Coxa perde na estreia do estadual para o Cianorte

30/01/2017 11:380 comments
Coxa perde na estreia do estadual para o Cianorte

O Coritiba foi ao interior do estado na sua estreia no Campeonato Paranaense 2017, neste domingo (29), enfrentar o Cianorte. E o resultado não foi o que a torcida coxa-branca esperava para o primeiro jogo, já que a equipe do Albino Turbay venceu por 1 a 0.

“Fizemos um primeiro tempo razoável, faltou aproveitar o volume e dar aquele acabamento no final da jogada. No segundo tempo, a equipe sentiu bastante, além do adversário, e até mesmo pelo gramado que não é dos melhores. Nós temos obrigação de vencer o próximo jogo”, analisou o treinador alviverde, Paulo César Carpegiani.

Primeiro tempo sem gols

Na primeira rodada do Campeonato Paranaense, o Coritiba iniciou jogando com duas estreias, de Filigrana e Werley, e uma reestreia em campo, de Henrique Almeida, voltando ao Coxa. Paulo César Carpegiani escalou o Verdão com Wilson, Thiago Lopes, Werley, Juninho, Carlinhos, Edinho, Alan Santos, Yan Sasse, Iago, Henrique Almeida e Filigrana.

No início da partida, o Coxa foi para cima, buscando pressionar e criar situações agudas de ataque. Com seis minutos de jogo, já haviam sido marcados quatro escanteios para o time alviverde.  Mas a primeira chance clara de gol foi aos 14’, depois de nova cobrança de escanteio, com Werley, mas a bola foi para fora.

Aos 24’, Filigrana foi derrubado perto da área e a arbitragem assinalou a falta. Carlinhos foi para cobrança e a bola foi por cima do gol. Com dificuldades para armar jogadas de perigo, o Coxa ia tentando achar espaço e segurar a equipe da casa.

Filigrana arriscou de longe para tentar abrir o placar, mas sem sucesso. Aos 39’, o Cianorte assustou com Pelézinho, mas o tiro foi pela linha de fundo. Apesar de as duas equipes buscarem armar jogadas ofensivas, a primeira etapa terminou com o placar zerado no Albino Turbay.

Coxa não aproveita chance e sofre gol de contra-ataque

No segundo tempo, o Coritiba voltou sem modificações na equipe. A equipe do Cianorte voltou com um maior ímpeto e passou a complicar a vida do Coxa. No entanto, foi novamente o Glorioso que teve boa chance aos 12’, quando Alan Santos passou para Yan, que observou Henrique Almeida. O atacante arriscou o chute e o goleiro defendeu.

Então, Carpegiani promoveu a entrada de Ruy no lugar de Yan. Já em sua primeira participação Ruy fez boa jogada, passou para Iago e a zaga tirou o perigo. Na resposta, aos 20’, Vinícius aproveitou o contra-ataque e abriu o placar do jogo.

No Verdão, ainda entrou outro estreante. Léo Santos substituiu Iago. Além disso, João Paulo entrou no jogo no lugar de Alan Santos. O Coxa ainda tentou o empate com Filigrana, mas o goleiro intercedeu. Fim de jogo, o Coritiba sofreu um revés em sua estreia no Campeonato Paranaense.

Próximo compromisso

O Coritiba já segue viagem para Cascavel. Lá, o time alviverde enfrentará a equipe da cidade na próxima quarta-feira (01), a partir das 20h, no estádio Arnaldo Busatto. Será na própria cidade do oeste paranaense a preparação do Coxa para a segunda rodada do estadual.

