Ministro Gilmar Mendes manda soltar Beto Richa

14/09/2018 21:510 comments
Governador do Paraná, Beto Richa, durante sabatina na Comissão de Constituição e Justiça de Luiz Edson Fachin, indicado pela presidenta Dilma Rousseff para ministro do STF (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, decidiu hoje (14) soltar o ex-governador do Paraná, Beto Richa, preso nesta semana no âmbito da Operação Rádio Patrulha, que investiga o suposto direcionamento de licitação para beneficiar empresários e o pagamento de propina a agentes públicos no Paraná.

(Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Além de Richa, que é candidato ao Senado nas eleições de outubro, também serão soltos por meio da decisão mais 14 acusados que foram presos.

Richa e a esposa, a ex-primeira dama do estado e ex-secretária da Família, Fernanda Richa, que também foi presa, estão detidos provisoriamente no Regimento da Polícia Montada, da Polícia Militar, em Curitiba, por determinação da Justiça estadual.

No pedido de liberdade feito mais cedo ao STF, os advogados alegaram que não há motivos para a decretação da prisão porque os supostos fatos teriam corrido entre 2011 e 2013. A liminar foi enviada ao processo no qual Gilmar Mendes proibiu a condução coercitiva de investigados. Segundo a defesa, a prisão foi decretada em substituição à condução, violando a decisão do ministro, que foi confirmada posteriormente pelo plenário.

De acordo com o ministro, a decretação da prisão foi inconstitucional e violou a decisão da Corte sobre a condução coercitiva.  Além disso, Mendes disse que as prisões temporárias só podem ocorrer quando forem imprescindíveis para as investigações.

“Entende-se, como regra, que fatos antigos não autorizam qualquer espécie de prisão provisória, seja ela temporária ou preventiva, sob pena de desvirtuamento de sua finalidade e esvaziamento da garantia fundamental da presunção de inocência”, decidiu Mendes.

Agência Brasil

Moro afirma que suposto esquema de Beto Richa não era “crime trivial”

12/09/2018 08:470 comments
Foto: Arnaldo Alves / ANPr.

O juiz federal Sérgio Moro afirmou em despacho que existem provas suficientes para justificar as buscas da Operação Piloto, 53ª fase da Lava Jato, na residência do ex-governador do Paraná Beto Richa (PSDB), e de seu irmão José Carlos Richa, o Pepe Richa. Para o magistrado, o suposto esquema de corrupção na gestão do tucano “não se trata de um crime trivial”.

Governador Beto Richa.-.foto Orlando Kissner/ANPr

A operação investiga o envolvimento de funcionários públicos e empresários com a empreiteira Odebrecht no favorecimento de licitação para obras na rodovia estadual PR-323, em 2014. A obra foi contratada por R$ 7,2 bilhões.

Segundo Sérgio Moro, trata-se de “complexas operações de lavagem [de dinheiro] em esquema criminoso que transcende o produto do crime de corrupção em questão”. “O contexto não é de envolvimento ocasional em crimes de corrupção, mas da prática de crimes de grande corrupção e de complexas operações de lavagem de dinheiro”.

Contrapartida

O juiz afirma no despacho que as investigações “apontam o pagamento de, pelo menos, R$ 3,5 milhões para direcionar licitação em favor do Grupo Odebrecht, com utilização de sofisticado sistema de ocultação e dissimulação do produto do crime, inclusive com utilização de contas secretas no exterior”.

“Não se trata, em princípio, de meras doações eleitorais não registradas, pois os pagamentos tiveram uma contrapartida, a atuação do chefe de gabinete do então governador para reduzir a concorrência da licitação para duplicação da PR-323 em benefício do Grupo Odebrecht”, ressaltou Sérgio Moro.

Segundo o juiz federal, o quadro probatório apresentado pela Polícia Federal e Ministério Público Federal “é mais do que suficiente para caracterizar causa provável a justificar a realização de busca e apreensão nos endereços dos investigados”.

“Faço essa ressalva especialmente em relação às buscas atinentes a parte dos investigados, como o ex-governador do estado Carlos Alberto Richa, em campanha eleitoral para o Senado. Há provas que justificam as buscas, pois ele é apontado como beneficiário dos valores provenientes dos crimes e de um esquema de lavagem de dinheiro. Ressalve-se, porém, que ainda se trata de uma fase de investigação, a busca nela se inserindo, e que, portanto, não é possível, no presente momento, qualquer afirmação conclusiva quanto à responsabilidade dele”, apontou no despacho.

