Em Salvador, Corinthians é derrotado pelo Bahia

29/04/2019 08:450 comments
Em Salvador, Corinthians é derrotado pelo Bahia
Neste domingo (28), o Corinthians foi derrotado pelo Bahia por 3 a 2, na Arena Fonte Nova, em Salvador, pela primeira rodada do Brasileirão 2019. Pedrinho e Clayson marcaram os gols do Alvinegro no jogo.
1º tempo
A partida começou movimentada na Arena Fonte Nova. Com mais posse de bola nos primeiros minutos, o Alvinegro chegou com perigo aos 13 minutos, com finalização de Boselli em cima da zaga baiana. No minuto seguinte, Fagner roubou a bola na linha de fundo, cruzou para Boselli, mas o atacante não conseguiu finalizar. Na sequência da jogada, após um bate-rebate, a bola foi afastada pela defesa do Bahia.
Aos 24 minutos, o Corinthians chegou mais uma vez com perigo. Pedrinho recebeu a bola na entrada da área, tabelou com Boselli, passou pelo marcador e tocou para Clayson. O atacante chutou em cima da marcação, e a zaga do Bahia afastou o perigo.
Já nos acréscimos, Ramiro interceptou a bola na direita e tocou para Pedrinho que, da entrada da área, ajeitou para a esquerda e chutou no canto do goleiro Anderson para fazer o primeiro do Timão na partida. Dois minutos depois, o Bahia empatou com Arthur Caíke e as duas equipes foram para os vestiários com o placar em 1 a 1.
2º tempo 
Após boa jogada de Clayson, o Timão chegou pela primeira vez ao ataque na segunda etapa em cobrança de escanteio de Sornoza, afastada pelo goleiro da equipe baiana. Aos 15, Ramiro recebeu a bola na grande área e tentou uma bicicleta, mas pegou mal na bola.
Aos 20 minutos, Sornoza cruzou, Ramiro ajeitou e Clayson bateu de primeira, da entrada da área, mas a bola desviou na zaga do Bahia e passou por cima do gol.
Na sequência, Carille colocou Vagner Love no lugar de Pedrinho. Com 24 minutos, Clayson recebeu passe de Love e arriscou mais um chute da intermediária, defendido pelo goleiro Anderson.
O Bahia ampliou o marcador aos 32 minutos. Vital entrou no lugar do volante Ramiro e o Corinthians se lançou ao ataque, atrás do empate. Aos 38, porém, Rogério ampliou para a equipe baiana. Jadson entrou no lugar de Sornoza. Antes do fim, Clayson ainda marcou um belo gol, diminuindo a diferença, mas o Corinthians não teve mais tempo de buscar o empate.
Na Arena Fonte Nova, Pedrinho completou 100 jogos pelo Timão, neste domingo. Autor do primeiro gol do Timão no jogo e no Brasileirão 2019, o meia nasceu em Maceió-AL, no dia 13 de abril de 1998, e fez parte do elenco campeão da Copa São Paulo 2017. No mesmo ano, subiu para a categoria profissional.
Ainda em 2017 Pedrinho marcou seu primeiro gol no profissional. Na Arena Corinthians, o Timão enfrentou o Patriotas, pela Copa Sul-Americana, o meia-atacante entrou aos 19 minutos do segundo tempo e marcou o segundo gol do Timão naquela partida, nos acréscimos.
Nos 100 jogos disputados até aqui, Pedrinho marcou seis gols, conquistou 42 vitórias e quatro títulos pelo Timão: três Campeonatos Paulistas, em 2017, 2018 e 2019; e um Brasileirão, em 2017.
Próximo jogo
Nesta quarta-feira, feriado de 1º de maio, o Corinthians entra em campo pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro de 2019. Na Arena Corinthians, às 16h, o Timão enfrenta a Chapecoense. Para esta partida, os ingressos seguem à venda pela internet para todos os torcedores no www.ingressoscorinthians.com, com 10% de desconto, etambém nas bilheterias nesta segunda-feira (29).

