Homem esfaqueia mulher e filho e depois comete suicídio

31/08/2017 10:100 comments
Homem esfaqueia mulher e filho e depois comete suicídio

Jaguariaíva – Na manhã desta quarta-feira, 30, um crime chocante comoveu a comunidade do bairro Primavera. Um homem de 55 anos se matou após agredir a esposa, com ripadas e uma facada no abdômen, e também o seu filho de 18 anos, com uma facada no rosto.

Segundo a Polícia Militar, a equipe de plantão foi acionada por volta das 06h40min para atender a uma situação de lesão corporal registrada no Hospital Municipal Carolina Lupion. Ao chegar no local, os policiais encontraram a mulher de 44 anos que relatou que foi atacada pelo seu marido após acordar. A mulher contou que as agressões eram constantes.

A equipe da PM então se deslocou até a residência da vítima, onde encontrou o filho do casal com um ferimento de faca no rosto. Ele relatou que foi atacado pelo pai e que na sequência o mesmo se dirigiu até o quintal da casa, começou a autoagredir-se com um pedaço de ripa, pegou uma corda e se enforcou. O corpo foi encaminhado ao IML de Ponta Grossa. Mãe e filho sofreram lesões moderadas, porém sem risco de vida.

Fonte: Polícia Militar

Prefeito se defende em relação ao processo da área do aeroporto

30/08/2017 18:110 comments
Prefeito se defende em relação ao processo da área do aeroporto

Arapoti – O Prefeito Braz Rizzi (DEM) se pronunciou no fim da tarde desta quarta-feira, 30, em relação à Ação Civil Pública aberta pelo Ministério Público (MP). Através de sua assessoria, ele divulgou uma nota oficial comentando o caso. O comunicado inicia apontando que o imóvel pertencente ao Município, onde se encontra o aeroporto, tem como confrontante por todos os lados a empresa Arauco Florestal Arapoti S.A.

A defesa alega que em razão da proximidade com o aeroporto, por recomendação da ANAC, foi recomendado à empresa que realizasse a limpeza da área, tendo em vista que a existência de árvores de grande porte interfeririam no funcionamento do aeroporto. A nota aponta que ao tomar conhecimento da suposta ocupação irregular do imóvel pertencente ao Município por terceiro, imediatamente foi encaminhada notificação ao ocupante da área em questão, para que o mesmo apresentasse os documentos que o habilitaram à ocupação do imóvel.

“Concomitantemente ao envio da notificação, foi expedido pelo Prefeito uma ordem de serviço para que fosse realizada a contratação de um profissional técnico para realização do levantamento das divisas do Imóvel pertencente ao Município cuja finalidade era a verificação da suposta ocupação do imóvel irregularmente. Contudo, a municipalidade está realizando procedimento licitatório para realização do referido levantamento, uma vez que não possui topógrafo em seu quadro de servidores” afirmou em nota o Prefeito Braz.

Na resposta à notificação realizada pelo Município, o ocupante da área informou que possui contrato de arrendamento com a Empresa ARAUCO, proprietária dos imóveis limítrofes a área do Município.

O prefeito encerra o comunicado afirmando que “reitera seu compromisso perante a população de gerir Arapoti com honestidade e transparência em todos os seus atos, dentro da legalidade, de maneira ética, visando sempre o bem do município e de acordo com os interesses dos cidadãos. O Prefeito reforça, também, a inexistência de qualquer autorização sua para a ocupação de qualquer área de propriedade do Município por terceiros

Por fim, o Chefe do Executivo informa, ainda, não ter sido oficialmente notificado da ação até o momento de envio dessa nota, sendo surpreendido pelas informações veiculadas pela imprensa.

