romero, aos 38’ do 2º T), Bruno Guimarães, Tomás Andrade e Rony; Marco Ruben.
Técnico: Tiago Nunes
Cartões amarelos: Léo Pereira, aos 21’ do 2º tempo; Thiago Heleno, aos 47’ do 2º tempo

Cássio defende dois pênaltis em decisão e Corinthians avança na Sul-Americana

28/02/2019 10:580 comments
Cássio defende dois pênaltis em decisão e Corinthians avança na Sul-Americana

Nesta quarta-feira (27), no Estádio Presidente Perón, em Buenos Aires, o Timão venceu o Racing-ARG em uma partida emocionante. No tempo normal, o Corinthians empatou por 1 a 1, com gol de Vagner Love. Com o resultado, o confronto foi decidido na decisão por pênaltis, onde brilhou a estrela de Cássio. O goleiro defendeu duas cobranças e classificou o Alvinegro para a segunda fase da Conmebol Sul-Americana.



Timão escalado!

O Corinthians de Fábio Carille foi a campo para o duelo contra o Racing-ARG com Cássio, Fagner, Henrique, Manoel e Danilo Avelar; Ralf, Ramiro, Sornoza e Pedrinho; Clayson e Gustavo. À disposição: Walter, Michel, Carlos Augusto, Marllon, Pedro Henrique, Richard, Mateus Vital, Sergio Diaz, Vagner Love e Boselli.

O jogo

A partida começou equilibrada em Buenos Aires. Até os primeiros 15 minutos, não havia acontecido nenhuma finalização no jogo.

A primeira chegada do Timão foi aos 31 minutos do primeiro tempo. Sornoza bateu falta da intermediária, o goleiro defendeu no meio do gol. Já no minuto seguinte, Ramiro recebeu na entrada da área e finalizou por cima do gol.

Aos 41 minutos, o Racing abriu o placar. Aos 45 minutos, o Corinthians reagiu, Sornoza bateu falta que exigiu uma difícil defesa do goleiro, no rebote Pedrinho chutou na rede pelo lado de fora.

O Timão voltou melhor no segundo tempo. Aos quatro minutos, Pedrinho chutou de fora da área, o lance teve desvio e gerou escanteio ao Timão.

Aos cinco minutos, após escanteio batido por Sornoza, a bola sobrou na área e Vagner Love chutou de voleio para empatar o Placar.

Aos 14 minutos, em contra-ataque do Timão, Gustavo cruzou e Vagner Love chutou, mas o goleiro Arias fez grande defesa.

Aos 30 minutos, Pedrinho sentiu uma lesão e foi substituído pelo Richard. Aos 40 minutos, após linda jogada, Fagner cruzou na linha de fundo, Gustavo cabeceou e o zagueiro argentino afastou antes de a bola entrar. Aos 42 minutos, Ramiro serviu Sornoza na entrada da área, o meia chutou ao lado do gol.

A partida terminou 1 a 1 e a decisão foi para os pênaltis.

Nos pênaltis, brilhou a estrela de Cássio. Na partida em que o ídolo corinthiano chegou a marca de 395 jogos com a camisa do Timão, se tornando o segundo goleiro que mais atuou pelo Corinthians junto com Gylmar dos Santos Neves, o arqueiro foi gigante e defendeu dois pênaltis na decisão garantindo a classificação na competição.

Próximo jogo

Já no sábado (02), às 16h30, o Corinthians encara o São Bento, no estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba, pela nona rodada do Campeonato Paulista 2019.

Copa Sulamericana: Fluminense e Antofagasta empatam 0-0 no Maracanã

27/02/2019 10:540 comments
Copa Sulamericana: Fluminense e Antofagasta empatam 0-0 no Maracanã

Fluminense e Deportes Antofagasta empataram em 0-0 nesta terça-feira no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, deixando aberta a Fase 1 da CONMEBOL Sul-Americana, mas que será decidida em solo chileno na partida de Volta, em março.

