Polícia encontra corpo de homem desaparecido e prende autores do crime

04/08/2016 19:220 comments
Corpo foi desovado em uma fazenda nas proximidades de Jaguariaíva

Arapoti – A Polícia prendeu nesta quarta-feira, 04, os responsáveis pelo assassinato de Rogelso Aparecido Rodrigues, 41 anos. A vítima estava desaparecida desde domingo, 31 de julho, quando saiu de casa a noite em sua caminhonete GM/S10 de cor branca e não apareceu mais. Os policiais, após intenso trabalho de investigação, encontraram o corpo na madrugada de quinta-feira, 04, desovado em uma fazenda e prenderam três envolvidos.

O Caso

Caminhonete de Rogelso foi encontrada no matagal

Caminhonete de Rogelso foi encontrada no matagal

Segundo os investigadores, a família de Rogelso procurou a polícia para registrar ocorrência de desaparecimento no dia 1º de Agosto. Conforme relato dos familiares, Rogelso, que era conhecido por “Gato de Botas”, havia saído de casa por volta das 19h. Os policiais passaram então, a investigar o caso como desaparecimento, com possibilidade de latrocínio (roubo seguido de morte), pois descobriram que um provável suspeito tinha tentado negociar a caminhonete da vítima em diversos lugares.

Com as informações obtidas, os investigadores começaram observar os passos do suspeito. “Outras informações indicavam também que o último lugar onde a vítima tinha estado, antes de desaparecer, era justamente nas proximidades da casa de outro suspeito, o que apontava para a participação de mais pessoas” esclareceu o investigador Angelo Simões.

Crime Passional

As buscas levaram até testemunhas anônimas que confirmaram que Rogelso havia sido morto por um rapaz de 20 anos e outro de 19 na noite de domingo. Segundo foi apurado pelos policiais, no domingo, 31, pela manhã, Rogelso foi até a casa do suspeito de 20 anos, supostamente para tratar de questões relacionadas a trabalho.

Depois de passar um tempo na casa deste, pediu para que o rapaz fosse até uma padaria comprar refrigerante. No momento em que o proprietário da residência saiu, Rogelso teria ficado na casa, tentando seduzir a esposa do rapaz que havia acabado de acordar. Quando o jovem voltou para casa, Rogelso saiu logo na sequência.

Premeditação

A mulher, então, reclamou para seu esposo da atitude de Rogelso. O rapaz teria ficado revoltado e, com isso, articulado a morte do homem. No início da noite de domingo, procurou por um amigo e planejaram uma armadilha para a vítima. O marido pediu para a esposa ligar para Rogelso, o qual, minutos depois, apareceu na casa dele e tentou novamente beijá-la.

Os autores, que estavam escondidos na casa, foram para cima da vítima. Um deles, em posse de uma barra de ferro e outro de um machado. Rogelso tentou se defender, mas acabou sendo golpeado várias vezes com golpes de ferro e machado. Depois de abatido, ele foi enrolado em uma lona e teve o corpo levado e abandonado numa plantação em uma área rural próximo à cidade de Jaguariaíva.

Solução

Corpo foi desovado em uma fazenda nas proximidades de Jaguariaíva

Corpo foi desovado em uma fazenda nas proximidades de Jaguariaíva

A caminhonete S10 acabou ficando com o rapaz que auxiliou o marido a executar a vítima. Este tentou vendê-la e como não conseguiu, deixou o veículo escondido em uma floresta de eucaliptos entre a cidade de Arapoti e São José da Boa Vista. Com base nos trabalhos de investigação, foram expedidos Mandados de Prisão contra os suspeitos, os quais foram presos no início da noite de quarta-feira.

Segundo a Civil, os rapazes confessaram o crime e um deles deu a versão de que sua esposa estava sendo coagida pela vítima a manter relações sexuais. Já o segundo envolvido, conforme apurado, teria participado para auxiliar o amigo, mas também tinha interesse em ficar com a caminhonete da vítima, com o objetivo de vendê-la e levantar dinheiro.

Durante a madrugada, os policiais localizaram o corpo da vítima, o qual estava parcialmente queimado. Localizaram também o veículo escondido no mato próximo à estrada rural que dá acesso a São José da Boa Vista. O Instituto Médico Legal (IML) de Ponta Grossa e a perícia técnica estiveram no local do crime e no local onde o corpo foi encontrado.