 

Paranaense 2017 – 1ª rodada

Cianorte 1 X 0 Coritiba
Local: Albino Turbay – Cianorte – Paraná
Data: 29/01/2017
Horário: 17:00hÁrbitro: Paulo Roberto Alves Jr.
Assistentes: Felipe Gustavo Schmidt e Arestides Pereira da Silva Jr.
Quarto Árbitro: André Ricardo Martins

Coritiba: Wilson, Thiago Lopes, Werley, Juninho, Carlinhos, Edinho, Alan Santos (João Paulo), Yan Sasse (Ruy), Iago Dias (Léo Santos), Henrique Almeida e Filigrana
Técnico: Carpegiani
Banco: Bruno, Rodrigo Ramos, Henrique, Walisson Maia, Geovane, João Paulo, Matheus Galdezani, Kady, Tiago Real , Ruy e Léo Santos

Cianorte: João Gabriel, Jackson, Breno, Maurício, David Luis, Jovany, Eduardinho, Sidnei, Max (Xavier), Pelézinho e Vinícius (Valdo)
Técnico: Marcelo Caranhato
Banco: Alemão, Gabriel, Diego, Valdo, M. Felber, Lucas, Edmilson, Ganzer, Gilberto, Xavier e Lucas Pará

Atlético Paranaense empata com o Rio Branco na estreia do Estadual 2017

11:300 comments
Atlético Paranaense empata com o Rio Branco na estreia do Estadual 2017

Com um time formado em grande parte por atletas das Categorias de Formação, o Furacão estreou no Campeonato Estadual com empate. Na tarde deste domingo (29), sob o forte calor de Paranaguá, o Rubro-Negro ficou no 1 a 1 com o Leão da Estradinha. Matheus Anjos marcou o gol atleticano.

 O próximo compromisso do Atlético Paranaense na temporada é pela Conmebol Libertadores Bridgestone. Na quarta-feira (1º), o Furacão encara o Millonarios, da Colômbia, às 21h45 [horário de Brasília], no estádio atleticano.

 Pelo Estadual, a bola volta a rolar no sábado (4), pela terceira rodada. O Rubro-Negro enfrenta o PSTC, às 17h, também no estádio rubro-negro.

 Em início de jogo fulminante, Furacão abre o placar

 Na primeira partida do Estadual 2017, o técnico Paulo Autuori optou por uma equipe formada, em grande parte, por atletas das Categorias de Formação. O 11 inicial foi completado pelo goleiro Weverton e pelo lateral-direito Léo.

 E foi com a força dos jovens talentos do CAT do Caju que o Furacão quase marcou, logo aos cinco minutos. Yago cobrou falta da direita. Rossetto desviou na área e obrigou o goleiro Dalton a praticar grande defesa, evitando o primeiro do Rubro-Negro.

 Dois minutos depois, o arqueiro não conseguiu evitar a bola na rede. Bruno Rodrigues recebeu pela esquerda e tocou para Matheus Anjos na entrada da área. O camisa 55 girou e, com uma finalização certeira, colocou a bola no canto esquerdo do goleiro! 1 a 0!

 O Atlético Paranaense seguiu no campo de ataque e quase ampliou aos 15 minutos. Matheus Anjos cobrou escanteio. A zaga falhou e Marcão quase conseguiu concluir no gol.

 Bem postado na defesa, o Furacão sofria poucos lances perigosos. E criava. Aos 22 minutos, Murillo tocou de cabeça após cruzamento da direita e quase marcou o segundo. O goleiro Dalton salvou o Leão da Estradinha.

 Seis minutos depois, o Rio Branco criou sua melhor chance até então na partida. Livre na pequena área, Lúcio Curió finalizou por cima do gol de Weverton.

 Com o forte calor, o ritmo da partida caiu na parte final do primeiro tempo. O Rubro-Negro seguiu com o controle do jogo até o intervalo.

 Rio Branco deixa tudo igual no início da etapa final

 Logo no primeiro minuto da segunda etapa, o Rio Branco conseguiu chegar ao empate na Estradinha. Darlan desviou de cabeça após cruzamento da direita e deixou tudo igual. 1×1.

 Depois do ímpeto inicial dos donos da casa, o Furacão reequilibrou as ações. Aos 10 minutos, Matheus Anjos cobrou falta da direita. Bruno Rodrigues tentou tocar de cabeça, mas a bola passou por toda a área.

