População clamou contra a falta de segurança em Arapoti | Folha Paranaense
População clamou contra a falta de segurança em Arapoti
12/07/2016 às 22:13

Arapoti – Os quase diários assaltos aos cidadãos e aos comércios locais, os casos de violência e agressões nas escolas e a aparente inércia do poder público municipal, motivaram professores, estudantes e representantes de diversos setores a organizar um movimento “Por uma Arapoti mais Segura”. Aproximadamente duas mil pessoas realizaram caminhada na manhã desta terça-feira, 12, pelas principais vias do centro com o propósito de sensibilizar as autoridades e exigir mais Segurança Pública.

Apesar de contar com a presença de alguns políticos, as próprias professoras fizeram questão de ressaltar que o movimento é apartidários e cobra justamente dos políticos mais ações para solucionar ou ao menos amenizar o problema da insegurança na cidade. “Eu acredito que é o momento de Arapoti se unir, clamando para que enxerguem o que nós estamos passando enquanto cidadãos arapotienses, tanto dentro das escolas, como fora delas” afirmou a professora Sheila Alvarez.

A caminhada contou com a participação de diversos segmentos da sociedade. “É um momento de lutarmos por uma Arapoti melhor, onde tenhamos paz e possamos viver harmoniosamente” afirmou a professor Mirtes Brizola. Ela afirmou que a união dos professores já está dando resultados e nos próximos dias o município contará com a Patrulha Escolar do Governo do Estado. Não queremos buscar culpados. Queremos buscar soluções” complementou.

O Promotor Público Dr. Eduardo Henrique Germano também participou do movimento. “É um movimento organizado dentro das escolas, principalmente pela grande maioria dos estudantes que são bons alunos e que desejam afastar este tipo de violência das salas de aula. Isso mostra para a sociedade que a grande maioria dos estudantes quer uma vida melhor e que não serão intimidados por uma pequena minoria de menores indisciplinados” afirmou o promotor.

Deixe seu comentário