Confira a reportagem completa do processo aberto pelo MP: http://folhapr.com.br/2017/08/30/justica-bloqueia-bens-de-prefeito-por-plantio-irregular-em-area-publica/

Justiça bloqueia bens de prefeito por plantio irregular em área pública

11:100 comments
Justiça determinou o sequestro da próxima safra de trigo a ser colhida em outubro

Arapoti – A Justiça da Comarca de Arapoti atendeu pedido de liminar feito pelo Ministério Público (MP) e decretou a indisponibilidade de bens do prefeito Braz Rizzi, por ter permitido o uso de área pública do Município (por terceiro) para o plantio irregular de safras de soja e trigo. O fato gerou a abertura de Ação Civil Pública por parte do MP contra o prefeito por atos de improbidade administrativa e de ressarcimento ao erário.

Terreno em questão tem 19 hectares e está no entorno do aeroporto municipal

A área em questão, localizada no entorno do aeroporto municipal, tem aproximadamente 19 hectares e, segundo o Promotor de Justiça José de Oliveira Júnior, foi utilizada por um correligionário do prefeito, coordenador de sua campanha de reeleição, desde 2013, sendo que no período foram colhidas duas safras de ambas as culturas: Trigo e Soja. O prefeito só poderia  ter realizado uma concessão de direito real de uso para particulares  mediante prévia licitação.

O promotor afirmou ainda que o dolo dos réus é de “clareza solar”, podendo ser evidenciado pelos dados apresentados durante a fase inquisitorial, “em especial pelo fato de o segundo réu ter sido o coordenador da campanha eleitoral do prefeito” aponta o documento. Em suas defesas, os réus alegaram desconhecimento da área ser de propriedade do Município.

Justiça determinou o sequestro da próxima safra de trigo a ser colhida em outubro

Oliveira em sua argumentação destacou que o beneficiado ocupou indevidamente o bem público causando uma dano imediato ao erário municipal de R$ 36.860,48, valor aproximado correspondente ao arrendamento no período. O promotor também ressaltou que os réus devem ser condenados  a repassar ao Município de Arapoti todo o “lucro” obtido com o plantio no imóvel, o qual estima em R$ 88.783,20 das safras de trigo e R$ 154.842,40 das safras de soja.

Com base nos cálculos, a Ação Civil Pública requereu a indisponibilidade de bens dos réus até o valor de R$ 280.486,08 mais o sequestro da safra de trigo a ser colhida no imóvel em questão, prevista para a primeira quinzena de outubro, avaliada em aproximadamente R$ 44.391,60.

Decisão

Em seu despacho, o Juiz Djalma Aparecido Gaspar Junior, afirmou que “os documentos que acompanham a inicial indicam que o imóvel objeto da matrícula nº 6.127 do CRI local, de propriedade do Município de Arapoti, é ocupado de forma irregular, sem causa jurídica para tanto”.

O magistrado argumenta que “as justificativas até então apresentadas pelo réu não são suficientes para impedir a decretação de indisponibilidade do seus bens”. O Juiz ainda aponta que a localização do imóvel (no entorno do aeroporto) e o fato de o réu Braz Rizzi ser prefeito desde janeiro de 2013 e o beneficiado ter sido o coordenado de sua campanha de reeleição, denotam a participação do prefeito na prática do ato ímpobro.

Justiça determinou a indisponibilidade de bens do prefeito

No entanto, o Juiz decidiu acatar parcialmente a liminar do MP, limitando de imediato a indisponibilidade de bens no valor de R$ 36 mil, correspondentes ao valor aproximado do arrendamento no período, além do sequestro da futura safra de trigo a ser colhida no mês de outubro. Os réus podem apresentar defesa escrita no prazo de 15 dias.

Denúncia

O promotor tornou o processo público colocando a disposição da população que pode tomar conhecimento da Ação Civil na Câmara Municipal de Arapoti, possibilitando a qualquer interessado exercer o direito de denúncia por infração político administrativa.

