sexta-feira, janeiro 15, 2021
Início Notícias Locais TJ-PR julga improcedente denúncias contra vereador Marineo Ferreira

TJ-PR julga improcedente denúncias contra vereador Marineo Ferreira

Arapoti – O Vereador e Presidente da Câmara, Marineo Ferreira (PTB), anunciou, em pronunciamento na Tribuna na última sessão ordinária do legislativo, a decisão do Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR), que rejeitou ação civil pública do Ministério Público do Paraná por recebimento ilícito de horas extras.

A ação foi ajuizada em 2017, com base em uma denúncia anônima que acusava o vereador, que é motorista da Prefeitura Municipal, de receber pagamento de horas extras irregularmente. Os desembargadores do TJ-PR julgaram improcedente a denúncia diante da inexistência de qualquer ato de improbidade administrativa. Marineo esteve neste sábado, 16, na Rádio Cidade FM, no programa Revista Arapoti, esclarecendo a decisão da Justiça que o inocenta.

Marineo participou do programa Revista Arapoti da Rádio Cidade FM e esclareceu as duas decisões que o inocentaram de qualquer ato de improbidade administrativa

A mesma denúncia também deu origem a um processo por quebra de decoro parlamentar, que tramitou no Conselho de Ética da Câmara Municipal no fim de 2018. Da mesma forma, o processo foi arquivado. “Fui exposto na mídia e nas redes sociais, fui alvo de injúrias e acusações infundadas feitas anonimamente. Tive prejuízo financeiro para me defender na justiça, mesmo sendo inocente. Agora, da mesma forma, quero anunciar publicamente a minha inocência”, falou enfático Marineo Ferreira diante do parlamento municipal.

Em 2013, o vereador já havia sido alvo de outra denúncia por improbidade administrativa, feita pelos vereadores daquela gestão, Claudinei José Moreira, Luis Carlos Moreira e Wesley Ulrich. Na época, Marineo foi motorista do caminhão da Prefeitura que buscou a mudança de um cidadão arapotiense no município de Araucária (PR). Em maio deste ano, o TJ-PR entendeu que não houve ato de improbidade, pois suas condutas não teriam demonstrado má-fé, intuito desonesto, ou intenção de favorecer terceiros às custas dos cofres públicos.

- Advertisment -
- Advertisment - Tersane