O Delegado Dr. Durval Athayde ressaltou a dedicação de sua equipe para solução do caso. “Foram várias horas de trabalho ininterruptas e muito empenho dos policiais para encontrar os envolvidos, o corpo e o veículo”. Os três encontram-se presos à disposição da Justiça.

Braz é confirmado candidato a reeleição. Nerilda é vice

13:270 comments
Braz é confirmado candidato a reeleição. Nerilda é vice

Arapoti – Na noite desta quarta-feira, 03, em convenção realizada no Centro Estudantil, o atual prefeito Braz Rizzi (DEM) foi confirmado como candidato a reeleição. A vereadora Nerilda Penna (PP) foi oficializada como a candidata a vice na chapa. Os mesmos partidos que apoiaram Braz na eleição passada firmaram novamente o compromisso com o atual prefeito.

IMG_20160804_102328

Além do DEM, compõem a coligação “Avança Mais”, o PP, PSB, PPS e PTB. “Estou colocando meu nome novamente a disposição por decisão do grupo. Todos sabem que desejava que algum nome surgisse para poder me suceder, mas como não houve ninguém, o grupo decidiu que eu deveria continuar, pois entendem que tenho feito uma boa administração” afirmou Braz.

A escolha de Nerilda, segundo Braz, se deve ao conhecimento político adquirido durante seu mandato como vereadora. “A Nerilda apesar de nova, tem muita sabedoria e inteligência na política e nós precisávamos de alguém assim que tenha vontade e disposição. Tenho certeza que ela vai cumprir muito bem com seu papel ajudando muito Arapoti” comentou o prefeito.

Na convenção também ficou definido as coligações para vereador na chapa. São duas: DEM/PTB e PP/PPS/PSB. “Trabalhamos para conseguir até quatro cadeiras no Legislativo” afirmou o presidente municipal do PP e ex-prefeito, Homar Negrão. A chapa formalizada através de ata, deve ser registrada até o próximo dia 15 de Agosto junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

IMG_20160804_102217

Polícia de Arapoti faz greve e protesto contra a falta de efetivo e estrutura

01/08/2016 16:250 comments
Polícia de Arapoti faz greve e protesto contra a falta de efetivo e estrutura

Arapoti – A Polícia Civil fechou as portas da Delegacia nesta segunda-feira, 01, em protesto contra as faltas de condições de trabalho e o baixo efetivo no combate a criminalidade. A cidade vive uma recente onda de violência e os policiais decidiram protestar colocando faixas pela cidade cobrando efetividade das autoridades públicas.

IMG_20160801_115306993

Policiais alertam a população em relação ao problema da Polícia em Arapoti

Além de Arapoti, outros municípios também realizam o protesto, que é coordenado pela Sinclapol (Sindicato das Classes Policiais Civis do Estado do Paraná). O atendimento na delegacia deve ser normalizado somente nesta terça-feira, 02. Os cartazes espalhados pelo centro da cidade fazem alertas para a população, do tipo: “4 investigadores para 30 mil habitantes” e “Polícia Civil de Arapoti pede socorro”.

A cidade vive um momento delicado na Segurança Pública. Somente neste final de semana teve uma comerciante baleada em assalto, um tiroteio dentro do Centro Estudantil com um morto e dois baleados e um rapaz esfaqueado no Jardim Ceres. O delegado Dr. Durval Athayde, em entrevistas, tem cobrado as autoridades, principalmente municipais, pelos funcionários retirados da delegacia.

Hoje investigador, que era para estar na rua solucionando crimes, tem que ser babá de preso, pois tiraram os funcionários da delegacia” afirma o delegado que cobra maior efetivo para prover a segurança necessária à população.

Delegacia com as portas fechadas em protesto nesta segunda

Delegacia com as portas fechadas em protesto nesta segunda

Homem esfaqueia jovem em Arapoti e é preso pela PM em Jaguariaíva

13:210 comments
Homem esfaqueia jovem em Arapoti e é preso pela PM em Jaguariaíva

Arapoti – A Polícia Militar prendeu na noite deste domingo, 31, em Jaguariaíva um homem de 45 anos acusado de ter esfaqueado um jovem de 25 anos no bairro Jardim Ceres em Arapoti. O suspeito teria se desentendido com a vítima, desferindo-lhe diversos golpes de faca.

plantão-policialO jovem foi encaminhado em estado grave ao Hospital Municipal 18 de Dezembro, sendo imediatamente transferido para Campo Largo. Após esfaquear o rapaz, o homem fugiu para Jaguariaíva, mas foi localizado pela PM da cidade no bairro Santa Cecília. Os policiais o prenderam e o encaminharam para a Delegacia de Polícia.

