Atlético segura o empate com o Grêmio em Porto Alegre

23/04/2018 10:340 comments
Atlético segura o empate com o Grêmio em Porto Alegre
Na noite deste domingo (22), o Atlético Paranaense empatou em 0 a 0 com o Grêmio, em Porto Alegre. Em uma partida disputadíssima, as duas equipes não conseguiram marcar gols. O Furacão esteve em campo com um a menos na segunda etapa, porque Camacho foi expulso aos 28 minutos. A próxima partida do Atlético será contra o Bahia, no próximo domingo (29), às 16 horas, na Arena Fonte Nova.
O jogo
A partida foi muito disputada com muita posse de bola e forte marcação das duas equipes. O destaque ficou para o goleiro Santos, que fez belas defesas e garantiu o 0 a 0 na primeira etapa. Logo aos cinco minutos, o Grêmio recuperou a bola na saída atleticana, Luan chutou para o gol e a bola bateu na trave. Cinco minutos depois, André chutou e Santos espalmou. O goleiro atleticano espalmou a bola após um chute de Everton.
Aos 30 minutos, aconteceu a primeira chance de gol do Furacão. Nikão chutou de fora da área, mas a bola foi para fora. Aos 45’, o Atlético tentou duas vezes, com Carleto e Camacho, mas a bola parou na marcação. E, um minuto depois, Guilherme tocou para Pablo na esquerda, mas Geromel desarmou o atacante atleticano bem na hora da conclusão.
Segundo tempo
O Rubro-Negro começou melhor a segunda etapa. Logo aos quatro minutos, uma boa chance no ataque, mas o auxiliar flagrou impedimento do Pablo. O técnico Fernando Diniz promoveu a primeira mudança na equipe. Bruno Guimarães entrou no lugar de Lucho González.
Aos cinco minutos, o Grêmio teve uma chance com Everton, que tocou de cabeça, mas a bola passou à esquerda do gol de Santos. O Furacão respondeu com perigo aos 11 minutos. Nikão tocou para Guilherme no meio, que chutou rasteiro e a bola passou raspando na trave esquerda do goleiro adversário.
Dois minutos depois, Rossetto escapou pela direita e viu Pablo chegando livre na segunda trave. Ele tentou o cruzamento, mas o goleiro ficou com a bola. E aos 15’, escanteio para o Atlético. Pablo tocou de cabeça, mas a bola passou por cima do gol.
Aos 27 minutos, o Rubro-Negro chegou rápido ao ataque. Ederson, que entrou no lugar de Pablo, tocou para Guilherme na área. Ele tentou o chute de primeira, mas a conclusão foi pela linha de fundo. Logo em seguida, o Furacão ficou com um a menos em campo. Camacho foi expulso com o segundo cartão amarelo. Para recompor a defesa, José Ivaldo entrou no lugar de Guilherme.
O Grêmio tentou aproveitar a vantagem de estar com um jogador a mais e, aos 32 minutos, André desviou na segunda trave e Santos apareceu bem no lance pra fazer a defesa. E o Furacão respondeu aos 36 minutos. Carleto cobrou escanteio, mas a bola acabou nas mãos do goleiro adversário. O jogo continuou disputado, mas o resultado terminou sem gols.
Grêmio 0 x 0 Atlético Paranaense
Campeonato Brasileiro – Segunda rodada
Data: 22/04/2018 [domingo]
Horário: 19h
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre
Árbitro: Raphael Claus (FIFA – SP)
Assistentes: Alessandro Alvaro Rocha de Matos (FIFA – BA) e Danilo Ricardo Simon Manis (FIFA-SP)
Quarto árbitro: Luiz Alberto Andrini Nogueira (CBF – SP)
Grêmio: Marcelo Grohe; Léo Moura (Alisson, intervalo), Pedro Geromel, Bressan e Cortez; Maicon (Maicosuel, aos 38’ do 2ºT), Arthur (Jael, aos 30’ do 2ºT), Ramiro, Luan e Everton; André.
Técnico: Renato Gaúcho
Atlético Paranaense: Santos; Pavez, Paulo André e Thiago Heleno; Rossetto, Lucho González (Bruno Guimarães, aos 4’ do 2ºT), Camacho e Carleto; Nikão, Guilherme (José Ivaldo, aos 30’ do 2ºT) e Pablo (Ederson, aos 23’ do 2ºT).
Técnico: Fernando Diniz
Cartões amarelos: Pablo, Bruno Guimarães, Geromel, André, Camacho, Ramiro
Cartões vermelhos: Camacho, aos 28’ do 2ºT