No Rio de Janeiro, Santos perde para o Vasco mas avança na Copa do Brasil

25/04/2019 10:370 comments
No Rio de Janeiro, Santos perde para o Vasco mas avança na Copa do Brasil

O Santos FC segue firme na caminhada em busca do segundo título da Copa do Brasil. Na noite desta quarta-feira (24), em São Januário, o Peixe perdeu para o Vasco da Gama por 2 a 1, mas garantiu a classificação às oitavas de final na soma do placar agregado: 3 a 2 para o Alvinegro Praiano.

A partida começou muito intensa na capital carioca. Mesmo com uma boa vantagem no placar, construída com uma vitória por 2 a 0 na Vila Belmiro, o time santista se jogou ao ataque e quase abriu o marcador aos 8 minutos, em um chute de Jean Mota que terminou na trave adversária. Apesar de iniciar atacando, o Santos FC saiu atrás do marcador aos 12 minutos, com gol de Raul.

Aos 16 minutos, Rodrygo avançou pela esquerda e bateu forte, porém o goleiro Fernando Miguel defendeu o tiro rasteiro. Aos 29 minutos, foi a vez de Alison ficar no quase. Da entrada da área, o volante bateu forte e viu a bola passar rente à trave vascaína.

Apesar de sufocar o oponente, o Peixe sofreu o segundo gol aos 38 minutos, convertido pelo zagueiro Ricardo.

O time santista seguiu tentando balançar as redes e quase conseguiu com Jorge, aos 43 minutos, em chute defendido pelo goleiro Alexander – goleiro substituiu Fernando Miguel, com problemas musculares – porém o Alvinegro Praiano selou a classificação na segunda etapa.

Logo aos oito minutos, após bola mal afastada pela defesa vascaína, o lateral Jorge arriscou da entrada da área e marcou seu primeiro gol com a camisa santista. Após isso, o Peixe seguiu tentando balançar as redes, porém, o time de Vila Belmiro avançou às oitavas de final utilizando a vantagem por ter vencido o primeiro jogo por 2 a 0.

O próximo adversário do Santos FC na Copa do Brasil será definido nesta sexta feira (26), em sorteio realizado pela Confederação Brasileira de Futebol.

Antes disso, neste fim de semana, o Alvinegro Praiano faz sua estreia no Campeonato Brasileiro 2019 diante do Grêmio. A partida será realizada às 11 horas do domingo (28), na Arena do Grêmio.

Vasco da Gama 2 x 1 Santos FC
Local: Estádio São Januário, no Rio de Janeiro-RJ, dia 24 de abril de 2019;
Árbitro: Rafael Traci (SC);
Auxiliares: Helton Nunes (SC) e Henrique Neu Ribeiro (SC);
Cartões amarelos: Alison e Yuri Lima (SFC); Lucas Mineiro e Raúl Cáceres (VAS);
Gols: Jorge, aos 8 do 2ºT (SFC); Raul, aos 12 do 1ºT; Ricardo, aos 38 do 1ºT (VAS).

Santos FC: Everson; Victor Ferraz, Felipe Aguilar, Gustavo Henrique e Jorge; Alison (Soteldo), Diego Pituca, Carlos Sánchez (Jean Lucas) e Jean Mota (Yuri Lima); Rodrygo e Derlis González. Técnico: Jorge Sampaoli.

Vasco da Gama: Fernando Miguel (Alexander); Raúl Cáceres, Werley e Leandro Castan (Ricardo); Yago Pikachu, Raul (Yan Sasse), Lucas Mineiro, Lucas Santos e Danilo Barcelos; Marrony e Maxi López. Técnico: Marcos Valadares.