A cidade vive uma onda de crimes violentos nos últimos dias. Na madrugada de sexta-feira, 29, a comerciante Janaína Teixeira Chaves foi alvejada com um tiro no peito durante um assalto. Na madrugada de sábado para domingo, um jovem de 18 anos foi morto durante tiroteio dentro do Centro Estudantil. O confronto deixou outros dois baleados e dezenas de feridos.

Briga generalizada e tiroteio no Centro Estudantil deixa um morto

31/07/2016 16:410 comments
Briga generalizada e tiroteio no Centro Estudantil deixa um morto

Arapoti – Na madrugada deste domingo, 31, por volta das 04 h, uma briga generalizada no Centro Estudantil, na Avenida Luiz Pinheiro, deixou um jovem de 18 anos, conhecido como Gean Carlos Teles, morto. giroflexEle foi alvejado por disparos de arma de fogo. Encaminhado ainda com vida ao Hospital Municipal 18 de Dezembro, acabou entrando em óbito durante a transferência para Campo Largo.

Outros dois homens, ainda não identificados, também foram baleados durante o tiroteio, um deles seria segurança do evento, segundo informações preliminares divulgadas pela Polícia Civil de Arapoti. Ambos também foram encaminhados ao Hospital Municipal e depois transferidos para Campo Largo, onde passariam por cirurgia. Outras pessoas envolvidas na confusão sofreram ferimentos diversos.

No Centro Estudantil ocorria uma festa da Banda Luxúria com o “Gordinho Gostoso”. A confusão teria envolvido seguranças e um suposto grupo que teria entrado no estabelecimento efetuando disparos. A Polícia não divulgou maiores detalhes sobre o ocorrido, mas informou que está realizando as investigações para saber o motivo do crime e os seus autores.

Convenção define o nome de Juca à reeleição e o de Alcione para vice

30/07/2016 18:530 comments
Convenção define o nome de Juca à reeleição e o de Alcione para vice

Jaguariaíva – O prefeito José Slobodá, o Juca (PHS) teve seu nome a reeleição confirmado na manhã deste sábado, 30, em convenção realizada pelo seu partido no Capivari Clube de Campo. Durante a reunião também foi definido o nome da candidata a vice-prefeita, a atual Secretária Municipal de Educação, Cultura e Esporte (SMECE), Alcione Lemos (PP), esposa do falecido ex-prefeito Otélio Renato Baroni.

IMG-20160730-WA0018

Juca e Alcione. Foto: Cleverson Santos

Nesta manhã também ocorreram no Capivari as convenções dos partidos DEM, PSDB e PT, que definiram apoio a candidatura de Juca. O ex-prefeito Ademar Ferreira de Barros, esteve presente para acompanhar a convenção, juntamente com alguns correligionários. Havia a expectativa de um clima ruim devido a briga pela presidência do PSDB local entre Ademar e o vereador José Marcos Pessa Filho (Marquito), mas tudo transcorreu dentro da normalidade.

Além do apoio do PT, DEM e PSDB, outros cinco partidos também já declararam apoio ao atual prefeito. São eles o PP, PR, PDT, que realizaram convenção no último dia 28 e PSD e PRB que efetivou o apoio no último sábado, 23. O PROS também definirá apoio a Juca, porém só realiza sua convenção no próximo dia 05 de agosto.

Os respectivos candidatos a vereador também foram aprovados. Dentro da coligação de apoio ao prefeito, serão três chapas proporcionais. Uma com PHS, DEM e PSDB, outra com PP, PR, PDT, PROS e PT e a última com PSD e PRB. A expectativa do grupo é conquistar 10 das 13 cadeiras do Legislativo jaguariaivense. O registro das chapas deve ser realizada junto ao TRE (Tribunal Regional Eleitoral) até o próximo dia 15 de agosto. A campanha oficial terá início um dia depois deste prazo.

A expectativa agora fica pela definição de uma candidatura da oposição. Com o apoio formal do PSDB a Juca, o ex-prefeito Ademar fica impedido de se lançar candidato a prefeito. Porém, ele já havia abandonado a disputa ao divulgar carta aberta à população, há duas semanas, quando disse ter sido vítima de uma “rasteira política”.