Com grande atuação coletiva, Corinthians goleia Paraná no Durival Britto

10:320 comments
durante o jogo Parana Clube/PR x  Corinthians/SP esta manha no Estádio Durival Britto, na Vila Capanema/PR, 2a. rodada do Campeonato Brasileiro de 2018. Juiz: Pericles Bassols  - Curitiba/PR - Brasil - 22/04/2018. Foto: © Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

Na manhã deste domingo (22), o Corinthians jogou pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro 2018. No estádio Durival de Britto, a Vila Capanema, o Timão superou o Paraná por 4 a 0. Os gols do Coringão foram marcados por Rodriguinho, Sidcley, Clayson e Gabriel.

durante o jogo Parana Clube/PR x Corinthians/SP esta manha no Estádio Durival Britto, na Vila Capanema/PR, 2a. rodada do Campeonato Brasileiro de 2018. Juiz: Pericles Bassols – Curitiba/PR – Brasil – 22/04/2018. Foto: © Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

Na primeira etapa, o Corinthians foi surpreendido pela pressão do Paraná logo nos primeiros minutos. Apesar do abafa da equipe adversária, o Timão retomou o controle do jogo e conseguiu sair à frente no placar.

Aos 25 minutos, Sidcley e Mateus Vital fizeram boa triangulação no lado esquerdo do campo e o lateral do Timão invadiu área e cruzou. Bem posicionado, Rodriguinho teve o trabalho de apenas empurrar a bola para o fundo do gol e abrir o marcador no Durival de Britto.

No lance seguinte, aos 26, mais um gol do Timão. Em linda jogada individual, Sidcley se livrou dos marcadores do Paraná, invadiu a área e bateu na saída do goleiro ampliando o placar para o Alvinegro.

Antes de terminar o primeiro tempo, Rodriguinho quase marcou o seu segundo gol no confronto. Após grande lançamento de Jadson, o camisa 26 apareceu livre na área, tentou encobrir o goleiro do Paraná, mas a bola saiu por cima do gol.

No segundo tempo, o Timão chegou com mais perigo ao gol adversário com 12 minutos. Após cobrança de escanteio, Romero subiu mais alto do que a zaga do Paraná e cabeceou com perigo.

Com jogo equilibrado, o Alvinegro marcou novamente aos 34 minutos. Após cruzamento na medida de Fagner, Clayson, que havia entrado no lugar de Jadson, apareceu na segunda trave e só tocou para o fundo do gol.

Ainda deu tempo do Coringão transformar o placar em goleada. Clayson fez jogada pela lateral e encontrou Gabriel livre de marcação. O camisa 5 alvinegro dominou e chutou para colocar números finais para o duelo.

Próximo jogo

Na próxima quarta-feira (25), o Corinthians estreia na Copa do Brasil. Válido pelas oitavas de final da competição, o Timão encara o Vitória, no estádio do Barradão. O duelo tem horário marcado para as 19h30.

Operário perde para o Ypiranga pela 2ª rodada da Série C do Brasileirão

10:310 comments
Operário perde para o Ypiranga pela 2ª rodada da Série C do Brasileirão

O Operário Ferroviário perdeu para o Ypiranga-RS por 2 a 1, na tarde deste domingo (22), pelo Campeonato Brasileiro da Série C. O jogo aconteceu no Estádio Colosso da Lagoa e foi válido pela segunda rodada do Grupo B. Com o resultado, o alvinegro segue com três pontos na competição nacional.

O Fantasma abriu o placar aos 10 minutos do primeiro tempo, quando Quirino recebeu a bola na grande área e balançou as redes. O empate da equipe de Erechim veio aos 31 minutos com gol de Paulo. No segundo tempo, o Operário criou oportunidades, mas não conseguiu marcar. Já o time da casa aproveitou chance aos 39 minutos com Rafinha e virou o placar.

