Santuários e celebrações compõem o turismo religioso do Paraná

10/07/2019 09:510 comments
Igrejinha, um dos patrimônios tombados pelo Município

Entre as heranças culturais da diversidade étnica do Paraná está a religiosidade, uma expressão tão importante que se configura como um segmento turístico de destaque. Há uma riqueza de santuários, catedrais, festas, romarias e locais de peregrinação que atraem milhares de visitantes, movimentando a economia e propiciando a criação de empregos no Interior.

Muitos municípios do Estado são reconhecidos por esse tipo de turismo. Alguns, inclusive, abrigam rotas com percursos traçados.

Igrejinha de Arapoti faz parte da Rota do Rosário

ROTA DO ROSÁRIO – Criada em 2008 pelo Bispo Emérito Dom Fernando José Penteado, a Rota do Rosário, abrange diversos municípios do Norte e Norte Pioneiro. É um elemento do turismo religioso e também um estímulo para o turista a permanecer mais tempo e conhecer os demais atrativos destas regiões.

Os santuários mais visitados são o de São Miguel Arcanjo, e o santuário e festa Bom Jesus da Cana Verde, em Siqueira Campos.

Além destes, fazem parte da Rota do Rosário os santuários de Santa Terezinha do Menino Jesus, em Bandeirantes; Mãe Rainha e Vencedora Três vezes Admirável de Schoenstatt, Catedral de Nossa Senhora Imaculada Conceição e Nossa Senhora de Guadalupe, todos os três em Jacarezinho; Santo Inocêncio, em Tomazina; Diocesano do Sagrado Coração de Jesus, em Ibaiti, e Senhor Bom Jesus da Pedra Fria, em Jaguariaíva.

Santuário Bom Jesus da Pedra Fria em Jaguariaíva

Também integram esta rota o santuário São Vicente Palloti, em Ribeirão Claro; Divino Espírito Santo, em Ribeirão do Pinhal; Nossa Senhora das Graças, em Santo Antônio da Platina, e Igrejinha de Arapoti, em Arapoti.

FESTAS – As festas religiosas são tradicionais no Estado, atraindo milhares de turistas todos os anos. Os eventos ocorrem em todos os cantos do Paraná. No Litoral acontecem as festas de Nossa Senhora do Pilar, Nossa Senhora do Porto, Nossa Senhora do Rocio e a do Divino Espírito Santo.

Na região Norte e Norte Pioneiro são destaques as festas de Santa Rita de Cássia e a Senhor Bom Jesus da Cana Verde, além da celebração de Corpus Christi, que ocorre em todo o Estado.

PRUDENTÓPOLIS – Uma das cidades mais religiosas do Paraná e que atrai muitos turistas é Prudentópolis. É conhecido como a capital da oração, por conta de suas inúmeras igrejas, muitas delas com estilo bizantino, remetendo à tradição ucraniana, muito forte na região. Os visitantes podem conhecer os templos, muitos deles com missas celebradas em ucraniano.

Mesquitas, Templos Budistas e Catedrais também são boas opções para visitar nos municípios de Maringá, Londrina, Ponta Grossa, Lapa e Tibagi.

RELIGIOSO SUSTENTÁVEL – A partir desta quarta-feira e até sexta-feira (10 a 12), a Fundação San José, de Campo Mourão, promoverá o 15° Congresso Internacional de Turismo Religioso e Sustentável, no Centro de Convenções e Evento, em Guarapuava.

Para os três dias estão programados diversas atividades simultâneas, como conferências, workshops, mesas de discussão, espaços de negócios, shows culturais, degustação de pratos típicos, visitas e excursões. Já está confirmada a presença de especialistas das Américas e da Europa.

AEN/PR

Saúde registra aumento de casos de dengue no Paraná

09:430 comments
Saúde registra aumento de casos de dengue no Paraná

O Boletim Epidemiológico da Secretaria da Saúde do Paraná que monitora a dengue no Estado registra 18.780 casos confirmados da doença, desde agosto do ano passado. São 1.004 casos a mais que a semana anterior, que apontava 17.776 confirmações.

