Atlético faz 3 a 0 no Coritiba e abre vantagem na decisão do Paranaense

02/05/2016 12:420 comments
Atlético faz 3 a 0 no Coritiba e abre vantagem na decisão do Paranaense

CapNa tarde deste domingo (1º), o Atlético Paranaense abriu vantagem na decisão do Campeonato Estadual 2016. No estádio atleticano, o Rubro-Negro venceu o Coritiba por 3 a 0. Os gols do Furacão foram marcados por Thiago Heleno, Ewandro e Hernani.

A partida de volta, que decide o título, acontece no próximo domingo (8), às 16h, no Estádio Couto Pereira.

 

O jogo

O Furacão começou a partida melhor e criou a primeira chance aos sete minutos de jogo. Pablo cruzou para Walter, que bateu de primeira para o gol e quase abriu o marcador.

O Atlético administrava bem a posse de bola e, aos 14 minutos, chegou novamente com Pablo. O atacante experimentou de fora da área, mas a bola passou por cima.

Quatro minutos, depois foi a vez de Ewandro ter boa oportunidade. O atacante aproveitou rebote da zaga adversária e chutou no canto esquerdo. Aos 30, Walter soltou uma bomba no ângulo e Elisson fez boa defesa.

Com total posse de bola, Ewandro teve outra boa chance aos 42 minutos, quando Sidcley driblou dois na lateral-esquerda e cruzou rasteiro para o 96 bater para fora.

Na volta para a segunda etapa, os atleticanos voltaram com o mesmo ritmo. E foi aos sete minutos que o Rubro-Negro abriu o marcador, com Thiago Heleno. Em cobrança de falta, o Furacão fez jogada ensaiada e o zagueiro subiu mais alto para cabecear para o gol. 1 a 0 Rubro-Negro!

Após o gol, o Furacão continuou atacando. Aos 19 minutos, ampliou. Pablo fez passe para Ewandro, que saiu cara a cara com o goleiro adversário e chutou no canto. 2 a 0!

Com total controle no confronto, o Furacão ampliou para 3 a 0 aos 23 minutos. Em cobrança de falta. Hernani chutou no canto de Elisson. 3 a 0!

Aos 30 minutos, Hernani foi expulso. Mesmo com um jogador a menos o Rubro-Negro mandou na partida e garantiu a vitória em casa.

 

Ficha Técnica: Atlético Paranaense 3×0 Coritiba

Campeonato Paranaense 2016: Final – Jogo de ida

Data: 01/05/2016 [domingo]

Horário: 16h

Local: Estádio Atlético Paranaense, em Curitiba

Árbitro: Rafael Traci

Auxiliares: Ivan Carlos Bohn e Jefferson Cleiton Piva da Silva

Quarto árbitro: Nilo Neves de Souza Jr.

Quinto árbitro: Diego Grubba Schitkovski

 

Atlético Paranaense: Weverton; Léo (Cleberson, aos 42’ d0 2ºT), Paulo André, Thiago Heleno (Christián Vilches, aos 29’ do 2ºT)e Sidcley; Deivid e Hernani; Nikão, Pablo e Ewandro (Jadson, aos 31’ do 2ºT); Walter.

Técnico: Paulo Autuori

Gols: Thiago Heleno, aos 7’ do 2ºT, Ewandro, aos 19’ do 2ºT, Hernani, aos 23’ do 2ºT

Cartões amarelos: Deivid, Paulo André, Hernani, Christián Vilches e Weverton..

Cartão vermelho: Hernani

 

Coritiba: Elisson; Reginaldo, Luccas Claro (Walisson Maia, aos 16’ do 2º) Juninho e Carlinhos; Alan Santos, João Paulo, Vinícius (Leandro, aos 27’ do 2ºT) e Thiago Lopes (Ruy, aos 22’ do 2ºT); Negueba e Kléber.

Técnico: Gilson Kleina

Cartões amarelos: Reginaldo, Vinícius e João Paulo.

 

Renda bruta: R$ 1.043.910,00

Público pagante: 26.357

Público total: 29.074

antos arranca empate no primeiro jogo da decisão do Paulistão

12:300 comments
antos arranca empate no primeiro jogo da decisão do Paulistão

PeixeO Santos conseguiu um bom resultado na primeira partida da decisão do Campeonato Paulista. O Peixe empatou em 1 a 1 com o Audax, neste domingo (01), em Osasco, gol marcado por Ronaldo Mendes. No próximo jogo, domingo (08), na Vila Belmiro, uma vitória simples dá o título ao Alvinegro Praiano. Um empate leva a decisão para os pênaltis.

