sexta-feira, janeiro 15, 2021
Início ESPORTES No Mineirão, São Paulo estreia com derrota no Brasileiro

No Mineirão, São Paulo estreia com derrota no Brasileiro

O Tricolor estreou com derrota no Campeonato Brasileiro de 2017. Na tarde deste domingo (14), apesar de criar oportunidades para marcar, o São Paulo foi batido pelo Cruzeiro por 1 a 0 na rodada de abertura da competição nacional. O gol solitário da partida, disputada no Mineirão, foi anotado pelo atacante Ábila no segundo tempo. Após o duelo em Belo Horizonte, o time são-paulino entrará em campo novamente no próximo dia 22, no Morumbi, diante do Avaí.

Para encarar os cruzeirenses, o técnico Rogério Ceni não contou com Wesley, Araruna (lesões musculares), Wellington Nem (artroscopia no joelho esquerdo) e Morato (entorse no joelho direito).  Apesar das baixas, o time são-paulino teve retornos e estreantes. Assim, foi escalado com Renan Ribeiro; Éder Militão, Maicon e Rodrigo Caio; Thiago Mendes, João Schmidt, Jucilei e Júnior Tavares; Cueva, Lucas Pratto e Marcinho.

Com este esquema tático, Militão, Maicon e Rodrigo Caio formaram a linha da defesa. Mais à frente, Thiago Mendes, Jucilei, João Schmidt e Júnior Tavares eram responsáveis pela segunda linha, enquanto Cueva pela esquerda, Marcinho pela direita e Pratto centralizado formaram o sistema ofensivo. Já o adversário atuou com Fábio; Lucas Romero, Dedé, Léo e Diogo Barbosa; Henrique, Hudson, Rafinha e Alisson; Arrascaeta e Ábila.

Quando a bola rolou, o São Paulo encontrava espaços para tocar a bola pelo meio, mas não conseguia finalizar com perigo nos instantes iniciais. Mesmo fora de casa, os paulistas controlavam mais as ações do jogo e mantinham os mineiros recuados. Assim, aos 18 minutos, a equipe são-paulina assustou pela primeira vez: após boa trama ofensiva, a bola sobrou na esquerda para Júnior Tavares, que bateu rasteiro e parou no goleiro Fábio.

Após a chegada tricolor, os mandantes responderam e chegaram ao gol de Renan Ribeiro algumas vezes. Os dois times marcavam de forma parecida, não davam espaço na frente e assim a partida desenrolava no meio de campo. Ainda assim, o São Paulo criou outras duas boas chances antes do intervalo.

Aos 38, Marcinho, inteligente, resvalou de cabeça em rápido contra-ataque e deixou para Lucas Pratto. O argentino foi desarmado, e a bola sobrou novamente para Marcinho, que lançou Cueva: o peruano finalizou rente à trave. Dois minutos depois, João Schmidt desarmou Ábila e tocou para Cueva, que mandou para Marcinho concluir de cabeça. Fábio defendeu.

Na volta para a segunda etapa, com o intuito de renovar o poderio ofensivo da equipe, Rogério promoveu a entrada de Luiz Araújo na vaga de Cueva. A alteração do treinador, porém, não teve tempo de surtir efeito para colocar o Tricolor em vantagem no placar. Logo aos dois minutos, Ábila marcou para os donos da casa: 1 a 0. Sem desanimar, o São Paulo tratou de responder e criou boas situações na frente.

Para render novas opções no ataque, o comandante mexeu de novo e apostou em Thomaz no lugar de Éder Militão. Em busca do empate, os visitantes pressionavam e ficavam mais tempo no ataque, enquanto o rival se armou para tentar explorar os contragolpes. O centroavante Gilberto ainda ocupou a vaga de Marcinho e deu mais uma referência na grande área, mas os mineiros se fecharam na defesa e administraram o resultado até o apito final: 1 a 0.

- Advertisment -
- Advertisment - Tersane