Segundo o Boletim, o número de municípios em epidemia também aumentou, de 81 para 88 nesta situação. As sete cidades que passaram a constar desta relação são Matinhos, Serranópolis do Iguaçu, Cidade do Iguaçu, São Manoel do Paraná, Terra Rica, Nova América da Colina e Sertaneja.

Em sinal de alerta para epidemia são 56 municípios; 4 a mais que na semana anterior. Os municípios são Atalaia, Nova Fátima, Santa Cecília do Pavão e Cambará.

A confirmação de óbitos segue registrando 21 casos no Estado.

CONTROLE VETORIAL – A Diretriz Nacional para a Prevenção e Controle de Epidemias de Dengue do Ministério da Saúde define o controle vetorial como ação de responsabilidade coletiva. “É fundamental a participação da população no combate ao mosquito transmissor da dengue, o Aedes aegypti”, diz a coordenadora da Divisão de Vigilância Ambiental da Secretaria, Ivana Belmonte. Segundo ela, este apoio se refere, principalmente, à eliminação dos criadouros nos quintais e até dentro das residências.

Pesquisa vetorial feita entre abril e junho deste ano mostra que 329 municípios paranaenses são considerados infestados, ou seja, 82,5% apresentam disseminação e manutenção de vetor nos domicílios.

O Índice de Infestação Predial (IIP) confirma que 77,5% dos imóveis pesquisados apresentaram criadouros e focos do mosquito passíveis de remoção como recipientes plásticos, garrafas, latas, sucatas, entulhos de construção, pneus, vasos de plantas, bebedouros e recipientes para degelo de geladeiras.

O Índice também mostra que 15,77% dos criadouros estão em depósitos ao nível do solo para armazenamento doméstico. O levantamento também detectou criadouros do mosquito transmissor em depósitos de água elevados, plantas, buracos em árvores e em rochas.

AEN/PR

Inverno será ameno e um pouco mais chuvoso, prevê Simepar

20/06/2019 10:310 comments
Inverno será ameno e um pouco mais chuvoso, prevê Simepar

O inverno começa às 12h54 desta sexta-feira, 21 de junho, e termina às 04h50 de 23 de setembro. No primeiro dia o tempo fica estável no Paraná, com temperaturas variando entre 8 e 26 graus. As menores temperaturas ocorrem em Rio Negro, Pato Branco e União da Vitória. Já as maiores estão previstas para Guaíra, Umuarama, Paranavaí e Foz do Iguaçu.

Segundo a previsão do Simepar, a estação entra sem chuvas e ensolarada na maioria das regiões. Há condições para formação de nevoeiros ao amanhecer nas regiões Centro-Sul, Metropolitana de Curitiba e Campos Gerais. O tempo deve ficar encoberto em Guarapuava e Rio Negro e parcialmente nublado na capital, Litoral, nas regiões Central, Centro-Sul, Sul e Norte Pioneiro.

O sábado prossegue sem chuvas, com leve aumento das temperaturas. No domingo o sol deve predominar em todo o Estado, com temperaturas entre 8 e 27 ºC.

NO PERÍODO – Segundo o meteorologista do Simepar, Reinaldo Kneib, o inverno deve ser ameno, pois a temperatura média do ar deverá ficar acima do comportamento climatológico normal. Embora se caracterize como a estação mais seca, é provável que neste ano seja ligeiramente mais chuvoso, sobretudo em julho. Estão previstos períodos prolongados sem chuva quando predominarem massas de ar frio e seco. Ondas de calor devem ser mais frequentes em agosto e setembro.

O fenômeno El Niño continua influenciando o clima na Região Sul, reduzindo as chances de geadas. No entanto, deslocamentos eventuais de intensas massas de ar frio podem causar geadas e queda acentuada nas temperaturas, principalmente nas regiões Sul, Centro-Sul, Centro e Campos Gerais.

