Furacão perde de virada em casa para o galo mineiro

14/05/2018 12:080 comments
Furacão perde de virada em casa para o galo mineiro
Na tarde deste domingo (13), o Atlético Paranaense voltou a atuar pelo Campeonato Brasileiro. Pela quinta rodada da competição, o Furacão recebeu o Atlético Mineiro e foi derrotado por 2 a 1, de virada. O gol rubro-negro foi marcado por Pablo.
Na próxima quarta-feira (16), o duelo será pela Copa do Brasil. O Atlético Paranaense enfrenta o Cruzeiro, na primeira partida das oitavas de final do torneio. A partida acontece no Estádio Joaquim Américo, às 21h45.
 
O jogo
O duelo no Caldeirão começou com o Rubro-Negro no ataque. O time mineiro se defendia e abusava das faltas. Em uma delas, Gustavo Blanco deu um carrinho em Renan Lodi, que precisou ser substituído logo aos nove minutos.
A primeira boa chance do Furacão veio aos 17 minutos. Jonathan cruzou da direita, Pablo mandou de cabeça e Victor fez grande defesa. A bola ainda bateu na trave antes de sair.
Três minutos depois, outro ataque atleticano. Pablo achou Jonathan, que tocou por cima para Nikão. O meia pegou de primeira e Victor defendeu mais uma vez.
O time mineiro chegou aos 24 minutos. Otero cobrou escanteio, Gabriel mandou de cabeça e Santos espalmou. A bola bateu no travessão e foi para fora.
Melhor na partida, o Rubro-Negro abriu o placar aos 30 minutos do primeiro tempo. Carleto cobrou escanteio da esquerda. Pablo subiu bem e desviou de cabeça. 1 a 0.
No segundo tempo, o Furacão assustou logo aos dois minutos. Carleto fez lançamento longo para Nikão, que dominou, avançou e chutou rasteiro. Victor defendeu bem.
O Atlético Mineiro chegou ao empate aos sete minutos. Após cobrança de escanteio, Bremer marcou de cabeça. O time visitante virou o placar aos 19 minutos. Santos precisou corta a bola de cabeça fora da área. Roger Guedes aproveitou, mandou por cima e marcou.
Em busca do empate, o Furacão chegou aos 27 minutos. Pablo recebeu na esquerda, invadiu a área e tocou rasteiro. Victor defendeu. O Rubro-Negro ainda chegou bem com Nikão e Ederson, mas o placar terminou em 2 a 1 para o Atlético Mineiro.
Ficha técnica: Atlético Paranaense 1×2 Atlético Mineiro
Campeonato Brasileiro – 5ª rodada
Data: 13/05/2018 [domingo]
Horário: 16h
Local: Estádio Atlético Paranaense, em Curitiba (PR)
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (FIFA-SP)
Auxiliares: Emerson Augusto de Carvalho (FIFA-SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (CBF-SP)
Quarto árbitro: Fabio Rogerio Baesteiro (CBF-SP)
Público pagante: 7.505
Público total: 8.400
Renda: R$ 115.685,00
Atlético Paranaense: Santos; Esteban Pavez (Raphael Veiga, aos 23’ do 2º T), José Ivaldo e Thiago Carleto; Jonathan, Camacho, Bruno Guimarães e Renan Lodi (Wanderson, aos 9’ do 1º T); Nikão, Guilherme (Ederson, aos 14’ do 2º T) e Pablo.
Técnico: Fernando Diniz
Gol: Pablo, aos 30’ do 1º tempo
Cartão amarelo: Bruno Guimarães
Atlético Mineiro: Victor; Patric, Bremer, Gabriel e Fábio Santos; Adilson, Roger Guedes, Gustavo Blanco (Matheus Galdezani, aos 30’ do 2º T) e Luan (Elias, aos 39’ do 1º T); Otero (Cazares, aos 39’ do 1º T) e Ricardo Oliveira.
Técnico: Thiago Larghi
Gols: Bremer, aos 8’ do 2º tempo; Roger Guedes, aos 17’ do 2º tempo
Cartões amarelos: Gustavo Blanco, Bremer

Bancos podem ter horário especial em dia de jogo do Brasil na Copa

10/05/2018 12:230 comments
Rio de Janeiro - A seleção brasileira de futebol enfrenta a Alemanha, no Maracanã, em busca da medalha de ouro nas Olimpíadas Rio 2016 (Fernando Frazão/Agência Brasil)

O Banco Central publicou circular, nesta quarta-feira (9), para regulamentar o funcionamento das instituições bancárias durante os jogos da seleção brasileira na Copa do Mundo da Rússia 2018, que será disputada entre os dias 14 de junho e 15 julho.