 Sete minutos depois, mais uma oportunidade. Matheus Anjos recebeu em profundidade e tocou na saída do goleiro. A bola passou por cima do gol!

 O Furacão seguiu em busca do segundo gol. Aos 35 minutos, após cruzamento da direita, Nicolas apareceu na segunda trave para desviar para fora, por cima do gol.

 Dois minutos depois, foi a vez de Crysan chegar com perigo. Ele finalizou de fora da área, mas o goleiro Dalton defendeu no canto direito.

 Aos 41 minutos, Rossetto carimbou o travessão. Ele chutou de longe e o goleiro ainda tocou na bola antes dela explodir no travessão.

 No último minuto de jogo, aos 50’, Luis Henrique foi expulso após confusão com Vinícius, que recebeu apenas cartão amarelo.

 Ficha técnica: Rio Branco 1×1 Atlético Paranaense

Campeonato Paranaense: Primeira rodada

Data: 29/01/2017 [domingo]

Horário: 17h [horário de Brasília]

Local: Estádio Nelson Medrado Dias, Estradinha, em Paranaguá

 Árbitro: Felipe Gomes da Silva

Auxiliares: Jefferson Cleiton Piva da Silva e Deniel Carvalho
Quarto árbitro: Diego Bonfim

 Público pagante: 2.780

Público total: 3.160

Renda: R$ 99.500,00

Rio Branco: Dalton; Ramon, Darlan (Ruan, aos 24’ do 2º tempo), Vinícius e Diego Prates ; Pedra, Fidel, Camargo e Minho; Lúcio Curió (Juninho, no intervalo e Paraíba (R. Tavares, aos 26’ do 1º tempo).

Técnico: Guilherme Macuglia

Cartões amarelos: Ramon, aos 8’ do 2º tempo; Vinícius, aos 50’ do 2º tempo

Cartões vermelhos: –

Gols: Darlan, 1’ do 2º tempo

 Atlético Paranaense: Weverton; Léo, José Ivaldo, Marcão e Renan Lodi; Luiz Otávio e Rossetto; Yago (Nicolas, aos 18’ do 2º tempo), Matheus Anjos e Bruno Rodrigues (Crysan, aos 30’ do 2º tempo); Murillo Magno (Luis Henrique, aos 36’ do 2º tempo).

Técnico: Paulo Autuori

Cartões amarelos: José Ivaldo, aos 33’ do 2º tempo

Cartões vermelhos: Luis Henrique, aos 50’ do 2º tempo
Gols: Matheus Anjos, aos 7’ do 1º tempo

Com time misto, Chapecoense empata em 1ª partida oficial após tragédia

27/01/2017 09:400 comments
Com time misto, Chapecoense empata em 1ª partida oficial após tragédia

Na noite desta quinta-feira, 26, a Chapecoense entrou em campo, para uma partida oficial, pela primeira vez em 2017. O compromisso foi na Arena Condá, diante da equipe do Joinville. Foi a estreia da Chape na Primeira Liga e, de quebra, uma partida “laboratório” para o técnico Vagner Mancini, que apostou num time alternativo para poupar a outra parte do elenco para o jogo de domingo, contra o Inter de Lages, pela primeira rodada do Catarinense – prioridade do Verdão.

O primeiro tempo foi bastante truncado, com as equipes, naturalmente, sentindo dificuldade no entrosamento – devido aos poucos dias de trabalho. Com ambos os lados se estudando e marcando bem a saída de bola, foram criadas poucas oportunidades de gol. O lance que mais empolgou a torcida do Verdão saiu de uma boa triangulação e troca de passes, aos 42 minutos, mas a finalização de cabeça do capitão Túlio de Melo só balançou a rede pelo lado de fora. O primeiro tempo finalizou com o placar igualado em 0x0.

