terça-feira, março 9, 2021
Início ESPORTES Palmeiras perde para o Ceará no Castelão

Palmeiras perde para o Ceará no Castelão

O Palmeiras foi à Fortaleza para enfrentar a equipe do Ceará na Arena Castelão às 16h deste domingo (24), pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro. Após sair perdendo por 2 a 0 no primeiro tempo, com gol de Lima, aos nove minutos, depois de Gustavo Scarpa (hoje lateral-esquerdo) não ter conseguido dominar a bola perto da grande área, e de Vina, aos 28 minutos, em cobrança de pênalti discutível de Patrick de Paula, o Verdão até ragiu, buscando o empate com Gabriel Veron, ainda no primeiro tempo, aos 38 minutos, aproveitando bela assistência de Lucas Lima e ter vencido o goleiro Richard. Após muitas oportunidades na etapa derradeira, o Maior Campeão do Brasil não conseguiu chegar ao segundo gol e passou a rodada sem somar ponto.

Clique aqui para ver a ficha técnica, estatísticas e tudo sobre o jogo!

Com decisão de Libertadores marcada para daqui a seis dias, o Palmeiras foi a campo com time alternativo à Fortaleza. Jogou com Jailson; Mayke, Alan Empereur, Gustavo Gómez (este, estava machucado e retornou hoje) e Gustavo Scarpa (nesta tarde, escalado como lateral-esquerdo); Emerson Santos (hoje volante), Patrick de Paula e Lucas Lima; Breno Lopes, Gabriel Silva e Gabriel Veron.

Desta forma, nota-se a forte presença de jogadores oriundos da base na partida diante do Ceará: o meio-campista Patrick de Paula e os atacantes Gabriel Veron e Gabriel Silva estavam no time titular. Além disso, ainda entraram no decorrer do jogo o lateral Lucas Esteves e os atacantes Pedro Acácio e Fabrício. Assim, um total de seis Crias da Academia atuaram no duelo deste domingo.

A última vez que o Verdão utilizou tantos jogadores da base em uma mesma partida assim, aliás, foi no último dia 09, vitória contra o Sport fora de casa por 1 a 0. Na ocasião, foram a campo cinco jogadores da base: Gabriel Menino, Danilo, Patrick de Paula, Gabriel Veron e Lucas Esteves (estes dois últimos, titulares, enquanto os três primeiros entraram no decorrer do duelo).

Ao todo, considerando também os atletas que estão efetivados no plantel principal, 12 Crias da Academia estrearam pelo Palmeiras na temporada atual. Na ordem, foram a campo Patrick de Paula, Gabriel Menino, Wesley, Alan, Angulo (emprestado ao Botafogo), Gabriel Silva, Danilo, Renan, Aníbal, Marcelinho, Fabrício e Pedro Acácio. Juntos, eles somam 181 jogos e fizeram da temporada atual a que o Palmeiras mais colocou jovens estreantes da base para atuar no século, superando as 103 partidas de 11 pratas da casa debutantes em 2010.

O duelo marcou ainda o retorno de Felipe Melo, que estava sem atuar desde 08/11/2020, quando sofreu fratura no tornozelo esquerdo e precisou passar por cirurgia, lesão que aconteceu durante a vitória sobre o Vasco por 1 a 0 em São Januário pelo Campeonato Brasileiro. Recuperado de lesão, ele retornou ao time na última segunda-feira (18), no clássico por 4 a 0 diante do Corinthians após ter sido relacionado para o banco de reservas (mas não entrou em campo) e, apesar do tempo longe dos gramados, segue como o atleta que mais vezes vestiu a braçadeira de capitão na temporada: foram 29 vezes iniciando uma partida com o adereço de autoridade máxima em seu braço, seguido de Gustavo Gómez, com 17.

PALMEIRAS NA TEMPORADA 2020

Apesar dos dois gols sofridos hoje, o Palmeiras segue com a melhor defesa dentre todos os clubes da elite do futebol brasileiro no geral da temporada, com média de 0,72 gol sofrido por partida de campeonato (47 gols em 65 jogos, sem contar torneios amistosos) coloca o Verdão na primeira posição entre os clubes com menor índice de gols sofridos no ano, superando o Grêmio, com 0,76 (50 gols em 65 jogos).

- Advertisment -
- Advertisment - Tersane