Prisões

No despacho, o juiz federal determina a prisão de Deonilson Roldo, ex-chefe de gabinete de Richa no governo do Paraná, e de Jorge Atherino, empresário acusado de ser um dos operadores do recebimento de propinas do ex-governador. Os dois foram detidos nesta terça-feira.

“Há, conforme análise já efetuada, prova suficiente de materialidade e autoria de crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, sendo que, em relação a Deonilson Roldo e Luciano Ribeiro Pizzato [delator do esquema], também há provas de autoria em relação ao crime de fraude à licitação”, destacou.

Na decisão, Sérgio Moro afirma que o volume das operações financeiras suspeitas de lavagem de dinheiro atribuídas a Deonilson Roldo e Jorge Theodocio Atherino parece transcender o crime de lavagem em relação a vantagens indevidas recebidas no contrato da duplicação da PR 323, “o que é indício de envolvimento em outros crimes de corrupção ou em lavagem de outros crimes de corrupção. A ilustrar, a movimentação financeira de mais de R$ 500 milhões das empresas de Jorge Theodocio Atherino e com mais quinze milhões recebidos em espécie”, apontou.

Segundo o despacho, Deonílson Roldo ocupou cargos relevantes no governo estadual e há indícios de que se envolveu na prática contínua de crimes de corrupção e de lavagem. “Como os mesmos esquemas de lavagem podem ter sido utilizados pelos beneficiários da vantagem indevida para ocultar e dissimular produto de outros crimes contra a administração pública, é legítima a realização de buscas e apreensões mais amplas”.

Patrulha Rural

Beto Richa, que é candidato ao Senado pelo PSDB, foi preso na manhã desta terça-feira (11) pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), por também ser alvo de outra operação, a Patrulha Rural, deflagrada pelo Ministério Público Estadual do Paraná. Além dele, sua mulher, Fernanda Richa, e seu irmão também foram presos.

Ao todo, foram expedidos cinco mandados de prisão temporária e 26 de busca e apreensão em Curitiba, Londrina, Santo Antônio do Sudoeste e Nova Prata do Iguaçu.

Procurada, a assessoria de Beto Richa informou que ainda aguarda orientações da defesa para se manifestar. A reportagem ainda não conseguiu contato da defesa de Deonílson Roldo.

Agência Brasil

Beto Richa é preso em Curitiba em operação da Gaeco

11/09/2018 08:480 comments
Foto: Arnaldo Alves / ANPr.

Em mais uma ação da Lava Jato, a Polícia Federal deflagrou hoje (11) a Operação Piloto na Bahia, em São Paulo e no Paraná. O objetivo é investigar o envolvimento de funcionários públicos e empresários com a empreiteira Odebrecht no favorecimento de licitação para obras na rodovia estadual PR-323.

Foto: Arnaldo Alves / ANPr.

Cerca de 180 policiais federais cumprem 36 ordens judiciais de busca e apreensão, de prisão preventiva e também prisão temporária em Salvador, São Paulo, Lupianópolis, Colombo e Curitiba – estas três últimas cidades no Paraná. Eles apuram denúncias de corrupção ativa e passiva, fraude à licitação e lavagem de dinheiro. Um dos alvos da operação é o ex-governador do Paraná e candidato ao Senado Beto Richa.

As irregularidades teriam ocorrido em 2014 e envolvem o chamado Setor de Operações Estruturadas do Grupo Odebrecht para beneficiar agentes públicos e privados no Paraná.

Em contrapartida, a construtora seria favorecida no processo de licitação para duplicação, manutenção e operação da rodovia estadual PR-323 na modalidade parceria público-privada.

O nome de Operação Piloto remete ao codinome atribuído pelo Grupo Odebrecht em seus controles de repasses de pagamentos indevidos a investigados nesta ação policial. Os detidos serão conduzidos à Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, onde permanecerão à disposição da Justiça.

Operação da Gaeco

Em outra operação do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), também deflagrada na manhã de hoje, os policiais cumpriram mandados de prisão em uma investigação sobre o programa Patrulha Rural. Entre os presos está Beto Richa e a mulher Fernanda.

Sicredi inaugura agência em Sengés

04/09/2018 10:380 comments
Sicredi inaugura agência em Sengés

Sengés – A Sicredi Novos Horizontes PR/SP, inaugurou na última sexta-feira, 31, em Sengés/PR, sua 10ª agência na área de atuação. A estrutura com 328m², oferece o que há de melhor em tecnologia, conforto e comodidade para os moradores do município. A agência inicia suas atividades com 300 associados e promete fortalecer ainda mais o relacionamento e os negócios financeiros para a comunidade.

