sábado, janeiro 23, 2021
Início Notícias Locais Polícia prende autores de latrocínio ocorrido no Ouro Verde

Polícia prende autores de latrocínio ocorrido no Ouro Verde

Jaguariaíva – A Polícia Civil de Sengés, com o apoio com o apoio das unidades de Jaguariaíva, Arapoti e Ibaiti, prenderam na manhã desta segunda-feira, 06, os autores do latrocínio contra um comerciante, ocorrido no Distrito do Ouro Verde, crime ocorrido no dia 16 de fevereiro deste ano.

Armas apreendidas pela Polícia. Foto: Divulgação

Segundo informações divulgadas pela Polícia, na ocasião do crime, indivíduos, a princípio,  desconhecidos subtraíram diversos objetos do estabelecimento comercial popularmente conhecido como “Kiko Lanches”, situado no distrito rural do Ouro Verde, no município de Sengés. Durante a “empreitada” criminosa, tais indivíduos desferiram diversos disparos de arma de fogo contra o senhor José Luiz Padilha, que se encontrava no local, e veio a falecer em consequência dos graves ferimentos causados pelos tiros.

Após 02 meses de intensa investigação, os policiais da Delegacia de Sengés, sob o comando do Dr. Derick Moura Jorge, com apoio das unidades de Jaguariaíva e Arapoti, conseguiram identificar os autores do crime bárbaro. Foi verificado que na mesma data, em horário anterior, os mesmos indivíduos assaltaram pelo menos duas residências situadas na localidade rural dos “Lanças”, situada no município de Jaguariaíva.

As diligências realizadas pela equipe de investigação das unidades de Sengés e Jaguariaíva conseguiram recuperar alguns dos objetos subtraídos tanto em Jaguariaíva, no bairro Lanças, quanto em Sengés, no Ouro Verde, entre eles, 01 televisão, 01 aparelho de som e 03 aparelhos celulares.

Na manhã desta segunda-feira, 06, após evidenciar que um dos suspeitos do crime estaria no município de Ibaiti, as equipes se deslocaram até o local, onde o encontraram em posse de três armas de fogo, sendo que uma destas apresenta as mesmas características daquela usada no crime do Ouro Verde.

Os suspeitos dos crimes, um rapaz de 29 anos de idade, e outro de 31 anos, foram presos, uma vez que em seu desfavor pendiam os devidos mandados de prisão preventiva expedidos pelo Juízo da comarca de Sengés, em virtude do latrocínio.

- Advertisment -
- Advertisment - Tersane