Rio de Janeiro – A seleção brasileira de futebol enfrenta a Alemanha, no Maracanã, em busca da medalha de ouro nas Olimpíadas Rio 2016 (Fernando Frazão/Agência Brasil)

A autorização – que vale para bancos múltiplos com carteira comercial, bancos comerciais e as caixas econômicas – prevê que as agências poderão alterar o horário de atendimento ao público, mas deverão garantir funcionamento mínimo de quatro horas ao longo do dia, uma hora a menos do que as cinco horas obrigatórias exigidas para os dias úteis. Além disso, as agências ficam dispensadas do cumprimento do horário ininterrupto de funcionamento, conforme as normas em vigor. Nesse caso, os bancos podem, por exemplo, abrir antes das partidas, fechar no início dos jogos e reabrir as portas após o término das disputas.

O Brasil estreia na Copa contra a Suíça, no dia 17 de junho, um domingo, às 15h, no horário de Brasília, pelo grupo E da competição. A segunda partida será contra a Costa Rica, no dia 22 de junho, sexta-feira, às 9h. O jogo de encerramento da fase de grupos será no dia 27, contra a Sérvia, às 15h. Se chegar às semifinais ou à grande final, no dia 15 de julho, o Brasil ainda poderá jogar outras quatro vezes. A definição das datas dos confrontos das fases seguintes dependem da posição do país na fase de grupos.

O Banco Central determinou que as instituições financeiras deverão informar, com antecedência mínima de dois dias úteis, o horário de atendimento nos dias de jogos da seleção. Os informes deverão ser afixados nas dependências das próprias agências.

Agência Brasil

Atlético perde para o Palmeiras na quarta rodada do Brasileirão

07/05/2018 11:510 comments
Atlético perde para o Palmeiras na quarta rodada do Brasileirão
O Atlético Paranaense recebeu o Palmeiras, neste domingo (6), pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro 2018. Em campo, o Furacão foi superado pelo time paulista por 3 a 1. Pablo marcou o gol rubro-negro.
O próximo desafio do Atlético Paranaense será na quinta-feira (10), pela Conmebol Sul-Americana. Em Rosário [Argentina], o Rubro-Negro encara o Newell’s Old Boys, pela partida de volta da primeira fase da competição.
 