Foto: Ivan Storti/SantosFC

Timão vence Chapecoense por 2 a 0 e está nas oitavas da Copa do Brasil

10:350 comments
Timão vence Chapecoense por 2 a 0 e está nas oitavas da Copa do Brasil
O Corinthians está nas oitavas de final da Copa do Brasil. Depois de três dias da histórica conquista do Tri do Paulistão, na Arena Corinthians, o Timão enfrentou a Chapecoense pela segunda partida da quarta fase da competição nacional. Com o apoio de 33.582 torcedores, o Alvinegro ganhou por 2 a 0, com gols de Mauro Boselli e Mateus Vital, e carimbou a vaga.
Timão escalado
Na noite desta quarta-feira (24), o técnico Fábio Carille escalou o Coringão com Cássio, Fagner, Manoel, Pedro Henrique e Carlos Augusto; Ralf, Ramiro, Sornoza e Pedrinho; Clayson e Boselli. No banco, iniciaram: Walter, Michel, Marllon, Bruno Méndez, Thiaguinho, Richard, Jadson, Régis, Marquinhos, Mateus Vital, André Luís e Vagner Love.
Primeiro tempo
Com a necessidade de ganhar por dois ou mais gols de diferença para garantir a classificação no tempo regulamentar, o Corinthians foi ao ataque desde o começo do jogo. Aos 15 minutos, Ralf deu belo lançamento para Mauro Boselli. Dentro da área, o argentino matou no peito e bateu forte para abrir o placar.
Aos 19 minutos, o Timão quase ampliou. Em falta na entrada da área, Sornoza fez boa cobrança, mas a bola tocou na rede pelo lado de fora. Aos 35, Fagner deu belo passe pra Ramiro. Dentro da área, o camisa 28 bateu, mas o goleiro da Chapecoense defendeu.
Segundo tempo
O Corinthians começou a etapa final pressionando ainda mais a Chapecoense. Aos seis minutos, Fagner fez linda jogada e cruzou. Na pequena área, quase Boselli alcançou e marcou o segundo. Aos sete, o atacante argentino ajeitou para Ralf. O volante matou a bola, entrou na área e, na saída do goleiro, tocou por cima do gol.
Aos 13 minutos, o técnico Fábio Carille fez a primeira alteração: saiu Ramiro para a entrada de Vagner Love. Aos 20, o treinador fez a segunda troca: Mateus Vital no lugar de Pedrinho. Aos 24, a pressão corinthiana deu resultado novamente: Fagner fez linda jogada, brigou até o fim e tocou para trás. A bola bateu em Clayson e sobrou para Vital, que chutou para marcar o segundo.
Aos 32 minutos, o Corinthians quase chegou ao terceiro. Mateus Vital bateu de longe e o goleiro da Chapecoense espalmou. No rebote, Clayson tocou para Vagner Love. O atacante chutou forte e a bola foi para fora. Aos 33, Fábio Carille fez a terceira substituição: Michel na vaga de Fagner.
100 jogos de Clayson
Escalado como titular, o atacante Clayson foi homenageado antes da bola rolar por ter completado 100 jogos com o manto alvinegro. O jogador recebeu uma placa e uma camisa das mãos de Duílio Monteiro Alves, Diretor de Futebol, e Jorge Kalil, Diretor-Adjunto de Futebol.
Próximos jogos
O Corinthians volta a entrar em campo neste domingo (28). Às 16h, na Arena Fonte Nova, em Salvador, o Timão enfrenta o Bahia na estreia do Campeonato Brasileiro de 2019.
Na quarta-feira, feriado de 1º de maio, o Alvinegro volta a receber a Chapecoense na Arena Corinthians, mas desta vez pelo Brasileirão. A estreia do Corinthians em casa na competição acontece às 16h, e tem ingressos à venda a partir das 11h desta quinta (25) para sócios do Fiel Torcedor (plano Meu Amor e associados com 30 ou mais pontos) pelo www.fieltorcedor.com.br.

Classificado! Furacão está nas oitavas de final da Conmebol Libertadores

10:320 comments
Classificado! Furacão está nas oitavas de final da Conmebol Libertadores

O Athletico Paranaense está garantido nas oitavas de final da Conmebol Libertadores! A classificação rubro-negra veio com o empate em 2 a 2 entre o Tolima e Boca Juniors, na noite desta quarta-feira (24), na Colômbia.

