Candidatos iniciam campanha com visitas a Arapoti e Jaguariaíva | Folha Paranaense
Candidatos iniciam campanha com visitas a Arapoti e Jaguariaíva
23/08/2018 às 16:52

Os primeiros candidatos às eleições gerais deste ano começaram oficialmente suas visitas aos municípios da região. Nesta quarta-feira, 22, dois candidatos a deputado federal e um candidato a deputado estadual estiveram cumprindo agendas de campanha em Arapoti e Jaguariaíva.

Aliel Machado se encontrou com alianças religiosas em Arapoti

O deputado federal Aliel Machado (PSB) esteve acompanhado do deputado estadual Pericles de Mello (PT). Eles estiveram reunidos com lideranças políticas e eclesiásticas na parte da manhã em Jaguariaíva. Já à tarde, eles se reuniram com líderes do Conselho de Pastores de Arapoti. Na parte da noite, Aliel participou de lançamento de seu comitê regional em Jaguariaíva.

Péricles fez um balanço de suas ações como deputado estadual

“Esse momento triste que o país está passando, de desconfiança com o cenário político, crise moral e ética e com falta de emprego, torna as pessoas desiludidas. Diante desta situação, nós temos o desafio que é olhar nos olhos das pessoas, conversar sobre este momento e ganhar o coração delas. Nós estivemos em várias oportunidades em Arapoti e Jaguariaíva, discutindo sobre ações importantes que estavam acontecendo em Brasília. Agora é o momento de efetivar essa luta, motivando as pessoas para que não se distanciem da política” disse Aliel.

Pauliki

Também concorrendo ao cargo de deputado federal, o atual deputado estadual Márcio Pauliki (SD) esteve em Jaguariaíva reunido com lideranças políticas e em Arapoti, onde se encontrou com o presidente municipal do PDT, Irani Barros. Pauliki ainda visitou os municípios de Piraí do Sul e Wenceslau Braz, aonde esteve com o prefeito Paulo Leonar.

Pauliki se reuniu com lideranças da região, entre elas, Irani Barros

Ele defendeu um discurso anti-reeleição, afirmando que a política precisa sempre se renovar, para evitar que a corrupção se alastre. “É notável que grandes escândalos de corrupção surgiram, justamente, na luta por reeleição, acredito que mandatos únicos “com duração de cinco anos seriam a resposta para limpar esse cenário corrompido nos cargos políticos do país” disse Pauliki em entrevista ao Folha Extra.

Deixe seu comentário