O jogo
A partida começou com poucas chances criadas e muita marcação no meio campo. O time visitante aproveitou as chances criadas durante o jogo e saiu com a vitória.
A primeira boa chegada do Furacão foi com Camacho, aos 18 minutos. Ele fez boa jogada na linha de fundo, invadiu a área e fez o cruzamento. A defesa afastou o perigo.
Dois minutos depois, a chance foi com José Ivaldo. Ele arriscou de longe e obrigou Jaílson a fazer uma boa defesa. Na cobrança do escanteio, Thiago Heleno desviou na primeira trave, mas Lucho não conseguiu alcançar.
Aos 23’, uma boa jogada construída de pé em pé pelo Rubro-Negro. Guilherme viu a subida de Carleto e fez o passe. O lateral cruzou, Jaílson não conseguiu afastar e Rossetto pegou de primeira. A bola saiu por cima.
E o Furacão continuou criando as melhores oportunidades da partida. Aos 30 minutos, quase abriu o placar com Pablo. Tudo começou, novamente, em uma boa troca de passes. Carleto recebeu de Guilherme na esquerda, cruzou e Pablo desviou de cabeça, por cima.
O Palmeiras finalizou com perigo pela primeira vez aos 36 minutos. Felipe Melo recebeu de Keno e arriscou de fora da área. A bola passou à direita. Depois, aos 43 minutos, Keno ajeitou para Bruno Henrique, que pegou de primeira e abriu o placar.
Na segunda etapa, aos cinco minutos, Pablo recebeu na área e foi derrubado. O árbitro mandou seguir. Mas, aos 14’, o time visitante ampliou. Dudu bateu forte e Santos espalmou. Na sobra, Marcos Rocha bateu rasteiro e marcou.
Aos 16 minutos, em bom contra-ataque, Carleto cruzou na medida para Pablo. O camisa 92 cabeceou bem, no canto, mas Jaílson praticou ótima defesa. Depois, aos 39’, o Palmeiras ampliou com Willian.
O Atlético Paranaense diminuiu com Pablo, aos 44 minutos. A jogada começou com Bergson, que tocou na direita. Jonathan cruzou e o Pablo marcou.
Ficha técnica: Atlético Paranaense 1×3 Palmeiras
Campeonato Brasileiro: Quarta rodada
Data: 06/05/2018 [domingo]
Horário: 16h
Local: Estádio Joaquim Américo, em Curitiba
Árbitro: Claudio Francisco Lima e Silva (CBF-SE)
Auxiliares: Cleriston Clay Barreto Rios (CBF-SE) e Ailton Farias da Silva (CBF-SE)
Quarto árbitro: Daniel Vidal Pimentel (CBF-SE)
Público pagante: 19.077
Público total: 20.417
Renda: R$733.565,00
Atlético Paranaense: Santos; Pavez, José Ivaldo e Thiago Heleno; Rossetto (Renan Lodi, aos 33’ do 2ºT), Camacho, Lucho González (Jonathan, aos do 10’ 1ºT) e Thiago Carleto (Bergson, aos 24’ do 2ºT); Guilherme, Nikão e Pablo.
Técnico: Fernando Diniz
Gol: Pablo, aos 44’ do 2º tempo.
Cartão amarelo: Carleto
Palmeiras: Jaílson; Marcos Rocha, Antônio Carlos, Edu Dracena e Diogo Barbosa; Felipe Melo (Thiago Santos, aos 37’ do 2ºT), Bruno Henrique e Moisés (Lucas Lima, aos 7’ do 1ºT); Dudu, Willian e Keno (Hyoran, aos 31’ do 2ºT).
Técnico: Roger Machado
Gols: Bruno Henrique, aos 43’ do 2º tempo, Marcos Rocha, aos 14’ do 2º tempo, e Willian, aos 39’ do 2º tempo.
Cartões amarelos: Felipe Melo, Lucas Lima

Pelo Brasileirão, Corinthians fica no empate com Ceará

10:520 comments
Pelo Brasileirão, Corinthians fica no empate com Ceará

Na manhã deste domingo (06), o Corinthians entrou em campo pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro de 2018. Na Arena Corinthians, o Timão recebeu o Ceará e empatou em 1 a 1. O gol corinthiano foi marcado pelo zagueiro Henrique, aos 39 minutos do primeiro tempo.

Corinthians escalado

Comandado pelo técnico Fabio Carille, o Timão começou o confronto com: Cássio, Mantuan, Pedro Henrique, Henrique e Sidcley; Gabriel, Maycon, Pedrinho, Marquinhos Gabriel e Danilo; Roger. À disposição, iniciaram: Walter, Balbuena, Marllon, Juninho Capixaba, Paulo Roberto, Mateus Vita, Jadson, Thiaguinho, Bruno Xavier, Romero, Emerson Sheik e Matheus.

Primeiro tempo

O primeiro lance de perigo do jogo foi do Corinthians. Logo aos seis minutos, Gabriel arriscou de longe e a bola passou muito perto. Em seguida, o Ceará abriu o marcador. O Timão, empurrado por 40.350 torcedores na Arena Corinthians, não se intimidou com o gol e seguiu em cima da equipe cearense. Aos 27, Carille fez a primeira substituição do Corinthians: saiu Danilo para a entrada de Jadson.

Depois da parada técnica, aos 32 minutos, o Corinthians continuou em cima do Ceará. Aos 39, o empate corinthiano. Após cobrança de escanteio feita por Jadson, Henrique subiu alto e cabeceou forte sem chances para o goleiro. Aos 44, o Timão quase virou o marcador. Após contra-ataque, Maycon bateu de fora da área, Éverson defendeu e, no rebote, Marquinhos Gabriel chutou, mas a bola passou por cima.