A Chape voltou para o segundo tempo tendo alteração no meio-campo, com Luiz Antonio dando lugar para Nadson, mas foi o Joinville quem iniciou a etapa complementar levando perigo ao gol do goleiro Elias. A jogada, no entanto, resultou em boa defesa do arqueiro do Verdão diante do chute à queima roupa de Alex Ruan. O segundo tempo teve sequência com a Chape jogando mais a frente, mas ainda pecando na troca de passes e, consequentemente, dificultando a ofensiva alviverde. A atuação melhorou bastante em relação à primeira etapa, mas a dificuldade de entrosamento foi fator determinante no placar, que não saiu do zero para ambos os lados.

Ao final da partida, o técnico Vagner Mancini pontuou a dificuldade do jogo, mas exaltou a melhora da Chape na etapa complementar e, principalmente, a determinação dos atletas – que, conforme o treinador, estão com a cara do Verdão. Além disso, Mancini observou as oscilações da equipe e comprometeu-se a trabalhar para corrigí-las. Para ele, a atuação do time – considerando as circunstâncias – foi satisfatória, levando em conta, principalmente, a gana dos atletas.

O próximo compromisso da Chape é domingo, 29, às 17h, na Arena Condá, quando a equipe pega o Inter de Lages pela primeira rodada do Catarinense. Para o jogo do Estadual, a tendência é que Mancini aposte em elenco semelhante ao que iniciou a partida contra o Palmeiras, no último sábado.

São Paulo vence Corinthians nos pênaltis e conquista Florida Cup

22/01/2017 14:210 comments
São Paulo vence Corinthians nos pênaltis e conquista Florida Cup

O São Paulo levou o título do Torneio da Flórida, o primeiro do técnico Rogério Ceni. Nos pênaltis, o Tricolor bateu o time do Parque São Jorge, por 4 a 3, após empate sem gols no tempo normal, marcado por muita confusão.

Lugano levanta a taça do Torneio da Flórida, após vitória contra o Corinthians nos pênaltis (Foto: Marcelo Prado)

Assim como diante do River Plate, na semifinal, Sidão decidiu novamente e pegou duas cobranças: uma de Fellipe Bastos e outra de Marciel. O goleiro do São Paulo entrou no intervalo, na vaga de Denis, e brilhou. Cássio defendeu o pênalti de Araruna, mas não evitou a derrota.

Na hora de levantar a taça, o grupo do São Paulo fez uma homenagem para Lugano. Mesmo sem ter entrado em campo, o zagueiro ergueu o troféu de campeão.

Globosesporte.com

Corinthians estreia em 2017 com goleada sobre Vasco nos EUA pela Florida Cup

19/01/2017 11:420 comments
Site Oficial

O Corinthians começou 2017 da melhor maneira possível. O Timão goleou o Vasco por 4 a 1 na estreia na temporada, no Bright House Networks Stadium, em Orlando (EUA), pelas semifinais da Florida Cup. Camacho, Marlone, Kazim e Marquinhos Gabriel fizeram os gols da goleada corintiana.

Site Oficial

O Corinthians começou a partida com Cássio; Fagner, Pedro Henrique, Balbuena e Moisés; Gabriel; Romero, Camacho, Rodriguinho e Marlone; Jô.

Apesar de ser início de temporada, o jogo começou muito movimentado, com chances dos dois lados. Pela parte do Corinthians, Jô, reestreando pelo Timão, tentou duas finalizações. Rodriguinho recebeu de Camacho e chutou para defesa de Martin Silva, goleiro do Vasco. Já Balbuena, após escanteio, quase abriu o placar, em cabeçada novamente defendida pelo arqueiro vascaíno. Tudo isso em 12 minutos.

Aos 21, a dupla Camacho-Rodriguinho funcionou. Tabelinha entre os dois, com um passe sensacional do meia, para o volante ficar de frente para o gol e abrir o placar em Orlando (EUA).

