domingo, janeiro 17, 2021
Início ESPORTES Verdão empata com Galo em Minas e mantém diferença na tabela para...

Verdão empata com Galo em Minas e mantém diferença na tabela para vice-líder

O Palmeiras visitou o Atlético-MG na tarde deste domingo (11), pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro, no estádio Independência, e somou mais um importante ponto fora de casa, empatando por 1 a 1 (de pênalti, Bruno Henrique marcou o gol do Alviverde, no segundo tempo). O Verdão é o líder do Brasileirão, com 67 pontos – cinco a mais do que o Internacional, com 62, que empatou com o Ceará por 1 a 1.

O jogador Bruno Henrique, da SE Palmeiras, disputa bola com o jogador Elias, do C Atlético Mineiro, durante partida valida pela trigésima terceira rodada, do Campeonato Brasileiro, Série A, no Estádio Independência.

Restam cinco rodadas para o fim do campeonato nacional, e os adversários do Maior Campeão do Brasil nesta reta final são os seguintes: Fluminense (C), Paraná (F), América-MG (C), Vasco (F) e Vitória (C).

Com o resultado, o Alviverde chegou ao seu 18º jogo de invencibilidade no certame nacional, igualando a série imposta entre 1997 e 1998 por jogos de Brasileiro, sob o comando do próprio Felipão. As próximas marcas a serem batidas são as sequências invictas de 1994 (23 duelos) e entre 1972 e 1973 (26 embates) – série recordista.

Individualmente, o atacante Willian merece destaque: ele é o jogador com mais atuações no ano e, hoje, engordou essa marca: são 64 duelos disputados em 2018. Já o jogador que mais participou de partidas do Campeonato Brasileiro do grupo palmeirense é Lucas Lima, com 29 partidas (de 33 possíveis).

Autor do gol, Bruno Henrique é outro que também merece ser enaltecido. O meio-campista chegou a 17 gols pelo clube – sendo 15 neste ano. No Verdão desde 2017, o camisa 19 soma 78 partidas e é o atual capitão do grupo palestrino.

O técnico Felipão também possui números impressionantes Nesta sua terceira passagem pelo Verdão, a partir de 2018, ele acumula 25 partidas: são 16 vitórias, seis empates e apenas três derrotas. Incluindo também suas duas passagens anteriores (de 1997 a 2000 e, depois, de 2010 a 2012), o treinador dirigiu a equipe, ao todo, em 433 ocasiões (207V, 116E e 108E) – apenas Oswaldo Brandão, com 585 jogos, comandou o Alviverde mais vezes ao longo da história.

Agenda

O próximo compromisso do Alviverde será diante do Fluminense, na próxima quarta-feira (14), às 21h45, no Allianz Parque, pela 34ª rodada. Em  seguida, o Alviverde enfrenta o Paraná Clube, no Estádio do Café, no próximo domingo (18), às 17h, pela 35ª rodada.

O jogo

No primeiro tempo, o Atlético-MG teve mais volume de jogo, no entanto, o Verdão criou as melhores chances, com as finalizações de Guerra e de Deyverson, por exemplo. Mas os gols saíram mesmo na segunda etapa.

O Galo abriu o placar com Elias, aos 19 minutos da etapa derradeira, após receber de Fábio Santos, em jogada iniciada por Cazares. O jogador atleticano chutou com força, sem chance para Weverton (Atlético-MG 0x1 Palmeiras)

O empate do Verdão foi originado de um pênalti sofrido pelo zagueiro Edu Dracena após cobrança de falta batida por Gustavo Scarpa – o defensor palmeirense foi puxado por Adilson, e o árbitro imediatamente marcou a infração. O capitão Bruno Henrique partiu para a cobrança, aos 31 minutos, e não desperdiçou (Atlético-MG 1×1 Palmeiras)

Ao longo do embate, entraram no time esmeraldino Thiago Santos no lugar de Moisés, aos 13 minutos; Gustavo Scarpa na vaga de Willian, aos 20; e Lucas Lima no lugar de Guerra, aos 26. Com o ponto adquirido, o Alviverde foi a 67 e manteve a diferença de cinco pontos na tabela para o vice-líder, Internacional, que empatou com o Ceará, por 1 a 1, e agora soma 62.

 

- Advertisment -
- Advertisment - Tersane