Segundo tempo

Logo aos quatro minutos, Pedrinho tentou um drible dentro da área, sofreu um pisão e foi derrubado. A arbitragem, no entanto, não marcou o pênalti. De quebra, o camisa 38 ainda levou cartão amarelo. Aos 11, Fabio Carille fez a segunda alteração no Corinthians: saiu Marquinhos Gabriel para a entrada de Mateus Vital.

Com Maycon, Jadson e Mateus Vital, o Corinthians voltou a levar perigo ao gol do Ceará aos 14, aos 15 e aos 21 minutos da etapa final, respectivamente. Aos 30, foi realizada nova parada técnica para hidratação dos atletas. Aos 34, a última alteração de Fábio Carille: saiu Emerson Sheik e entrou Pedrinho.

Aos 36 minutos, a melhor chance do Corinthians no segundo tempo. Pela esquerda, Jadson deu belo cruzamento, mas Roger cabeceou pra fora. Até o fim da partida, o Timão chegou mais duas vezes, mas não conseguiu virar o placar.

Próximos jogos

O Corinthians volta a entrar em campo nesta quinta-feira (10/05), às 19h30, quando enfrenta o Vitória pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Pelo Brasileirão, o próximo compromisso do Timão será disputado no domingo (13/05), às 16h, contra o Palmeiras. Ambos os jogos acontecem na Arena Corinthians.

Rei Leão bate Ipiranga e conquista Copa Fati-Fajar de Arapoti

03/05/2018 10:230 comments
Rei Leão bate Ipiranga e conquista Copa Fati-Fajar de Arapoti

Arapoti – O Ginásio Otacílio de Souza (Bigodão) estava completamente tomado pelo público que compareceu em peso para prestigiar a decisão do campeonato municipal de futsal (Copa Fati-Fajar Hendrio Prestes). Segundo a organização da Secretaria de Esportes, aproximadamente 1.800 pessoas estiveram presentes. Em busca do tetracampeonato, a Loja Ipiranga foi surpreendida pelo jogo envolvente do time da Locadora Rei Leão que desbancou a hegemonia do adversário e conquistou seu primeiro título municipal com a vitória por 6 a 2.

Destaque para o goleirão Serra, que além de fazer grandes defesas, fez dois golaços do meio da quadra e desequilibrou a partida a favor da Rei Leão. O artilheiro da partida foi Lukinha que com três gols também foi decisivo na conquista. Rhailan, Maicon Silva e Fuinha foram os outros destaques do bom time da Rei Leão que contou com o apoio de grande parte da torcida presente ao ginásio.

A partida começou em alto nível e, logo no início, o jogo já estava 1 a 1. Lukinha abriu a contagem para a Rei Leão que não teve nem tempo de comemorar, pois Jean empatou logo em seguida. O goleirão Serra, com uma bomba de longe, colocou Rei Leão novamente na frente. 2 a 1. Ainda na primeira etapa, a Rei Leão ampliou, novamente com Lukinha. Placar no intervalo 3 a 1.

No início do segundo tempo, a Locadora Rei Leão se fechou atrás e esperou para definir o jogo no contra ataque. Serra e Lukinha fizeram, cada um, mais um gol, ampliando a vantagem para 5 a 1. Em tiro livre direto, Fuça descontou para a Ipiranga. 5 a 2. Mas para fechar a conta, Maicon Silva bateu cruzado, o goleiro Gabriel rebateu e a bola sobrou para Rhailan apenas empurrar para o fundo das redes e decretar o placar final da decisão. 6 a 2 para a Locadora Rei Leão. Faltando pouco mais de 1 minuto para fim da partida, a torcida começou a fazer a festa no ginásio, tirando o grito de “É Campeão” da garganta.

Além de erguer a taça de campeão, a equipe da Rei Leão ainda abocanhou o prêmio de R$ 5 mil pela conquista. “Sucesso total foi esta Copa. Muito orgulho pelo evento realizado. Agradeço à FATI-FAJAR pelo apoio e por acreditar no trabalho da Secretaria de Esportes. Tenho certeza que atingimos o objetivo de abrilhantar o futsal em Arapoti” disse o Secretário Municipal de Esportes, Carlos Euclydes Mazzetti (Riva).