O prefeito de Sengés, Nelson Ferreira Ramos, enalteceu a chegada do Sicredi em seu município, enfatizando a importância da instituição para a comunidade. “Sengés ganha muito com a chegada do Sicredi, pois essa cooperativa vem crescendo muito em todo Brasil, com isso, nos dá segurança, tranquilidade e temos a opção de ser donos do negócio em não apenas cliente” concluir o prefeito.

Para o presidente da Sicredi Novos Horizontes, Luciano Dias Carneiro Kluppel, esse é um momento marcante para nossa cooperativa, pois chegamos a Sengés com um número significativo de associados, atendendo o anseio da comunidade. “Nosso diferencial, está na valorização das pessoas e nosso comprometimento é fomentar a economia local com os investimentos praticados pelos nossos associados” ressaltou Kluppel.

Equipe de colaboradores da agência de Sengés

O diretor executivo da cooperativa Neuri Saggin, disse que o diferencial do Sicredi está na valorização das pessoas e oferece aos associados muito mais do que produtos e serviços, mas soluções que cooperam com o momento de vida de cada um. “Vale ressaltar que na próxima segunda feira dia 03 de setembro inicia-se as atividades da agência de Sengés com horário de atendimento ampliado: das 09:30 as 15:30 horas” finalizou Saggin.

Kelis Cristina Camara, gerente da agência de Sengés aproveitou para reforçar o convite aos moradores de Sengés, para visitar e conhecer mais sobre os Produtos e serviços da Sicredi.

Sobre o Sicredi

O Sicredi é uma instituição financeira cooperativa comprometida com o crescimento dos seus associados e com o desenvolvimento das regiões onde atua. O modelo de gestão valoriza a participação dos 3,7 milhões de associados, os quais exercem um papel de dono do negócio. Com presença nacional, o Sicredi está em 22 estados* e no Distrito Federal, com mais de 1.500 agências, e oferece mais de 300 produtos e serviços financeiros. Mais informações estão disponíveis em www.sicredi.com.br.

Inscrições para Corrida Rústica de Ponta Grossa são prorrogadas até quarta

03/09/2018 17:320 comments
Inscrições para Corrida Rústica de Ponta Grossa são prorrogadas até quarta

Ponta Grossa – O Rotary Club de Ponta Grossa Alagados, organizador da 8º Expo&Flor, prorrogou até quarta-feira (05) o prazo de inscrição para a Corrida Rústica. A largada da competição acontecerá dia 09 de setembro, às 8h, no Parque Ambiental – junto ao estacionamento do Paraguaizinho.

Para participar da competição, os interessados devem se inscrever pelo site www.ticeketagora.com.br ou presencialmente, na sede da Apadevi de Ponta Grossa (Associação de Pais e Amigos dos Deficientes Visuais) – localizada à Rua Pernambuco, 344, em Olarias, anexo o Colégio José Elias da Rocha.

O percurso da corrida será dividido em dois trajetos, um de 10 quilômetros e o outro de 5 quilômetros – este também destinado à caminhada, que sairá 5 minutos após a largada da corrida. A competição visa auxiliar a Apadevi, entidade que atende pessoas com deficiência visual.

Além da competição, o Rotary realiza outras atividades em paralelo com a Expo&Flor com o objetivo de movimentar a cidade de Ponta grossa. No mês de agosto, os integrantes do Rotary Club Alagados fizeram um mutirão para o plantio de 400 mudas de árvores frutíferas no bairro Costa Rica. A ação contou com a participação do Exército e dos demais clubes de Rotary da cidade.

No último domingo (02), familiares e amigos se reuniram para um momento de lazer, durante o 5º Passeio Ciclístico. A largado ocorreu às 10h, no Parque Ambiental Governador Manoel Ribas, centro da cidade. A atividade terminou com o sorteio de brindes aos participantes.

Desde o dia 31 de agosto, o município recebe a 8ª Expo&Flor, evento já tradicional no município que reúne grande diversidade de flores, plantas ornamentais e frutíferas. Toda a verba arrecadada com a exposição será destinada a projetos inscritos por entidades assistenciais.