Mas a partida era muito equilibrada na etapa inicial. Logo depois do gol corinthiano, Eder Luiz acertou um chutaço. Cassio se esticou todo, mas não pôde evitar o empate do Vasco.

A partida deu uma esfriada, mas a partir do fim do primeiro tempo para frente, o Timão assumiu o controle. Aos 45 minutos, mais uma tabelinha, dessa vez entre Marlone e Romero. O meia passou para o atacante, que devolveu e deixou o camisa 8 livre para fazer 2 a 1.

Para o segundo tempo, como prometido, o técnico Fabio Carille, reestreando no comando do time alvinegro, mudou toda a equipe. O Corinthians entrou na etapa final com Caíque França; Leó Príncipe, Vilson, Yago e Marciel; Paulo Roberto; Marquinhos Gabriel, Cristian, Guilherme e Giovanni Augusto; Kazim.

A chance inicial desse time foi de Guilherme, aos 17 minutos, com um chute no canto defendido por Martin Silva.

O Timão só foi garantir a vitória aos 36 minutos. Mas quando garantiu, foi com estilo. Estreando pelo Alvinegro do Parque São Jorge, Kazim fez o primeiro dele pelo clube de cabeça e ampliou para 3 a 1. Aos 44, o inglês naturalizado turco avançou pela direita, ficou de frente para o gol, mas rolou para o lado, encontrando Marquinho Gabriel para sacramentar a goleada corinthiana e a vaga na decisão.

Na final da Florida Cup, o Timão enfrentará o vencedor de São Paulo e River Plate, neste sábado (21), também no Bright House Networks Stadium, em Orlando (EUA), às 21h pelo horário de Brasília.

CR7 vence prêmio de melhor jogador do mundo pela quarta vez

09/01/2017 19:200 comments
(Photo by Philipp Schmidli/Getty Images)

Como era esperado, Cristiano Ronaldo foi eleito o melhor jogador do mundo. Campeão da Liga dos Campeões, com o Real Madrid, e da Eurocopa, com Portugal, o jogador foi eleito o melhor do mundo.

(Photo by Philipp Schmidli/Getty Images)

O português teve 34,54% dos votos e vencer com tranquilidade e boa vantagem para os outros finalistas.

Lionel Messi, que não foi à premiação, como todo time do Barcelona, ficou no segundo lugar, com 26,42% dos votos. Apesar do bom ano, esteve ainda muito abaixo de CR7.
Já Antoine Griezmann, francês do Atlético de Madri, ficou em terceiro, apesar de seu ótimo ano, após o vice-campeonato da Liga dos Campeões e da Eurocopa, com a França. Ele teve 7,53% dos votos.
Entre as mulheres, estadunidense vence
Mesmo sem ter conquistado título neste ano, a estadunidense Carli Lloyd venceu o prêmio de melhor do mundo da Fifa pelo segundo ano seguido.
Melaine Behringer, campeã olímpica como a Alemanha, como artilheira, e Marta, do Brasil, foram as outras finalistas.

Definidos os 30 confrontos da segunda fase da Copa São Paulo de Juniores

17:440 comments
Agência Corinthinas

A Federação Paulista de Futebol definiu os locais, datas e horários dos jogos da segunda fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior.

Atacante Carlinhos é o artilheiro do Corinthians na Copinha com seis gols. Foto: Rodrigo Gazzanel/Agência Corinthians

Ao todo, serão 30 partidas. Dos quatro mais tradicionais times paulistas, o São Paulo será o primeiro a entrar em campo. O time joga contra a Chapecoense na terça-feira, às 18h45, em Capivari. Um pouco mais tarde, às 21h, o Palmeiras enfrenta o Sport em Araraquara.

No dia seguinte será a vez de Corinthians e Santos atuarem. O time da capital joga em Taubaté, contra o Manthiqueira, às 18h45.O Santos joga às 15h45, em Barueri, contra o Flamengo.

A segunda fase começa nesta segunda-feira com seis jogos.