“Os produtores de café devem ficar atentos às previsões de geadas para adotarem medidas de proteção dos viveiros e das mudas de até seis meses”, diz a agrometeorologista Ângela Costa, do Instituto Agronômico do Paraná (Iapar). O mesmo deve ser feito com as hortaliças. “Já o trigo e o milho devem desenvolver-se normalmente, atingindo boa produtividade”, afirma a pesquisadora.

ALERTA GEADAS – Mantido pelo Simepar e pelo Instituto Agronômico do Paraná, o serviço gratuito Alerta Geada emite previsões com antecedência de 48 e 24 horas. Boletins são divulgados pelo Disque Geada (43) 33914500, nas redes sociais e páginas http://www.simepar.br e http://www.iapar.br.

A base de dados históricos sobre o inverno paranaense apresenta baixos volumes de chuvas. Julho costuma ser menos chuvoso. Os registros de baixas temperaturas mais expressivos são de Palmas, no Sul do Estado.

Confira AQUI tabela de valores das médias históricas de chuva (faixa de variação), temperatura mínima e temperatura máxima para cada região do Paraná nos meses de julho, agosto e setembro.

Agência Estadual de Notícias

Paraná atrai R$ 12,5 bilhões e abre mais de 100 mil novas empresas

08:280 comments
Klabin  -  Foto: Acervo Klabin

Apesar da crise econômica nacional e de perdas na safra de soja, principal commodity do Paraná, o Estado atraiu até maio R$ 12,5 bilhões em investimentos privados e abriu 105.130 empresas, com saldo positivo de 8,4 mil novos negócios em relação ao mesmo período de 2018. Com o programa de incentivos do Estado, o governador Carlos Massa Ratinho Junior projeta a atração de R$ 20 bilhões em empreendimentos até o final deste ano.

Klabin – Foto: Acervo Klabin

O governador destaca que o País ainda enfrenta desafios em relação ao otimismo dos investidores e estagnação da economia, mas o Paraná lidera um processo para gerar novos empregos, reorganizar a infraestrutura rodoviária e aérea, com um novo pacote de concessões, e para abrir possibilidades de incremento da produção com base no fomento à tecnologia no campo e nas indústrias. “O Poder Público tem que colaborar com o setor produtivo, buscando a modernização. Nós incentivamos os investidores, repactuamos as contas públicas e estamos preparando um Paraná para os próximos dez anos”, afirmou o governador.

Além da programação de ampliar a produção no campo, a capacidade logística e o uso de tecnologia, o Estado também reorganizou a máquina pública com a reforma administrativa, que enxugou o número de secretarias e cargos, e revisão e renegociação de contratos, com economia anual estimada de pelo menos R$ 85 milhões. “Nosso foco não é apenas economizar, mas aumentar a eficiência. Estamos adotando esse ritmo no Governo, para dar respostas rápidas e priorizar aquilo que mais interessa, que é o desenvolvimento sustentável e a geração de emprego e renda no Paraná”, emendou.

INVESTIMENTOS – Os R$ 12,5 bilhões prospectados pelo Estado significam crescimento de mais de 500% em relação a tudo que entrou via Agência Paraná Desenvolvimento (APD) em 2018, em torno de R$ 1,99 bilhão. Esse valor foi puxado pelo investimento anunciado pela Klabin em Ortigueira, na casa de R$ 9,1 bilhões, maior anúncio de expansão da América Latina neste ano, e do Grupo Madero, em torno de R$ 600 milhões.

Ambos já passaram pelas três etapas de aprovação dentro do órgão, que consistem em intenção, proposta e confirmação do protocolo – num segundo momento, os processos são encaminhados para a Secretaria da Fazenda para a formalização dos incentivos fiscais.