Os brasileiros tentaram com mais força durante todo o duelo, mas se enfrentaram contra um Antofagasta bem organizado, com ideias muito claras em sua primeira partida internacional. Apoiados pelo seu talentoso goleiro Hurtado, os ‘Pumas’ resistiram a pressão local e conseguiram um valioso empate ao norte do Chile.

Inicialmente previsto para o dia 13, a partida de Ida teve que ser adiada devido à tragédia que passou o futebol carioca no início do mês, quando dez jovens da base do Flamengo faleceram.

Agora, a chave está agendada para o dia 23 de março em Antofagasta.

River Plate uruguaio surpreende e elimina o Santos no Pacaembu

10:520 comments
River Plate uruguaio surpreende e elimina o Santos no Pacaembu

O Santos foi eliminado na primeira fase da CONMEBOL Sul-Americana ao empatar 1-1 nesta terça-feira em casa contra um River Plate uruguaio que, sem complexos e muita ordem, acabou com as aspirações da equipe brasileira.

Na ida, as duas equipes empataram 0-0, mas o valor dos gols em casa classificou o River. Mauro Da Luz ultrapassou os visitantes aos 54 minutos e o venezuelano Soteldo deu esperança aos 86′, mas o tempo não foi suficiente.

 

No sufoco, Corinthians vence o Avenida de virada e avança na Copa do Brasil

21/02/2019 09:400 comments
No sufoco, Corinthians vence o Avenida de virada e avança na Copa do Brasil

Na noite desta quarta-feira (20), o Corinthians recebeu o Avenida-RS, na Arena Corinthians, e viu o time visitante abrir dois gols de vantagem logo nos primeiros dez minutos da partida válida pela segunda fase da Copa do Brasil. Depois, o Timão fez valer o mando campo, não deixou de pressionar e virou o jogo: 4 a 2.

Classificado, o Corinthians vai enfrentar na terceira fase o vencedor do confronto entre Foz do Iguaçu-PR e Ceará, que jogam no dia 27, em Foz do Iguaçu (PR).

O jogo

Jogando fora de casa, o Avenida surpreendeu o Corinthians logo aos três minutos de jogo. Após cobrança de escanteio pela direita, Flávio Torres subiu mais alto que a marcação e cabeceou para baixo. Cássio não conseguiu fazer a defesa, e o time gaúcho abriu o placar. Aos nove, Tito ficou com a sobra da bola, avançou e chutou cruzado na entrada da área para fazer 2 a 0. Mesmo atrás no placar, o Timão teve maior posse de bola e conseguiu boas chances com Gustavo, Júnior Urso, Clayson, Pedrinho e Sornoza. Mas foi o zagueiro Henrique que descontou para a equipe paulista. Aos 46 minutos, Pedrinho cruzou da direita, a bola viajou e sobrou para o defensor desviar de pé esquerdo e balançar as redes.

Na etapa complementar, o Avenida quase ampliou aos três minutos, mais uma vez. Tito finalizou de longe e acertou a trave esquerda de Cássio. Depois, o Corinthians não parou de pressionar o time gaúcho, que contou com a boa atuação do goleiro Fabiano. O defensor evitou gols de Vagner Love e Gustavo até que, aos 31 minutos, Sornoza cobrou falta e Danilo Avelar subiu mais alto que a zaga para empatar o jogo. O Timão seguiu dominando as ações e conseguiu a virada aos 42. Gustavo cruzou da esquerda para Júnior Urso finalizar para o gol e ampliar. E, aos 46, Gustavo arriscou de fora de área para fechar o placar com um belo gol na Arena Corinthians: 4 a 2.

Em grande noite, Rubro-Negro vence o Guarani do Paraguai em amistoso

09:360 comments
Em grande noite, Rubro-Negro vence o Guarani do Paraguai em amistoso

O Athletico Paranaense venceu o Club Guarani, do Paraguai, na noite desta quarta-feira (20), por 3 a 0. No segundo amistoso preparatório para as competições da temporada, Marco Ruben (2) e Marcelo marcaram para o Rubro-Negro, no Joaquim Américo.