Assembleia aprova regras para utilização sustentável da mata de araucárias no Paraná

31/08/2018 09:280 comments
Assembleia aprova regras para utilização sustentável da mata de araucárias no Paraná

Os deputados aprovaram em primeiro turno o projeto de lei nº 559/2015, que estabelece regras de proteção, utilização sustentável e instrumentos de compensação pela preservação da mata de araucárias no Paraná. A matéria foi aprovada durante a sessão plenária antecipada de quarta-feira (29), realizada nesta terça-feira (28), na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep). De acordo com o texto, os recursos florestais das florestas plantadas de domínio privado do pinheiro-do-paraná, não sujeitos aos regimes de reservas legais, são suscetíveis de utilização sustentável, condicionadas aos planos de manejo florestal nos termos da legislação em vigor.

Mata de Araucárias. Foto: Xico Putini / Shutterstock.com

Segundo o projeto, o manejo sustentável será autorizado quando se tratar de espécimes ou formações situadas em pequenas e médias propriedades que possuírem evidências de terem sido plantadas pelo proprietário atual, mediante declaração de fé pública e reconhecimento por técnico competente efetuado em laudo, ou ainda mediante documentação fotográfica que possa comprovar o fato.

A proposta também prevê que as propriedades rurais que mantiverem espécimes ou pinheirais imunes de corte, devidamente averbadas nessa condição, e mantiverem as formações de Mata de Araucárias, serão beneficiados com compensações financeiras, por meio de pagamento pela prestação de serviços ambientais. O valor e a forma do pagamento da compensação serão feitos, ainda de acordo com o projeto de lei, conforme regulamentação específica. A compensação será aplicável a áreas próprias ao desenvolvimento dos pinheirais e em áreas não sujeitas ao regime restritivo de reserva legal e áreas de preservação permanente, conforme previsto na legislação federal.

Assessoria de Comunicação da ALEP

Polícia prende homem que matou e colocou fogo no corpo do amante da esposa

17/08/2018 10:300 comments
Polícia prende homem que matou e colocou fogo no corpo do amante da esposa

Sengés – Nesta quinta-feira, 16, a Polícia Civil esclareceu um crime brutal ocorrido na noite anterior. Um corpo carbonizado foi encontrado a beira do Rio Navio em Sengés. A vítima foi identificada pelo irmão. Claudinei Alves dos Santos tinha 37 anos e, segundo a Polícia, foi morto pelo marido de sua amante, um homem de 32 anos. O autor confessou o crime e foi preso na tarde desta quinta-feira por homicídio triplamente qualificado.

Segundo o delegado Derick Moura Jorge, o marido traído já sabia do caso extraconjugal da esposa. “Ao confrontá-la, a mulher afirmou que havia terminado com o amante. Porém, ele não acreditou na esposa e a seguiu na noite de quarta-feira e flagrou-a subindo na motocicleta com o amante. Ele pegou alguns itens como faca e galão com gasolina e foi até o local aonde a esposa estava com a vítima” explicou o delegado.

Ao chegar no Rio Navio, um ponto de encontro de casais do município, o marido atacou o amante com uma faca, desferindo três golpes contra a vítima. Na sequência, ele desferiu várias pauladas na cabeça do amante e, por fim, ainda jogou combustível e acendeu o fogo, matando a vítima. “Ele confessou o crime e admitiu que pensou também em matar a própria esposa, mas que pensou nos filhos do casal” disse o delegado.

O homem está preso e responderá por homicídio triplamente qualificado, por motivo fútil, o uso de fogo e meio cruel, além da impossibilidade de defesa da vítima. “Gostaria de destacar o amplo apoio conjunto da Polícia Militar e da Polícia Civil que foi decisivo para o esclarecimento do crime em 24 horas” concluiu Derick.

Presos liberam reféns e terminam rebelião na cadeia de Ibaiti após 12 horas

15/08/2018 10:190 comments
Foto: Informe Policial (www.informepolicial.com)

Ibaiti – Depois de 12 horas de rebelião, presos da cadeia de Ibaiti, nos Campos Gerais do Paraná, liberaram os reféns e encerraram a rebelião por volta das 9h desta quarta-feira (14), segundo a direção da Polícia Civil. A Polícia Civil informou que os reféns sofreram ferimentos leves.

Policiais estão dentro da carceragem para avaliar os estragos e fazer a contagem dos presos. As equipes de segurança tentam recapturar os fugitivos.

Foto: Informe Policial (www.informepolicial.com)

A rebelião começou por volta das 21h de terça-feira (14), e, segundo o delegado Pedro Dini, cerca de 20 detentos conseguiram escapar do local, no entanto esse número pode aumentar.

