quinta-feira, janeiro 21, 2021
Início Notícias Locais "Casal Covid" de Arapoti tem recolhimento domiciliar decretado

“Casal Covid” de Arapoti tem recolhimento domiciliar decretado

Arapoti – A história do homem de 39 anos, diagnosticado com Covid-19, que veio visitar a namorada em Arapoti na véspera do dia dos namorados tem gerado repercussão em todo o estado. Neste sábado, 13, a Justiça decidiu pelo recolhimento domiciliar obrigatório do casal por no mínimo duas semanas.

Caso haja o descumprimento da decisão judicial, será automaticamente decretada a prisão preventiva de ambos. Segundo o Ministério Público da Comarca de Arapoti, o homem testou positivo para a Covid-19 em sua cidade, no interior do estado de São Paulo, e chegou a ser afastado do seu trabalho por este motivo.

Mesmo sabendo do diagnóstico positivo, o cidadão embarcou em um ônibus interestadual na quarta-feira, 10, véspera do feriado de Corpus Christi para se encontrar com a namorada, uma mulher que trabalha no comércio local. A situação foi descoberta pela Força-tarefa de combate ao Covid-19 na quinta-feira, 11, quando o namorado procurou o Hospital Municipal 18 de Dezembro para atendimento médico.

No mesmo dia o Promotor de Justiça, Esdras Soares Vilas Boas Ribeiro, instaurou investigação criminal para apurar o caso e o primeiro resultado foi obtido com a decisão da Justiça pelo recolhimento domiciliar. O processo seguirá e poderá gerar uma pena de até 15 anos de prisão ao casal.

Promotor concedeu entrevista ao Tribuna da Massa da Rede Massa de Televisão, afiliada do SBT no Paraná. Foto: Reprodução
- Advertisment -
- Advertisment - Tersane