O adversário saiu na frente. Mike marcou aos 12 do segundo tempo. O Santos FC chegou ao empate aos 34 minutos. Ronaldo Mendes, que entrou no lugar de Lucas Lima, que saiu lesionado, chutou de fora de área e marcou em belo gol.

Ficha técnica:

Local: Estádio José Liberatti, em Osasco (SP)

Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza.

Renda: R$ 463.730,00.

Público: 12.669 pagantes.

Audax

Sidão; André Castro, Yuri, Bruno Silva e Velicka; Tchê Tchê, Camacho e Juninho (Wellington); Mike, Bruno Paulo e Ytalo. Técnico: Fernando Diniz.

Santos FC

Vanderlei; Victor Ferraz, David Braz, Gustavo Henrique e Zeca; Thiago Maia, Renato, Vitor Bueno (Paulinho) e Lucas Lima (Ronaldo Mendes); Gabriel (Joel) e Ricardo Oliveira. Técnico: Dorival Júnior.

Gols: Mike, aos 12, e Ronaldo Mendes, aos 34 minutos do segundo tempo

Cartões amarelos: André Castro e Wellington (Audax); Gustavo Henrique e Lucas Lima (Santos FC)

Vasco vence Botafogo por 1 a 0 e fica a um empate do bicampeonato carioca

12:200 comments
Vasco vence Botafogo por 1 a 0 e fica a um empate do bicampeonato carioca

VascoNa tarde deste domingo (01/05), pelo primeiro jogo da final do Campeonato Carioca, o Vasco venceu o Botafogo por 1 a 0, com gol de Jorge Henrique, de cabeça, no segundo tempo. Com o resultado, o Gigante da Colina está a um empate de conquistar o bicampeonato carioca. O jogo decisivo entre as equipes acontecerá no próximo domingo (08/05), às 16h, também no Maracanã.

O JOGO

Com um clima de festa no retorno ao Maracanã, as torcidas promoveram um verdadeiro espetáculo durante os 90 minutos. A primeira etapa foi de maior aproveitamento do Botafogo. A equipe de General Severiano teve mais posse de bola, mas pecou nas finalizações. Já o Vasco apostou nos contra-ataques, mas não conseguiu envolver o adversário em nenhuma oportunidade.
Com poucas finalizações, os dois times não conseguiram se soltar no primeiro tempo, e o Gigante da Colina sofreu uma marcação fortíssima do Botafogo, bloqueando as ações dos meias Nenê e Andrezinho. Pelo lado alvinegro, apenas Bruno Silva assustou Martín Silva, em chute com efeito de fora da área. Já pelo lado vascaíno, as finalizações não levaram perigo ao gol de Jefferson, deixando o placar zerado.
No segundo tempo, o Gigante da Colina voltou com tudo. O Botafogo não conseguiu manter a marcação do primeiro tempo e sofreu com os ataques dos vascaínos. Aos 7 minutos, Riascos fez boa jogada pela direita, Julio dos Santos cruzou e Nenê chutou de primeira.  A bola saiu raspando a trave de Jefferson. Na sequência, o time de General Severiano respondeu. Ribamar invadiu a área cruzmaltina e chutou cruzado, com grande perigo ao goleiro Martín Silva.

A pressão aumentou e o Vasco abriu o placar aos 15 minutos com Jorge Henrique. Nenê recebeu boa bola pela direita e conseguiu cruzar a bola na medida para a área. O atacante se antecipou ao goleiro Jefferson e tocou de cabeça para o fundo da rede.  Após o gol, os times começaram a mexer. Sassá, que entrou pelo lado do alvinegro, foi expulso com pouco tempo de jogo, após falta violenta em Jorge Henrique.

Mesmo com um jogador a menos, o Botafogo se lançou ao ataque  e quase empatou a partida. Aos 34 minutos, Diego deixou Bruno Silva na cara do gol. O jogador tentou tirar de Martín Silva, mas acabou isolando. Quatro minutos depois, foi a vez de Ribamar ficar cara a cara com o uruguaio. O camisa 1 do Gigante da Colina mais uma vez mostrou o porquê é chamado de Paredão e defendeu um chute a queima roupa, salvando o Cruzmaltino de levar o empate. Final: Vasco 1×0 Botafogo.

Com tranquilidade, Rosberg vence na Rússia e segue imbatível; Massa é 5º

01/05/2016 20:070 comments
Com tranquilidade, Rosberg vence na Rússia e segue imbatível; Massa é 5º

RosbergNa manhã deste domingo, o GP da Rússia, realizado em Sochi, marcou a quarta etapa do mundial de 2016 da Fórmula 1. Mais uma vez, a prova foi dominada pelos carros da Mercedes, e o resultado das três primeiras corridas do ano se repetiu: Nico Rosberg foi o mais rápido, não dando chance aos adversários e dominando de ponta a ponta. Lewis Hamilton chegou na segunda posição e completou a dobradinha da equipe alemã.