O alvinegro iniciou a partida com Simão, Léo, Alisson, Sosa, Raphael Soares, Erick, Serginho Paulista, Athos, Quirino, Jean Carlo e Lucas Batatinha. No segundo tempo, entraram Cleyton, Gil Paraíba e Vinicius para saída de Quirino, Athos e Lucas Batatinha.

Em entrevista coletiva, o técnico Gerson Gusmão falou sobre a partida. “Criamos algumas situações, concluímos algumas bolas de fora da área, mas faltou o gol no segundo tempo. Sofremos o gol no final do jogo, no momento em que também estávamos buscando o ataque. Não merecíamos o resultado pela partida que fizemos. Às vezes, o resultado não é o mais justo, mas precisamos assimilar e já preparar a equipe para o próximo jogo”.

O Operário volta a campo na quarta-feira (25) contra o PSTC, às 19h, no Estádio Germano Krüger, pela Segunda Divisão do Campeonato Paranaense. Na competição nacional, o alvinegro joga no sábado (28) contra o Tupi-MG, às 16h, no Estádio Mário Helênio.

FICHA TÉCNICA

Ypiranga-RS 2×1 Operário
Campeonato Brasileiro – Série C – 1ª fase – Grupo B – 2ª rodada
Estádio Colosso da Lagoa – 22/04/18 – 15h30

Ypiranga: Rodrigo, Gian, Claudinho, Diego, Rennan, Tarik, William (Douglas), Carlos Alberto, Jean Silva (Cleuton), Rafinha e Paulo (João). Téc: Márcio Nunes
Banco: Gritti, Marcio Reis, Marcos Geraldino, Fabio, Marcos, Fabiano, Anderson e Jaja.

Operário: Simão, Léo, Alisson, Sosa, Raphael Soares, Erick, Serginho Paulista, Athos (Gil Paraíba), Quirino (Cleyton), Jean Carlo e Lucas Batatinha (Vinicius). Téc: Gerson Gusmão
Banco: Reynaldo, Yuri, Danilo Báia, Índio, Peixoto e Dione.

Gols: Quirino (1T 10’) (Operário); Paulo (1T 31’) e Rafinha (2T 39’) (Ypiranga)

Árbitro: Felipe Duarte Varejão – ES (CBF)
Árbitro Assistente 1: Katiuscia M Berger Mendonça – ES (CBF)
Árbitro Assistente 2: Ramires Santos Candido – ES (CBF)
Quarto Árbitro: Vinicius Gomes do Amaral – RS (CBF)
Analista de Campo: Paulo Ricardo Silva Conceição – RS (CBF)

Assessoria de Imprensa – Bianca Machado
Foto: YFC

Operário empata com Batel fora de casa na Segundona do Paranaense

19/04/2018 09:200 comments
Operário empata com Batel fora de casa na Segundona do Paranaense

O Operário Ferroviário empatou com o Batel pelo placar de 1 a 1, na tarde desta quarta-feira (18), pelo Campeonato Paranaense da Segunda Divisão. A partida aconteceu no Estádio Waldomiro Gelinski e foi válida pela quarta rodada da segunda fase. Com o resultado, a equipe chega a 10 pontos e se mantém na liderança do Grupo I.

O gol do alvinegro foi marcado aos 19 minutos da segunda etapa, quando Cleyton entrou na área, chutou forte e abriu o placar. Cinco minutos depois, veio o empate do time da casa. A arbitragem marcou pênalti de Danilo Báia em Rafael Lucas e Dan converteu.

O Fantasma iniciou a partida com Simão, Danilo Báia, Alisson, Sosa, Peixoto, Erick, Índio, Cleyton, Gil Paraíba, Jean Carlo e Schumacher. No segundo tempo, entraram Quirino, Dione e Pedrinho para saída de Schumacher, Gil Paraíba e Jean Carlo.

Em entrevista coletiva, o técnico Gerson Gusmão falou sobre a partida. “Sabíamos que seria um jogo difícil e que poderíamos não vencer. Não é um resultado que queríamos, mas vamos assimilar isso e buscar a vitória na quarta-feira. Amanhã começamos a trabalhar pensando na Série C e, depois do jogo de domingo, voltamos a pensar na Segunda Divisão [do Paranaense]”.