 

Segunda-feira – 09/01
16h – Votuporanga – Grêmio x Mirassol
16h – Tanabi – Náutico x Votuporanguense
21h – São José do Rio Preto – Botafogo x Atlético-MG
20h – Novo Horizonte – Novorizontino x Sergipe
18h45 – Marília – Ponte Preta x Penapolense
21h – Penápolis – Paraná x Marília

Terça-feira – 10/01
21h – Araraquara – Palmeiras x Sport
16h – Cravinhos – Batatais x Ferroviária
19h – São Carlos – São Carlos x Independente-SP
16h – Limeira – Botafogo-SP x Vasco da Gama
18h30 – Jundiaí – Paulista x Atlético-GO
16h – Jundiaí – Vitória x RB Brasil
18h45 – Capivari – São Paulo x Chapecoense
16h – Capivari – Nova Iguaçu x Capivariano
16h – Indaiatuba – Primavera-SP x Santa Cruz
16h – Itu – Ituano x Atlético-PR

Quarta-feira – 11/01
18h45 – Taubaté – Corinthians x Manthiqueira
16h – Taubaté – Coritiba x Taubaté
16h – Taboão da Serra – Ceará x Mogi Mirim
21h – São José dos Campos – Internacional x Taboão da Serra
16h – São Bernardo do Campo – Bahia x Cruzeiro
18h – Mogi das Cruzes – Bragantino x Trindade-GO
21h – São Caetano do Sul – Flamengo x Nacional-SP
16h – São Paulo – Goiás x São Caetano
15h30 – Barueri – Santos x Flamengo-SP
16h – Guarulhos – Avaí x Rio Branco-AC
15h – Osasco – Grêmio Osasco x Juventus-SP
16h – São Paulo – Figueirense x Fluminense
14h – Diadema – Juventude x Santo André
16h30 – Diadema – Água Santa x Estanciano-SE

Africanos mantêm hegemonia na São Silvestre e vencem provas feminina e masculina

31/12/2016 13:490 comments
Africanos mantêm hegemonia na São Silvestre e vencem provas feminina e masculina
São Paulo- SP- Brasil- 31/12/2016- 92ª Corrida Internacional de São Silvestre. Na foto, o competidor Leul Gebresilase Aleme (Etiópia), vencedor na categoria masculino. Foto: Paulo Pinto/ Fotos Públicas

São Paulo- SP- Brasil- 31/12/2016- 92ª Corrida Internacional de São Silvestre. Na foto, o competidor Leul Gebresilase Aleme (Etiópia), vencedor na categoria masculino. Foto: Paulo Pinto/ Fotos Públicas

Atletas africanos mantiveram a hegemonia na 92ª  São Silvestre e foram maioria no pódio da corrida de rua mais tradicional do país. O etíope Leul Gebresiale Aleme ficou em primeiro lugar, com 44 minutos e 53 segundos, seguido do compatriota Dawit Fikadu Admasu, apontado com um dos favoritos. Na terceira posição, ficou o queniano Stephen Kospel.

O brasileiro Giovani dos Santos, que era a grande esperança do Brasil na prova, chegou em quarto lugar. Em quinto lugar, chegou o queniano William Kibor, que venceu a Meia Maratona de Las Vegas este ano.

Feminino

Sem surpresas, a grande vencedora na prova feminina foi a queniana Jemima Sumgong, campeã olímpica da maratona nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. No meio do percurso, a atleta conseguiu abrir distância das demais competidoras e foi ganhando cada vez mais vantagem, terminando a corrida com tempo de 48 minutos e 35 segundos.

Havia a expectativa de que a brasileira Joziane Cardoso, campeã da Meia Maratona do Rio de Janeiro 2016, chegasse entre as primeiras, mas a melhor colocação do Brasil foi conquistada por Tatiele de Carvalho, que terminou em sétimo lugar.

