segunda-feira, outubro 25, 2021
Início ESPORTES Com desfalques e expulsão, Athletico cede empate ao River Plate no último...

Com desfalques e expulsão, Athletico cede empate ao River Plate no último minuto

Frio, inteligente, com a raça rubro-negra no peito e na ponta da chuteira.

Este foi o Athletico do empate em 1 a 1 com o River Plate, nesta terça-feira (24). Na imensidão do estádio deserto, o Furacão mostrou o seu valor, conseguiu superar oito desfalques por COVID-19 e encarou um dos adversários mais difíceis e tradicionais do continente.

Bissolli comemora gol do Furacão. Foto: Site Oficial Athletico

O Jogo

Com tantas baixas, o time rubro-negro entendeu que controlar o jogo contra o River seria uma missão quase impossível. Dessa forma, soube apertar a marcação, suportar a pressão do adversário e aproveitar qualquer oportunidade.

Desde o primeiro instante, a equipe argentina partiu para o ataque. Controlando a posse de bola, empurrava o Athletico para o campo de defesa. Mas a primeira chance foi rubro-negra: aos 3’, a bola sobrou na área para Richard, que chutou por cima do gol.

Foi uma das poucas oportunidades athleticanas no primeiro tempo. Mas o River tampouco conseguiu criar muitas chances. E quando chegou com perigo, em uma cabeçada precisa de Paulo Diaz, o jovem goleiro Bento mostrou que estava pronto para estreia de fogo.

O mesmo aconteceu logo no começo da segunda etapa, em chute de Borré. Mas o Athletico logo teria sua chance de ouro. E não iria desperdiçá-la. Aos 12’, Erick cruzou da direita, Walter fez o corta-luz e a bola chegou em Bissoli, que matou no peito, girou e bateu rasteiro. Sem chances de defesa para Armani: 1 a 0 para o Furacão!

E quando esteve na frente no placar, o Athletico colocou em campo toda a mística da camisa rubro-negra. A falta de equilíbrio da arbitragem mostrou suas consequências. A farta distribuição de cartões amarelos para os jogadores athleticanos, sem correspondência para o lado do River, custou a expulsão de Reinaldo logo aos 21’.

E com um homem a menos, o Furacão se segurou na raça, com a atuação gigantesca de Thiago Heleno, a frieza do menino Bento, a aplicação de todo o time na marcação… E também com um tanto de sorte, quando a bola cabeceada por Suárez acertou a trave, o chão e não entrou.

Outro menino, Erick, quase ampliou em um desvio de cabeça, aos 42’.

Mas aos 45’ não foi possível evitar o gol de Paulo Díaz, que em cobrança de escanteio cabeceou para a rede.

A vitória não veio, mas o Athletico segue vivo na CONMEBOL Libertadores. O empate em casa nos obriga a conquistar um grande resultado na Argentina, na próxima terça (1º), para seguir em frente.

Mas o Athletico mostrou que não teme a nada e a ninguém. E quem pode duvidar desse Furacão?

Ficha técnica: Athletico Paranaense 1×1 River Plate
CONMEBOL Libertadores 2020: Oitavas de final – Jogo de ida
Data: 24/11/2020
Horário: 19h15
Local: Estádio Joaquim Américo

Árbitro: Andres Rojas (Colômbia)
Assistentes: Alexander Guzman (Colômbia) e Dionisio Ruiz (Colômbia)
Quarto árbitro: Carlos Orbe (Equador)
Árbitro de vídeo: Nicolas Gallo (Colômbia)

Athletico Paranaense: Bento; Erick, Pedro Henrique, Thiago Heleno e Paulo Victor (Felipe Aguilar, aos 29’ do 2º tempo); Wellington, Richard (Lucho González, aos 34’ do 2º tempo) e Léo Cittadini; Carlos Eduardo (Walter, no intervalo), Renato Kayzer (Guilherme Bissoli, no intervalo) e Reinaldo
Técnico: Paulo Autuori
Gol: Guilherme Bissoli, aos 12’ do segundo tempo
Cartões amarelos: Léo Cittadini, Carlos Eduardo, Reinaldo
Cartão vermelho: Reinaldo, aos 21’ do segundo tempo

River Plate: Armani; Montiel, Díaz, Pinola e Casco (Pratto, aos 28’ do 2º tempo); Sosa, Pérez, Nacho Fernández e De La Cruz (Carrascal, aos 14’ do 2º tempo); Borré (Álvarez, aos 20’ do 2º tempo) e Suárez
Técnico: Marcelo Gallardo
Gol: Díaz, aos 45’ do segundo tempo
Cartão amarelo: Montiel

Site Oficial Athletico

- Advertisment ----------------