Com o revés por 3 a 2 para o Jorge Wilstermann, o Furacão permaneceu com nove pontos e na liderança do Grupo G. O time argentino foi a oito pontos e está em segundo. Tolima e Jorge Wilstermann têm cinco pontos cada.

Na última rodada da fase de grupos, o Athletico vai até a Bombonera para enfrentar o Boca Juniors. O duelo será no dia 9 de maio [quinta-feira], às 21h30. Na Bolívia, o Jorge Wilstermann recebe o Tolima, no mesmo horário.

Para ficar com a primeira posição da chave, o Rubro-Negro precisará de um empate em Buenos Aires.

Flamengo vence o Vasco por 2 a 0 e conquista o título carioca

22/04/2019 08:390 comments
Flamengo vence o Vasco por 2 a 0 e conquista o título carioca
É campeão!!! O Flamengo conquistou neste domingo, no Maracanã, o seu 35º título carioca ao vencer o Vasco por 2 a 0. Os gols da partida foram marcados por Willian Arão e Vitinho.
Primeiro Tempo
No primeiro tempo, como de costume, o Flamengo ditou o ritmo do jogo. Logo aos 6 minutos, Everton Ribeiro chutou de fora da área e assustou o goleiro Fernando Miguel. Aos 11 minutos, mais uma boa tentativa de Ribeiro assustando Miguel. De tanto tentar, saiu o gol do Fla. Aos 15 minutos, após cruzamento de Arrascaeta, no bico da grande área, Willian Arão subiu mais alto que todo mundo e cabeceou a bola para o fundo das redes: 1 a 0 Mengão. Com toques rápidos e precisos, o Mais Querido poderia ter ampliado o marcador não fossem as grandes defesas de Fernando Miguel, a principal delas após uma finalização de Diego. E a primeira etapa terminou com vantagem rubro-negra no placar.
Segundo Tempo
No segundo tempo, o Mengão manteve o ritmo. Aos 11 minutos, a primeira jogada com perigo do Mengão. Após cruzamento na área, Gabigol quase completou para o gol. A bola passou raspando pelo camisa 9 rubro-negro. Aos 14, ele balançou a rede, mas o árbitro anulou (com a ajuda do VAR) alegando impedimento. Aos 24 minutos, novamente ele… Gabigol recebeu bola em profundidade, chutou forte e a bola assustou Miguel. Aos 26, foi a vez de Diego arriscar, mas a bola foi no meio do gol. O segundo gol e golpe final no adversário veio aos 37 minutos com Vitinho, que entrara no segundo tempo. Ele arrancou bonito e bateu na saída de Fernando Miguel: 2 a 0 e festa rubro-negra no Maracanã!
E agora?
Nesta segunda-feira (22), a delegação rubro-negra embarca para o Equador, onde na quarta-feira (24) enfrenta a LDU, às 21h30, em partida válida pela quinta rodada da Conmebol Libertadores.

Corinthians bate São Paulo e conquista tricampeonato paulista

08:370 comments
Corinthians bate São Paulo e conquista tricampeonato paulista

O dia 21 de abril de 2019 vai ficar marcado como trigésimo capítulo da história de títulos paulistas do Corinthians. Recorde de público: 46.481 mil pagantes estiveram na Arena para decisão. O mosaico “Vai pra cima” feito pelos torcedores empolgou o estádio. Com gols de Avelar e Love, o Timão se tornou mais uma vez tricampeão paulista.

Timão escalado 

Comandado pelo técnico Fábio Carille, o Corinthians começou a final com Cássio, Fagner, Manoel, Henrique e Danilo Avelar; Ralf, Ramiro e Sornoza; Pedrinho, Clayson e Gustavo.

Primeiro tempoA partida começou equilibrada. Aos 23 minutos, Gustavo tocou para Clayson, que chutou em cima da defesa. Eram muitos erros de passes das duas equipes, mas houve espaço para jogadas bonitas, como o chapéu de Pedrinho em cima de Reinaldo.

Aos 30 minutos, Ramiro cruzou, Hudson afastou e Henrique chutou de primeira, mas a bola desviou e saiu. Levantou a Fiel.

