quinta-feira, outubro 28, 2021
Início ESPORTES Athletico se classifica às quartas da Copa do Brasil em empate com...

Athletico se classifica às quartas da Copa do Brasil em empate com Atlético Goianiense

Mesmo que a bola rolasse até amanhã… O Athletico não perderia essa vaga nas quartas de final da Copa do Brasil!

O Furacão empatou em 2 a 2 com o Atlético Goianiense, nesta quarta-feira (4), e venceu o confronto com 4 a 3 no placar agregado. Uma classificação só confirmada após o cronômetro apontar os 60 minutos do segundo tempo.

O aparente equilíbrio no resultado não reflete a ampla superioridade do Athletico no duelo. Mais uma vez, o Furacão controlou o adversário durante quase todo o jogo. E mesmo tendo sofrido dois gols, nunca teve seu futuro na competição realmente ameaçado.

O Time da Raça segue vivo em suas quatro frentes de batalha na temporada!

O confronto das quartas de final será definido nesta sexta-feira (6). O sorteio está marcado para as 15h, na sede da CBF, no Rio de Janeiro.

O Jogo

Há pouco o que falar sobre os primeiros 44 minutos da partida. Após a derrota por 2 a 1 no primeiro jogo, era o adversário quem precisava dos gols. O Furacão não deixou que ele fizesse nada para conquistá-los.

Um lance em que Bento fez uma boa defesa em um lance em que foi apontado impedimento do ataque goiano. Um chute de Nikão de fora da área que não encontrou a direção certa. E foi só.

Mas aos 44′ da primeira etapa, o Athletico ampliou a vantagem com uma bela jogada coletiva. Marcinho lançou para Nikão na direita. Ele tocou de cabeça para Renato Kayzer, recebeu de volta e rolou para trás. Christian apareceu livre, bateu de primeira de fora da área. Chute forte e preciso, junto ao pé da trave e na rede! 

A etapa final foi muito mais movimentada. E também muito mais longa.

Aos 7′, Richard dividiu uma bola com Zé Roberto na área. O árbitro deixou o jogo correr, mas foi chamado pelo VAR e acabou assinalando um pênalti para o time goiano. Zé Roberto bateu e marcou, empatando o jogo.

Mas o Athletico ainda estava à frente no confronto. E parece ter sido despertado pelo gol sofrido.

A partir daí, só deu Furacão no Castelo do Dragão. Christian finalizou mais uma. E David Terans cobrou uma falta cheia de veneno, em que o goleiro conseguiu desviar a bola antes de ela se chocar contra o travessão.

Aos 20′, Renato Kayzer recebeu na área e foi derrubado por Éder. Pênalti! Nikão chutou rasteiro no canto direito, mas o goleiro Fernando Miguel conseguiu alcançar. Mas não sem ter se adiantado na hora da cobrança. O VAR flagrou e o árbitro mandou repetir.

Na segunda vez, quem bateu foi Renato Kayzer. Chute forte, com raiva! Para exorcizar a seca de gols e extravasar e emoção.

E Kayzer ainda balançou a rede de novo aos 33′. No lance, ele recebeu na frente e tocou para Nikão, que foi bloqueado pela defesa. A bola ficou com Richard, que cruzou e Kayzer apareceu pelo meio para completar. Era o terceiro. Mas na revisão do lance, o VAR apontou um impedimento milimétrico de Nikão. Invisível a olho nu.

O Athletico ainda teve mais uma boa chance quando Kayzer cruzou e Nikão entrou de carrinho para finalizar. A quinta chance real do Furacão, enquanto o adversário não havia ameaçado o gol de Bento uma vez sequer desde seu gol.

O Furacão administrava a vaga com absoluta segurança. O adversário tentava pressionar na base do desespero. E aos 45′, o árbitro Bruno Arleu de Araújo apontou para extravagantes 11 minutos de acréscimos.

Sete deles já haviam se passado quando o Dragão conseguiu empatar, aos 52′. Zé Roberto cabeceou, Bento defendeu e Éder marcou no rebote.

Faltavam quatro minutos. Mas o árbitro deu mais dois. Depois, mais um. E acabou encerrando o jogo somente aos 60′. Uma hora de segundo tempo!

Mesmo com tanto tempo, o adversário não conseguiu mais passar pela defesa do Furacão. A vaga era nossa e ninguém poderia tirar!

Ficha técnica: Atlético Goianiense 2×2 Athletico Paranaense
Copa do Brasil 2021: Oitavas de final – Jogo de volta
Data: 04/08/2021 [quarta-feira]
Horário: 19h15
Local: Estádio Antônio Accioly, em Goiânia (GO)

Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (RJ)
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Corrêa (RJ) e Thiago Henrique Neto Corrêa Farinha (RJ)
Quarto árbitro: Alexandre Vargas Tavares de Jesus (RJ)
Árbitro de vídeo: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)

Atlético Goianiense: Fernando Miguel; Dudu (Arnaldo, aos 27′ do 2º tempo), Oliveira, Éder e Natanael; Willian Maranhão, Gabriel Baralhas (Arthur Gomes, no intervalo), André Luís (Toró, aos 27′ do 2º tempo) e João Paulo; Janderson e Zé Roberto
Técnico: Eduardo Barroca
Gols: Zé Roberto (pênalti), aos 10′, e Eder, aos 51′ do segundo tempo
Cartões amarelos: João Paulo, Éder e Zé Roberto

Athletico Paranaense: Bento; Marcinho (Khellven, aos 25′ do 2º tempo), Pedro Henrique, Thiago Heleno e Nicolas (Márcio Azevedo, aos 18′ do 2º tempo); Richard, Christian (Léo Cittadini, aos 41′ do 2º tempo) e David Terans (José Ivaldo, aos 25′ do 2º tempo); Nikão, Renato Kayzer (Carlos Eduardo, aos 41′, do 2º tempo) e Vitinho
Técnico: António Oliveira
Gols: Christian, aos 44′ do primeiro tempo; Renato Kayzer (pênalti), aos 24′ do segundo tempo
Cartões amarelos: Thiago Heleno e Nicolas

Fonte: Athletico/Site Oficial

- Advertisment -