Para o próximo ciclo, os principais objetivos da APD são a inserção do setor de turismo nas estratégias de prospecção e desenvolvimento e apoio ao aumento da competitividade dos municípios. O órgão também planeja apoiar o desenvolvimento das cadeias produtivas para aumentar o valor agregado dos produtos e focar na desburocratização por meio da facilitação de processos para maior ganho de produtividade.

AEN/PR

Paraná divulga números da gripe e reforça a prevenção

06/06/2019 10:110 comments
O novo boletim da gripe divulgado nesta quarta-feira (05) pela Secretaria Estadual da Saúde confirma 33 novos casos da gripe Influenza no Paraná. Desde o início do ano, o Estado já confirmou 146 casos. PREVENÇÃO - De acordo com o enfermeiro coordenador da Divisão de Doenças Transmissíveis da Secretaria da Saúde, Renato Lopes, a maneira mais eficaz para se proteger da gripe é a higiene das mãos.  -  Curitiba, 05/06/2019  -  Foto: Divulgação SESA

O novo boletim da gripe divulgado nesta quarta-feira (05) pela Secretaria Estadual da Saúde confirma 33 novos casos da gripe Influenza no Paraná. Desde o início do ano, o Estado já confirmou 146 casos. São quadros de gripe que se agravaram e foi necessária a internação do paciente.

O novo boletim da gripe divulgado nesta quarta-feira (05) pela Secretaria Estadual da Saúde confirma 33 novos casos da gripe Influenza no Paraná. Desde o início do ano, o Estado já confirmou 146 casos. PREVENÇÃO – De acordo com o enfermeiro coordenador da Divisão de Doenças Transmissíveis da Secretaria da Saúde, Renato Lopes, a maneira mais eficaz para se proteger da gripe é a higiene das mãos. – Curitiba, 05/06/2019 – Foto: Divulgação SESA

As mortes por gripe chegaram a 43 nesta semana, distribuídos por 13 Regionais de Saúde, sendo 38 por H1N1. O município de Foz do Iguaçu concentra o maior número de óbitos, com 9 casos. Do total de mortes, 29,3% estão relacionadas a pessoas com mais de 60 anos.

As mortes foram registradas em 13 Regionais de Saúde. 1ª Regional, Paranaguá, 3 mortes; 2ª, Metropolitana de Curitiba, 9; 4ª, Irati, 1; 7ª, Pato Branco, 1; 9ª, Foz do Iguaçu, 10; 10ª, Cascavel, 6; 11ª, Campo Mourão, 3; 12ª, Umuarama, 1; 14ª, Paranavaí, 4; 15ª, Maringá, 1; 16ª, Apucarana, 1; 17ª, Londrina, 1 e 20ª, Toledo, 2.

VACINAÇÃO – A vacinação para os grupos prioritários foi encerrada dia 31 de maio. A cobertura vacinal desses grupos ficou em 83,91%. O saldo de vacinas, aberto à população em geral, era de cerca de 1 milhão de doses, deste total, até esta quarta-feira (05), cerca de mais 376 mil doses haviam sido aplicadas em todo o Paraná. (*dados preliminares).

PREVENÇÃO – De acordo com o enfermeiro coordenador da Divisão de Doenças Transmissíveis da Secretaria da Saúde, Renato Lopes, a maneira mais eficaz para se proteger da gripe é a higiene das mãos. “Lavar as mãos com frequência deve se tornar um hábito. Esta é a melhor maneira de se proteger não só da gripe, mas também de outras doenças”, afirma.

As superfícies e objetos que entram em contato frequente com as mãos, como mesas, teclados, maçanetas e corrimãos, devem ser limpos com álcool. Objetos de uso pessoal, como copos e talheres, não devem ser compartilhados. Também é necessário evitar ambientes fechados e aglomeração de pessoas.

Segundo Lopes, outra orientação importante é cobrir a boca e o nariz com um lenço descartável quando for tossir ou espirrar. “Adotar hábitos saudáveis, como alimentação balanceada e a ingestão de líquidos também ajuda na manutenção da imunidade”, acrescenta.