Nem deu tempo de sentar, e, após escanteio do Sornoza, Ralf subiu e ajeitou para Danilo Avelar marcar de cabeça. Gooooool do Corinthians!!!

Avelar é o vice artilheiro do Corinthians na temporada, com cinco gols, quatro no Paulista.

Aos 42 minutos, a chance para o Corinthians ampliar: Pedrinho encontrou Fagner, ele ajeitou e chutou cruzado, mas Thiago Volpi fez a defesa.

Nos acréscimos, o São Paulo conseguiu empatar com Anthony.

Segundo tempo

Nada mudou no começo do segundo tempo. Com o jogo morno, Carille optou por colocar Vagner Love no lugar de Pedrinho, aos 20 minutos.

Aos 27 minutos, outra alteração: Gustavo deu lugar a Boselli. Três minutos depois, Pedro Henrique substituiu Henrique.

O Corinthians teve uma chance com Ramiro, que bateu fraco. Avelar, de bicicleta, também tentou, mas a bola passou à esquerda do gol são-paulino.

Aos 42 minutos, a Fiel conseguiu extravasar o grito de campeão: com passe de Sornoza, Vagner Love marcou um golaço, o golaço de Campeão Paulista, o golaço de Tricampeão Paulista, o golaço de trinta vezes Campeão Paulista!

Próximo jogo

O jogo de volta da quarta fase da Copa do Brasil acontece na próxima quarta-feira (24), às 21h30, na Arena Corinthians. Para este jogo, a venda de ingressos está aberta para sócios do programa Fiel Torcedor – beneficiados (30 ou mais pontos) ou dos planos Minha Cadeira e Meu Amor – pelo www.fieltorcedor.com.br.

Santos vence Vasco e abre vantagem na Copa do Brasil

18/04/2019 10:380 comments
Santos vence Vasco e abre vantagem na Copa do Brasil

O Santos abriu a quarta fase da Copa do Brasil 2019 com vitória sobre o Vasco. Na Vila Belmiro, em Santos (SP), o Alvinegro praiano fez valer o mando de campo e superou os vascaínos por 2 a 0 na noite desta quarta-feira (17). Os gols da vitória santista foram marcados por Rodrygo e Jean Mota.

Diante de seu torcedor, o Santos impôs o ritmo do jogo no primeiro tempo. Apesar da maior posse de bola, o Peixe encontrou dificuldades para encontrar espaços na defesa do Vasco. Sem um centroavante de referência no ataque, o Cruzmaltino segurou o ímpeto inicial dos mandantes e apostou nos contra-ataques para tentar surpreender o time paulista, mas o zero permaneceu no placar até o intervalo.

Em ritmo acelerado, o Santos pressionou no início do segundo tempo e não demorou muito para balançar as redes. Aos dois minutos, Rodrygo fechou em velocidade e completou o cruzamento de Soteldo para fazer 1 a 0. Aos oito minutos, o Vasco tentou dar a resposta com Yan Sasse em chute de longa distância, mas a bola subiu e passou perto do travessão. Também de fora da área, o Santos sacramentou a vitória. Aos 20 minutos, Jean Mota cortou a marcação e finalizou colocado para fechar o triunfo santista por 2 a 0.

Copa da Brasil: Chapecoense bate Corinthians na Arena Condá

10:370 comments
Copa da Brasil: Chapecoense bate Corinthians na Arena Condá

A Chapecoense-SC saiu na frente do Corinthians-SP na quarta fase da Copa do Brasil 2018. Na noite desta quarta-feira (17), a Chape venceu o Timão por 1 a 0 na Arena Condá, em Chapecó (SC) e conquistou a vantagem do empate para o duelo de volta. Na próxima quarta-feira (24), as duas equipes se enfrentam novamente em busca da vaga nas oitavas de final do torneio mais democrático do Brasil.