 

 

Funcionário da cooperativa morre em acidente de trabalho

29/08/2017 13:590 comments
Foto: Reprodução/Facebook

Arapoti – No final da manhã desta terça-feira, 29, um acidente de trabalho ocorrido na Capal Cooperativa Agroindustrial vitimou Celso Esteves, 48 anos. Segundo informações repassadas à reportagem da Folha Paranaense, o funcionário estava fazendo uma manutenção em um dos elevadores de cereais quando sofreu o acidente.

Foto: Reprodução/Facebook

A Capal informou que um grupo de funcionários estava fazendo o trabalho no elevador, seguindo os procedimentos corretos de Segurança e usando os Equipamentos Obrigatários (EPI’s), quando foram surpreendidos pelo movimento do elevador. As causas que motivaram o acidente ainda são desconhecidas e serão investigadas.

Logo após o incidente, o funcionário foi prontamente atendido ainda com vida, mas não resistiu aos ferimentos e entrou em óbito. A equipe da Defesa Civil de Arapoti foi acionada para ajudar no atendimento. O corpo será encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Ponta Grossa.

Um outro funcionário também sofreu ferimentos leves, mas sem gravidade. A cooperativa informou que está prestando toda a assistência e o suporte necessário à família da vítima e que posteriormente, no momento adequado, serão investigadas as causas do acidente.

 

MP pede ponto-eletrônico após flagrar ausência de Servidor Público na Prefeitura

28/08/2017 16:130 comments
Prefeito terá 30 dias para acarretar recomendação.

Arapoti – Após um Secretário Municipal comissionado da Prefeitura de Arapoti não ser encontrado por diversas vezes em seu local de trabalho, o Ministério Público (MP) local decidiu recomendar que a prefeitura implante o sistema de ponto-eletrônico no prazo de 30 dias, com o propósito de controlar a entrada e saída de servidores públicos municipais e fazer com que cumpram seus horários de trabalho.

Prefeito terá 30 dias para acatar recomendação.

O MP informou que instaurou o Inquérito Civil nº MPPR-0009.17.000522-8 para apurar a denúncia de que um Secretário Municipal da Prefeitura de Arapoti nunca era encontrado em sua Secretaria. “Nunca é localizado na Secretaria, tendo em vista que após diversas tentativas de contato telefônico, todas restaram infrutíferas” apontou o documento divulgado pela Promotoria de Justiça nesta segunda-feira, 28.

Em duas oportunidades, os representantes do MP tentaram encontrar o referido servidor e não obtiveram sucesso. “Sendo que os servidores não sabiam informar sequer o paradeiro do secretário” informa o processo. Devido a esse caso, segundo o MP, “há necessidade de se possuir um efetivo controle sobre os horários efetivamente prestados pelos secretários municipais, bem como para que se possa constar nas justificativas de pontos não registrados o horário e o local onde os secretários municipais se encontravam”.

Diante dos fatos constatados, o Promotor de Justiça, José de Oliveira Júnior, recomendou a implantação do sistema de ponto-eletrônico em 30 dias, sob pena de configuração de ato de improbidade administrativa por parte do prefeito municipal Braz Rizzi. Conforme orientação, todos os servidores municipais, incluindo efetivos e comissionados devem estar sujeitos a regulamentação, com exceção do prefeito e da vice-prefeita. O objetivo com a medida é garantir o cumprimento integral da jornada de trabalho por parte dos servidores municipais, sendo que o ocupante de cargo comissionado deverá cumprir 40 horas semanais.

Fonte: MP-PR

Promotoria arquiva caso de nepotismo cruzado entre prefeituras de Arapoti e Jaguariaíva

15:200 comments
Promotor solicitou o arquivamento do caso. Foto: Divulgação

Arapoti – A Promotoria de Justiça da Comarca de Arapoti divulgou nesta segunda-feira, 28,  o arquivamento do processo que analisava o suposto caso de nepotismo cruzado envolvendo as prefeituras de Arapoti e Jaguariaíva. Segundo denúncia encaminhada ao MP (Ministério Público) haveria irregularidades na contratação de Carolina Sloboda Wahl, filha do prefeito de Jaguariaíva, Jose Sloboda (Juca), para trabalhar na Secretaria de Meio Ambiente de Arapoti e na contratação de Carlos Eduardo Pereira, convivente da vice-prefeita de Arapoti, Nerilda Penna, para trabalhar na Secretaria de Saúde de Jaguariaíva.