A corrida começou, pontualmente, às 8h20 com o grupo de cadeirantes. Às 8h40, foi dada largada do pelotão feminino, e às 9h, do masculino e dos atletas amadores, reunindo um total de 30 mil inscritos.

Personagens 

Pouco antes da largada do pelotão de elite feminino, os grupos de atletas amadores se divertiam em grupos de amigos. Alguns juntavam-se em poses para fotografias e outros faziam os últimos ajustes nas fantasias para fazer bonito na pista de corrida. Entre eles estava Vânia Oliveira, 64 anos, uma dona de casa que resolveu enfrentar pela terceira vez o desafio de correr os 15 quilômetros da prova.

“Corro há oito anos e tinha a São Silvestre como um grande desafio, corri a primeira, a segunda e agora estou aqui na terceira e espero chegar até o final”, disse ela sorrindo em sua fantasia de palhaço. “Eu vim de palhaço porque essa corrida é mais uma festa, é um encontro de amigos.”

Rogério Favo, 38 anos, de Porto Alegre, veio a capital paulista para participar de sua segunda corrida e escolheu seu personagem preferido, o Chaves, do programa de humor da televisão mexicana. Ao lado dele, outro participante, Edson Carlos Mendes, 53 anos, fantasiou-se do humorista de deputado federal Tiririca. “Eu tinha sério problema de alcoolismo, mas graças a Deus e as corridas estou liberto”, contou ele dizendo que começou nesse esporte em 1983.

Ainda no Metrô, a caminho da avenida Paulista, Valter Costa Júnior, 46 anos, disse que estreou na São Silvestre há dois anos depois de uma aposta com os primos. “Quem falou que eu não conseguiria foi meu treinador da academia porque eu estava meio gordinho”, lembrou.

Conmebol define confrontos e grupos da Libertadores 2017

22/12/2016 12:090 comments
Foto: Divulgação/Conmebol

 

Foto: Divulgação/Conmebol

Foto: Divulgação/Conmebol

Na noite desta quarta-feira, 21, a Direção de Competições da Confederação Sul-Americana de Futebol realizou o Sorteio de grupos que competirão pela Copa CONMEBOL LIBERTADORES 2017 no Centro de Convenções da Conmebol, em Luque, Paraguai.

“A edição 2017 da Copa Libertadores será a primeira em realizar-se com o novo formato que foi aprovado pelo Conselho da Conmebol no mês de outubro. Com estas reformas esperamos contar com torneios mais competitivos desde o ponto de vista esportivo e comercial, melhorar a qualidade do futebol a nível continental e local por meio de uma melhoria da calendarização, bem como elevar os estândares de gestão esportiva, infraestrutura, organização de eventos, segurança, experiência no estádio e transmissão televisiva para melhorar a oferta de valor a nossos esportistas, técnicos, clubes e acima de tudo, os torcedores”, explicou Alejandro Domínguez, Presidente da CONMEBOL.

Nesse sentido, a edição 2017 da mais importante e prestigiosa Copa a nível de clubes do futebol sul-americano, terá um calendário anual de 23 de janeiro a 29 de novembro e contará com a participação de 47 clubes provenientes das dez Associações Membro da Confederação. Ademais, os primeiros dez clubes eliminados (dois da terceira fase e os oito terceiros colocados da fase de grupos) da Copa Libertadores terão a possibilidade de disputar diretamente a Copa Sul-Americana.

Emparelhamentos das três fases iniciais:

Primeira fase

1- (L) Universitario de Sucre  x Montevideo Wanderers      (E1)

2-  (L) Deportio Municipal x Independiente del Valle    (E2)

3-  (L) Capiatá x Táchira   (E3)

 

Segunda fase

1-  Paranaense x Millonarios (C1)

2- Botafogo x Colo Colo (C2)

3- Atl. Cerro x Unión Española     (C3)

4- Carabobo FC x Junior (C4)

5- Tucumán x Nacional Ecu. (C5)

6- E1  x The Strongest (C6)

7- E2  x  Olimpia  (C7)

