terça-feira, julho 27, 2021
Início Direito Vivo FATO RELEVANTE: SANEPAR

FATO RELEVANTE: SANEPAR

A Agepar autorizou um reajuste menor que o esperado das tarifas de serviços da Sanepar (SAPR11), decidido no ano passado, continua repercutindo negativamente entre os analistas que acompanham a empresa.

O problema é que o reajuste ficou abaixo do que a própria Agepar tinha definido em agosto, uma alta de 9,62%.

Este reajuste estava previsto para começar em outubro, mas o Governo do Paraná suspendeu sua aplicação em setembro.

Para reduzir o reajuste da tarifa, a Agepar excluiu provisoriamente a parcela do diferimento referente à revisão tarifária periódica de 2017, que era de 3,4439%. Essa porcentagem corresponde à quarta parcela da recomposição do congelamento tarifário ocorrido entre 2005 e 2010.

A autarquia também substituiu o Índice Geral de Preços Mercado (IGP-M) pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) para realizar os reajustes.

Após todas estas ingerências políticas na empresa pública de capital aberta Sanepar, os analistas da Credit Suisse passaram a recomendar a venda dos papéis.

Enquanto isso a XP Investimentos decidiu rebaixar as units da companhia de saneamento estatal de compra para neutro, estabelecendo um novo preço-alvo – de R$ 24,50, abaixo dos R$ 30,00 anteriores.

“A nosso ver, os anúncios acima mencionados resumem o enorme grau de incertezas e a precariedade do ambiente regulatório que a Sanepar está inserida, e que tornaram praticamente inviável qualquer tese de investimentos nas ações”, diz o relatório da XP Investimentos.

A interferência do Governo do Paraná na Sanepar agindo como se a mesma fosse uma autarquia pública, revela o retorno da velha política ao Estado do Paraná, transformando-se empresas públicas em instrumentos de campanha e favorecimento do governante.

Isto é uma vergonha em 2021, demonstrando que os artigos 1º, 3º e 4º da Constituição Federal não estão sendo cumpridos pelo Governo do Estado do Paraná, ao  menos no que tange aos fatos relevantes antes noticiados da Sanepar:

I – construir uma sociedade livre, justa e solidária;

II – garantir o desenvolvimento nacional;

IV – não-intervenção;

.

(Fonte: https://www.seudinheiro.com/2021/empresas/analistas-continuam-reticentes-com-as-units-da-sanepar-agora-e-a-xp/ Edição: Aluísio Pires de Oliveira, sócio da Pires & Advogados Associados, advogado, Mestre em Direito das Relações Sociais pela UFPR, Especialista em Gestão de Qualidade pela UFPR/SENAI, www.piresadvogados.adv.br. Fonte: www.aasp.org.br)

- Advertisment -
- Advertisment - Tersane