O Operário joga neste domingo (22) pelo Campeonato Brasileiro da Série C. O alvinegro enfrenta o Ypiranga-RS, às 15h30, no Estádio Colosso da Lagoa. Pela Segundona do estadual, a equipe joga na quarta-feira (25) contra o PSTC, às 19h, no Estádio Germano Krüger.

FICHA TÉCNICA

Batel 1×1 Operário
Campeonato Paranaense – Segunda Divisão – 2ª fase – 4ª rodada
Estádio Waldomiro Gelinski – 18/04/18 – 15h30

Batel: Testa, Josimar, Anderson, Gustavo, Matheus do Ó, Álvaro, Dan, Ricardinho, Luan Helias (Rafael Lucas), Russo e Cristian Roque (Baiano). Téc: Marcelo do Ó
Banco: Robson, Caio, Adir, João Murilo, Giovanny e Guilherme.

Operário: Simão, Danilo Báia, Alisson, Sosa, Peixoto, Erick, Índio, Cleyton, Gil Paraíba (Dione), Jean Carlo (Pedrinho) e Schumacher (Quirino). Téc: Gerson Gusmão
Banco: Matheus, Yuri, Tiago Alencar, Léo, Raphael Soares, Serginho Paulista e Athos.

Gols: Cleyton (2T 19’) (Operário); Dan (2T 24’) (Batel)

Árbitro: Murilo Ugolini Klein
Assistente 1: Welvys Fladerson Gomes Afonso
Assistente 2: Gilberto de Souza Cezimbra
Quarto Árbitro: Marcos Vinícius Soares Martins
Avaliador: Gildasio Jose dos Santos
Delegado: José Carlos de Auda

Assessoria de Imprensa – Bianca Machado
Foto: Leon Gomes/Agência DRAP

Com festa da Fiel, Corinthians vence Independiente em Avellaneda

09:180 comments
Com festa da Fiel, Corinthians vence Independiente em Avellaneda

Na noite da última quarta-feira (18), o Corinthians venceu o Independiente (ARG) por 1 a 0 no estádio Libertadores de América e conquistou a primeira vitória fora de casa pela Copa Conmebol Libertadores 2018. Com grande atuação coletiva, o Timão soube neutralizar a equipe argentina pra levar os três pontos para o Brasil

Grande jogo na primeira etapa

O estádio Libertadores de América recebeu uma partida jogo no primeiro tempo de jogo. Apesar das muitas chances para ambos os lados, a primeira metade terminou com empate sem gols.

O Timão teve muitas chances no contra-ataque, nas principais delas, Clayson parou no goleiro da equipe argentina. Do outro lado, nas oportunidades da equipe argentina, o goleiro Cássio foi muito bem e protegeu o Alvinegro com grandes defesas.

Alguns números provam a boa partida em Avellaneda. Apesar do jogo muito pegado e com marcação intensa, a equipe do técnico Fábio Carille cometeu apenas uma falta na primeira etapa, enquanto a equipe Argentina fez cinco faltas.

Segundo tempo da vitória!

Na volta para o segundo tempo, a partida ficou mais pegada, e os times passaram a parar mais as jogadas com faltas. Mesmo assim, a partida se manteve dinâmica e com muitas chances para ambos os lados.

O Corinthians, apesar de algumas descidas da equipe argentina, manteve-se consistente taticamente e defensivamente ao logo de toda a partida. Após insistir e conseguir bons contra-ataques, o Timão chegou ao gol com o meia Jadson, aos 35 minutos.

Romero recebeu bola na linha de fundo, segurou e tocou pra trás para Mateus Vital. O meia, que entrou no lugar de Clayson, cruzou com firmeza para a pequena área. Baixinho, Jadson conseguiu ganhar o zagueiro e tocar de cabeça para o fundo das redes do gol do Independiente.

Próximo jogo

O próximo desafio do Timão será pelo Campeonato Brasileiro de 2018. Na Vila Capanema, às 11h, o Corinthians encara o Paraná na segunda rodada do Nacional. Na estreia, o Alvinegro bateu o Fluminense por 2 a 0 na Arena Corinthians.