Quem fechou o pódio foi o finlandês Kimi Raikkonen, da Ferrari. O outro piloto da equipe, Sebastian Vettel, abandonou a prova na primeira volta, após um choque com Daniil Kvyat, da Red Bull.

Felipe Massa terminou na quinta colocação, atrás do seu parceiro de Williams, Valtteri Bottas. Foi a primeira vez no ano que o finlandês terminou um GP à frente do brasileiro. Já o outro representante do país, Felipe Nasr, chegou com a Sauber na 16ª posição.

O próximo Grande Prêmio acontece no dia 15, no Circuito da Catalunha, em Barcelona.

Terra

http://esportes.terra.com.br/automobilismo/formula1/com-tranquilidade-rosberg-vence-na-russia-e-segue-imbativel-massa-e-5,d7bd7b87183865127dc026c158480286zccbvjc2.html

Operário empata com Criciúma e classifica na Copa do Brasil

29/04/2016 12:380 comments
Operário empata com Criciúma e classifica na Copa do Brasil
FantasmaO Operário Ferroviário garantiu a classificação para a segunda fase da Copa do Brasil após empatar com o Criciúma na noite dessa quinta-feira (28). O Fantasma venceu o primeiro jogo em casa por 2 a 1 e segurou o empate em 1 a 1 no Estádio Heriberto Hülse.
A equipe da casa iniciou o primeiro tempo pressionando o alvinegro. Aos 9 minutos, Roberto puxou contra-ataque, desviou da marcação e cruzou para Élvis abrir o placar para o Criciúma. O Tigre ainda levou perigo ao Fantasma, mas o goleiro Juninho fez boas defesas.
Na segunda etapa, o Operário reagiu e pressionou mais o adversário, criando boas chances. Mas o empate só veio aos 30 minutos. Washington lançou Marko Perovic, que balançou as redes e garantiu a classificação alvinegra.
O Fantasma iniciou a partida com Juninho, Danilo Báia, Douglas Mendes, Sosa, Peixoto, Chicão, Lucas, Serginho Paulista, Washington, Rafinha e Lucas Batatinha. Na segunda etapa entraram Marko Perovic, Willian Lira e Baiano nos lugares de Serginho, Rafinha e Washington.
O técnico Gerson Gusmão afirma que a equipe cresceu no segundo tempo. “Nós começamos bem o jogo, mas aí tomamos o gol em um erro coletivo e o time se perdeu um pouco. Já no segundo tempo nós precisávamos do gol e fomos mais ofensivos. O Marko [Perovic] é um jogador que tem muita técnica e não desperdiçou a oportunidade”.
O adversário do Operário na segunda fase da Copa do Brasil será o vencedor do confronto entre Independente e Paysandu (PA). As partidas da próxima fase ainda não têm datas definidas.

Tricolor domina o Toluca e larga na frente nas oitavas da Libertadores

12:360 comments
Tricolor domina o Toluca e larga na frente nas oitavas da Libertadores

SPFCEm noite que o torcedor são-paulino está acostumado – frio e Morumbi lotado na Libertadores da América -, o Tricolor goleou o Toluca-MEX por 4 a 0 e largou na frente nas oitavas de final em grande estilo. Envolvente do primeiro ao último minuto e sem deixar os mexicanos gostarem do jogo, o time de Patón impressionou nesta quinta-feira (28) e conseguiu minimizar até mesmo a ausência do artilheiro Calleri (suspenso). Com atuação convincente e disposição de sobra, o Tricolor neutralizou o adversário e ganhou o direito de ser derrotado por até três gols de diferença na próxima semana, fora de casa, que ainda assim avançará para as quartas de final.

Centurión, inspirado e artilheiro da noite com dois gols, Michel Bastos – com a eficiência de sempre – e Thiago Mendes – com o desempenho que o fez garantir a confiança da torcida na temporada passada – balançaram as redes para garantir o importante triunfo. Além dos três goleadores, os outros guerreiros são-paulinos também deixaram boa impressão e mostraram que o clube está cada vez mais firme em busca do tetracampeonato! Que venha o duelo de volta, porque o São Paulo ressurgiu em 2016 após a emocionante classificação na fase de grupos e está mais forte!

Sem poder contar com Denis, suspenso, Bauza deu uma oportunidade para o Renan Ribeiro. Além do camisa 1, o argentino Calleri também estava fora de combate após receber o cartão vermelho no heroico empate com o The Strongest-BOL (1 x 1), na altitude de La Paz. A lista de baixas ainda contou com Breno (tendinite no joelho direito), Carlinhos (estiramento no posterior da coxa esquerda), Daniel (trauma no joelho direito), João Schmidt (entorse no joelho direito), Rogério (estiramento no posterior da coxa esquerda) e Lugano (lesão muscular).