IMG-20160730-WA0019

Dez partidos integram a chapa da situação. Foto: Cleverson Santos

Assaltantes levam dinheiro de restaurante na rodovia PR-151

29/07/2016 19:050 comments
Assaltantes levam dinheiro de restaurante na rodovia PR-151

Jaguariaíva – Na noite desta quinta-feira, 28, dois elementos armados entraram em um restaurante localizado às margens da rodovia PR-151, renderam funcionários e clientes e levaram todo o dinheiro do caixa. O crime aconteceu por volta das 21h. Segundo a Polícia Militar (PM), os assaltantes levaram aproximadamente R$ 1 mil, mais um aparelho celular e documentos de um dos clientes.

giro 2Segundo as testemunhas, os criminosos foram extremamente agressivos durante a ação. Ao entrarem no estabelecimento, mandaram todos deitarem no chão, ameaçando de morte quem não respeitasse a ordem. Apesar da violência, ninguém se feriu. A dupla levou o dinheiro e fugiu em um veículo branco, que estava estacionado no pátio a beira da rodovia.

A equipe de plantão da PM, que atendeu a ocorrência, chegou a realizar o patrulhamento na região, mas não obteve sucesso em localizar os autores do crime.

Violência: Drogas, furtos e tiros na noite de quinta-feira em Arapoti

14:340 comments
Violência: Drogas, furtos e tiros na noite de quinta-feira em Arapoti

UiArapoti – Uma noite violenta na cidade deixou uma pessoa baleada na madrugada desta sexta-feira, 29, no centro da cidade. A Polícia Militar (PM) também desbaratou uma boca de fumo que funcionava dentro de uma residência no Jardim Ceres e atendeu a uma ocorrência de furto de veículo, também no Jardim Ceres.

giroflexPor volta das 03h da madrugada desta sexta, Janaína Teixeira Chaves, proprietária de um estabelecimento comercial na Rua Saladino de Castro no centro da cidade, foi atingida gravemente por um disparo de arma de fogo enquanto rumava para sua residência na companhia dos filhos. Segundo a PM, três elementos a abordaram nas proximidades da Linha Verde e roubaram seu aparelho celular. Durante a ação, um dos elementos, disparou a arma que atingiu a região do tórax da vítima.

Ela foi encaminhada em estado estável para o Hospital Municipal 18 de Dezembro, sendo posteriormente transferida para Campo Largo, sem risco de vida. A PM conseguiu prender dois indivíduos, mas um continua foragido. Com um deles foi encontrado um facão de 40 cm.

Drogas

Drogas e materiais apreendidos pela PM em casa no J. Ceres

Drogas e materiais apreendidos pela PM em casa no J. Ceres

A PM, durante patrulhamento na noite de quinta-feira, por volta das 21h, avistou um elemento em atitude suspeita. O indivíduo, dando menção de estar armado correu para uma residência no bairro Jardim Ceres. Os policiais entraram no local e encontraram três homens e uma mulher. Na casa foram achadas 490 gramas de crack, 53 gramas de maconha, uma balança de precisão e mais um simulacro de revólver.

Foram presos dois suspeitos, um de 20 e outro de 25 anos e apreendidos outros dois adolescentes, um de 16 anos e outro de 17 anos. A droga apreendida também foi encaminhada para a Delegacia de Polícia de Arapoti.

A PM ainda atendeu a um furto de veículo, ocorrido no início da madrugada desta sexta. Um Fiat/Strada foi levado da Rua Projetada no Jardim Ceres. O veículo estava estacionada na via. A equipe de plantão da PM chegou a realizar patrulhamento, mas não localizou a caminhonete.

Operação Polícia Civil

policia civil arapotiA Polícia Civil também divulgou nesta sexta-feira, 29, que cumpriu aproximadamente dez Mandados de Busca e Apreensão em conjunto com a Polícia Militar neste mês de Junho. Os alvos eram as residências de suspeitos de envolvimento com o tráfico de drogas, furto, receptação e posse de armas.

Três pessoas foram autuadas em flagrante delito: um rapaz por porte ilegal de munição, uma mulher por receptação e outra pelo crime de tráfico de entorpecente. Diversos produtos de furtos foram recuperados e restituídos às vítimas. Os trabalhos foram resultados de investigações de diversas denúncias recebidas pelos policiais contra os suspeitos.