Dentro de casa, a Chapecoense ditou o ritmo da partida no primeiro tempo. Apesar da maior posse de bola, a Chape encontrou difuldades para furar o sistema defensivo do Corinthians e apostou nos chutes de longa distância e bolas aéreas para assustar a meta paulista. E foi depois de uma cobrança de escanteio que o time catarinense abriu o placar aos 33 minutos. Após corte parcial de Marllon, Gustavo Campanharo pegou o rebote e finalizou. Dentro da pequena área, Aylon mostrou oportunismo e tocou na saída de Walter, 1 a 0.

Na volta do intervalo, a Chape ficou muito perto de ampliar a vantagem aos dois minutos, mas a bomba de Gustavo Campanharo explodiu no travessão. O Corinthians também quase balançou as redes em duas oportunidades. Aos 25 minutos, o zagueiro Gum afastou o perigo antes da conclusão de Carlos Augusto. Já aos 31, Sornoza errou o domínio e desperdiçou a chance de marcar. Fim de jogo: 1 a 0.

Furacão vence Coritiba nos pênaltis e conquista Taça Dirceu Krüger

11/04/2019 10:160 comments
Furacão vence Coritiba nos pênaltis e conquista Taça Dirceu Krüger

O Athletico Paranaense é o campeão da Taça Dirceu Krüger! Na noite desta quarta-feira (10), o Furacão venceu o Coritiba, nos pênaltis, e se garantiu na decisão do Campeonato Paranaense. No tempo normal, empate em 1 a 1, com gol de Marquinho para o time rubro-negro, no apagar das luzes!

O adversário na final do Campeonato Estadual será o Toledo, campeão da Taça Barcímio Sicupira. A primeira partida será no Interior do Estado, no próximo fim de semana.

Como qualquer clássico, o jogo começou “pegado”. O time visitante chutou primeiro, com Rodrigão, sem perigo.

A primeira grande chance foi do Furacão. Jáderson fez um ótimo passe para Marquinho, na entrada da área. Ele dominou e bateu na saída de Muralha, que fez grande defesa.

Aos 16’, Vitinho tocou para Bergson, que dominou e emendou de primeira, de fora da área. O goleiro defendeu no canto.

Bergson tentou de novo aos 24’. Ele recebeu pela direita e finalizou de fora da área. Muralha ficou com ela.

Furacão busca o empate até o final

A segunda etapa não mudou o perfil da partida. A primeira chance do Rubro-Negro foi aos oito minutos, com Lucas Halter. Ele subiu bem após cobrança de escanteio, mas a cabeçada foi para fora.

No minuto seguinte, o jogador coxa-branca tentou o cruzamento e a bola tomou o caminho do gol. Léo estava esperto, deu um tapa na bola, que tocou na trave.

Aos dez minutos, a arbitragem apareceu pela primeira vez e prejudicou o Furacão. Bergson recebeu lançamento, fez o drible dentro da área e foi derrubado. Nilo Neves de Souza mandou seguir.

Cinco minutos depois, o camisa 9 recebeu de Cittadini e mandou a bomba de fora da área. A bola passou muito perto, raspando a trave direita.

Aos 27’, o time visitante abriu o placar com Wellinton Júnior.

A piazada não desanimou e partiu para cima. E a recompensa veio já no finalzinho. Aos 43’, Poveda fez a finta com o corpo na marcação, avançou e cruzou. Marquinho dominou no meio da área e estufou as redes para empatar!

Com a igualdade no tempo normal, a partida foi para os pênaltis. A decisão foi longa, precisou ir para as cobranças alternadas. Mas, no final, deu Furacão! 7 a 6 nas penalidades. Athletico Paranaense campeão da Taça Dirceu Krüger!

