Madson marca duas vezes e Furacão vira para cima do Fluminense no Maracanã | Folha Paranaense
Madson marca duas vezes e Furacão vira para cima do Fluminense no Maracanã
18/10/2019 às 09:12

Um Furacão passou no Maracanã na noite desta quinta-feira (17). No jogo de número 100 sob o comando de Tiago Nunes, o Athletico Paranaense venceu o Fluminense de virada, por 2 a 1, com dois gols de Madson, e chegou aos 38 pontos no Campeonato Brasileiro.

O próximo desafio da equipe de Tiago Nunes será no domingo (20), às 19h, contra o Palmeiras, no Estádio Joaquim Américo.

O Jogo

Logo aos três minutos de jogo saiu o primeiro gol da partida. Após uma cobrança de escanteio, a bola sobrou no meio da área para Frazan, que abriu o placar para o time da casa.

Depois de levar o gol, o Furacão passou a ocupar mais o campo de ataque adversário. Aos nove minutos, uma boa trama no ataque. Léo Cittadini não conseguiu a finalização, mas a bola sobrou para Wellington, que bateu por cima.

Aos 12’, o Furacão chegou a marcar, com Rony – um belo gol, por sinal. Entretanto, o VAR flagrou impedimento de Márcio Azevedo no início da jogada.

Depois, aos 24’, foi a vez de João Pedro, do Fluminense, ser pego em posição de impedimento após balançar as redes.

A melhor chance do primeiro tempo foi do Rubro-Negro, aos 36’. Guimarães interceptou um passe na área adversária, a bola sobrou para Thonny, que acionou Cittadini. O camisa 18 não conseguiu ângulo para finalizar.

Caio Henrique, do Fluminense, bateu colocado, de fora da área, e assustou Santos, aos 42’.

Outra grande oportunidade aos 43’. Guimarães achou um ótimo passe para Cirino, dentro da área. O camisa 10 tocou para o meio, mas a defesa afastou.

No minuto seguinte, Wellington ajeitou de cabeça, Madson dominou e bateu. A bola saiu por cima.

Mas a dobradinha Wellington/Madson funcionou aos 46 minutos. O camisa 5 viu a subida do lateral-direito e fez um ótimo lançamento. Melhor que o lançamento foi o domínio de Madson, no peito. Depois, bateu rasteiro, com categoria, para empatar a partida. 1 a 1!

Madson marca de cabeça e define o jogo

Na segunda etapa, a primeira chegada foi do time mandante. Após uma rápida troca de passes, Bruno Guimarães apareceu para fazer ótimo desarme antes da finalização de Yoni. Na sequência do lance, Santos fez ótima defesa em chute da entrada da área.

Aos 24’, Bruno Nazário, que tinha acabado de entrar, fez um belo lançamento para Cirino. O camisa 10 avançou, driblou e tentou o toque para Thonny. A defesa cortou para escanteio.

Na cobrança de Rony, Madson subiu bem na primeira trave e tocou com muito estilo, de cabeça, para virar a partida no Maracanã. 2 a 1!

Boa chance também aos 34’, quando Thonny bateu da entrada da área, mas Muriel estava em cima para defender.

Muriel defendeu também um chute de Rony, aos 43’. A batida foi de fora da área, rasteira, e o goleiro adversário caiu no canto esquerdo para pegar.

Administrando bem o resultado, o Furacão não sofreu nos minutos finais e conquistou os três pontos disputados no Maracanã.

Ficha técnica: Fluminense 1×2 Athletico Paranaense
Campeonato Brasileiro: 26ª rodada
Data: 17/10/2019 [quinta-feira]
Horário: 21h
Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)

Árbitro de vídeo: Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG)
Assistentes de árbitro de vídeo: Lucas Canetto Bellote (SP) e Francisco Chavez Bezerra Junior (PE)

Fluminense: Muriel; Gilberto, Nino, Frazan e Caio Henrique; Allan, Daniel (Orinho, aos 14’ do 2ºT), Ganso e Nenê (Wellington Nem, aos 14’ do 2ºT); Yoni González e João Pedro (Lucão, aos (Lucão, aos 7’ do 2ºT).
Técnico: Marcão
Gol: Frazan, aos 3’ do 1º tempo.

Athletico Paranaense: Santos; Madson, Pedro Henrique, Léo Pereira e Márcio Azevedo; Wellington; Marcelo (Pedrinho, aos 34’ do 2ºT), Bruno Guimarães, Léo Cittadini (Bruno Nazário, aos 22’ do 2ºT) e Rony (Lucho González, aos 44’ do 2ºT); Thonny Anderson.
Técnico: Tiago Nunes
Gols: Madson, aos 46’ do 1º tempo e aos 25’ do 2º tempo;
Cartão amarelo: Márcio Azevedo

Deixe seu comentário