Ficha Técnica:

Rei Leão 6 x 2 Ipiranga

Rei Leão: Serra; Fuinha, Maicon Silva, Rhailan e Lukinha. Entraram: Tarzan.

Ipiranga: Teta; Wayner, Fuça, Jean e Cladis. Entraram: Gabriel, Biro, Renatinho, Daniel e Ricardinho.

Gols:

Rei Leão: Lukinha (3), Serra (2) e Rhailan. Ipiranga: Jean e Fuça.

Copa Fati-Fajar Hendrio Prestes foi sucesso de público. Foto: Divulgação

Mais de 1.500 pessoas estiveram presentes no Ginásio Bigodão. Foto: Divulgação

Paraná Clube perde a terceira consecutiva no Brasileiro

30/04/2018 11:470 comments
Paraná Clube perde a terceira consecutiva no Brasileiro

O Paraná Clube não conseguiu traduzir volume de jogo em bola na rede. A maior posse de bola (70% a 30%) e o número de finalizações (29 a 10) não foram suficientes. O Sport, em dois lances de bola parada, definiu o jogo e venceu por 2×1, neste domingo, na Vila Capanema. O Tricolor segue, assim, na última colocação, após três rodadas da Série A do Campeonato Brasileiro. O próximo jogo será diante da Chapecoense, em Santa Catarina.

Precisando do resultado, o Paraná ameaçou uma pressão inicial. Mas, logo aos 8 minutos, o time pernambucano abriu o placar. Na cobrança de escanteio, desvio na primeira trave de Fellipe Bastos e Rogério entrou livre para marcar: 1×0. O Tricolor partiu em busca do empate e, aos 18 minutos, Jhonny Lucas mandou um chutaço por cima do travessão. O time de Micale ainda teria boas oportunidades com Raphael Alemão, Carlos e Silvinho, mas sem sucesso.

No final, aos 40, Cléber Reis fez um ótimo lançamento para Carlos, que entrou em velocidade e desviou, mas o toque foi fraco e Maílson conseguiu salvar. Micale arriscou tudo no intervalo, com as entradas de Marcelo Baez e Matheus Pereira. Mas, levou um duro golpe aos 3 minutos. Marlone, de falta, acertou o ângulo do estreante David, que nada pode fazer: 2×0.

O Paraná, mesmo visivelmente nervoso, tentou de tudo para mudar o cenário ruim. Mas, bem postado, o Sport foi deixando o tempo passar. Aos 44 minutos, porém, o Tricolor conseguiu fazer o seu primeiro gol no Brasileirão. No cruzamento de Matheus Pereira, Carlos cabeceou, Maílson defendeu e, na sobra, Jhonny Lucas mandou pra rede: 2×1. Nos acréscimos, Alemão ainda teve uma boa chance para empatar, mas, o jogo terminou assim, com a terceira derrota do Paraná na competição.

 

Paraná Clube 1×2 Sport

Paraná: David; Alemão, Jesiel, Cléber Reis e Rayan (Marcelo Baez); Wesley Dias (Matheus Pereira), Jhonny Lucas e Caio Henrique; Raphael Alemão (Luan Viana); Carlos e Silvinho. Técnico: Rogério Micale.

Sport: Maílson; Raul Prata, Ronaldo Alves, Ernando e Sander; Anselmo, Neto (Ferreira) e Fellipe Bastos; Andrigo (Cláudio Winck), Rogério (Carlos Henrique) e Marlone. Técnico: Claudinei Oliveira.

Local: Durival Britto (Curitiba-PR)

Árbitro: Daniel Nobre Bins (RS)

Assistentes: Lúcio Beiersdorf Flor (RS) e Maurício Coelho Silva Penna (RS)

Renda: R$ 172.105,00

Público pagante: 7.604

Público total: 8.490

Gols: Rogério aos 8’ do 1º tempo. Marlone aos 3’ e Jhonny Lucas aos 44’ do 2º tempo

Cartão amarelo: Jesiel (Paraná). Ferreira (Sport)

 

