terça-feira, dezembro 7, 2021
Início Notícias Locais MP, Polícia e Vigilância fazem operação em supermercado de Arapoti

MP, Polícia e Vigilância fazem operação em supermercado de Arapoti

Arapoti – No início da noite desta quarta-feira, 27, o Ministério Público (MP), acompanhado das Polícias Civil e Militar, além da Vigilância Sanitária do município, realizaram ação em um supermercado no centro da cidade. A operação coordenada pelo Promotor de Justiça, José de Oliveira Júnior, foi motivada a partir da divulgação de diversos vídeos vazados nas redes sociais, onde funcionários do estabelecimento aparecem supostamente adulterando o prazo de validade de produtos vencidos.

Promotor esteve acompanhado de policiais na visita ao supermercado no início desta note

O vídeo chegou até às mãos da Promotoria que imediatamente levantou informações e fez a solicitação de Mandado de Busca e Apreensão, que foi expedido pela Justiça da Comarca de Arapoti e deverá ser cumprido na manhã desta quinta-feira, 28. Segundo o promotor, a ação visa garantir o direito do consumidor. “Nós recebemos esse vídeo que estava circulando pelas redes sociais e já solicitamos junto à Justiça o mandado. Só não foi cumprido hoje, pois já havia passado do horário permitido até às 18h para este tipo de ação, mas amanhã pela manhã estaremos cumprindo o mandado” explicou o promotor.

Porém, Oliveira, que esteve no mercado acompanhado de policiais civis e militares, ressaltou que a Vigilância Sanitária Municipal cumpriu durante o dia a fiscalização nos estabelecimentos do grupo, que possui duas unidades no centro da cidade. “Se durante essas investigações ficarem comprovados indícios de irregularidades, o Ministério Público poderá abrir uma Ação Civil” afirmou o promotor, que ainda ouvirá os ex-funcionários que aparecem nas imagens do vídeo.

O proprietário do supermercado, Kelverson Coldibeli, esclareceu que seu estabelecimento nunca fez qualquer adulteração. “O supermercado está de portas abertas a qualquer fiscalização. Posso garantir que aqui não vendemos nada estragado ou fora do prazo de vencimento. Nós oferecemos produtos de qualidade ao nosso cliente. O que ocorreu foi que dois ex-funcionários acabaram soltando esse vídeo com o intuito de prejudicar a nossa imagem. Algumas vezes, no depósito, pode ser que existam produtos fora da validade, mas que foram retirados das prateleiras e estão lá pára serem trocados com as empresas fornecedoras e não para serem vendidos ao consumidor” disse.

 

- Advertisment -