Promotor solicitou o arquivamento do caso. Foto: Divulgação

Na visão do Promotor de Justiça, José de Oliveira Junior, a filha do prefeito de Jaguariaíva comprovou ter os requisitos técnicos para ocupar o cargo de chefe da Divisão de Planejamento Ambiental, sendo formada em Engenharia Civil e devidamente registrada no Conselho Federal de Engenharia e Agronomia. O promotor também entendeu que não houve dolo por parte do prefeito municipal Braz Rizzi em nomear Caroline Sloboda Wahl para o referido cargo.

Em relação a nomeação do companheiro da vice-prefeita de Arapoti para ocupar cargo na prefeitura, o promotor afirmou que não houve elementos que indiquem que sua nomeação tenha sido uma contrapartida decorrente da nomeação de Caroline Sloboda. Ele ainda aponta que a atribuição para apurar suposta irregularidade na nomeação de Carlos Eduardo Pereira é da Promotoria de Justiça de Jaguariaíva.

“Assim, tendo sido realizadas as diligências necessárias à apuração dos fatos, além da ausência de constatação de dolo por parte dos Representados, impossibilitando-se a responsabilização pela prática de atos de improbidade administrativa previstos no art. 11, da Lei 8.429/1992, o ARQUIVAMENTO da presente NOTÍCIA DE FATO é medida que se impõe” apresentou o promotor em sua decisão.

Fonte: MP-PR

 

Colisão fatal destrói Fusca na PR-092 em Calógeras

26/08/2017 16:320 comments
Colisão fatal destrói Fusca na PR-092 em Calógeras

Arapoti – Por volta das 15h50min deste sábado, 26, um trágico acidente na rodovia PR-092, envolvendo um VW/Fusca de cor branca, com placas de Wenceslau Braz, e uma carreta, resultou na morte do condutor do automóvel, Edinaldo Manoel de Oliveira, 55 anos. Ele não resistiu aos ferimentos e seu corpo foi encaminhado  ao IML (Instituto Médico Legal) de Ponta Grossa.

Segundo informações, a carreta seguia no sentido Wenceslau Braz-Arapoti quando, após atingir o Fusca, saiu da pista à esquerda caindo em uma ribanceira. O Fusca ficou completamente destruído com a colisão. O trânsito funcionou apenas em meia pista no local, durante o atendimento policial. A vítima era conhecida como Vando e era morador do Distrito de Calógeras.

Foto enviada por um colaborador à Folha Paranaense

 

PM realiza operação nos municípios de Jaguariaíva e Sengés

25/08/2017 16:580 comments
PM realiza operação nos municípios de Jaguariaíva e Sengés

Jaguariaíva – Na tarde e noite desta quinta-feira, 24, os municípios de Jaguariaíva e Sengés foram alvo de diversas ações policiais.

Foto: Divulgação

A operação foi desencadeada pelo 1º Batalhão de Polícia Militar e envolveu integrantes da 3ª Companhia PM, do Pelotão de Choque e da Agência Local de Inteligência. Várias ações ostensivas foram desenvolvidas, dentre elas a saturação de áreas, bloqueios de vias e abordagens policiais.

Ao todo, durante a operação, 15 estabelecimentos comerciais foram vistoriados, 63 veículos fiscalizados e 123 pessoas abordadas. Não houve o registro de prisões. Os esforços desta quinta-feira tiveram foco preventivo, inibindo a incidência criminal de qualquer natureza, proporcionando segurança e tranquilidade à população local.

