Braspine doa dois respiradores ao Hospital Carolina Lupion | Folha Paranaense
Braspine doa dois respiradores ao Hospital Carolina Lupion
02/04/2020 às 20:02

Jaguariaíva – Na tarde desta quinta-feira, 02, a Prefeitura recebeu da empresa BrasPine dois respiradores e outros equipamentos para o Hospital Municipal Carolina Lupion (HCML). O material faz parte da contribuição da empresa ao município para o enfrentamento da Covid-19, causada pelo novo coronavírus, Sars-Cov-2.

Foram doados dois respiradores (aparelho de ventilação pulmonar), cinco oxímetros de pulso portáteis, quatro kits de urgência e emergência e 20 termômetros digitais infravermelho, num montante de mais de R$ 200 mil.

Respiradores são vitais para atendimentos de quadros graves da Covid-19. Foto: Divulgação

O prefeito José Sloboda, no momento da doação, junto à secretária de Saúde, Amália Cristina Alves, agradeceu a parceria da BrasPine. Lembrou que a Braspine contribuiu com o hospital em outras oportunidades, destacando a ocasião em que a prefeitura realizou o pastilhamento do prédio e a empresa participou doando o material.

Representou a BrasPine na entrega dos materiais, realizada na área externa do hospital, o diretor administrativo da empresa, Sebastião Vilas, acompanhado de alguns colaboradores.

Conforme Vilas, é uma das práticas da BrasPine a responsabilidade social com a comunidade, seja através de doações como a realizada neste momento difícil de enfrentamento a uma pandemia, como em outras oportunidades em que a empresa realiza ações e eventos em prol do bem estar de seus trabalhadores e população em geral. A empresa também colabora com campanha educativa da população contra o coronavírus, em desenvolvimento pela prefeitura, através das secretarias de Saúde e Comunicação Social.

Braspine doou diversos outros equipamentos. Foto: Divulgação

Com a doação dos novos respiradores pela BrasPine, o HCML deve ficar mais fortalecido para dar atendimento a pacientes que por ventura apresentarem sintomas mais agravados  do contágio com o coronavírus.  O município também destinou cerca de R$ 1 milhão para compra de equipamentos de segurança individual, como máscaras, respiradores e outros recursos para o enfrentamento da situação, além de contratar em caráter de emergência mais 13 profissionais de enfermagem.

“Precisamos que a população também faça a sua parte. O melhor a fazer hoje é ficar em casa para que logo possamos atravessar essa crise e viver normalmente”, destaca o prefeito José Sloboda, reforçando a principal recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS), que é a de que se evite aglomeração e a circulação desnecessária pelas ruas, num momento em que ainda não se tem vacina e remédio específico para a cura da Covid-19.

Prefeito José Sloboda com o representante da Braspine, Sebastião Vilas. Foto: Divulgação

 

Deixe seu comentário