Jaguariaíva terá a 8ª edição de Torneio de Xadrez

09:130 comments
Jaguariaíva terá a 8ª edição de Torneio de Xadrez

Jaguariaíva – Estão abertas as inscrições para o 8º Torneio de Xadrez do Projeto Agita Jaguariaíva. A promoção é da Prefeitura Municipal de Jaguariaíva, através da Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esporte (Smece), via Departamento de Esportes.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas no Ginásio de Esportes Tubunão, situado na Rua Major Vergílio, s/n˚, Cidade Alta, ou online, no endereço www.esporte-jaguariaiva.blogspot.com, até o dia 27 deste mês. As categorias vão desde a “Absoluto”, que é sem limite de idade, além das destinadas a nascidos a partir dos anos 2000, 2002, 2004, 2006, 2008 e 2010. Para a  categoria Absoluto, haverá troféus para os três primeiros lugares, além de medalhas para as demais categorias. A entidade ou escola melhor pontuada receberá um troféu de Campeã-Geral.

A competição ocorre no dia 28, a partir das 13h, no Ginásio de Esportes Tubunão. O evento objetivo é o de apontar os campeões em várias categorias, além de promover a prática do xadrez na cidade e a confraternização entre os enxadristas da região. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 3535-7615 ou pelo e-mail derjagua@gmail.com.

Furacão vira o jogo e atropela Chapecoense na estreia do Brasileirão

16/04/2018 09:520 comments
Furacão vira o jogo e atropela Chapecoense na estreia do Brasileirão
O Furacão começou bem o Campeonato Brasileiro. Na noite deste domingo (15), o Atlético Paranaense recebeu a Chapecoense, na primeira rodada da competição e venceu por 5 a 1. Os gols foram marcados por Pablo, Nikão, Thiago Carleto, Matheus Rossetto e Ederson. Wellington Paulista fez para os visitantes.
O próximo desafio atleticano será pela Copa do Brasil. Na quinta-feira (19), o Furacão encara o São Paulo, no Morumbi, pelo jogo de volta da quarta fase. Como venceu por 2 a 1, em Curitiba, o Rubro-Negro precisa de um empate para avançar.
O jogo
Na primeira etapa, o Furacão pressionou o time catarinense, que apostou na forte marcação para segurar o time rubro-negro.
A primeira boa chance do Furacão veio aos 13 minutos. Carleto cobrou falta cruzada, direto no gol. Jandrei espalmou, a bola bateu em Ribamar e voltou para o goleiro.
A única jogada de perigo da Chapecoense veio aos 28 minutos. Wellington Paulista recebeu na direita e bateu cruzado, na rede pelo lado de fora.
O Rubro-Negro voltou ao ataque aos 31 minutos. Carleto avançou pela esquerda e cruzou na segunda trave. Ribamar pegou de primeira, mas a bola foi à esquerda de Jandrei. Dois minutos depois, Nikão finalizou rasteiro e o goleiro fez a defesa.
No segundo tempo, a Chapecoense abriu o placar. Aos dois minutos, após cobrança de falta da esquerda, Wellington Paulista desviou de cabeça e marcou.
Mas o Furacão reagiu rápido e empatou quatro minutos depois. Carleto cruzou da esquerda, na medida para Pablo, que subiu bem e mandou de cabeça, no alto. 1 a 1.
A virada veio aos 12 minutos, novamente com jogada pela esquerda. Carleto mandou na área e a defesa afastou. Nikão aproveitou o rebote, pegou de primeira e deixou o Rubro-Negro na frente.
Mesmo com a vantagem no placar, a equipe seguiu no ataque e marcou o terceiro gol aos 22 minutos. Em cobrança de falta na entrada da área, Carleto mandou por fora da barreira e ampliou. 3 a 1.
Mas ainda deu tempo para o Atlético Paranaense fazer mais dois gols. Aos 42 minutos, Jonathan cruzou para Rossetto, que dominou no peito, driblou o zagueiro e tocou no canto do goleiro.
Cinco minutos depois, Raphael Veiga arrancou e lançou para Ederson. O artilheiro do Campeonato Paranaense dominou e tocou na saída de Jandrei, dando números finais ao jogo.
Ficha técnica: Atlético Paranaense 5×1 Chapecoense
Campeonato Brasileiro: 1ª rodada
Data: 15/04/2018 [domingo]
Horário: 19h
Local: Estádio Joaquim Américo, em Curitiba
Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (FIFA-PA)
Auxiliares: Helcio Araujo Neves (CBF-PA) e Heronildo S Freitas da Silva (CBF-PA)
Quarto árbitro: Luis Diego Nascimento Lopes (CBF-PA)
Público pagante: 8.395
Público total: 9.258
Renda: R$ 130.015,00
Atlético Paranaense: Santos; Bruno Guimarães, José Ivaldo e Esteban Pavez; Jonathan, Camacho, Matheus Rossetto e Thiago Carleto; Nikão (Raphael Veiga, aos 45’ do 2º T), Pablo e Ribamar (Ederson, aos 10’ do 2º T).
Técnico: Fernando Diniz
Gols: Pablo, aos 6’ do 2º tempo; Nikão, aos 12’ do 2º tempo; Thiago Carleto, aos 22’ do 2º tempo; Matheus Rossetto, aos 42’ do 2º tempo e Ederson, aos 47’ do 2º tempo.
Cartão amarelo: José Ivaldo
Chapecoense: Jandrei; Apodi (Eduardo, aos 37’ do 2º T), Thyere, Douglas e Bruno Pacheco; Márcio Araújo (Guilherme, aos 31’ do 2º T), Amaral, Canteros e Vinícius (Nadson, aos 21’ do 2º T); Arthur Caike e Wellington Paulista.
Técnico: Gilson Kleina
Gol: Wellington Paulista, aos 2’ do 2º tempo
Cartões amarelos: Thyere, Wellington Paulista, Márcio Araújo

