sábado, janeiro 23, 2021
Início Categoria Pedro Cardoso: ‘A Globo ganhou comigo muito mais do que eu com...

Pedro Cardoso: ‘A Globo ganhou comigo muito mais do que eu com a Globo’

pedrocardosoprontoPedro Cardoso falou sobre sua saída da Rede Globo e o ódio que tem dos paparazzi em entrevista a Gugu, exibida na noite de quarta-feira (29) na Record. O ator, eternizado como o Agostinho de “A Grande Família”, afirma não ter sido valorizado na ex-emissora, na qual apresentou projetos depois que a série terminou, em 2014.

“Fiquei tristíssimo, chateado. Tinha contato com 50, 60 milhões de pessoas, agora não tenho mais. Gostava de falar com o público. Queria estar no ar, ter um programa meu. Merecia a chance de ter desenvolvido um projeto meu, deviam ter olhado para mim e visto se eu seria capaz de capitanear um projeto. Mas quando apresentei um e não curtiram, vi que havia desinteresse. Eu gostava imensamente do dinheiro que ganhava lá. A Globo ganhou comigo muito mais do que eu com a Globo”, disparou.

Ele recorda que participou de poucos trabalhos de teledramaturgia nos mais de 30 anos de emissora. “Fiz uma novela (“Pátria Minha”, em 1994) por um convite carinhoso do Gilberto Braga e duas minisséries (“O Pagador de Promessas”, em 1988, e “Anos Rebeldes”, em 1992). Nunca fui convidado para uma novela e recusei, eles é que não gostam de mim. Em novela não me quiseram. Mas não se pode pedir à Globo que contrate a totalidade da classe artística”, continua.

Grande Família
Cardoso conta que pediu para fazer parte do elenco do seriado, que ficou 14 anos no ar. “O personagem não foi feito para mim, mas dei uma sorte extraordinária. Falei: ‘deixa eu fazer aquele personagem secundário para eu ganhar um dinheirinho’ e deixaram. Entrei pela porta dos fundos na Grande Família. Era pra ser só dois episódios, mas acabei ficando”. E desfaz a ilusão de quem pensa que ator de TV ganha bem. “R$ 5 mil é bom para muita gente, mas para um ator no meio televisivo, não”.

O ator garante que o clima era bom nos bastidores. “O sucesso depende de muitos fatores, mas cito Marco Nanini e Marieta Severo. Eles nos lideraram, são pessoas generosas. Eu e Guta (Stresser) tivemos uma empatia artística que só é possível com essa amizade profunda e admiração imensa um pelo outro. Lá todo mundo se admirava, se respeitava e tinha suas diferenças. Falo com absoluta sinceridade, o nível de amizade era altíssimo. Mas não me arrependo de ‘A Grande Familia’ ter acabado, foi um consenso. Assim como o Pelé, é legal terminar no auge, quando ainda deixa saudade”.

Paparazzi
Em cartaz em São Paulo com as peças “O Autofalante” e “O homem Primitivo”, ele não esconde a ojeriza pelos paparazzi. “Acho falta de respeito. Todo mundo tem a vida pública e privada, não só quem é conhecido. As pessoas podem querer saber, mas não têm o direito. Minha vida privada não se passa só dentro da minha casa, estou na rua pública vivendo minha vida privada. Quer me fotografar tem que me pedir, mas não tem o direito de ficar com uma lente de um tamanho de um bonde na praia esperando eu estar em uma cena patética”, desabafa.

Tiririca
Cardoso ainda defendeu o deputado federal. “Como ator acho o Tiririca excepcional. Botar a comédia na campanha política foi ótimo. A atuação específica dele eu não conheço, mas o preconceito que ele sofre por ser um brasileiro de origem humilde é repugnante”.

O eterno Agostinho diz ainda que não liga que suas opiniões possam fechar portas na Globo. “Se o preço da minha liberdade for esse, vou pagar feliz. Na nossa profissão temos de falar o que pensamos”. E não descarta fazer trabalhos em outras emissoras. “Quem sabe daqui a pouco não estou com uma barba ou peruca bíblica”, diverte-se.

Yahoo

https://br.vida-estilo.yahoo.com/pedro-cardoso-a-globo-ganhou-comigo-muito-mais-124000498.html

- Advertisment -
- Advertisment - Tersane