Assim, Patón apostou na entrada de Centurión ‘no comando de ataque’ escalou o time são-paulino com Renan Ribeiro, Bruno, Maicon, Rodrigo Caio e Mena; Hudson, Thiago Mendes e Paulo Henrique Ganso; Michel Bastos, Kelvin e Centurión. Já o adversário começou a partida com Talavera; Galindo, Da Silva, Rojas e Velasco; Saucedo, Esquivel, Ríos e Trejo; Vega e Jordan Silva. E quando a bola rolou, empurrado pela torcida – que fez uma grande festa nas arquibancadas -, o Tricolor tratou logo de encurralar os mexicanos e ditou o ritmo do primeiro tempo.

Logo aos dez minutos, Michel Bastos recebeu de Ganso e arriscou de fora da área. O goleiro do Toluca espalmou por cima do gol e mandou para escanteio. Na cobrança, as redes quase balançaram: Ganso cabeceou e o arqueiro do Toluca fez nova defesa. Sem deixar o ritmo cair e em busca de alguma vantagem para o duelo de volta, os brasileiros seguiram com superioridade e criaram outras boas oportunidades. Aos 13, Ganso recebeu de Centurión e arriscou de fora da área. Talavera defendeu como pôde e, na volta, a zaga afastou o perigo.

O Maestro Paulo Henrique Ganso e o versátil Michel Bastos eram os grandes articuladores da equipe e assustavam constantemente os visitantes, que não conseguiam cruzar a linha do meio de campo com a bola nos pés. O domínio tricolor, então, foi traduzido em gols para garantir a festa dos torcedores. Aos 27, após cobrança de lateral na direita, a bola pingou na área, encobriu Paulo da Silva e sobrou para Michel Bastos, que bateu cruzado, no canto esquerdo! 1 a 0! Festa da torcida são-paulina e muita vibração do camisa 7!

O tento não diminuiu a intensidade dos anfitriões, que dominavam o confronto com certa facilidade. No minuto seguinte após o zero sair do placar, novamente Michel Bastos apareceu bem na frente e finalizou: o goleiro espalmou. Na sequência, aos 29, Kelvin também deu trabalho. O atacante recebeu de Ganso na direita e cruzou para a área. A bola foi direto para o gol e acertou a trave direita. Pressão do São Paulo! Pouco depois, aos 34, novamente Kelvin ficou no quase: Ganso acionou Mena na esquerda, o lateral foi no fundo e cruzou para Kelvin que, de pé esquerdo, chutou no travessão!

O marcador parecia definido antes do intervalo, apesar do ritmo avassalador dos donos da casa, quando Centurión pôde celebrar a sua grande atuação com o gol. Brigador e com jogadas envolventes, o argentino infernizou a vida dos defensores mexicanos e marcou um verdadeiro golaço aos 45 minutos: o camisa 20 recebeu na esquerda, driblou o marcador e bateu cruzado, no ângulo esquerdo de Talavera, que nada pôde fazer. 2 a 0 e mais festa no Morumbi!

Na volta para a segunda etapa, com a mesma entrega do primeiro tempo, o São Paulo manteve o rival preso no campo de defesa e logo arrancou mais gritos de gols da torcida. Aos sete minutos, Thiago Mendes recebeu na entrada da área, tabelou com Ganso, recebeu e, de pé direito, bateu no canto esquerdo: 3 a 0! Os torcedores são-paulinos não paravam de cantar nas arquibancadas e deixavam o confronto com uma atmosfera ainda mais especial para empurrar o time. A pressão tricolor não permitia que os visitantes explorassem as jogadas e os números comprovavam a superioridade. Em determinados momentos, os mandantes tiveram mais de 75% de posse de bola.

E foi justamente assim, além de muita garra para ampliar a goleada, que o São Paulo fechou o placar na capital paulista. Aos 16, Michel Bastos cruzou da esquerda, Ganso disputou no alto com a zaga do Toluca e a bola sobrou para Centurión, que bateu de pé direito, no canto direito! 4 a 0! O Morumbi explodiu de alegria e celebrou a memorável vitória. Daí em diante, com o resultado garantido e o duelo controlado, Patón aproveitou para preservar alguns guerreiros são-paulinos e promoveu as entradas de Alan Kardec, Wesley e Lucas Fernandes.

A tradicional ‘ola mexicana’ animou os torcedores nas arquibancadas e celebrou a goleada! Que venha o jogo de volta na próxima semana.