Ficha técnica: Athletico Paranaense 1 (7) x (6) 1 Coritiba
Campeonato Paranaense: Taça Dirceu Krüger – Final
Data: 10/04/2019 [quarta-feira]
Horário: 21h30
Local: Estádio Joaquim Américo Guimarães

Athletico Paranaense: Léo; Lucas Halter, Paulo André e Eder (Poveda, aos 29’ do 2ºT); Khellven, Christian (Léo Cittadini, no intervalo), Erick e Vitinho; Jáderson (Jáderson, aos 20’ do 2ºT), Marquinho e Bergson.
Técnico: Rafael Guanaes
Gol: Marquinho, aos 43’ do 2º tempo.
Cartão amarelo: Christian, Léo Cittadini, Marquinho, João Pedro

Coritiba: Alex Muralha; Sávio, Alan Costa, Romércio e Fabiano; João Vitor, Vitor Carvalho, Juan Alano (Elyeser, aos 27’ do 2ºT) e Patrick Brey; Rodrigão e Kady (Wellinton Júnior, aos 16’ do 2ºT).
Técnico: Umberto Louzer
Gol: Wellinton Júnior, aos 27’ do 2º tempo.
Cartão amarelo: Elyeser, Sávio

Sequência dos pênaltis:
João Pedro – Bateu forte, a bola tocou no travessão e entrou;
Patrick Brey – Bateu no canto e fez;
Léo Cittadini – Bateu no canto direito e o goleiro defendeu;
Elyeser – Bateu por cima;
Bergson – Bateu forte, no canto direito, e marcou;
Wellinton Júnior – Bateu no meio e marcou;
Poveda – Bateu rasteiro no canto direito e fez;
Rodrigão – Cobrou no canto direito e anotou;
Marquinho – Deslocou o goleiro e colocou na rede;
Vitor Carvalho – Bateu no canto esquerdo e marcou;
Paulo André – Bateu com segurança, no meio;
Fabiano – Também bateu no meio e converteu;
Lucas Halter – Deslocou o goleiro e converteu;
Alan Costa – Bateu forte no canto direito para marcar;
Khellven – Bateu com confiança no canto esquerdo e balançou as redes;
Romércio – Cobrou no canto esquerdo e LÉO DEFENDEU!

Verdão supera Junior-COL em casa e encaminha vaga nas oitavas da Libertadores

09:170 comments
O jogador Deyverson, da SE Palmeiras, comemora seu gol contra a equipe do Junior Barranquilla, durante partida valida pela quarta rodada, fase de grupos, da Copa Libertadores, na Arena Allianz Parque.

Restando duas rodadas para o fim da fase de grupos da Conmebol Libertadores 2019, o Verdão ficou mais perto de garantir antecipadamente vaga às fases decisivas do torneio continental: isso porque, com a vitória por 3 a 0 sobre o Junior Barranquilla-COL na noite desta quarta-feira (10), no Allianz Parque, a equipe Alviverde chegou a 9 pontos no grupo F da Libertadores e se distanciou do terceiro e do quarto colocado do pelotão (o Melgar, 3º colocado, soma 4 pontos, enquanto o adversário da vez, Junior, 4º colocado, não somou pontuação até aqui). O San Lorenzo-ARG lidera o grupo F, com 10 pontos.

O jogador Deyverson, da SE Palmeiras, comemora seu gol contra a equipe do Junior Barranquilla, durante partida valida pela quarta rodada, fase de grupos, da Copa Libertadores, na Arena Allianz Parque.

Os gols palmeirenses foram marcados no primeiro tempo, por Deyverson, e no segundo tempo, por Dudu e Hyoran. O gol de Deyverson, aos 19 minutos, se originou de uma cobrança de falta batida por Gustavo Scarpa: o camisa 16 aproveitou rebote no chute de Dudu após o tiro de Scarpa e, no rebote, não perdoou. Já o gol de Dudu, aos 9 minutos da etapa derradeira, nasceu de uma jogada com Bruno Henrique, que, ao cobrar falta rápida, acionou o camisa 7, que chutou forte! A bola ainda bateu na trave antes de balançar as redes adversárias. Por último, o gol de Hyoran saiu aos 43 minutos de bola rolando no segundo tempo, em uma tabela com Dudu – o detalhe é que o camisa 28 do Verdão havia saído do banco de reservas apenas cerca de cinco minutos antes.

Nos aspectos individuais, Dudu segue como o número um do Allianz Parque, desde que a arena palmeirense foi inaugurada, em 2014. Ele é recordista absoluto em diversos aspectos: é o jogador que mais atuou (106 jogos), que mais venceu (75 vezes), que mais marcou gols (28 tentos) e que mais concedeu assistências (27 passes).