Foto: Divulgação

PM apreende drogas e detém suspeitos de tráfico em Jaguariaíva e PG

24/08/2017 16:000 comments
PM apreende drogas e detém suspeitos de tráfico em Jaguariaíva e PG

Jaguariaíva – Nesta quarta-feira, 23, Policiais Militares do 1º Batalhão de Polícia Militar encaminharam à delegacia três indivíduos suspeitos de envolvimento com o tráfico de drogas. As detenções aconteceram em Ponta Grossa e Jaguariaíva.

A primeira ocorrência foi registrada por volta de 9 horas, no Bairro Boa Vista, em Ponta Grossa. Atendendo a denúncias anônimas, a equipe PM realizou diligências pela região, localizando e abordando os denunciados em frente a uma residência, na Rua Doutor Eugênio José Bocchi.

Durante a revista pessoal, foram apreendidas em poder dos suspeitos certa quantia em dinheiro e pequena porção de maconha. No imóvel ocupado por eles, após ter a entrada franqueada, os policiais localizaram diversas “buchas” do mesmo entorpecente, além de uma balança de precisão. Ambos foram detidos.

Em Jaguariaíva, um adolescente também acabou detido pelo mesmo crime. A ação policial foi registrada às 10h30min, no Bairro Primavera III. O infrator, de 17 anos de idade, ao perceber a presença da PM, tentou dispensar os entorpecentes que carregava, arremessando-os por sobre o muro de um terreno à Rua Jordão.

No pacote dispensado pelo infrator a PM localizou outras 14 “buchas” de maconha, embaladas e prontas para a comercialização. Os envolvidos foram encaminhados às respectivas delegacias locais.

Biblioteca Municipal de Jaguariaíva muda de endereço

09:420 comments
Nova Biblioteca funciona na Cidade Alta

Jaguariaíva – A Biblioteca Municipal Mary Camargo, que ficava na Avenida Antônio Cunha, está funcionando em novo endereço, na Cidade Alta. O atendimento ao usuário para empréstimos e pesquisa no local continua no horário das 8h às 12h e das 13h30 às 17h30.

Nova Biblioteca funciona na Cidade Alta. Foto: Divulgação

São quase 10 mil títulos disponíveis nesta biblioteca, que agora está localizada na Rua Prefeito Aldo Ribas, próximo ao hospital municipal. Os temas dos livros e impressos do acervo vão desde os mais pedidos nos trabalhos escolares, assim como artigos científicos, livros de autoajuda e literaturas infanto-juvenil, nacional e estrangeira, gibis, revistas, periódicos, entre outros. “Em meio aos livros raros destacam-se em nossa biblioteca os de historiografia paranaense”, informa o diretor do Departamento Municipal de Cultura, Rafael Gustavo Pomim.

Para emprestar livros é simples. O interessado deve apresentar RG, CPF, comprovante de residência original e xérox. Cada livro pode ficar com leitor por 15 dias, sendo possível uma renovação.

Algumas obras não podem ser emprestadas, apenas consultadas na própria biblioteca, que oferece amplo e adequado espaço para leitura no local ou pesquisa em grupo.

Outra opção de pesquisa são os computadores conectados à internet, os quais podem ser usados por uma hora. O estudante que não possui computador e impressora em casa conta com a assistência da impressão gratuita da pesquisa realizada. Para isso é preciso somente levar as folhas de papel para serem impressas. O limite é de até 20 cópias.

Segundo dados do Departamento de Cultura da Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esporte (Smece), responsável pelo local, a média de frequentadores da Biblioteca Mary Camargo é de cerca de 25 ao dia. Além da Mary Camargo, o município de Jaguariaíva conta com a Biblioteca Cidadã Monteiro Lobato, no Jardim Matarazzo, e a Antônio Lima Barreto, no bairro Bonsucesso (zona rural).

Assessoria de Comunicação