8- E3 x Universitario (C8)

 

Terceira fase (local é determinado pelos rankings)

1-  C1 x C8  Ganhador 1

2- C2 x C7  Ganhador 2

3- C3 x C6  Ganhador 3

4- C4 x C5 Ganhador 4

 

Grupos da Copa Libertadores 2017:

Grupo 1

Atl. Nacional

Estudiantes

Barcelona

Ganhador 2

 

Grupo 2

Santos

Ind. Santa Fe

Sporting Cristal

Ganhador 3

 

Grupo 3

River Plate

Emelec

Ind. Medellín

Melgar

 

Grupo 4

San Lorenzo

U. Católica

Flamengo

Ganhador 1

 

Grupo 5

Peñarol

Palmeiras

J. Wilstermann

Ganhador 4

 

Grupo 6

Atl. Mineiro

Libertad

Godoy Cruz

Sport Boys (Bol.)

 

Grupo 7

Nacional (U.)

Chapecoense

Lanús

Zulía

 

Grupo 8

Grêmio

Guaraní

Zamora

Dep.  Iquique

 

O sorteio da fase de oitavas de final será efetuado no final de maio após concluir a fase de grupos. Este sorteio determinará os emparelhamentos até as finais, previstas para 22 e 29 de novembro.-

 

CONMEBOL.com

– See more at: http://www.conmebol.com/pt-br/resultado-do-sorteio-da-copa-conmebol-libertadores-2017#sthash.ZJi7i5Ss.dpuf

Ruschel chora muito e já faz cálculos: “Farei de tudo para voltar em 6 meses”

17/12/2016 17:090 comments
Ruschel chora muito e já faz cálculos: “Farei de tudo para voltar em 6 meses”
ruschel

(Foto: Sirli Freitas/Chapecoense)

Primeiro sobrevivente do acidente com a delegação da Chapecoense a receber alta, Alan Ruschel concedeu entrevista coletiva na manhã deste sábado em Chapecó. Muito emocionado, o jogador garantiu que vai voltar a jogar futebol e dar alegrias à torcida do Verdão do Oeste. O prazo pessoal, segundo ele e os médicos, pode ser de seis meses.

– Não tem palavras para explicar o que estou sentindo. É uma mistura de sentimentos, uma alegria grande por poder estar aqui de novo, sentado aqui. Mas ao mesmo tempo é um luto por ter perdido (chorando muito)… por ter perdido muitos amigos. Como eu postei foto esse dia, falando que seguirei em frente, honrando os que foram morar com Deus. Honrarei seus familiares que aqui ficaram, que hoje estão sentindo a dor. Farei de tudo para voltar a jogar, com muita paciência. Mas farei de tudo para dar alegria ao Plínio, aos médicos, farei de tudo para dar alegria a esse pessoal aqui. Eu calculei três meses para calcificar a coluna, já passou um. Mais dois meses para fortalecer a musculatura. Estou só na “capa do grilo” – disse ele.

Alan Ruschel admitiu que trocou de poltrona antes do voo fretado da LaMia partir de Santa Cruz de la Sierra com direção a Medellín. Ele contou um pedido de um dos diretores da Chape, Cadu Gaúcho, que morreu no acidente.

– Quando a gente chegou em Santa Cruz, a gente pegaria o voo fretado e o Cadu pediu… Eu estava sentando mais atrás, o Cadu pediu pra sentar na frente para deixar os jornalistas no fundo…(chora de novo)… Na hora eu não quis sair. Aí o Follmann (chora)…Aí eu vi o Follmann… Ele insistiu para sentar com ele. Aí saí de trás e fui sentar com o Follmann. É a parte que eu lembro – contou, muito emocionado, o jogador de futebol.

Globoesporte.com

http://globoesporte.globo.com/sc/futebol/times/chapecoense/noticia/2016/12/alan-ruschel-fala-um-dia-apos-receber-alta-nao-tenho-palavras-para-explicar.html