O Jogo

No segundo minuto do jogo, o Furacão criou uma grande chance. Rony fez fila no meio-campo e abriu na direita, para Madson. O lateral cruzou, mas Marco Ruben não alcançou. Na sequência, Bruno Guimarães sofreu falta na meia-lua da grande área.

A cobrança da falta, por parte de Nikão, parou na mão do jogador do Guarani, que estava na barreira. Pênalti para Marco Ruben abrir o placar. 1 a 0!

Aos 16’, boa inversão de jogo de Bruno Guimarães para Madson. O lateral dominou, fez um belo drible no marcador e tocou para Tomás Andrade, que passou para Nikão. O chute de perna direita foi desviado para escanteio.

Quatro minutos depois, mais uma chance para o camisa 11. Ele recebeu o passe após bola recuperada no ataque, mas o chute, travado, saiu ao lado.

Mesmo com as tentativas de Nikão, o segundo gol saiu com Marco Ruben, novamente. Aos 28’, Renan Lodi fez um ótimo cruzamento e o camisa 9 subiu no meio de dois defensores para cabecear para o fundo do gol! 2 a 0!

Logo aos 30 segundos da segunda etapa, o Furacão quase ampliou. Rony fez jogada pela esquerda, invadiu a área e cruzou rasteiro. A defesa bloqueou a chance athleticana.

Em seguida, foi a vez de Renan Lodi. Ele aplicou uma caneta no adversário, dentro da área, e bateu forte, rasteiro. O goleiro praticou a defesa.

O terceiro gol saiu 25’, dos pés de Marcelo. A jogada começou com Bruno Guimarães, que carregou no meio e soltou a bomba de fora da área. A bola desviou no meio do caminho e Cirino pegou de primeira, de perna esquerda, para mandar no canto. 3 a 0!

Depois do terceiro gol e com mais mudanças na equipe, o Rubro-Negro controlou a partida e criou mais uma boa chance. Marcelo saiu cara a cara com o goleiro e tocou rasteiro, para a defesa de Franco.

Ficha técnica: Athletico Paranaense 3×0 Guarani
Amistoso
Data: 20/02/2019 [quarta-feira]
Horário: 19h30
Local: Estádio Joaquim Américo

Athletico Paranaense: Santos (Caio, aos 30’ do 2ºT); Madson (Khellven, aos 30’ do 2ºT), Paulo André (Léo Pereira, aos 14’ do 2ºT), Thiago Heleno (José Ivaldo, aos 30’ do 2ºT) e Renan Lodi (Marceio Azevedo, aos 14’ do 2ºT); Camacho (Wellington, aos 14’ do 2ºT); Nikão (Jáderson, aos 30’ do 2ºT), Bruno Guimarães, Tomás Andrade (Léo Cittadini, aos 23’ do 2ºT) e Rony (Braian Romero, aos 23’ do 2ºT); Marco Ruben (Marcelo, aos 23’ do 2ºT).
Técnico: Tiago Nunes
Gols: Marco Ruben, aos 5’ e aos 28’ do 1º tempo; Marcelo, aos 25’ do 2º tempo
Cartão amarelo: –

Guarani: Victor Centurion; Luis De La Cruz, Alexis Villalba, Luis Cabral e Guillermo Benítez; Jorge Morel, Jorge Mendoza, Claudio Aquino e Rodolfo Gamarra; José Ortigoza (Wilson Leiva, aos 21’ do 1ºT) e Ricardo Clarke.
No 2º tempo: Antonio Franco; Orlando Gaona, Mario Saldívar, Roberto Fernandez e Rodrigo Fernandez; Miguel Benítez, Alberto Contrera, Rodney Redes, Marcelo González, Wilson Leiva e Epifanio García.
Técnico: Gustavo Florentín
Cartão amarelo: Jorge Morel, Alexis Villalba, De La Cruz, Gamarra, Roberto Fernandez, Mario Saldívar