Liverpool vence Monterrey e faz final do Mundial com Flamengo | Folha Paranaense
Liverpool vence Monterrey e faz final do Mundial com Flamengo
19/12/2019 às 09:55

Com uma equipe repleta de reservas, o Liverpool (Inglaterra) derrotou o Monterrey (México) por 2 a 1 e se classificou para a final do Mundial de Clubes da Fifa, na qual enfrenta o Flamengo no próximo sábado (20), a partir das 14h30 (horário de Brasília).

No jogo disputado no estádio Khalifa, na cidade de Doha (Catar), o técnico alemão Jürgen Klopp optou por iniciar a partida com apenas três titulares habituais, o goleiro brasileiro Alisson, o lateral escocês Robertson e o atacante egípcio Salah.

REUTERS/Corinna Kern

O jogo

Sem contar com os atacantes Firmino e Mané, a equipe inglesa não conseguiu imprimir no primeiro tempo a forte pressão pela qual se destaca. O que se via era um jogo mais aberto, com chances de lado a lado.

Porém, aos 11 minutos, o campeão da Europa conseguiu abrir o marcador. O egípcio Salah deu um passe em profundidade para Keita, que bate na saída do goleiro Barovero.

Contudo, dois minutos depois, o time mexicano chegou ao empate, após bate e rebate na área a bola sobra para o argentino Funes Mori, que, sozinho, empata em 1 a 1.

Aos 22 minutos o Liverpool tem chance clara de retomar a vantagem do placar. Salah dá passe de calcanhar para Milner, que chuta para defesa de Barovero.

Aos 26 minutos, é a vez de o Monterrey chegar com perigo. Pabón chuta da entrada da área para defesa do brasileiro Alisson.

Um pouco antes do intervalo, o time inglês chega bem mais uma vez. Oxlade-Chamberlain deixa Keita de frente para o goleiro do time mexicano, mas Barovero fica com a bola aos 42 minutos.

Ao final do primeiro tempo, o Liverpool tem mais posse de bola, 63%, mas perde nas finalizações, cinco a três para o Monterrey.

Firmino decide no final

Logo no início da etapa final, quem brilha é o goleiro Alisson. Aos 4 minutos, ele impede gol certo de Pabón em cobrança de falta com uma bela defesa.

Já aos 12, é a equipe inglesa que chega com perigo. Keita deixa dois adversários para trás e chuta forte. Mas o goleiro do Monterrey faz a defesa.

Contudo, aos 20 minutos, o Monterrey tem oportunidade claríssima de tomar a frente no marcador. Pabón chuta para fora após a bola ficar viva na área.

Diante da dificuldade de alcançar a vitória, o técnico Jürgen Klopp decide colocar em campo o senegalês Mané.

Aos 28, é o Liverpool que cria boa chance. Milner cruza para Origi, que acaba furando dentro da área.

Depois, o senegalês Mané acerta uma bomba perigosa aos 35 minutos.

Klopp coloca em campo então Alexander-Arnold e Firmino.

Agência Brasil

Deixe seu comentário