A Polícia Civil também informou que os cidadãos podem colaborar com denúncias contra criminosos através do telefone 181 e/ou se preferir pelo facebook “Polícia Civil Arapoti” no privado. A identidade dos colaboradores será preservada.

44ª Expoleite consolida tradição leiteira de Arapoti

28/07/2016 22:060 comments
44ª Expoleite consolida tradição leiteira de Arapoti

Arapoti – Teve início nesta quinta-feira, 28, a 44ª edição da Tradicional Feira do Gado Holandês – Expoleite. Com um aumento de 15% no número de animais inscritos em relação ao ano passado, a exposição se consolida como referência na divulgação da tradição leiteira de Arapoti e região. Neste ano, participam dos julgamentos 298 vacas e bezerras. A feira, organizada pela cooperativa Capal, segue até o sábado, 30.

Além da exposição de animais, os visitantes podem desfrutar de uma praça de alimentação com grande variedade de pratos, lanches e bebidas. Outra atração são os estandes de empresas patrocinadoras da Expoleite, apresentando suas novidades ao público. Na parte da noite, sempre a partir das 19 h, várias atrações musicais e de dança agitam a feira. “É uma ótima oportunidade de lazer para toda a comunidade, não só de Arapoti, mas de toda a região” comentou a diretora de comunicação da Capal, Alessandra Heuer.

IMG_20160728_162232618

A abertura oficial do evento aconteceu na parte da manhã e contou com a presença do superintendente da Ocepar, Robson Mafioletti, o superintendente da SESCOOP, Leonardo Boesche, o chefe de gabinete da prefeitura municipal, Edilson Corsini, o presidente da Frísia, Renato Greidanus, o presidente da Castrolanda, Frans Borg, o presidente da Fundação ABC, Andreas Los e o presidente da Sicredi/Capal, Luciano Kluppel.

O presidente da Capal, Erik Bosch, destacou a grande aceitação que a feira tem alcançado nos últimos anos. “Isso se reflete na maior participação de expositores, parceiros e patrocinadores. Todos entendem que a Expoleite é uma ótima oportunidade de integração e também para a realização de negócios” comentou o presidente. A expectativa, segundo os organizadores, é ultrapassar a marca de seis mil visitantes da última edição, durante os três dias.

A Expoleite também se consolida como referência e preparação para a exposição nacional, que acontecerá na Agroleite em Castro nesta segunda quinzena de agosto. Muitas das vacas premiadas seguem como favoritas para a disputa. Além da excelência do gado leiteiro, o julgamento extremamente técnico e criterioso, realizado pelo experiente juiz canadense, Thierry Jaton, qualifica os animais premiados e serve de base para competições nacionais.

IMG_5881

Parte da história de Arapoti se vai com a perda de “Seu Lulo”

27/07/2016 20:240 comments
Parte da história de Arapoti se vai com a perda de “Seu Lulo”

Arapoti – O falecimento nesta quarta-feira, 27, de Naurolino Carneiro Nunes, aos 94 anos, levou uma parte da história viva de Arapoti junto. Seu Lulo, como era por todos conhecido, recentemente enfrentava problemas de saúde, inerentes a avançada idade, e acabou por descansar neste dia, que amanheceu mais triste em Arapoti. Muitos sentirão falta daquele senhor simpático de baixa estatura, sempre com seu inseparável chapéu, com quem volta e meia esbarravam pelas ruas da cidade.

SAM_1926Seu Lulo esteve envolvido em diversas situações que escreveram a história da cidade, principalmente durante o seu processo de emancipação político-administrativa. Irmão do ex-prefeito Bianor Nunes, ele foi vereador durante a gestão de 1964 a 1969. Era um verdadeiro livro vivo com diversos “causos, estórias e histórias” que ajudaram a formar o município de Arapoti.