Departamento de Comunicação – PRC

Furacão fica no empate com Bahia em Salvador

11:450 comments
Furacão fica no empate com Bahia em Salvador
Pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro, o Furacão atuou novamente fora de casa. Após vencer a Chapecoense, em Curitiba, e empatar com o Grêmio, em Porto Alegre, o Rubro-Negro foi a Salvador para enfrentar o Bahia. O duelo na Arena Fonte Nova terminou 0 a 0.
Invicto e com cinco pontos na competição, o Atlético Paranaense terá pela frente o Palmeiras. A partida acontece no estádio atleticano, domingo (6), às 16h.
O jogo
Assim como nas demais partidas do ano, o Furacão começou o duelo em Salvador controlando o jogo e com mais posse de bola. O time da casa tentava pressionar a defesa rubro-negra.
As principais chances do Bahia na primeira etapa foram em chutes de longa distância de Vinicius, Nino Paraíba e Elber. No último, Santos fez ótima defesa e evitou o gol dos mandantes. Zé Rafael ainda acertou a trave atleticana.
O Furacão chegou bem aos 18 minutos. Após troca de passes no ataque do Bahia, Guilherme recebeu fora da área, dominou e mandou para gol. O goleiro Douglas pulou no canto e defendeu.
Na segunda etapa, o time atleticano chegou cedo ao ataque. Logo aos cinco minutos, Matheus Rossetto fez ótima jogada pela direita e cruzou rasteiro para Guilherme. O camisa 17 pegou de primeira e Zé Rafael salvou em cima da linha.
O Bahia respondeu cinco minutos depois, mas viu Santos fazer duas defesas seguidas. Após jogada pela esquerda, Zé Rafael cruzou e Edigar Junio finalizou cara a cara com o goleiro, que tirou com o pé. No rebote, Elber finalizou e Santos colocou para escanteio.
O jogo seguiu aberto, com as duas equipes buscando a vitória. Aos 39 minutos, Nikão foi derrubado na entrada da área. Thiago Carleto cobrou por cima da barreira, mas a bola parou no travessão de Douglas.
Aos 42 minutos, a última boa oportunidade rubro-negra. Após bola alçada na área, Nikão aproveitou o rebote e chutou forte. A bola passou muito perto do gol. 0 a 0 na Arena Fonte Nova.
Ficha técnica: Bahia 0x0 Atlético Paranaense
Campeonato Brasileiro – 3ª rodada
Data: 29/04/2018 [domingo]
Horário: 16h
Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (FIFA-MG)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (FIFA-MG) e Sidmar dos Santos Meurer (CBF-MG)
Quarto árbitro: Marcus Vinicius Gomes (CBF-MG)
Público pagante: 16.235
Público total: 16.313
Renda: R$ 312.815,00
Atlético Paranaense: Santos; José Ivaldo, Paulo André e Esteban Pavez; Matheus Rossetto, Lucho González (Jonathan, aos 24’do 2º T), Bruno Guimarães e Thiago Carleto; Guilherme (Raphael Veiga, aos 30’ do 2º T), Nikão e Pablo (Ribamar, aos 40’ do 2º T).
Técnico: Fernando Diniz
Cartões amarelos: Paulo André e José Ivaldo
Bahia: Douglas; Nino Paraíba, Rodrigo Becão (Everson, no intervalo), Lucas Fonseca e Léo; Gregore, Elton, Elber, Vinícius (Régis, aos 25’ do 2º T)e Zé Rafael; Edigar Junio (Júnior Brumado, aos 20’ do 2º T).
Técnico: Alexandre Faganello
Cartões amarelos: Zé Rafael e Elber

Com polêmica de arbitragem, Corinthians perde para Atlético-MG

11:420 comments
Com polêmica de arbitragem, Corinthians perde para Atlético-MG

Na tarde deste domingo (29), o Corinthians entrou em campo pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro de 2018. No estádio Independência, em Belo Horizonte, o Timão enfrentou o Atlético-MG e perdeu por 1 a 0. O jogo marcou também o encerramento de quatro partidas consecutivas fora de casa, disputadas no curto espaço de duas semanas.

A derrota para o Atlético-MG foi a primeira do Corinthians em abril. Durante o mês, o Timão disputou seis partidas, venceu quatro, marcou oito gols e sofreu apenas dois. Com o resultado adverso, o Alvinegro saiu da ponta da tabela de classificação do Campeonato Brasileiro. Com seis pontos ganhos, a equipe comandada pelo técnico Fabio Carille agora está na vice-liderança*.