Os sintomas da gripe são febre alta, acima de 38ºC, e com início repentino; tosse persistente; inflamação na garganta, sensação de cansaço, calafrios, dores musculares intensas e principalmente dificuldade para respirar. A partir do início desses sinais, o quadro pode evoluir rapidamente para uma pneumonia ou outras infecções.

AEN/PR

Mais de mil alunos-atletas participam da fase regional dos Jogos Escolares

03/06/2019 10:460 comments
Ginásio Bigodão recebeu mais de 1.500 pessoas para abertura

Arapoti – O Centro Esportivo Otacílio de Souza (Bigodão) abrigou na noite desta sexta-feira, 31, a cerimônia de abertura dos 66º Jogos Escolares do Paraná do núcleo regional de Wenceslau Braz. Sete municípios integram esta fase que reúne mais de mil alunos. Os jogos que seguem até quarta-feira, 05 de junho.

Ginásio Bigodão recebeu mais de 1.500 pessoas para abertura

O Ginásio recebeu tanto público que parte dos alunos teve que se sentar dentro da quadra para assistir as apresentações artísticas. Arapoti deu destaque especial para os alunos com deficiência. O acendimento do fogo simbólico foi feito pelo atleta Bruno Menom da Silva, da Escola Rafael Ribeiro de Lara (APAE), que disputa o futsal na categoria ACD (alunos com deficiência). A escola também abriu a parte de espetáculos do evento, com uma coreografia sensível. Com um cadeirante no foco principal e momentos que demonstravam superação de dificuldades e conquistas, arrancou aplausos do público.

Em seguida, o ginásio foi tomado por pompons com toque de dourado e a alegria das meninas do Programa de Atendimento à Criança e Adolescente de Arapoti. Inspirada nas líderes de torcida no estilo americano, a coreografia fez a ligação entre arte e esporte. O Grupo de Dança Expressão Corporal (GDEC), referência na região e premiado em competições de alto nível, foi quem fechou a noite com as apresentações Vamos Pular, do grupo mirim, Start, do grupo infantil e Rock Stars, do grupo juvenil. Com acrobacias, movimentos inesperados, um tanto de fofura, no caso das pequeninas, e ousadia, no caso dos mais velhos, empolgou os presentes.

ARAPOTI: Cidade recebe alunos-atletas que competem a regional do JEPS com ginásio lotado

Kaique de Camargo de Pontes, do Colégio Estadual João Paulo II, atleta do futsal da categoria de 15 a 17 anos, conduziu o juramento do atleta. Ele disse que ficou feliz de poder representar todos os alunos-atletas nesse momento e que o importante é “sempre jogar limpo, respeitando um ao outro, o esporte é para se divertir, não para criar rivalidade”. Após a cerimônia de abertura, foi realizada a disputa pelo 3º lugar e a final da Copa Hendrio Prestes. O nome é uma homenagem a um jovem jogador de futsal do município que realizava trabalho voluntário em escolas, falecido em um acidente de carro.

Quarenta escolas competem na regional, destas, cinco participam apenas dos jogos para alunos com deficiência (ACD) e três têm jogadores competindo pelo ensino regular e pelo ACD. Os 1017 alunos-atletas representam sete cidades: Jaguariaíva, Salto do Itararé, Santana do Itararé, São José da Boa Vista, Sengés, Wenceslau Braz e o município sede.

Jogos acontecem até está quarta-feira, 05 de junho

Deste sábado (1º) até quarta-feira (05), serão disputadas as modalidades de handebol, tênis de mesa, voleibol, xadrez, atletismo e futsal, sendo que estas últimas terão competições ACD, da qual participam 106 alunos. Há ainda dois times de basquetebol masculino, automaticamente classificados para a fase macrorregional por serem os únicos de cada categoria.

Matéria publicada na edição impressa da Folha Paranaense de 01/06/2019