Seu corpo está sendo velado na Câmara Municipal. O enterro acontece nesta quinta-feira, 28, no Cemitério Municipal. Abaixo republicamos uma das matérias feitas pela Folha Paranaense em dezembro de 2012, onde Seu Lulo nos contou um pouco da história desta cidade que era tudo na vida dele. Confira:

Arapoti 57 anos: A luta pela emancipação (15/12/2012)

Arapoti – A cidade completa mais um aniversário, porém, desta vez sem grandes celebrações programadas pela Administração Municipal. No dia 18 de dezembro, Arapoti chega a 57 anos de emancipação político-administrativa e o “JD Notícias” foi conversar com um dos personagens centrais dessa emancipação que ainda vive e esbanja vitalidade. Naurolino Carneiro Nunes, popularmente conhecido como “Seu Lulo”, do alto de seus 90 anos, lembra, com a memória fresca de um jovem, a luta pela independência da cidade 57 anos depois. Seu Lulo comenta que foram aproximadamente oito anos de esforços para que Arapoti fosse elevada a categoria de cidade.

Foi no dia 26 de novembro de 1954, através da Lei 253/54, que foi criado o município de Arapoti, que viria a ser instalado em 18 de dezembro de 1955. Mal sabem os atuais habitantes que a decisão de emancipação, segundo Lulo, foi definida por apenas um voto favorável em acirrada votação na Assembleia Legislativa do Paraná. Afinal, muitos interesses estavam em jogo, principalmente políticos, já que até então Arapoti fazia parte do Município de Jaguariaíva. “Foram anos de luta até que o movimento ganhasse corpo e o nosso desejo se concretizasse” disse Seu Lulo.

Seu Lulo é um dos cinco filhos do casal José Nunes de Souza e Maria Rita, que era filha de Georgina e Telêmaco Carneiro de Melo. Georgina, avó de Lulo, era filha de Dona Romana Duarte de Camargo que adquiriu a Fazenda Capão Bonito em 1899 do Coronel Luiz Ferreira de Melo, dando início a povoação do local que futuramente, após a instalação da linha ferroviária e da fábrica de papel, daria lugar a Arapoti. Logo da implantação da Estação Ferroviária, após 1910, cortando a Fazenda Capão Bonito, o povoado ficou conhecido como Cachoerinha o mesmo nome da Estação.

Seu Lulo conta que neste principio Arapoti, antiga Cachoeirinha, não era desenvolvida e que os antigos centros do povoado estavam localizados no Cerrado das Cinzas, que também contava com uma Estação Ferroviária, e na Fábrica de Papel. “Eu nasci em 1922 e ainda jovens fomos morar na fábrica. Lá era maravilhoso, tinha boas escolas, cinema, enfim, tinha tudo o que ainda a Cachoeirinha não tinha. Mas depois de 4 anos morando na fábrica, em 1936, aos 15 anos, voltamos para Arapoti. Foi aí, conversando com meu irmão Bianor, que chegamos a conclusão que se continuasse daquela maneira o povoado não iria se desenvolver. Começamos a pensar na criação de um município” revela.

Até que o sonho da adolescência fosse colocado em prática, alguns anos ainda se passariam. Durante esse tempo, Lulo trabalhou como agente dos Correios. “No final da década de 40, por volta ali de 1948, é que decidimos nos movimentar para desmembrar Arapoti de Jaguariaíva”. No entendimento de Lulo, para isso ser possível, era necessário trabalhar politicamente nos altos escalões do Estado. “Fomos buscar apoio em um político influente da época, o Seu Marins Camargo, de família tradicional da política estadual, homem inteligente e tio do antigo governador Bento Munhoz da Rocha”. Lulo conta que Marins Camargo era cadeirante e membro do antigo Partido da República. Mesmo pertencendo a um partido oposicionista o antigo PTB de Getúlio Vargas, Lulo afirma ter sido bem recebido pelo político. “Fomos eu e o Bianor à Curitiba no escritório do Marins Camargo que no recepcionou muito bem. Lembro que ao relatarmos o nosso anseio, ele prontamente pediu à secretária que trouxesse os arquivos relacionados à Cachoerinha, como limites do povoado e outras informações”.

Após a análise, o político, segundo Lulo, os encaminhou ao seu sobrinho Oscar Lopes Munhoz da Rocha Neto, que era Secretário de Estado do Interior. Seu Lulo conta que em Jaguariaíva existia uma corrente contrária ao desmembramento de Arapoti, ligada principalmente ao antigo PSD. “O prefeito de Jaguariaíva era do PSD, Eduardo Xavier da Silva. Existia gente aqui mesmo de Arapoti, ligada ao partido que não queria a separação. Por isso não foi uma luta fácil. O Moisés Lupion, em campanha pelo Governo pelo PSD, nascido em Jaguariaíva, adotava uma postura política, não assumindo posição clara, embora, no meu entendimento, defendesse a manutenção” disse Seu Lulo.