A cadeia tem capacidade para aproximadamente 30 internos, mas abrigava em torno de 160.

Segundo a polícia, os detentos tomaram a cadeia depois de uma investigadora deixar a delegacia para atender um acidente de trânsito. O único agente penitenciário ficou sozinho no local e foi rendido pelos detentos.

Depois disso, os presos abriram a porta dos fundos da delegacia e fugiram. Os detentos também atearam fogo na delegacia, apenas duas salas do prédio não foram destruídas. Um carro da Polícia Civil que ficava estacionada em frente a delegacia também foi destruída pelo incêndio.

Os presos reclamaram da superlotação, segundo a polícia.

Texto: G1 Paraná

https://g1.globo.com/pr/campos-gerais-sul/noticia/2018/08/15/presos-liberam-refens-e-terminam-rebeliao-na-cadeia-de-ibaiti-segundo-policia-civil.ghtml

Debate da Band terá seis dos dez candidatos ao governo do Paraná

13/08/2018 09:420 comments
Debate da Band terá seis dos dez candidatos ao governo do Paraná

A Band Paraná definiu ontem com representantes dos partidos o modelo de funcionamento do primeiro debate na TV entre os candidatos ao governo do estado, que tradicionalmente é realizado pela emissora e será na próxima quinta-feira, 16 de agosto, das 22h até 0h30. Haverá transmissão simultânea na rádio BandNews FM, na TV Tarobá no interior do estado e nas redes sociais da Band.

Foram considerados aptos ao debate pela emissora os candidatos de coligações com pelo menos cinco parlamentares no Congresso Nacional, conforme ordena a lei eleitoral. Dos dez candidatos, seis se enquadram e todos confirmaram participação: a governadora Cida Borghetti (PP); o deputado estadual Ratinho Junior (PSD); o deputado federal João Arruda (MDB); o ex-deputado federal Doutor Rosinha (PT); o servidor público Professor Luiz Piva (PSOL); e o advogado e jornalista Ogier Buchi (PSL).

O debate será mediado pelo jornalista Douglas Santucci e terá cinco blocos. O primeiro será aberto com a apresentação dos candidatos – cada um terá 30 segundos para responder à pergunta “Por que você merece o voto dos paranaenses?”. A seguir acontece a primeira série de perguntas entre os candidatos. Cada um poderá fazer uma pergunta e responder quantas vezes for solicitado. O segundo, terceiro e quartos blocos novamente terão uma série de perguntas entre os candidatos idêntica ao primeiro bloco.

O quinto e último bloco terá, além da última série de perguntas, um minuto para as considerações finais. Será permitido aos candidatos levarem papéis e aparelhos eletrônicos, como tablets, ao púlpito.

1º Bloco

Apresentação: 30 segundos para cada candidato.
Série de perguntas entre os candidatos: cada um poderá perguntar uma vez e responder quantas vezes for solicitado.

2º, 3º e 4º bloco

– Cada um com uma série de perguntas entre os candidatos como a do 1º bloco, com 30 segundos para pergunta, 1 minuto e 30 segundos para a resposta, além de um minuto para a réplica e outro para a tréplica.

5º blobo

– Quinta e última série de perguntas, idêntica às dos blocos anteriores.
– Considerações finais com um minuto para cada candidato.

BEM PARANÁ (NARLEY RESENDE)

https://www.bemparana.com.br/noticia/debate-da-band-tera-seis-dos-dez-candidatos-ao-governo-do-parana

Paraná terá nove candidatos ao Governo e 14 na disputa pelo Senado

06/08/2018 10:030 comments
Paraná terá nove candidatos ao Governo e 14 na disputa pelo Senado

Terminado o prazo para realização das convenções partidárias ontem, ficou definido que as eleições deste ano terão nove candidaturas ao governo do Estado e 14 nomes na corrida ao Senado Federal. As chapas majoritárias com maior número de partidos na coligação são as que lançam a governadora Cida Borghetti (PP) à reeleição e o deputado estadual Ratinho Junior (PSD) ao governo, com oito partidos cada.