Libertadores: Corinthians empata sem gols com Nacional no primeiro jogo das oitavas

28/04/2016 12:220 comments
Libertadores: Corinthians empata sem gols com Nacional no primeiro jogo das oitavas

imagem_59336_largeNesta quarta-feira (27), o Corinthians empatou sem gols com o Nacional (URU), no primeiro jogo das oitavas de final da Copa Bridgestone Libertadores, em partida disputada no estádio Gran Parque Central. Uma vitória simples no jogo de volta garante o Timão nas oitavas de final.

Nos primeiros 15 minutos de jogo, a equipe do técnico Tite conseguiu manter boa posse de bola e chegou a ter algumas chances, mas nada muito perigoso. Com muita marcação, a primeira etapa não trouxe grandes emoções e terminou com empate sem gols.

Na segunda etapa, a partida seguiu com bastante marcação de ambos os lados. A forte pressão uruguaia impediu o Timão de criar chances, e quando o Nacional levou perigo, parou no goleiro Cássio, que fez pelo menos duas grandes defesas.

Com o empate sem gols, o Corinthians precisa de uma vitória simples no jogo de volta para avançar às quartas de final da competição continental. A decisão será nesta quarta-feira (04), às 21h45 na Arena Corinthians.

Grêmio joga mal, é dominado em casa e perde para o Rosario

12:190 comments
Grêmio joga mal, é dominado em casa e perde para o Rosario

rosario centrALO Grêmio precisará mais do que nunca ser o Imortal na Libertadores. O Tricolor gaúcho teve péssima atuação na Arena, nesta quarta-feira, e acabou dominado e derrotado pelo Rosario Central por 1 a 0, gol marcado por Marco Rubén no início do primeiro tempo, no jogo de ida das oitavas de final.

Com o resultado, a equipe do técnico Roger vai precisar vencer por dois gols de diferença na próxima quinta-feira na Argentina para avançar às quartas de final. Vitória por um gol de diferença somente por um placar igual ou superior a 2 a 1. Novo 1 a 0 favorável ao time brasileiro leva a decisão para os pênaltis.

Roger apostou na equipe que teve a melhor atuação no ano até aqui, na vitória sobre a LDU. E o primeiro lance de perigo foi do Tricolor gaúcho com Bolaños, que chegou a driblar o goleiro Sosa, mas ficou sem ângulo para finalizar. Pouco depois, porém começou o pesadelo gaúcho no gol de Marco Rubén, após falha do sistema defensivo.

Ter vantagem na casa do adversário em mata-mata é uma especialidade argentina. O Grêmio mordeu a isca e entrou na pilha. Não se encontrou em campo e viu o adversário controlar as ações. Marco Rubén quase marcou o segundo, mas o travessão impediu. Bolaños chegou a perder outra oportunidade e foi só. As vaias da torcida no fim da etapa inicial foram justas para um Tricolor bem abaixo do esperado.

Veio a etapa final e o cenário continuou muito ruim. O Grêmio encontrava muitas dificuldades para chegar ao gol do Rosario. Além disso, muitos erros de passe e problemas na saída de bola devido a pressão da marcação adversária desde o campo defensivo.

Roger tentou mudar um pouco o panorama promovendo as entradas de Everton, Bobo e Lincoln. Mesmo assim a noite definitivamente não era favorável. O Rosario por sua vez se fechou muito bem na defesa, esteve firme na marcação e causou tormenta quando chegava no contra-ataque. E foi assim até o apito final. Na Argentina o Grêmio vai precisar jogar tudo que não fez dentro de casa.

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 0 X 1 ROSARIO CENTRAL (ARG)

Local: Arena do Grêmio, Porto Alegre (RS)
Data-hora: 27/4/2016 – 21h45
Árbitro: Victor H. Carrillo (Fifa-PER)
Auxiliares: Jonny Bossio (Fifa-PER) e Braulio Cornejo (Fifa-PER)
Renda e público: R$ 1.271.921,00 – 31.762 pagantes
Cartões amarelos: Walace, Maicon, Fred, Bolaños e Bressan (GRE); Pinola, Cervi, Musto, Lo Celso e Burgos (ROS)
Gol: Marco Rubén – 13’/1ºT (0-1)

GRÊMIO: Marcelo Grohe, Ramiro, Fred, Bressan e Marcelo Oliveira; Walace, Maicon (Everton – 15’/2º T), Douglas (Lincoln – 26’/2º T) e Giuliano; Luan e Miller Bolaños (Bobô – 20’/2ºT) – Técnico: Roger Machado.