Mesmo com as dificuldades, Lulo comenta que procuraram o Secretário do Interior que foi também extremamente solícito e recomendou que adotassem alguns procedimentos que viabilizassem a emancipação. “Ele solicitou que fizéssemos um levantamento de habitantes e que marcássemos uma reunião e que o convidassem e ele iria para dar prosseguimento ao desmembramento”. Seu Lulo conta que ao retornar da capital, durante 15 dias saíram contando os habitantes do local. “Saímos numa loucura, contando gente no meio dos matos, correndo de cachorro, enfrentando chuva. Terminamos o levantamento e tinha dado aproximadamente 10 mil habitantes”. Feito o levantamento, marcaram a reunião e enviaram o convite ao Secretário, mas sem nominá-lo. “Não colocamos o nome, porque o Secretário era do PSD e nós, como éramos do PTB, não queríamos fazer o nome do partido deles aqui em nossa região. Foi um erro. Chegou o dia da reunião e o Secretário não apareceu”.

Seu Lulo comenta que achavam que ali estava emperrado o processo. “Tive a ideia de retornarmos a conversar com o Marins Camargo, mas o Bianor achou que talvez eles nos esculachassem por sermos do PTB. Fui sozinho para Curitiba”. Ao chegar novamente da capital, Seu Lulo sofre uma situação constrangedora. “Ao descer do trem, uma faísca voou e queimou minha calça. Tive que sair correndo atrás de um alfaiate” diz aos risos. Depois de resolvido o contratempo, se encontrou com o político que foi sucinto ao afirmar que eles haviam errado ao não colocar o nome do secretário no convite. “Ele recomendou que eu conversasse novamente com ele, mas que nesse momento o Secretario estava lidando com obras de estação de água no litoral, em Guaratuba. O Marins Camargo me indicou um motorista que me levou até Guaratuba. Cheguei lá por volta das 20h”.

Lulo afirma que procurou a casa em que o Secretário estava hospedado e ao bater na porta a família levou um susto. “A esposa dele abriu uma fresta da porta e perguntei pelo marido dela. De repente ele aparece por trás da porta assustado com uma arma na mão (risos). Contei quem eu era e ele se lembrou de mim. Foi buscar o convite que eu havia enviado e pediu para eu achar o nome dele ali. Fiquei constrangido, me desculpei e pedi novamente ajuda para ele”. Lulo diz que nessa época o movimento já havia ganhado força política e que posteriormente entrou na pauta de votação da Assembleia Legislativa.

Ele afirma que a quatro dias da votação que definiria a emancipação foi lembrado por seu tio Emiliano que dentro do projeto não havia a inclusão do Distrito de Calógeras como pertencente a Arapoti. “Corri para elaborar um telegrama ao Presidente da Assembleia, o Sr. Deputado Laerte Munhoz da Rocha Neto. Para a nossa surpresa e sorte, o deputado acatou nosso pedido e fez uma emenda ao projeto incluindo Calógeras”. No dia da votação, Seu Lulo conta que a Assembleia possuía 35 deputados. A discussão e votação acirrada terminou empatada em 16 a 16. “Aí o Presidente da Assembleia tinha que dar o voto de minerva, que definiria o desmembramento e como ele fora o autor da emenda que incluía Calógeras, naturalmente ele teria que votar a favor, o que de fato aconteceu” afirma.

O sonho da juventude de muitos moradores de Arapoti estava realizado. Após a emancipação, segundo Seu Lulo, houve muita “ciumeira” na cidade. “Nós tínhamos o PTB que nos foi tirado e na primeira eleição tivemos que procurar outro partido em cima do laço. Conseguimos nos filiar ao partido do antigo governador de São Paulo Adhemar de Barros. Mesmo assim não conseguimos conquistar o primeiro pleito”. O primeiro prefeito eleito de Arapoti foi o Sr. Rubens Guasque.

Essa e muitas outras histórias sobre Arapoti são contadas por seu Lulo que é um verdadeiro livro vivo. Em reconhecimento pelo seu trabalho pelo município, Seu Lulo foi homenageado no ano passado pela Câmara Municipal que lhe concedeu o título de cidadão honorário. Nada mais justo para quem sempre lutou por essa cidade e hoje pode celebrar 57 anos de vida. Parabéns Seu Lulo! Parabéns Arapoti!