Além disso, o Baixinho, como é chamado carinhosamente pela torcida, além de ser o jogador que mais entrou em campo em 2019, participando de 18 das 20 partidas possíveis, ao lado de Bruno Henrique, também é o recordista em minutos no ano, de forma isolada, com 1579 ao todo, somando todas as competições (já considerando eventuais acréscimos concedidos pela arbitragem).

E não são só os jogadores. Felipão continua com acumulando feitos surpreendentes. A partida desta noite marcou a 50ª vez de Luiz Felipe Scolari no banco de reservas alviverde desde que retornou ao Palestra Italia, em 2018. A marca, apesar de significativa, ganha ainda mais força quando analisada ao lado do aproveitamento do treinador: Levando em conta os primeiros 50 jogos do trabalho de um treinador no Verdão, Scolari possui o menor índice de derrotas dos últimos 47 anos.

Em 1972, em sua 3ª passagem, Oswaldo Brandão iniciou um trabalho com apenas duas derrotas nas 50 partidas iniciais (este é o recorde de todos os tempos). Os 50 jogos de Felipão apontam apenas cinco reveses, o que já lhe garante o 4º posto de mais baixo percentual de derrotas em toda a história palmeirense.

Em sua terceira passagem pelo Palestra Italia, o técnico Luiz Felipe Scolari soma, ao todo, 223 vitórias, 125 empates e 110 derrotas no comando da equipe alviverde. Foram 458 jogos. Além do título do Brasileiro de 2018, o treinador já havia conquistado a Copa Libertadores em 1999, a Copa do Brasil em 1998 e 2012, a Copa Mercosul em 1998 e o Torneio Rio-São Paulo em 2000. Desde que retornou ao clube, em julho de 2018, Felipão participou de 50 partidas – 31 triunfos, 14 empates e cinco reveses. A partida diante do Junior Barranquilla-COL marcará, portanto, a 50ª partida do treinador desde que voltou.

Dados atualizados na Libertadores

São, ao todo, 178 jogos pela Libertadores, com 94 vitórias, 33 empates e 51 derrotas (317 gols marcados e 198 sofridos). Além disso, o Palmeiras é o clube brasileiro com mais participações na história da Conmebol Libertadores, ao lado de Grêmio e São Paulo – são 19 edições. Esta é a primeira vez na história em que o Palmeiras disputa quatro edições seguidas da competição continental.

Ao longo de sua trajetória na mais importante competição das Américas, o Alviverde já contou com cinco artilheiros: Tupãzinho (1968, com 11 gols), Lopes (em 2001, com nove gols), Marcinho e Washington (ambos em 2006, com cinco gols cada um) e Borja (em 2018, com nove gols).

O Verdão carrega ainda a fama histórica de ter sido o primeiro brasileiro a ter disputado uma final de Libertadores. Foi em 1961, quando enfrentou o Peñarol na grande decisão e ficou com o vice-campeonato. O Alviverde ainda chegou à final em 1968 e 2000, além de 1999, quando foi campeão. O clube ainda alcançou a fase semifinal em 1971 e 2001.

O Palmeiras aposta na experiência para faturar seu bicampeonato da Libertadores. Atualmente, o elenco conta com cinco atletas campeões do Continental. São eles: Edu Dracena, pelo Santos, Marcos Rocha, pelo Atlético Mineiro, Willian, pelo Corinthians, e Borja e Guerra, ambos pelo Atlético Nacional-COL. Além disso, o técnico Luiz Felipe Scolari conquistou o título em 1999, pelo Palmeiras, e em 1995, pelo Grêmio.

Agenda

O Palmeiras volta a campo no próximo dia 25/04 (quinta-feira), em Arequipa, no Peru, para enfrentar o Melgar-PER, pela Libertadores, às 23h de Brasília (21 no horário local). Em seguida, o Alviverde estreia no Brasileirão, contra o Fortaleza-CE, às 19h do dia 28/04 (domingo).