ROSARIO CENTRAL (ARG): Sosa, Salazar, Burgos, Donatti e Pinola; Montoya, Musto, José Fernández e Cervi (Gil Romero – 47’/2ºT); Herrera e Marco Rubén (Lo Celso – intervalo) – Técnico: Eduardo Coudet

Terra

http://esportes.terra.com.br/lance/gremio-joga-mal-e-dominado-em-casa-e-perde-para-o-rosario-central,9fe24ef2ee53d428ab3ff5a2257d1c39disk3fkq.html

A 100 dias dos Jogos, prefeitura apresenta plano operacional para a competição

27/04/2016 19:000 comments
A 100 dias dos Jogos, prefeitura apresenta plano operacional para a competição

jogos-olimpicos-2016-830x553A 100 dias dos Jogos Olímpicos, o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, apresentou hoje (27) o plano operacional da cidade para a competição.

O plano prevê a decretação de três feriados em agosto, um a mais do que tinha sido anunciado inicialmente, e um corredor BRT (bus rapid transit, transporte rápido por ônibus), ligando a Barra da Tijuca, na zona oeste, onde se localizam o complexo olímpico e a Vila dos Atletas, e o centro da cidade, com passagem pela zona sul.

Os feriados serão nos dias 5, data da solenidade de abertura da Olimpíada, 18, por causa da prova do tritlo, quando haverá restrição à circulação de veículos na cidade, e 22, um dia após o encerramento da competição.

Na solenidade desta quarta-feira, Paes anunciou a criação de uma malha viária de 260 quilômetros (km) específica para circulação de veículos credenciados, que será pintada de verde. Ele disse que quem não respeitar os limites dessa faixa será multado em R$ 1,5 mil.

O corredor BRT será exclusivo para a família olímpica, que, segundo a prefeitura, é formada por atletas e demais membros das delegações, profissionais e turistas relacionados aos Jogos, e funcionará entre os dias 6 e 20 de agosto, da meia-noite às 2h, com 12 paradas temporárias apenas para desembarque.

De acordo com o prefeito, os corredores de BRT para os jogos envolvem três vias expressas: Transoeste, Transcarioca e Transpolímpica, todas com conexões específicas com os polos de competições.

Paes destacou a capacidade de organização da cidade e falou da data de hoje, que considera emblemática. “Chegamos à marca de 100 dias para o início dos Jogos com tudo pronto, ou em estado avançado de execução. Isso mostra a nossa capacidade de realização e planejamento, o que muito nos orgulha. A marca dos 100 dias é importante e emblemática.”

Sobre a malha viária especial, o prefeito disse que o objetivo é permitir o deslocamento de veículos que transportam a “família olímpica” – atletas, dirigentes, voluntários e contratados e pessoas envolvidas com os jogos. Nas ruas e avenidas dessa malha só poderão circular veículos credenciados.

Eduardo Paes informou que seis das nove arenas já estão prontas, as obras do Parque Olímpico estão 98% concluídas e as do centro de tênis, com 92%, mas admitiu atraso na construção do velódromo. “Foi a obra em que tivemos mais problemas e que gerou mais dor de cabeça. Mas teremos aí pela frente de 30 a 40 dias de trabalho intenso, e o velódromo ficará pronto a tempo porque os problemas já foram equacionados.”

As provas dos Jogos Olímpicos serão disputadas em quatro “regiões olímpicas”: Barra da Tijuca e Deodoro, na zona oeste, Copacabana, na zona sul, e Maracanã, zona norte. Ao todo serão 32 áreas de competição. A expectativa da prefeitura é receber durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos cerca de 800 mil turistas.

Para facilitar a realização dos Jogos, a circulação das delegações e o acesso das pessoas às provas, as férias das redes pública e particular de ensino foram adiadas e alongadas e irão de 1º a 28 de agosto. Se for preciso, Paes disse que poderá decretar ouros feriados, mas não acredita que isso seja necessário. Segundo o prefeito, os feriados decretados são parciais, e o comércio vai  funcionar, como ocorreu na Copa e na Jornada Mundial da Juventude. “Queremos os cariocas na cidade, vivenciando a Olimpíada, uma experiência imperdível, embora seja preciso entender que a mobilidade será afetada nesses dias.”

Família olímpica

Os números que envolvem a chamada família olímpica são expressivos e dão a exata dimensão dos Jogos: 15 mil atletas de delegações de 206 países, que exigirão 3,2 mil árbitros. Já estão credenciados para o evento 30 mil jornalistas. Os Jogos terão ainda apoio de 50 mil voluntários.

Na segurança, trabalharão 7 mil agentes da Guarda Municipal, que cuidarão das áreas externas e darão assistência aos participantes, espectadores e aos cerca de 800 mil turistas esperados na cidade nesse período.

