segunda-feira, outubro 18, 2021
Início Notícias Locais Câmara aprova projetos de "Medalha Rui Barbosa" e de Reciclagem

Câmara aprova projetos de “Medalha Rui Barbosa” e de Reciclagem

Arapoti – Foi aprovado nesta segunda-feira (22) o Projeto de Decreto 237/2017 que institui a ‘Medalha Rui Barbosa’ a ser conferida aos alunos destaque do município, da Rede Pública e Privada, do Ensino Fundamental, Médio e Ensino Superior.  A proposta de autoria do Vereador Giovanni Modesto (PP), ganhou apoio da Mesa Diretora, e foi parabenizada pelos demais vereadores.

Giovani Modesto (PP). Foto: Divulgação

A Medalha Rui Barbosa poderá ser concedida, anualmente, a um único aluno de cada série, em cada estabelecimento de Ensino. A escolha dos estudantes destaques levará em conta a média geral das notas, a freqüência e a disciplina, critérios que serão avaliados pelos diretores das Escolas, Colégios ou Faculdades. As medalhas serão entregues em Sessão Solene da Câmara Municipal no início de cada ano. “É uma iniciativa que tem por finalidade incentivar e valorizar a educação escolar, que prepara e desenvolve crianças e jovens para os desafios encontrados no decorrer da vida”, justificou o vereador Giovanni Modesto.

 

Reciclagem

Pensando na correta destinação do lixo reciclável, a Câmara também aprovou nesta segunda-feira, 22, o Projeto de Resolução 108/2017, de autoria do vereador Divair da Silva (PV), que estabelece a separação e a Coleta Seletiva Solidária dos resíduos recicláveis descartados pela Instituição. De acordo com a proposta, a Casa de Leis deverá criar uma Comissão composta por três servidores para implantar e supervisionar a separação dos resíduos, em lixo ‘limpo’ e orgânico. “Promover a preservação do meio ambiente é uma obrigação de todo cidadão, aplicando os princípios da ecoeficiência com a redução de utilização de recursos, reaproveitamento de insumos e reciclagem dos resíduos sólidos”, justificou Divair. Outras ações sustentáveis também devem ser adotadas pela Câmara Municipal, como a substituição de copos descartáveis por copos de louça para uso de funcionários e vereadores, dos documentos impressos pelos digitais e das garrafas de água individuais por jarras coletivas.

Ainda de acordo com o projeto, o lixo reciclável será destinado às Cooperativas ou Associações formalizadas, que tenham infraestrutura para triagem e classificação dos resíduos e que exerçam a atividade como única fonte de renda. São papéis, papelão, embalagens, copos e garrafas plásticas, entre outros materiais que passarão a gerar renda para famílias que vivem da reciclagem ao invés de poluir o meio ambiente. “Começamos aplicando pequenas mudanças dentro da Casa de Leis que, com o esforço de todos, podem trazer grandes resultado. Em seguida, nossa proposta é expandir a proposta aos demais órgãos públicos do município”, finalizou.

Divair da Silva (PV). Foto: Divulgação

Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal de Arapoti

- Advertisment ----------------