Operário estreia com vitória na Série C do Brasileiro

08:550 comments
Operário estreia com vitória na Série C do Brasileiro

O Operário Ferroviário venceu o Volta Redonda-RJ por 1 a 0, na tarde deste domingo (15), pela primeira rodada do Grupo B do Campeonato Brasileiro da Série C. O jogo aconteceu no Estádio Germano Krüger.

O gol do Fantasma saiu aos 32 minutos do primeiro tempo, quando Jean Carlo fez jogada individual e tocou para Cleyton finalizar. O goleiro rebateu e a bola sobrou para Gil Paraíba balançar as redes. Na segunda etapa, as duas equipes tiveram gols anulados por impedimento: o alvinegro aos 39 minutos e o Volta Redonda aos 47 minutos.

O Operário iniciou a partida com Simão, Léo, Alisson, Sosa, Raphael Soares, Chicão, Índio, Cleyton, Gil Paraíba, Jean Carlo e Schumacher. No segundo tempo, entraram Erick, Athos e Quirino para saída de Índio, Cleyton e Schumacher.

Em entrevista coletiva, o técnico Gerson Gusmão avaliou a estreia do alvinegro na competição nacional. “Hoje, enfrentamos uma grande equipe, que vem há muito tempo jogando junto, tem entrosamento, conhece a competição e veio de um quase acesso para a Série B do Brasileiro. Então sabíamos que íamos enfrentar um adversário que ia jogar com uma proposta de jogo, mas que quando estivesse com a bola no pé ia nos causar muito problema, pela qualidade técnica e pela organização. O importante foi iniciar com uma vitória, porque tinha-se uma expectativa muito grande de como a equipe ia se portar na Série C e hoje acho que todos viram um jogo de entrega, de luta e de marcação”.

O Fantasma volta a campo na quarta-feira (18) para enfrentar o Batel, às 15h30, no Estádio Waldomiro Gelinski, pela Segunda Divisão do Campeonato Paranaense. Na Série C, o alvinegro joga no domingo (22) contra o Ypiranga-RS, às 15h, no Estádio Colosso da Lagoa.