Em convenção no sábado (4), o PP confirmou o ex-governador Beto Richa (PSDB) e o deputado federal Alex Canziani (PTB) como candidatos ao Senado na chapa. Coronel Malucelli (PMN)teria sido  indicado como vice de Cida, mas não foi confirmado. O ex-prefeito Luciano Ducci (PPS) foi convidado, mas até o fim da noite havia rejeitado a proposta. Ele é candidato à reeleição na Câmara Federal. Ratinho Junior fechou sua chapa ao governo no fim da tarde de ontem com o  empresário Darci Piana, ex-presidente da Federação do Comércio do Paraná, na vice.

Ratinho também decidiu apoiar o empresário Oriovisto Guimarães, o Professor Oriovisto, do Podemos, como seu candidato ao Senado. Com isso, o partido do senador Alvaro Dias, pré-candidato à presidência, deve ter liberdade para apoiar Ratinho Jr, embora não haja uma coligação oficial para o governo. Alvaro afirmou que irá manter neutralidade. Alvaro é irmão do ex-senador Osmar Dias (PDT), que desistiu de participar das eleições deste ano na véspera da convenção de seu partido. O PDT atribuiu a desistência de Osmar a um acordo de Alvaro com Ratinho. Professor Oriovisto seria candidato na chapa de Osmar, mas passou para a chapa de Ratinho justamente após a decisão do pedetista.

Em um dia de intensas negociações ontem, último dia do prazo legal para fechar as atas das convenções, Oriovisto chegou a ser confirmado como candidato único de Ratinho Jr. para o Senado, mas no fim da tarde o PSC reivindicou a segunda vaga. Com isso, a coligação manteve a candidatura de Renan da Mata (PSC), ligado ao pastor Takayama (PSC), e Ratinho Jr. terá dois candidatos ao Senado.

A última chapa a definir o nome do candidato ao governo foi a do PDT. Com a desistência do ex-senador Osmar Dias, o partido decidiu apoiar a candidatura do deputado federal João Arruda (MDB) ao Palácio Iguaçu. O ex-deputado federal Nelton Friedrich (PDT), que chegou a ser cotado como como candidato ao governo, será candidato ao Senado e vai dividir chapa com o senador Roberto Requião (MDB), candidato à reeleição. Nelton deve dedicar seu tempo de TV e rádio para dar palanque para Ciro Gomes, presidenciável do PDT, no Paraná. Na proporcional à Câmara Federal, a chapa será MDB/PDT/SD e PCdoB. Para deputados estaduais, o PDT recusou incluir o MDB, por considerar que poderia prejudicar os candidatos da legenda.

No início da noite, o MDB definiu que a vice na chapa de João Arruda será a professora Eliana Cortez da Silva (MDB), presidente da Câmara de Ribeirão Claro, Norte do Paraná. A chapa absorveu ainda o SD, do deputado federal Marcio Paulik, que estava com Osmar até sexta-feira, e PCdoB, que desistiu candidato próprio ao governo e decidiu apoiar Arruda.

O PCdoB esperou a definição do PDT para também anunciar seu apoio ao MDB. Antes o partido avaliava lançar Doutor Zequinha ao governo ou coligar-se com o PT, o que não se consolidou. No fim da noite, o partido fechou com MDB.  Com isso, o PT, que aguardava a decisão, confirmou Anaterra Viana, secretária de Política para Mulheres do partido, como vice na chapa do ex-deputado federal Doutor Rosinha ao Palácio Iguaçu.

O PSL lançou o jornalista e advogado Ogier Buchi (PSL), apresentador de TV, ao governo. O deputado Fernando Francischini à candidato ao Senado na chapa que tem PSL/Patriotas e PTC.

As outras candidaturas, que já estavam definidas, são do ex-vereador de Curitiba Jorge Bernardi (REDE), com Juliano Murbach (PPL) como vice. Ao Senado, a chapa REDE/DC/PPL lança Flavio Arns (REDE) e Luiz Adão (DC). O PSOL registra a chapa com Professor Piva (PSOL) ao governo, e Fernanda Camargo (PSOL) na vice. Ao Senado, o partido vai com o servidor público Rodrigo Tomazini (PSOL) e a sociolóloga Jacqueline Parmigiani (PSOL). A coligação tem o PCB. O empresário Geonísio Marinho (PRTB) confirmou Paulo Nori (PRTB) como seu vice na chapa ao governo, com Rodrigo Reis (PRTB) e José Maria Boni (PRTB) ao Senado. Ontem, o partido anunciou chapa com PRTB/PRP.

Fonte: Bem Paraná (Narley Resende)

https://www.bemparana.com.br/noticia/parana-tera-nove-candidatos-ao-governo-e-14-na-disputa-pelo-senado