*Posição ocupada após o fim da disputa dos jogos de sábado e de domingo, que começaram às 16h.

Antes da bola rolar, Carille falou!

“O Atlético-MG teve a semana limpa para descansar, a gente vem numa sequência (de jogos). Por isso estou fazendo alguns rodízios.”

Corinthians escalado

Comandado pelo técnico Fabio Carille, o Timão começou o confronto com: Cássio, Fagner, Henrique, Balbuena e Sidcley; Gabriel, Maycon, Rodriguinho, Mateus Vital; Clayson e Romero. À disposição, iniciaram: Walter, Pedro Henrique, Juninho Capixaba, Mantuan, Paulo Roberto, Marquinhos Gabriel, Pedrinho, Danilo, Emerson Sheik, Roger e Júnior Dutra.

Primeiro tempo

No início, as equipes se estudaram e a partida não apresentou lances de perigo. Aos 8 minutos, Fagner, que completou 250 jogos pelo Corinthians neste domingo, sentiu lesão e precisou ser substituído. O jovem Mantuan entrou em seu lugar. Na sequência, o Atlético-MG passou a agredir mais. O time mineiro chegou a marcar um gol, aos 37 minutos, mas a arbitragem anulou, pois a bola bateu na mão do atacante Ricardo Oliveira. Antes do fim da etapa inicial, o volante corinthiano Maycon sofreu pênalti, mas o juiz não marcou.

Segundo tempo

Na volta do intervalo, o técnico Fabio Carille fez a segunda alteração no Corinthians: saiu Clayson e entrou Emerson. O início da etapa final apresentou um jogo mais aberto, com as duas equipes se agredindo. Com chutes de fora da área, Rodriguinho e Sheik levaram perigo ao gol atleticano aos 14 e aos 20 minutos, respectivamente.

A partir dos 21 minutos, o Atlético-MG passou a pressionar mais. Aos 37, Fabio Carille fez a terceira substituição ao tirar Rodriguinho e colocar Marquinhos Gabriel. A alteração não surtiu efeito, a equipe mineira seguiu agredindo e, aos 41, conseguiu o gol.

Próximo jogo

O Corinthians volta a entrar em campo já nesta quarta-feira (02/05), às 21h45, quando enfrenta o Independiente (ARG) pela quarta rodada da fase de grupos da Conmebol Libertadores 2018. A partida acontece na Arena Corinthians.

Pelo Brasileirão, o próximo compromisso do Timão será disputado no domingo (06/05), às 11h. O jogo também acontece na Arena Corinthians.

Para estas duas partidas, os ingressos já estão à venda para sócios do Fiel Torcedor pelo www.fieltorcedor.com.br. Para o duelo contra o Independiente, não-sócios também já podem comprar pelo www.ingressoscorinthians.com.

Rei Leão e Ipiranga fazem a final do municipal de Futsal

26/04/2018 10:560 comments
Ipiranga - Em busca do Tetra

Arapoti – Com um bom público presente no Ginásio Otacílio de Souza (Bigodão) na noite desta quarta-feira, 25, foram definidos os finalistas da chave ouro da Copa Fati/Fajar Hendrio Prestes 2018. O atual tricampeão Ipiranga venceu o clássico contra o Jakeline Modas por 4 a 2 de virada e carimbou a vaga na decisão. O adversário será a equipe da Locadora Rei Leão que na primeira partida venceu a RS Motos de Ventania por 6 a 3.

A grande decisão acontece na próxima quarta-feira, 02 de maio, a parir das 20h30min. A disputa pelo terceiro lugar entre Jakeline Modas e RS Motos abre a rodada às 19h45min. O campeão receberá um prêmio de R$ 5 mil, o vice R$ 1,3 mil e o terceiro colocado R$ 800,00. A entrada é livre e a expectativa da Secretaria de Esportes e Lazer, organizadora do torneio, é de ginásio lotado.

Série Prata

Neste sábado, 28, acontecem as semifinais da chave prata. Às 19h30min, a equipe da Ceral enfrenta a JP Ar Condicionado e às 20h45min o Piquiri FC encara o Barcelona. As partidas acontecem no Ginásio Bigodão. A final da chave prata está programada para a noite de segunda-feira, 30. O campeão receberá um prêmio em dinheiro de R$ 1,5 mil.