FICHA TÉCNICA

Operário 1×0 Volta Redonda-RJ
Campeonato Brasileiro – Série C – 1ª fase – Grupo B – 1ª rodada
Estádio Germano Krüger – 15/04/18 – 15h30

Operário: Simão, Léo, Alisson, Sosa, Raphael Soares, Chicão, Índio (Erick), Cleyton (Athos), Gil Paraíba, Jean Carlo e Schumacher (Quirino). Téc: Gerson Gusmão
Banco: Reynaldo, Yuri, Tiago Alencar, Danilo Báia, Peixoto e Dione

Volta Redonda: Douglas, Luiz Gustavo (João Cleriston), Bruno Costa, João, Diego Maia, Bruno Barra, Pablo (Vinicius Pacheco), Marcelo, Dija Baiano, Luã Lucio (Angel) e Jullian. Téc: Luiz Marcelo
Banco: Diego, Roger, Luiz Paulo, Diogo, Fernando, Mauro e Núbio.

Gols: Gil Paraíba (1T 32’) (Operário)

Árbitro: Marcos Mateus Pereira – MS (CBF)
Árbitro Assistente 1: Marcos dos Santos Brito – MS (CBF)
Árbitro Assistente 2: Ruy Cesar Lavarda Ferreira – MS (CBF)
Quarto Árbitro: Eduardo Elias Melek – PR (CBF)
Analista de Campo: Helio Henrique de Camargo – PR (CBF)

Público pagante: 2.553 pessoas
Público total: 2.983 pessoas
Renda: R$ 40.930,00

Na estreia do Brasileirão, Corinthians bate Fluminense por 2 a 1

08:530 comments
Na estreia do Brasileirão, Corinthians bate Fluminense por 2 a 1

Na tarde deste domingo (16), na Arena Corinthians, o Corinthians estreou no Campeonato Brasileiro de 2018. O Timão recebeu o Fluminense e venceu por 2 a 1, com gols de Rodriguinho. Mesmo com o mau tempo que atingiu a capital paulista, a Fiel compareceu em bom número: 28.777 pagantes.

O jogo

O Corinthians começou a partida com Cássio, Fagner, Balbuena, Henrique e Sidcley; Ralf, Renê Jr., Mateus Vital e Rodriguinho; Romero e Clayson. O Timão teve um bom início na Arena Corinthians e controlou as ações do jogo durante toda a primeira etapa. No entanto, o Alvinegro não conseguiu levar perigo ao gol do Fluminense quase até o intervalo.

Aos 45 da etapa inicial, Romero fez boa jogada bela direita, cortou a marcação e cruzou. Rodriguinho se antecipou ao jogador da equipe carioca e desviou de cabeça para abrir o placar.

Logo aos três minutos do segundo tempo, com Richard, o Fluminense empatou a partida. A equipe carioca passou a chegar com perigo ao gol corinthiano, mas, aos poucos, o Corinthians foi equilibrando a partida. Durante a etapa final, Fábio Carille colocou Emerson Sheik, Maycon e Pedrinho em campo. Com as alterações, o Timão voltou a incomodar o adversário.

Aos 40 minutos do segundo tempo, a Fiel explodiu na Arena Corinthians. Maycon lançou Emerson Sheik pela esquerda. O camisa 47 avançou e cruzou. O meia Rodriguinho, livre, bateu de primeira e fez o gol da vitória corinthiana na estreia do Campeonato Brasileiro.

Volta Olímpica

Após a vitória sobre o Fluminense, jogadores e comissão técnica deram a volta olímpica com o troféu do Campeonato Paulista, conquistado no último domingo (08), contra o Palmeiras.

Próximo jogo

Pelo Campeonato Brasileiro, o Corinthians volta a entrar em campo no próximo domingo (22), às 11h, quando enfrenta o Paraná Clube fora de casa. Antes, no entanto, o Timão joga pela Conmebol Libertadores. O Alvinegro pega o Independiente (ARG), em Avellaneda, na Grande Buenos Aires. A partida acontece quarta-feira (18), às 21h45 (horário de Brasília).

Tricolor supera expulsão e arranca empate na Argentina

13/04/2018 09:020 comments
Tricolor supera expulsão e arranca empate na Argentina

Com expulsão injusta ainda no primeiro tempo, o Tricolor arrancou o empate sem gols com o Rosario Central na noite desta quinta-feira (12), no Gigante de Arroyito, na estreia da Sul-Americana de 2018. Rodrigo Caio recebeu o cartão vermelho em lance que não merecia nem o cartão amarelo, mas o São Paulo demonstrou espírito aguerrido – uma das marcas desta equipe de Aguirre – para levar a decisão para o Morumbi.

