quinta-feira, janeiro 21, 2021
Início Notícias Locais Promotoria arquiva caso de nepotismo cruzado entre prefeituras de Arapoti e Jaguariaíva

Promotoria arquiva caso de nepotismo cruzado entre prefeituras de Arapoti e Jaguariaíva

Arapoti – A Promotoria de Justiça da Comarca de Arapoti divulgou nesta segunda-feira, 28,  o arquivamento do processo que analisava o suposto caso de nepotismo cruzado envolvendo as prefeituras de Arapoti e Jaguariaíva. Segundo denúncia encaminhada ao MP (Ministério Público) haveria irregularidades na contratação de Carolina Sloboda Wahl, filha do prefeito de Jaguariaíva, Jose Sloboda (Juca), para trabalhar na Secretaria de Meio Ambiente de Arapoti e na contratação de Carlos Eduardo Pereira, convivente da vice-prefeita de Arapoti, Nerilda Penna, para trabalhar na Secretaria de Saúde de Jaguariaíva.

Promotor solicitou o arquivamento do caso. Foto: Divulgação

Na visão do Promotor de Justiça, José de Oliveira Junior, a filha do prefeito de Jaguariaíva comprovou ter os requisitos técnicos para ocupar o cargo de chefe da Divisão de Planejamento Ambiental, sendo formada em Engenharia Civil e devidamente registrada no Conselho Federal de Engenharia e Agronomia. O promotor também entendeu que não houve dolo por parte do prefeito municipal Braz Rizzi em nomear Caroline Sloboda Wahl para o referido cargo.

Em relação a nomeação do companheiro da vice-prefeita de Arapoti para ocupar cargo na prefeitura, o promotor afirmou que não houve elementos que indiquem que sua nomeação tenha sido uma contrapartida decorrente da nomeação de Caroline Sloboda. Ele ainda aponta que a atribuição para apurar suposta irregularidade na nomeação de Carlos Eduardo Pereira é da Promotoria de Justiça de Jaguariaíva.

“Assim, tendo sido realizadas as diligências necessárias à apuração dos fatos, além da ausência de constatação de dolo por parte dos Representados, impossibilitando-se a responsabilização pela prática de atos de improbidade administrativa previstos no art. 11, da Lei 8.429/1992, o ARQUIVAMENTO da presente NOTÍCIA DE FATO é medida que se impõe” apresentou o promotor em sua decisão.

Fonte: MP-PR

 

- Advertisment -
- Advertisment - Tersane