Ipiranga – Em busca do Tetra

Rei Leão – Tenta título inédito

Jakeline Modas – Vai atrás do Terceiro Lugar

RS Motos – Encara a Jakeline Modas na decisão do 3º lugar

Operário vence PSTC e retorna à Primeira Divisão do Paranaense

10:150 comments
Operário vence PSTC e retorna à Primeira Divisão do Paranaense

O Operário Ferroviário conquistou o acesso à Primeira Divisão do Campeonato Paranaense na noite desta quarta-feira (25). O alvinegro venceu o PSTC por 3 a 1 no Estádio Germano Krüger, chegou a 13 pontos no Grupo I e garantiu o acesso antecipado e a vaga na final da Segundona.

O Fantasma abriu o placar aos 13 minutos, quando Danilo Báia cobrou escanteio e a bola sobrou para Lucas Batatinha chutar para o gol. Aos 21 minutos, Robinho cobrou escanteio e Schumacher ampliou para o time da casa.

Ainda na primeira etapa, o PSTC marcou aos 37 minutos com gol de Matheus. No segundo tempo, também aos 37 minutos, Cleyton recebeu passe de Robinho e anotou o terceiro gol do alvinegro.

O Operário iniciou o jogo Simão, Danilo Báia Alisson, Sosa, Peixoto, Chicão, Índio, Robinho, Lucas Batatinha, Cleyton e Schumacher. Na segunda etapa, entraram Erick, Quirino e Jean Carlo nos lugares de Chicão, Lucas Batatinha e Schumacher.

Em entrevista coletiva, o técnico Gerson Gusmão falou sobre a conquista. “No ano passado, quando a gente não conseguiu esse acesso, que era o nosso objetivo, foi muito doloroso para nós e para o torcedor. A gente se identifica muito com o clube e, além disso, é o nosso sustento, a nossa profissão. Então ninguém sofre mais com as derrotas do que a gente. Mas isso passou e o importante é que agora estamos na Primeira Divisão do Paranaense de 2019 e também vamos brigar muito nessa Série C [do Brasileiro] para levar o Operário para frente, sempre pensando jogo a jogo”.

O alvinegro volta a jogar no próximo sábado (28) contra o Tupi-MG, às 16h, no Estádio Mário Helênio, pelo Campeonato Brasileiro da Série C. Na quarta-feira (2), a equipe volta a jogar pela Segundona do Paranaense contra o Iraty, às 20h15, no Estádio Germano Krüger, cumprindo tabela na segunda fase.

FICHA TÉCNICA

Operário 3×1 PSTC
Campeonato Paranaense – Segunda Divisão – 2ª fase – 5ª rodada
Estádio Germano Krüger – 25/04/18 – 19h

Operário: Simão, Danilo Báia Alisson, Sosa, Peixoto, Chicão (Erick), Índio, Robinho, Lucas Batatinha (Quirino), Cleyton, Schumacher (Jean Carlo). Téc: Gerson Gusmão
Banco: Matheus, Yuri, Tiago Alencar, Léo, Erick, Serginho Paulista, Pedrinho, Quirino, Athos, Jean Carlo, Gil Paraíba e Dione.

PSTC: Jefferson, Romario, Barbosa, Douglas, Jardiel, Lucas, Rafael Lemes (Flavio) Diogo (Daniel), Adriano, Patrick (Rodrigo Pelé) e Matheus. Téc: José Reginaldo Vital
Banco: Bruno, Caio, Vidal, Luan e Alex.

Gols: 1T 13’ Lucas Batatinha, 1T 21’ Schumacher, 2T 37’ Cleyton (Operário); 1T 37’ Matheus (PSTC)

Árbitro: Gustavo Nogas
Assistente 1: Sandra Maria Dawies
Assistente 2: Alexsandro Euzébio da Silva
Quarto Árbitro: José Maria Molinari Filho
Avaliador: Luis Marcelo Casagrande
Delegado: Tiago Luis Brandalise

Público pagante: 3.035 pessoas
Público total: 3.464 pessoas
Renda: R$ 68.320,00

Assessoria de Imprensa – Bianca Machado
Fotos: José Tramontin/OFEC