No dia 9 de maio, no Estádio Cícero Pompeu Toledo, as equipes ficarão frente a frente para decidir o classificado para a próxima fase. Na bagagem, o Tricolor levará mais uma grande demonstração de garra para brigar por títulos na temporada.

A passagem por Rosario fortaleceu o São Paulo, que na próxima segunda-feira (16) fará uma pausa no torneio continental para estrear no Campeonato Brasileiro, diante do Paraná, na capital paulista.

Para encarar os argentinos, o técnico Diego Aguirre utilizou a formação utilizada durante toda a semana nos ajustes táticos. Assim, o time são-paulino foi escalado com Sidão; Éder Militão, Arboleda e Rodrigo Caio; Régis, Jucilei, Petros, Liziero e Reinaldo; Nene e Tréllez. Já o adversário atuou com Ledesma; Gómez, Tobio, Cabezas e Parot; Lovera, González, López Pissano e Carrizo; Zampedri e Ruben.

Logo aos 15 minutos, porém, o São Paulo sofreu uma baixa: Reinaldo sentiu dores musculares após cruzamento e teve que ser substituído por Lucas Fernandes – desta forma, o jovem Liziero foi deslocado para a lateral esquerda. Bem postado defensivamente, o Tricolor ainda arriscou algumas escapadas para tentar surpreender: Nene, após bela troca de passes em contragolpe, parou no goleiro rival.

E justamente quando tentava deixar o campo de defesa para buscar as jogadas na frente, o São Paulo foi prejudicado pela arbitragem aos 35 minutos: Rodrigo Caio recebeu o cartão vermelho direto, em lance que o amarelo já seria exagerado, e deixou o jogo. Ainda assim, os brasileiros encerraram a primeira etapa com segurança defensiva para conter o ímpeto dos mandantes.

Na volta para o segundo tempo, mesmo com apenas dez jogadores em campo, o Tricolor conseguiu impedir os ataques dos donos da casa com muito empenho e espírito aguerrido – uma das marcas desta equipe de Aguirre. Com muita entrega em casa dividida e poder de superação, o São Paulo protegeu o gol de Sidão e ainda levou perigo na frente: Nene, em lindo chute de fora da área, carimbou o travessão!

A determinação dos atletas em arrancar o heroico empate em território argentino, diante de tantas adversidades, arrancou aplausos dos torcedores são-paulinos que marcaram presença no Estádio Doutor Lisandro de La Torre. No dia 9 de maio, no Morumbi, as equipes se enfrentarão novamente para definir o classificado para a segunda fase.

ROSARIO CENTRAL x SÃO PAULO
Copa Sul-Americana
Local: Gigante de Arroyito, em Rosário (Argentina)
Data: 12/04/2018 (quinta-feira)
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Victor Carrillo (PER)
Assistentes: Michael Orué (PER) e Stephen Atoche (PER)

Cartões amarelos: SPFC: Régis (25min/1ºT); CARC: González (8min/2ºT), Ruben (19min/2ºT), Carrizo (36min/2ºT), Parot (43min/2ºT), Zampedri (48min/2ºT)
Cartões vermelho: SPFC: Rodrigo Caio (35min/1ºT); CARC: Carrizo (36min/2ºT)

São Paulo: Sidão; Militão, Rodrigo Caio e Arboleda; Régis (Bruno Alves, 21min/2ºT), Jucilei, Petros, Liziero e Reinaldo (Lucas Fernandes, 18min/1ºT); Nene; Tréllez (Valdívia, 31min/2ºT).
Técnico: Diego Aguirre

Rosario: Ledesma; Gómez, Tobio, Cabezas e Parot; Lovera (Pereyra, 28min/2ºT), González (Fernández, 38min/2ºT), López Pissano e Carrizo; Zampedri e Ruben (Herrera, 27min/2ºT).
Técnico: Leonardo Fernández

São Paulo FC