Paes anunciou ainda a contratação e treinamento de 300 agentes especiais, que farão parte de um grupamento especial de controle de multidão. “São agentes especialmente treinados para lidar com situações de emergência, tumulto e voltados especificamente para o controle de multidões. Ficarão aquartelados e em caso de deslocamento usarão motocicletas, o que facilitará sua locomoção.”

A prefeitura disponibilizará para os participantes dos Jogos cinco hospitais de referência: Miguel Couto, que atenderá principalmente os visitantes nos bairros da zona sul da cidade; Souza Aguiar, no centro; Salgado Filho, no Méier, zona Norte; Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca, zona oeste; e Alberto Schweitzer, em Realengo, na Baixada Fluminense.

Pira

Uma novidade nos Jogos do Rio antecipada pelo prefeito Eduardo Paes diz respeito à pira olímpica. Geralmente colocada em lugar de destaque nos estádios onde se realizam os jogos, no Rio de Janeiro, pela primeira vez, a pira ficará ao ar livre.

Embora seja acesa no Estádio Mário Filho (Maracanã), palco da solenidade de abertura dos Jogos Olímpicos Rio 2016, a pira ficará no live site do Porto Maravilha, no centro da cidade. “Será uma atitude bem democrática. Me passaram a ideia e aceitei prontamente, porque, lá, a pira poderá ser vista por todos: estejam ou não envolvidos com os Jogos’, disse Eduardo Paes.

CBF mantém jogos às 11h no Brasileiro e cria novo horário

26/04/2016 12:390 comments
CBF mantém jogos às 11h no Brasileiro e cria novo horário

565f284653be7A CBF desmembrou as primeiras 11 rodadas do Campeonato Brasileiro deste ano com datas e horários definidos. Os jogos de sábado às 21h e de domingo às 11h foram mantidos pela entidade, que colocou um novo horário no calendário: sábado às 16h. Os jogos mais tarde do meio de semana, da TV, não serão mais 22h, e sim 21h45. Palmeiras x Atlético-PR e Flamengo x Sport são os jogos que abrem o Brasileirão no sábado à tarde, dia 14 de maio. Confira:

1ª rodada
Sábado – 14/5
16h – Palmeiras x Atlético-PR – Allianz Parque
16h – Flamengo x Sport – A definir
18h30 – Atlético-MG x Santos – Independência
21h – Coritiba x Cruzeiro – Couto Pereira
Domingo – 15/5
11h – Botafogo x São Paulo – A definir
11h – Santa Cruz x Vitória – Arruda
16h – Corinthians x Grêmio – Arena Corinthians
16h – Figueirense x Ponte Preta – Orlando Scarpelli
16h – América-MG x Fluminense – Independência
18h30 – Internacional x Chapecoense – Beira-Rio

2ª rodada
Sábado – 21/5
16h – Vitória x Corinthians – Barradão
18h30 – Fluminense x Santa Cruz – A definir
21h – Cruzeiro x Figueirense – Mineirão
Domingo – 22/5
11h – Santos x Coritiba – Vila Belmiro
11h – Atlético-PR x Atlético-MG – Arena da Baixada
16h – Chapecoense x América-MG – Arena Condá
16h – São Paulo x Internacional – Morumbi
16h – Grêmio x Flamengo – Arena Grêmio
16h – Ponte Preta x Palmeiras – Moisés Lucarelli
18h30 – Sport x Botafogo – Ilha do Retiro

3ª rodada
Quarta-feira – 25/5
19h30 – Botafogo x Atlético-PR – A definir
21h – Flamengo x Chapecoense – A definir
21h – Figueirense x Santos – Orlando Scarpelli
21h – América-MG x Vitória – Independência
21h45 – Santa Cruz x Cruzeiro – Arruda
21h45 – Palmeiras x Fluminense – Allianz Parque
Quinta-feira – 26/5 (feriado)
16h – Internacional x Sport – Beira-Rio
16h – Coritiba x São Paulo – Couto Pereira
18h30 – Corinthians x Ponte Preta – Arena Corinthians
21h – Atlético-MG x Grêmio – Independência

4ª rodada
Sábado – 28/5
16h – Cruzeiro x América-MG – Mineirão
16h – Atlético-PR x Figueirense – Arena da Baixada
21h – Chapecoense x Santa Cruz – Arena Condá
Domingo – 29/5
11h – Ponte Preta x Flamengo – Moisés Lucarelli
11h – Sport x Corinthians – Ilha do Retiro
16h – Vitória x Atlético-MG – Barradão
16h – Fluminense x Botafogo – A definir
16h – São Paulo x Palmeiras – Morumbi
16h – Grêmio x Coritiba – Arena do Grêmio
18h30 – Santos x Internacional – Vila Belmiro

5ª rodada
Quarta-feira – 1/6
19h30 – Botafogo x Cruzeiro – A definir
19h30 – Internacional x Atlético-PR – A definir
21h – Coritiba x Chapecoense – Couto Pereira
21h – Figueirense x São Paulo – Orlando Scarpelli
21h – Santa Cruz x Sport – Arruda
21h45 – Corinthians x Santos – Arena Corinthians
21h45 – Atlético-MG x Fluminense – Independência
Quinta-feira – 2/6
19h30 – América-MG x Ponte Preta – Independência
21h – Flamengo x Vitória – A definir
21h – Palmeiras x Grêmio – Allianz Parque

6ª rodada
Sábado – 4/6
16h – Atlético-PR x Santa Cruz – Arena da Baixada
18h30 – Cruzeiro x São Paulo – Mineirão
20h30 – Chapecoense x Fluminense – Arena Condá
20h30 – Corinthians x Coritiba – Arena Corinthians
Domingo – 5/6
11h – América-MG x Figueirense – Independência
11h – Santos x Botafogo – Vila Belmiro
16h – Flamengo x Palmeiras – A definir
16h – Vitória x Internacional – Barradão
16h – Sport x Atlético-MG – Ilha do Retiro
18h30 – Grêmio x Ponte Preta – Arena do Grêmio

7ª rodada
Sábado – 11/6
16h – Ponte Preta x Chapecoense – Moisés Lucarelli
18h30 – Internacional x América-MG – Beira-Rio
21h – São Paulo x Atlético-PR – Morumbi
Domingo – 12/6
11h – Santa Cruz x Santos – Arruda
11h – Figueirense x Flamengo – Orlando Scarpelli
16h – Fluminense x Grêmio – A definir
16h – Atlético-MG x Cruzeiro – Independência
16h – Palmeiras x Corinthians – Allianz Parque
16h – Coritiba x Sport – Couto Pereira
19h – Botafogo x Vitória – A definir

8ª rodada
Quarta-feira – 15/6
19h30 – Coritiba x Palmeiras – Couto Pereira
19h30 – Ponte Preta x Atlético-PR – Moisés Lucarelli
21h – Botafogo x América-MG – A definir
21h – Santos x Sport – Vila Belmiro
21h – Santa Cruz x Figueirense – Arruda
21h45 – São Paulo x Vitória – Morumbi
21h45 – Cruzeiro x Flamengo – Mineirão

Quinta-feira – 16/6
19h30 – Internacional x Atlético-MG – Beira-Rio
20h – Fluminense x Corinthians – A definir
20h – Chapecoense x Grêmio – Arenda Condá

9ª rodada
Sábado – 18/6
16h – Atlético-PR x Santos – Arena da Baixada
18h – Palmeiras x Santa Cruz – Allianz Parque
21h – América-MG x Coritiba – Independência
Domingo – 19/6
11h – Corinthians x Botafogo – Arena Corinthians
11h – Atlético-MG x Ponte Preta – Independência
16h – Vitória x Chapecoense – Barradão
16h – Flamengo x São Paulo – A definir
16h – Figueirense x Internacional – Orlando Scarpelli
16h – Sport x Fluminense – Ilha do Retiro
19h – Grêmio x Cruzeiro – Arena do Grêmio

10ª rodada
Quarta-feira – 22/6
19h30 – Chapecoense x Atlético-PR – Arena Condá
19h30 – Ponte Preta x Cruzeiro – Moisés Lucarelli
21h – Botafogo x Figueirense – A definir
21h – Palmeiras x América-MG – Allianz Parque
21h – Santa Cruz x Flamengo – Arruda
21h45 – Fluminense x Santos – A definir
21h45 – Atlético-MG x Corinthians – Independência
Quinta-feira – 23/6
19h15 – Grêmio x Vitória – Arena do Grêmio
21h – São Paulo x Sport – Morumbi
21h30 – Coritiba x Internacional – Couto Pereira

11ª rodada
Sábado – 25/6
19h – Corinthians x Santa Cruz – Arena Corinthians
21h – Cruzeiro x Palmeiras – Mineirão
Domingo – 26/6
11h – Vitória x Ponte Preta – Barradão
11h – Flamengo x Fluminense – A definir
16h – Santos x São Paulo – Vila Belmiro
16h – Internacional x Botafogo – Beira-Rio
16h – Atlético-PR x Grêmio – Arena da Baixada
16h – América-MG x Atlético-MG – Independência
18h30 – Figueirense x Coritiba – Orlando Scarpelli
18h30 – Sport x Chapecoense – Ilha do Retiro